Conheça os tipos de adoçantes

Conteúdo original Mais Equiliíbrio

Cada vez mais as pessoas estão se preocupando com a saúde e com a manutenção do peso adequado. O consumo de adoçantes dietéticos, que inicialmente foi desenvolvido visando os diabéticos, passou então a ser muito consumido pela população em geral.

Os adoçantes dietéticos, também chamados de edulcorantes, são substância que apresentam um poder adoçante muito superior ao da sacarose (açúcar refinado) e, por isso, eles são utilizados em quantidades bem menores se comparado ao açúcar de mesa.

Os edulcorantes possuem duas classificações:

  • Naturais: frutose, sorbitol, manitol e esteovídeo
  • Artificiais ou sintéticos: aspartame, ciclamato, sacarina, acessulfame-K, sucralose

Frutose: extraída das frutas e mel. É mais doce do que a sacarose (açúcar refinado) 173 vezes. Apresenta 4 Kcal/g e provoca cáries. As pessoas diabéticas devem utilizálos com moderação.

Sorbitol: encontrada na natureza em frutas e alga marinhas. Apresenta poder adoçante 50% menor do que a sacarose. Possui 4 Kcal/g as pessoas com diabetes não podem utilizá-lo. É estável ao calor. Em combinação com outros adoçantes (sorbitol, acessulfame-K, aspartame, ciclamato sacarina ou esteovídeo) é empregada na fabricação de biscoitos, chocolates, goma de mascar e refrigerantes.

Manitol: encontrado em vegetais e algas marinhas. Possui poder adoçante 45% menor do que a sacarose. É bastante estável às altas temperaturas. Apresenta 2,4 Kcal/g e é utilizado em combinação com o sorbitol na indústria alimentícia.

Esteviosídeo: o seu poder adoçante pode ser 300 vezes superior à sacarose. Extraído da planta Stevia rebaudiana. É associado aos adoçantes sacarose. Frutose, glucose, lactose, maltose,sorbitol, manitol, aspartame, ciclamato, sacarina ou xilitol para melhorar o seu sabor residual. Apresenta estabilidade em altas temperaturas. Não contêm calorias.

Aspartame: apresenta poder adoçante 220 vezes maior do que a sacarose e não deixa sabor residual. Seu valor calórico é de 4 Kcal/g mas. Graças ao seu alto poder adoçante, usa-se pequenas quantidades para se chegar à doçura desejada. Não é estável em altas temperaturas. Gestantes e lactantes podem fazer uso do aspartame.

Ciclamato: seu poder adoçante alcança 50 vezes ao da sacarose. Entre as suas características estão a presença de sabor residual e a sua estabilidade em altas temperaturas. Não apresenta calorias.

Sacarina: apresenta poder adoçante 200 vezes superior ao da sacarose podendo deixar sabor residual. Possui alta estabilidade em temperaturas elevadas. Devido à sua estabilidade, a sacarina é utilizada em vários alimentos,na indústria de cosméticos e de medicamentos. Não apresenta calorias

Acessulfame-K: estável em altas temperaturas. Seu poder dulçor varia de 180 a 200 vezes superior ao da sacarose. Seu uso pode ser muito variado e é utilizado nas indústrias de panificação, confeitos, bebidas e produtos lácteos. Não apresenta calorias.

Sucralose: ela é 600 vezes mais doce do que a sacarose. É altamente estável em temperatural elevadas podendo ser usada em produtos esterelizados, UHT, pasteurizados e assados. Além disso, pode ser utilizada em gelatinas e pudim em pó, sucos, compotas de frutas e adoçantes de mesa. Não apresenta calorias.

Para saber a quantidade recomendada para fazer a substituição do açúcar refinado, recomenda-se ler o rótulo ou entrar em contato com serviço de atendimento ao consumidor (SAC) do fabricante.

Anúncios

Comente aqui ↓ :

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s