Tag: Ano Novo

Observar-se é essencial para a prevenção

Observar-se é essencial para a prevenção

Com o final do ano se aproximando e após dois meses seguidos de campanhas super-relevantes na prevenção contra o câncer em homens e mulheres, Novembro Azul e Outubro Rosa, vale refletir e analisar sobre cuidados que podemos adotar no dia-a-dia com relação à saúde e bem-estar.

Você tem se olhado no espelho? Quanto tempo faz que você não para, de fato, por alguns minutos e se observa? Procurando por alterações no corpo, manchas, dores, áreas mais sensíveis e texturas diferentes na pele, por exemplo. A velocidade com que a vida caminha, muitas vezes, nos domina e não nos permite perceber o quão importante é autocuidado.

Quem nunca acordou numa manhã com o tempo cronometrado para tomar um banho rápido, se arrumar correndo, tomar um gole de café e partir para o trabalho?! Sem falar naquelas pessoas que saem de casa em jejum mesmo. É ou não é?!

Alimentar-se bem, consciente do que está consumindo e não apenas comendo o que é mais rápido, também é essencial para a manutenção ideal do corpo e da saúde, assim como diminuir e consumo de sal e de açúcar, de bebidas alcoólicas e manter uma rotina de atividades físicas.

Que tal incluir o desafio de cuidar-se mais, e melhor, nas suas resoluções de ano novo? Esses pequenos detalhes são tão importantes e podem prevenir doenças, menos e mais severas, como o câncer, e outros males que podem ser resolvidos se descobertos no início.

Pense nisso e, se for preciso, renove seus hábitos e atitudes.

Receita: Torta de Bacalhau Low Carb

Vai ter bacalhau na sua ceia do Ano Novo? Procuramos a nutricionista Isabella Correia, da clínica La Prath, no Rio de Janeiro, como fazer uma torta com o peixe bem baixa em carboidratos, para não sair da linha já na Virada – e o melhor é que ela fica pronta em apenas três passos. Confira:

Imagem de divulgação

 

  • 400 g bacalhau dessalgado, desfiado e refogadinho com 1 cebola
  • 4 claras em neve
  • 2 gemas
  • 150-200 g ricota (ou tofu temperado)
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • Pimenta, salsa e cebolinha a gosto
Modo de preparo

Amasse a ricota com as gemas e incorpore os outros ingredientes. Use uma forma de fundo removível, mas pode ser outra também. Leve ao forno baixo até dourar. Simples e delicioso.

Conteúdo Vogue

Depressão de fim de ano

Conteúdo original Marisa Psicóloga
As festas de fim de ano não representam necessariamente apenas alegria, para muitas pessoas torna-se um período de muita angustia e muita ansiedade, pois pode ser o momento quando estas pessoas sentem que tem a “obrigação” de serem felizes quando na ralidade não consideram que tem motivos para isso. Inunda um sentimento de que se ela não estiver com a mesma alegria das outras pessoas então ele interpreta como sinal de que há algo muito errado com ela.
angel-1095739_960_720
Muitas pessoas não entram no famoso “espírito natalino”, não sentem a mesma a alegria que percebem nas outras pessoas. Este sentimento de falta de entrosamento com o que seria esperado seria mais ou menos o mesmo sentimento que aparece em algumas pessoas na sexta feira à noite, “Vou pra casa sozinho quando tem tanta gente se divertindo, eu estou aqui sozinho!”.
O mesmo pode acontecer na época do natal, parece que existe um “complexo de período perfeito” onde se é obrigado a ser feliz. Mas qualquer obrigação pode oprimir. É por isso que no período de natal, ano novo, festas em geral pode ser ao mesmo tempo um período no qual as pessoas esperam ansiosamente e ao mesmo tempo temem, sentem depressão, alguns passam por um verdadeiro terror fazendo contagem regressiva esperando a hora disso tudo acabar e poder voltar a rotina normal.
Tudo devido à ansiedade e medo sobre o que vai acontecer, ou o que não vai acontecer, pois este é o ponto principal, a frustração de não acontecer nada, não receber amigos, não receber presentes, não se perceber importante para ninguém.
Esta depressão de fim de ano pode ser canalizada de forma positiva e utilizada para que se reveja o que esta pessoa está fazendo de sua vida. Será que ela não passou o ano todo desperdiçando oportunidades para criar laços de amizade que valerão a pena ser comemorados no natal? Não será este o grande momento para aprender a lidar de forma diferente com a própria vida?
Entrevista cedida  para o Site Vila Mulher

TPN Tensão Pré-Natal

christmas-1103957_960_720

– O que é a TPN (tensão pré-natal)?

Psicóloga: São pensamentos antecipatórios quanto as exigências que a sociedade impõe sobre esta data.

– Muita gente começa a ver a decoração de Natal nas lojas e já entra no clima, só que ao mesmo tempo vê que o ano está acabando e não conseguiu resolver sua vida, seus projetos, pagar suas contas. Quais são os sentimentos que afloram nessas pessoas devido o período?

Psicóloga: Pode haver muita ansiedade, o que pode até ser boa ansiedade se usa-la para ação, ou seja, finalmente realizar aquilo que precisa mas empurrou com a barriga o ano todo. Mas esta mesma ansiedade pode ser muito ruim se paralisar a pessoa a ponto de se considerar uma total incapaz e alimentar pensamentos de auto boicote.

– O que a pessoa pode fazer para evitar que tais sentimentos surjam?

Psicóloga: Além dos sentimentos de “não realização” pode haver também os sentimentos de saudades das pessoas com as quais ele conviveu em outros natais mas neste a pessoa não está mais por perto, seja por morte ou por termino de relacionamento. De toda forma os sentimentos de fracasso podem surgir de vários lados.
Para evitar estes sentimentos pode ser  interessante que cada um viva sua vida com total consciência do que está fazendo. Se está comprando roupas que a deixará endividada é claro que no final do ano, época típica onde as pessoas fazem os respectivos balanços de suas vidas, esta divida poderá aparecer como um dedo apontando sobre seu nariz.
xmas-1092477_960_720

– O sentimento de angustia por não ter conseguido cumprir todas as metas até o fim do ano pode ser mais frequente em mulher ou em homens?

Psicóloga: O sentimento sim, mas o fato de não cumprir metas não é típico de mulher, e sim de algumas pessoas.

–  De que maneira as pessoas podem driblar ou controlar a tensão pré-natal?

Psicóloga: Não há receita que posa ser aplicada em todas as pessoas, mas talvez planejar desde o inicio do ano para que não fique nada para trás, trabalhar o outo conhecimento.

–  Além dessa cobrança por não ter atingido as metas, quais são os outros fatores negativos ou preocupações que a  TPN pode trazer para a vida da pessoa?

Psicóloga: Todo resultado negativo que pode aparecer no “balanço do ano”, namoros que não engrenaram, amigos que partiram, conversas que não tiveram, reações que não aconteceram por falta de coragem, etc.
advent-80125_960_720

– O fato de muitas lojas anteciparem as decorações pode agravar a TPN?

Psicóloga: O natal tem o efeito de estimular as emoções, e é claro que o comercio lucra com estas emoções pois creio que 90% de cada compra pode ser mais emocional do que representante de uma verdadeira necessidade. Sendo assim antecipar a decoração poderá antecipar todas as emoções, boas e ruins, referentes ao Natal.

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia  ou psicoterapia  oferecida por um psicólogo.

Receitas para as Festas

TAG

Gente linda! Para que vocês possam, eventualmente, encontrar nossas ideias para as comidinhas natalinas, e da ceia de ano novo, basta procurar por ‘Especial de Natal‘, no campo campo de pesquisa, ali no lado direito da sua tela (se estiver usando um computador) ou no final da página, caso esteja usando um dispositivo móvel.

Eu deveria ter criado uma categoria para esse tema, mas não fiz, me desculpem! redface Da próxima vez vou me planejar melhor. wink