Tag: alimentação

Receita: Pão de Beijo (Pão de Queijo Vegano)

Receita: Pão de Beijo (Pão de Queijo Vegano)

Receita fácil e delícia, da Paveg Blog, para agradar ao paladar de todo mundo, da criança à vovó. 

  • 2 unidades (aproximadamente 400 g) de batatas inglesas cozidas e descascadas
  • 1 e 1/2 xícaras de chá (270 g) de goma pronta para tapioca
  • 1/4 de xícara de chá (30 g) de polvilho doce (fécula de mandioca)
  • 1 e 1/2 colheres de  chá de sal
  • 2 colheres de sopa  (30 ml) de azeite
  • 1 colher de sopa de fermento químico
  • 1 colher de sopa (15 ml) de água

Modo de Preparo

  1. Amasse as batatas e reserve;
  2. Em um recipiente misture a tapioca, o polvilho doce e o sal;
  3. Acrescente as batatas e o azeite;
  4. Vá amassando a massa com as mãos;
  5. Adicione o fermento e continue a amassar. Faça o mesmo com a água;
  6. Modele em formato de bolinhas. Disponha em uma assadeira untada com azeite;
  7. Leve ao forno pré-aquecido a 180º C por 40 minutos (ou até perceber que os pães já estão douradinhos).

Conscientização sobre a Doença Celíaca

“Maio é o Mês de Conscientização sobre a Doença Celíaca, que tem como destaque o Dia Internacional do Celíaco, comemorado no terceiro domingo do mês de maio. O objetivo é divulgar a Doença Celíaca para a sociedade e chamar a atenção dos diversos seguimentos públicos e privados a qual a alimentação e a inserção social estão relacionadas.

Foto Emerson Peters em Unsplash

Estudos internacionais apontam que 1% da população mundial é celíaca. No Brasil, estima-se que em torno de 2 milhões de pessoas sejam celíacas, porém a maioria dessas pessoas ainda estão sem diagnóstico.”

Fonte Romalife

Receita: Bolinho de arroz light

Foto Receitas Light

Ingredientes

  • 2 e 1/2 xícara de arroz integral cozido;
  • 1 cebola grande ralada;
  • 2 dentes de alho amassados;
  • 1 cenoura média ralada;
  • 1/2 xícara de cheiro verde picado;
  • 2 claras;
  • 1 xícara de farinha de aveia sal e pimenta a gosto;
  • 1 colher (chá) fermento em pó.⠀

Modo de preparo

  1. Misture bem todos os ingredientes, e molde as bolinhas;
  2. Leve ao forno pré-aquecido (180º C) em uma assadeira antiaderente por 25-30 minutos ou até dourar.

 

Rendimento: 25 bolinhos.

Valor calórico: 35 calorias por bolinho.⠀

Fonte: Minha Vida

Receita: Tapioca de café

Receita: Tapioca de café

A tapioca é feita com polvilho doce e fica, simplesmente, deliciosa! A receita caseira, recheada com doce de leite e nibs de chocolate, é do chef Rodrigo Oliveira.

Ingredientes

  • 500 g de polvilho doce (cerca de 4 xícaras)
  • 1 ¼ xícara (chá) de café coado forte e frio (300 ml)
  • 1 pitada de sal
  • Doce de leite a gosto para rechear
  • Nibs de cacau a gosto para rechear

Modo de Preparo:

  1. Numa tigela grande, coloque o polvilho e tempere com uma pitada de sal;
  2. Vá regando com o café, aos poucos, e misturando com as mãos até que não tenha mais partes brancas de polvilho na massa – a quantidade de líquido pode variar de acordo com o polvilho, a massa deve ficar bem úmida e sedosa, que modela ao ser apertada;
  3. Assim que for hidratada a massa de tapioca já pode ser usada, mas se puder, deixe descansar por 10 minutos;
  4. Sobre outra tigela, passe a massa de tapioca hidratada por uma peneira, raspando com uma colher – assim a farinha fica bem solta e fininha. Nessa etapa você pode tampar e armazenar na geladeira por até 5 dias;
  5. Leve uma tapioqueira (ou frigideira antiaderente) ao fogo médio. Dica: para saber se está quente o suficiente, salpique um pouco da farinha de tapioca – ela deve pular depois de alguns segundos;
  6. Abaixe o fogo e, com uma colher grande (ou escumadeira) espalhe uma porção da farinha formando um disco uniforme no fundo da frigideira, sem compactar – coloque a porção de farinha de uma só vez no centro da frigideira e vá espalhando delicadamente com as costas da colher. Se preferir, peneire a massa de tapioca direto na frigideira;
  7. Deixe a tapioca cozinhar por 1 minuto até firmar – não precisa virar. Espalhe uma colherada de doce de leite e polvilhe com nibs de cacau;
  8. Dobre a tapioca ao meio e deixe o recheio aquecer por alguns segundos. Sirva a seguir, com frutas picadas.

HIDRATOU DEMAIS?

Basta acrescentar um pouco de polvilho (se achar que a tapioca está borrachuda, é porque a massa está muito úmida).

FICOU QUEBRADIÇA?

Se a tapioca não formar na frigideira ou ficar quebradiça, é sinal que hidratou de menos. Adicione um pouco mais de líquido.

PARA FAZER VÁRIAS

Faça os discos de tapioca, dobre sem o recheio, transfira para um prato e cubra com um pano – as tapiocas vão permanecer macias e quentinhas para que todos possam comer ao mesmo tempo.

Vitaminas e suplementos não podem substituir uma dieta balanceada, diz estudo

Por Anastasia Dulgier em Unsplash

Aproximadamente 90% dos adultos norte-americanos não comem frutas e vegetais suficientes , mas muitos estão tentando compensar isso tomando pílulas. De acordo com o Conselho para a Nutrição Responsável , 75% dos adultos americanos tomam algum tipo de suplemento dietético. Muitas pessoas acreditam que as multivitaminas são uma maneira de obter os nutrientes que necessitam.

Mas uma nova pesquisa publicada no Annals of Internal Medicine sugere que vitaminas e suplementos podem não ser suficientes para manter-nos saudáveis.

Nutrientes consumidos via suplementos não melhoram a saúde e a longevidade tão eficazmente quanto quando consumidos através dos alimentos, de acordo com o estudo. Embora a obtenção dos nutrientes corretos nas quantidades certas de alimentos estivesse associada a uma vida mais longa, o mesmo não era verdadeiro para os nutrientes dos suplementos, diz o co-autor Fang Fang Zhang, professor associado de epidemiologia na Escola Friedman, da Universidade Tufts.

Por NordWood Themes em Unsplash

“Para a população em geral, não há necessidade de tomar suplementos alimentares”, diz Zhang. “Mais e mais evidências sugerem que não há benefícios, por isso devemos seguir o que as recomendações dietéticas sugerem para obter uma nutrição adequada dos alimentos, em vez de depender de suplementos”.

Os pesquisadores usaram dados de cerca de 30.000 adultos norte-americanos que participaram da Pesquisa Nacional de Saúde e Nutrição de 1999 a 2010. Cada pessoa forneceu informações sobre o uso de suplementos no último mês – mais da metade usou pelo menos um – bem como hábitos de dieta. Os pesquisadores então usaram essa informação para determinar os níveis de nutrientes dos participantes.

Por Lefteris Kallergis em Unsplash

Zhang diz que algumas populações podem se beneficiar de certos suplementos, incluindo os idosos – que muitas vezes lutam para absorver nutrientes dos alimentos – e aqueles com restrições alimentares que podem levar a deficiências. Mas, com uma abundância de incertezas e a falta de evidências para os suplementos, Zhang diz que a pessoa comum deve apenas comer uma dieta balanceada que contenha muitas frutas, verduras e cereais integrais, em vez de recorrer à soluções sem receita.

“Mais da metade dos americanos usa esses medicamentos e o motivo é melhorar ou manter a saúde”, diz Zhang. “Essa mentalidade precisa ser mudada, dadas as evidências.”

A diferença entre o açúcar mascavo, demerara e cristal

“O açúcar de mesa ou sacarose é usado em bebidas, preparações e em alimentos doces e de confeitaria. Ele pode ser feito a partir da cana-de-açucar, beterraba, néctar de flores, frutas, raízes e sementes. Existem vários tipos de açúcar, entre eles temos os que estão na foto: mascavo, demerara e cristal.

Reprodução Instagram

O mascavo – o mais escurinho –  é obtido a partir das primeiras extrações da cana, tendo um sabor residual o que dificulta um pouco sua aceitação.  O demerara passa por um refinamento leve, porém não recebe aditivos químicos.

Tanto o açúcar mascavo como o demerara contém minerais como cálcio, magnésio, fósforo e potássio em pouquíssimas quantidades. Ou seja, você teria de consumir muito para obter uma quantidade significativa de tais nutrientes, contudo o consumo de açúcar precisa ser em quantidades reduzidas, o que inviabiliza esse alimento como fonte de vitaminas e minerais.

Reprodução Instagram

Já o açúcar cristal, o branquinho e querido de muitos, é feito do processamento do demerara (sulfitação, lavagem e remoção do mel que envolve os cristais). Ele o que possui maior poder edulcorante (quem adoça mais). Em relação ao valor energético (calorias) há pouca diferença entre eles como vemos na imagem.

Então, pessoas, as principais diferenças entre eles se dão basicamente pelo refinamento, presença de micronutrientes, sabor doce e custo. No fim das contas, não se iludam: açúcar ainda é açúcar.”

Texto da nutricionista Marcella Figueiredo