Tag: anti-inflamatório

O Leite Dourado ou Golden Milk

O leite dourado é uma mistura de leite, cúrcuma, mel e especiarias, que tem origem na medicina Ayurvédica, da Índia. A cúrcuma, também chamada de açafrão da terra, faz parte da família do gengibre. É uma raiz de cor laranja muito apreciada na culinária que contém curcumina e substâncias antioxidantes, anti-inflamatórias.

Foto de experienciavegana.com

Beber o leite dourado à noite ajuda a prevenir e combater problemas digestivos e menstruais, desintoxica o corpo, purifica o sangue e aumenta a vitalidade geral da pessoa. Além disso, também contribui para um sono tranquilo, sendo um aliado contra a insônia.

São muitos os benefícios associados a essa bebida, que é bem simples de fazer. O consumo regular do leite dourado também pode ajudar a combater a artrite e a artrose, além de outras dores musculares e da articulação. Também pode servir de analgésico, diminuindo enxaquecas e outros males causados pelo estresse. Confira outras vantagens de incluir a bebida na sua rotina:

  • Fortalece o sistema imunológico e ajuda a prevenir doenças. Aumenta o nível de energia no corpo e combate a fadiga persistente;
  • Atua como um anti-inflamatório, analgésico e anticancerígeno natural, sem contraindicações;
  • Ajuda a controlar os níveis de colesterol no sangue, prevenindo problemas cardiovasculares;
  • Faz bem para a digestão;
  • Purifica o sangue através da desintoxicação do fígado;
  • Ajuda a diminuir a pressão alta;
  • Perfeito para ajudar a manter a saúde cerebral e a boa memória;
  • Seu poder desintoxicante contribui para tonificar a pele;
  • Eficaz para minimizar problemas neurológicos;
  • Reduz os níveis de triglicerídeos.

É importante lembrar que este artigo tem caráter informativo e não científico. Sempre que iniciar um tratamento, consulte seu médico para verificar se este é o tratamento mais indicado para seu caso.

Como preparar o leite dourado?

 

Primeiro, você precisa preparar a pasta de cúrcuma, que será a base da receita e que pode ser guardada na geladeira para preparar vários copos do leite dourado. Mas, ao fazer o leite, consuma-o imediatamente.

Passo 1: Como fazer a pasta de cúrcuma

Ingredientes:
  • 1/4 de xícara de cúrcuma em pó (30 g)
  • 1/2 colher de chá de pimenta preta moída (2,5 g)
  • 1/2 xícara de água pura (125 ml)
Modo de preparo

Leve todos os ingredientes ao fogo médio, mexendo bem. Quando a mistura se tornar em uma pasta, desligue o fogo e deixe esfriar. Depois, coloque a pasta de cúrcuma em um recipiente de vidro limpo e seco com tampa e conserve na geladeira.

Passo 2: Como fazer o leite dourado

Foto de http://www.savorylotus.com
Ingredientes
  • 1 xícara de leite (250 ml)
  • 1 colher de chá de óleo de coco (5 ml)
  • 1/4 de colher de chá de pasta de cúrcuma (1,25 g)
  • Mel (para dar gosto)
Modo de preparo

Em uma panela, misture todos os ingredientes, com exceção do mel. Leve ao fogo médio, mexendo sempre para não grudar. Logo antes de levantar fervura, desligue o fogo e acrescente o mel a gosto. Está pronto para ser consumido.

Dicas

  • Você pode substituir o leite de vaca por leite vegetal, como o de soja, o de amêndoas ou o de arroz;
  • A pimenta é muito importante nessa receita, pois contém piperina, que facilita a absorção da curcumina presente na cúrcuma;
  • O leite dourado também é considerado um tônico de beleza, fazendo bem para a pele e para os cabelos, além de prevenir o envelhecimento precoce;
  • Consuma um copo médio de leite dourado morno antes de dormir, para ter um sono tranquilo e reparador.

Conteúdo Melhor com Saúde

O poder antioxidante da casca da cebola

Conteúdo original Mais Equilíbrio

A casca da cebola tem muito mais utilidades do que se pensa. E é justamente a primeira coisa que jogamos fora quando vamos cortar esse ingrediente, não é mesmo? Entretanto, você pode usá-la para tratar feridas, melhorar sua saúde e até o seu cabelo.

Uma pesquisa realizada recentemente nos Estados Unidos comprovou que a quercetina, substância presente na casca, tem propriedades anti-inflamatórias, além de ser um poderoso antioxidante, contribuindo para a diminuição do colesterol ruim, pressão arterial, além de combater alergias, alguns tipos de câncer e depressão.

Compostos como a quercetina são comuns de se acumular em plantas com peles e cascas, uma vez que essas funcionam como uma armadura contra agressões ambientais. Veja abaixo como aproveitar melhor a quercetina, beneficiando-se com ela:

  • Adicione a sopas, ensopados e ao arroz enquanto o líquido dessas receitas estiver em ebulição. Pode ocorrer da água adquirir uma coloração marrom;

  • Para deixar o cabelo mais liso e macio, coloque as cascas em uma infusão em 2 copos de água quente por 15 minutos. Após lavar o cabelo, despeje essa mistura e deixe secar naturalmente. E o melhor de tudo, não fica cheiro de cebola!

  • Contra a coceira causada por sarna e outras infecções, lave o local com um chá da casca da cebola: ferva as cascas com 1 xícara de água por 10 minutos e coe. Você também pode tomá-lo para benefícios à saúde até três vezes ao dia, adoçado com mel ou açúcar mascavo.

 

20 minutos de caminhada rápida já reduzem inflamação no corpo

Conteúdo original Boa Forma

run-1290022_960_720

A ciência já conhece os efeitos benéficos da atividade física sobre processos inflamatórios no organismo – que, em excesso, geram males como diabetes, obesidade, doença celíaca e fibromialgia. Mas um novo estudo, publicado recentemente na revista científica Brain, Behavior and Immunity, desvendou os mecanismos celulares por trás dessa ação. Mais: a pesquisa demonstra que 20 minutos de exercício são suficientes para reduzir a inflamação no corpo.

Para chegar a esses achados, o time de cientistas que conduziu o trabalho – todos da Universidade da Califórnia em San Diego, nos Estados Unidos – investigou se seria possível ativar, com apenas 20 minutos de atividade física, o sistema nervoso simpático do cérebro, responsável por acelerar os batimentos cardíacos, elevar a pressão arterial e intensificar o ritmo respiratório. Os pesquisadores tinham a hipótese de que, ao acionar esse sistema, o organismo dispararia, a nível celular, uma resposta anti-inflamatória. E eles estavam certos.

walking-1448852_960_720

Os experts americanos testaram a teoria em um grupo de 47 homens e mulheres, que caminharam na esteira durante 20 minutos numa intensidade moderada. Antes e depois do exercício, os estudiosos coletaram amostras de sangue dos participantes. Os resultados apontaram uma redução de 5% no número de células imunológicas ligadas a processos inflamatórios.

Para os autores do trabalho, conhecer esses mecanismos é importante para o desenvolvimento de novos tratamentos anti-inflamatórios. Além disso, a descoberta mostra que não é preciso se matar na academia para colher os frutos de uma vida ativa. “20 a 30 minutos de exercício moderado, incluindo caminhada rápida, parece já ser suficiente. A ideia de que o treino precisa ser exaustivo e longo intimida aqueles que sofrem com doenças inflamatórias crônicas e poderiam se beneficiar da atividade física”, comenta Suzi Hong, líder do estudo.

silhouette-1159234_960_7202626

Portanto, se você sofre com algum desses problemas, nada de usar isso como desculpa para não se exercitar. Converse com o seu médico e procure um profissional de educação física para saber como incluir a atividade física na sua rotina para tirar apenas benefícios – e não colocar o seu bem-estar em risco.