Publicado em Receitas

Receita: Charutão de Repolho

Anúncios
Publicado em Alimentação

Engorde suas saladas

Mary Poppins notoriamente aconselhou que “uma colherada de açúcar ajuda o remédio a descer”. Agora, parece que uma colherada de óleo ajuda os níveis de nutrientes a subir – se aplicarmos as gorduras ideais a certos vegetais. Em um estudo publicado recentemente no American Journal of Clinical Nutrition, pesquisadores da Universidade Estadual de Iowa descobriram que, em comparação ao consumo sem gordura, indivíduos que ingeriram saladas com óleo de soja absorveram vários nutrientes essenciais e antioxidantes, como beta-caroteno, vitamina E, vitamina K e licopeno. Esses são nutrientes lipossolúveis e, portanto, tornam-se benéficos quando associados a uma fonte de gordura.

O maior impulso às taxas de absorção ocorreu com a adição de cerca de 2 colheres de sopa de óleo de soja, mas adicionar outras fontes de gordura como azeite, abacate e nozes à sua salada de folhas ou vegetais assados ​​também deve ajudar seu corpo a absorver mais nutrientes.

Fonte: Idea Fit

Publicado em Receitas

Receita: Pescada ao molho de páprica

Publicado em Receitas

Receita de Páscoa: Peixe ensopado fácil, tipo moqueca

Para essa receita, você vai precisar de:

  • 1 kg do seu peixe preferido temperado com limão, sal e pimenta-do-reino;
  • 1 cebola em rodelas;
  • 1 pimentão amarelo em rodelas;
  • 1/2 pimentão verde em rodelas;
  • 1 tomate fatiado;
  • 1 vidro de leite de coco;
  • 1 colher (sopa) cheia de extrato de tomate;
  • Sal e salsinha a gosto.
Publicado em Alimentação

O ataque aos snacks

Nossas vidas cada vez mais acaloradas estão conduzindo a uma mudança que nos leva a comer mais alimentos de lanche em vez de refeições à mesa. Porém, uma pesquisa publicada no Appetite, em janeiro, mostra que apenas ver a palavra “lanche” em um rótulo de comida pode nos levar a comer mais.

No estudo, as pessoas foram convidadas a comer macarrão apresentado como um lanche (consumido em uma embalagem de plástico com um garfo de plástico) ou como uma refeição (consumido em um prato de cerâmica, usando um garfo de metal, sentado em uma mesa). Posteriormente, eles receberam snacks não saudáveis, incluindo M&Ms e crackers. O resultado: aqueles que comeram a massa de “lanchinho” consumiram mais calorias depois do que aqueles que comeram o macarrão “refeição”, sentado em uma mesa.

Pode ser que nos concentremos menos no que estamos ingerindo quando pensamos que estamos comendo lanches e, portanto, estamos menos conscientes do nosso consumo, o que nos leva a comer em excesso mais tarde. Para preservar o hábito de tomar lanche e manter a saúde, e a circunferência saudável da cintura, é uma boa ideia pensar no que você come como uma refeição e sentar-se para comer, mesmo que seja apenas um potinho de iogurte ou um punhado de nozes.

Fonte: Idea