Tag: aprender

Boa noite!

Boa noite!

Exercícios no trânsito: evite dores causadas pelo tempo excessivo no carro

Original em Minha Vida

Não se esforce demais

“Você lê, o tempo todo, por aí, que precisa dar o seu melhor, que precisa fazer sempre o melhor que pode, que tem que se virar do avesso para atingir seus objetivos com distinção e orgulho. Nossa culpa interior, aquela que não nos deixa dormir à noite, fica repetindo que você simplesmente podia ter se esforçado mais, que aquele trabalho podia ter ficado melhor, que isso e aquilo…

person-507791_640

Agora que a sua voz interior está quietinha enquanto você lê este post aqui, pense bem. Às vezes, quando você se esforça demais e tenta prever e resolver todos os problemas e dificuldades, acaba estressada. E, estando estressada, seu trabalho vai acabar ficando pior do que o normal, ao invés de melhor. Quanto mais concentrada você tenta ficar, mais acaba se desconcentrando.

Então, não se esforce demais. Não nade contra a corrente, não tente controlar o que não tem controle. Uma piadinha popular na internet afirma que o nosso cabelo está na cabeça justamente para nos provar que nós não temos controle sobre nada. A piada pode ser batida, mas é verdadeira. Ou vai dizer que o dia em que você tem um compromisso importante não é justamente o dia em que seu cabelo acorda mais rebelde e difícil de controlar?

guess-attic-837156_640

Por isso, não se esforce demais. Não além da conta. Faça o seu melhor, todos os dias. Mas aceite as coisas como elas são. Alguns problemas simplesmente se resolvem por conta própria, outros seriam muito mais simples se você não se preocupasse demais. Muitas vezes, a gente antecipa os problemas, por medo do fracasso ou do sofrimento ou do trabalho mais árduo. Só que antecipação é apenas uma forma mais rápida de estressar a si mesma.

É e sempre será impossível agradar a todos, fazer tudo perfeito e ter a mente em paz. Então não se esforce demais, não remoa as coisas aí dentro da sua cabeça, não force nada. Aceite as pequenas imperfeições, aprende com elas. Afinal, não há jeito melhor de crescer do que vivendo nossos próprios problemas com tranquilidade e sem frustração.”

ocean-731339_640

Por Daniele Sinhorelli
em Círculo

Atividades que estimulam o funcionamento do cérebro

happiness-824419_640

Conteúdo original de UGF

Assim como o corpo, o cérebro deve ser exercitado, pois com o passar dos anos a memória pode ficar comprometida. Por isso exercitar a mente melhora a concentração, as lembranças e a qualidade de vida. Assim como incorporar a rotina atividade física, alimentação equilibrada e uma boa noite de sono favorecem o funcionamento do cérebro.

Alguns estudos comprovam que as pessoas que preenchem o tempo com atividades como leitura, hobbies ou jogos contam com menos riscos de perder recordações.

selfie-465563_640
Com a tecnologia, muitos especialistas afirmam que as pessoas passaram  a ser mais “preguiçosas” e acabam não estimulando o cérebro com ações simples, por conta disso atividades corriqueiras acabam passando despercebidas.

Trabalhar a concentração é fundamental, para a manutenção de uma mente ativa, uma vez que a memória necessita de atenção e concentração para armazenar dados.

chess-775346_640
Para estimular a memória, agregue a rotina o uso de quebra-cabeças, palavras cruzadas, damas, xadrez e jogos. Ações como relatar as atividades que ocorreram no decorrer do dia para outras pessoas pode agir como um exercício para a memória.

Busque se dedicar a novas habilidades como realizar cursos de graduação, pós-graduação, extensão, idiomas, música, dança ou artesanato.

O sono é uma necessidade do nosso organismo caracterizado principalmente quando o cansaço mental é prolongado e as concentrações de cortisona diminuem e as de melatonina acrescem, ocasionando a vontade de dormir. Nesse momento o organismo começa a reorganizar seus sistemas para retomar uma nova etapa de atividades. A imunidade é fortalecida, as células são restauradas e a memória é consolidada.

sleeping-690429_640

O processo de aprendizado pode ser compreendido nas seguintes esferas: a primeira durante a prática, a segunda durante as horas iniciais de sono e a terceira e última durante o estágio final do sono, o denominado “o sono dos sonhos”.

Quando não dormimos bem, nossa memória fica falha, ficarmos irritadiços e isso acarreta cansaço, dor de cabeça e indisposição. Quando acontece uma brusca redução das horas de sono isso pode suceder à diminuição da produção de insulina e aumentar a de cortisol.

Fatores como exercícios físicos, alimentação adequada e a prática de atividade física são essenciais para melhorar a capacidade mental e evitam o declínio mental com o decorrer dos anos.

Só dá ela: cenoura no salgado e no doce

A pressa e a correia do dia-a-dia podem, muitas vezes, serem inimigos da criatividade quando se trata da alimentação. Pensar em texturas e preparações diferentes com os ingredientes mais comuns não é fácil para todo mundo, ainda mais para quem não tem tanta experiência na cozinha. É por isso que o Equilibre-se está aqui, para ajudar todo mundo a ser mais leve, com sabor e saúde. E o nosso alvo de hoje é a cenoura.

carrots-673184_640

A gente vai apresentar duas propostas bem clássicas, e deliciosas, de preparações com esse legume básico e versátil. São receitas que, além de fugir do consumo comum, crua ou cozida, servem de alternativa para aqueles que tem dificuldade, ou simplesmente pouca simpatia, com a cenoura.

O bolo de cenoura com cobertura de chocolate já é um velho e amado conhecido de muita gente, o diferencial é que essa versão apresentada é light e sem açúcar, podendo ser uma sobremesa e tanto para os diabéticos. O pulo do gato aqui é o suflê, um prato que esbanja sofisticação e é um delicioso acompanhamento para diversos pratos, que é também uma opção para os vegetarianos.

Suflê de Cenoura

Receita de Gordelícias

Reprodução Gordelícias

 

  • 4 cenouras médias
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 1 colher (chá) de sal
  • 4 ovos (gemas e claras separadas)
  • Queijo parmesão ralado (pra polvilhar)
  • Noz moscada (ralada na hora)

Primeiramente, cozinhe as cenouras; para cozinhar mais rápido, corte em rodelinhas. Depois de cozidas, bata-as no liquidificador com o leite, a farinha de trigo, a noz-moscada e o sal. Leve a mistura ao fogo (médio), mexendo até engrossar (cerca de 5 minutos). Retire do fogo e acrescente as gemas uma de cada vez, sem parar de mexer. Bata as claras em neve e incorpore à mistura, mexendo delicadamente. O movimento aqui precisa ser delicado, senão as claras desmancham feito água e comprometem o creme do suflê. 

Reprodução Gordelícias

Coloque a mistura em um refratário médio (20cm de diâmetro) ou em forminhas individuais. A receita rende pelo menos 8 forminhas individuais. Polvilhe com o queijo parmesão e leve ao forno médio, pré-aquecido, até dourar. Retire do forno e sirva logo em seguida.

Dica:

Não adianta fazer suflê duas horas antes de servir. O risco de encontrar um alimento murcho e feio é enorme! Portanto, leve o seu preparo ao forno poucos minutos antes de servi-lo. Fica pronto rapidinho, nem tem que esperar muito!

Reprodução Gordelícias

Bolo de Cenoura Light

 

  • 3 cenouras picadas
  • 2 gemas
  • 3 claras
  • 1/3 de xícara de chá de óleo
  • 1 xícara de chá farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • ½ xícara de chá de adoçante culinário

Bata a cenoura, as gemas e claras e o óleo no liquidificador até atingir uma mistura homogênea. Num recipiente a parte, coloque a farinha, o fermento e o adoçante. Junte a massa de cenoura batida e misture bem, delicadamente com um batedor de arame. Unte uma forma pequena com margarina e farinha. Leve ao forno médio pré-aquecido e asse por 40 minutos.

A cobertura você pode seguir a receita sugerida no vídeo ou fazer aquela de brigadeiro sem leite condensado, que já ensinamos AQUI.

cake-478714_640