Café descafeinado também traz benefícios à saúde, diz estudo

Aquela paradinha para o café não tem a ver só com prazer: a bebida protege 
o coração e favorece a circulação mesmo quando você opta pelo descafeinado, segundo um estudo americano publicado no Journal Annals of Internal Medicine. “É uma ótima notícia para quem é sensível ao efeito estimulante da cafeína”, diz a nutróloga Letícia Fontes, de São Paulo.

As duas versões concentram niacina, um ativo que ajuda a eliminar as toxinas acumuladas no organismo e no controle do colesterol ruim, além da vitamina B12, que turbina a imunidade. Atenção: 
a medida de três xícaras por dia vale também para o café descafeinado.

Conteúdo Boa Forma

 

Anúncios

Conheça os benefícios da graviola

No calor, sucos são boas pedidas para refrescar e, de quebra, garantir benefícios à saúde. Para variar a dieta, uma fruta que tem despertado a atenção de especialistas é a graviola.

“Estudos recentes apontam a graviola como um eficiente agente no fortalecimento da imunidade e também no combate dos radicais livres, que envelhecem precocemente o organismo e provocam doenças”, diz Dra. Paula Vasconcelos, nutróloga do Espaço Volpi, em São Paulo. Isso acontece por conta da acetogenina, que tem papel semelhante à vitamina C, também presente na fruta.

Outro benefício da fruta é a melhora da circulação sanguínea. “Por ser rica em potássio, ela ajuda a manter estável a circulação sanguínea, sendo assim aliada na redução da pressão arterial”, ressalta a nutróloga.

Números

De índice glicêmico baixo, uma porção de 100g tem 62kcal, mas é preciso ter um pouco de atenção já que a fruta em si pode ter mais de 3 kg. “Para não haver exagero, a recomendação é consumir 200g da fruta in natura”, orienta a profissional.

Para quem não está acostumada com a fruta, a dica é misturar a porção com iogurte, já que a graviola é ácida e um pouco azeda.

Se preferir consumir como suco, a gente te dá uma receitinha bem prática:

Foto Green Me
  • 1/2 graviola madura;
  • 5 folhas de hortelã lavadas;
  • 1 copo de água filtrada;
  • cubos de gelo;
  • 1/2 xícara de couve.
Modo de preparo:

Leve tudo ao liquidificador, exceto gelo para bater bem até incorporar. Adicione gelo, misture bem e sirva em seguida.

Conteúdo original Women’s Health Brasil

Tremoço é saudável a ajuda a emagrecer

Foto: Sandéleh Alimentos

O tremoço é a semente de plantas do gênero Lupinus, muito usadas no enriquecimento dos solos pois, aportam com uma considerável quantidade de nitrogênio quando cultivadas. Sua semente, ou grãos, são alimentares e muito usados nos países mediterrâneos da Europa onde é considerado um petisco. Conheça algumas das características deste grão dourado e saboroso.

 

Esta planta, com suas vistosas flores amarelas (ou azuis, ou vermelhas – sim, há de um montão de cores mas, nem todas se usam como alimento), é bastante usada na prática de adubação verde pois, seu cultivo incorpora ao solo importantes quantidades de nitrogênio pela ação das bactérias que coabitam suas raízes.

Benefícios do tremoço

Foto: Feito de Iridium

Esta leguminosa é bastante rica nutricionalmente. Neste grão existem:

  • Proteína vegetal de boa qualidade – de 36 a 52%
  • ● Elevado teor de cálcio, fósforo, potássio, ferro e fibras vegetais (30 a 40%)
  • Vitaminas diversas: complexo B e vit. E
  • Ômega 3 e 6, de 5 a 20%

Bons efeitos da ingestão de tremoço

Tremoços têm ação diuréticaimportante, reguladora da quantidade de gordura que assimilamos e emagrecedora. Seu consumo é adequado a quem tem diabetes e sofre com desequilíbrios lipídicos.

A enorme quantidade de fibras que contêm o tremoço – 3 vezes mais do que as da aveia e do trigo – ajudam no processo de esvaziamento dos intestinos e na captura das gorduras, promovendo uma redução significativa de LDL (colesterol ruim). Outro importante resultado da ingestão de tremoço é a redução do açúcar no sangue – este grão tem um índice glicêmico bastante baixo – sendo um coadjuvante importante nas dietas para redução da obesidade. Com seu elevado teor de proteínas, a ingestão de tremoço ajuda, e muito, na saciedade e redução do apetite.

Tremoço só se usa cozido

O tremoço é um grão meio difícil – tem de ser deixado de molho por longo tempo (no mínimo por 12 horas), seu cozimento é prolongado para que fique mole e, depois de cozido, precisa ser lavado em água corrente por várias horas, para perder o amargor.

Portanto, o uso prático de tremoço se resume ao que possamos comprar já cozido pois que, senão ficará bastante caro de se preparar para uma família só.

Os tremoços cozidos em grandes quantidades, em ambiente industrial, passam por todos esses procedimentos e são vendidos acondicionados como conserva, em água e sal.

Habitualmente são usados como aperitivo frio mas, também podem ser integrados em outras receitas, em saladas, ou pratos cozidos de uso regional.

O consumo de tremoços requer que você os deixe de molho por um tempo, e troque a água algumas vezes, para reduzir a quantidade de sódio que a conserva tem. No entanto, este é seu único defeito, sendo assim, se há tremoços aí onde você mora, consuma-os que faz bem.

Conteúdo Green Me

O Leite Dourado ou Golden Milk

O leite dourado é uma mistura de leite, cúrcuma, mel e especiarias, que tem origem na medicina Ayurvédica, da Índia. A cúrcuma, também chamada de açafrão da terra, faz parte da família do gengibre. É uma raiz de cor laranja muito apreciada na culinária que contém curcumina e substâncias antioxidantes, anti-inflamatórias.

Foto de experienciavegana.com

Beber o leite dourado à noite ajuda a prevenir e combater problemas digestivos e menstruais, desintoxica o corpo, purifica o sangue e aumenta a vitalidade geral da pessoa. Além disso, também contribui para um sono tranquilo, sendo um aliado contra a insônia.

São muitos os benefícios associados a essa bebida, que é bem simples de fazer. O consumo regular do leite dourado também pode ajudar a combater a artrite e a artrose, além de outras dores musculares e da articulação. Também pode servir de analgésico, diminuindo enxaquecas e outros males causados pelo estresse. Confira outras vantagens de incluir a bebida na sua rotina:

  • Fortalece o sistema imunológico e ajuda a prevenir doenças. Aumenta o nível de energia no corpo e combate a fadiga persistente;
  • Atua como um anti-inflamatório, analgésico e anticancerígeno natural, sem contraindicações;
  • Ajuda a controlar os níveis de colesterol no sangue, prevenindo problemas cardiovasculares;
  • Faz bem para a digestão;
  • Purifica o sangue através da desintoxicação do fígado;
  • Ajuda a diminuir a pressão alta;
  • Perfeito para ajudar a manter a saúde cerebral e a boa memória;
  • Seu poder desintoxicante contribui para tonificar a pele;
  • Eficaz para minimizar problemas neurológicos;
  • Reduz os níveis de triglicerídeos.

É importante lembrar que este artigo tem caráter informativo e não científico. Sempre que iniciar um tratamento, consulte seu médico para verificar se este é o tratamento mais indicado para seu caso.

Como preparar o leite dourado?

 

Primeiro, você precisa preparar a pasta de cúrcuma, que será a base da receita e que pode ser guardada na geladeira para preparar vários copos do leite dourado. Mas, ao fazer o leite, consuma-o imediatamente.

Passo 1: Como fazer a pasta de cúrcuma

Ingredientes:
  • 1/4 de xícara de cúrcuma em pó (30 g)
  • 1/2 colher de chá de pimenta preta moída (2,5 g)
  • 1/2 xícara de água pura (125 ml)
Modo de preparo

Leve todos os ingredientes ao fogo médio, mexendo bem. Quando a mistura se tornar em uma pasta, desligue o fogo e deixe esfriar. Depois, coloque a pasta de cúrcuma em um recipiente de vidro limpo e seco com tampa e conserve na geladeira.

Passo 2: Como fazer o leite dourado

Foto de http://www.savorylotus.com
Ingredientes
  • 1 xícara de leite (250 ml)
  • 1 colher de chá de óleo de coco (5 ml)
  • 1/4 de colher de chá de pasta de cúrcuma (1,25 g)
  • Mel (para dar gosto)
Modo de preparo

Em uma panela, misture todos os ingredientes, com exceção do mel. Leve ao fogo médio, mexendo sempre para não grudar. Logo antes de levantar fervura, desligue o fogo e acrescente o mel a gosto. Está pronto para ser consumido.

Dicas

  • Você pode substituir o leite de vaca por leite vegetal, como o de soja, o de amêndoas ou o de arroz;
  • A pimenta é muito importante nessa receita, pois contém piperina, que facilita a absorção da curcumina presente na cúrcuma;
  • O leite dourado também é considerado um tônico de beleza, fazendo bem para a pele e para os cabelos, além de prevenir o envelhecimento precoce;
  • Consuma um copo médio de leite dourado morno antes de dormir, para ter um sono tranquilo e reparador.

Conteúdo Melhor com Saúde

Chocolate amargo: um pedaço todos os dias protege a memória

Conteúdo Boa Forma

Temos mais um bom motivo para comer chocolate: está provado que ele faz bem para a memória. Horas após comer o doce, o raciocínio também melhora mesmo se você estiver cansada, segundo pesquisadores italianos.

“Os flavonoides do cacau aumentam a circulação do sangue e, assim, o cérebro é mais bem irrigado. Além disso, as substâncias benéficas evitam a queda de desempenho dos neurônios quando envelhecemos”, afirma a nutricionista Renata Amorim, do Rio de Janeiro. Os próprios cientistas consomem cerca de 100 gramas de chocolate 70% todos os dias para proteger a mente, de acordo com o estudo publicado no jornal Frontiers in Nutrition.

Quer engravidar? Saiba qual vitamina deve incluir na alimentação

Conteúdo original Women’s Health

Se você está planejando engravidar, comece a comer como se já estivesse. Uma nova pesquisa na The U.S. Preventive Services Task Force recomenda que mulheres que estão planejando uma gravidez comam ao menos 0,4 mg de ácido fólico por dia, uma vitamina B que previne certas deformações no feto.

A ingestão será ainda mais benéfica se você consumir essa quantidade entre um mês antes da concepção e o fim do primeiro trimestre. Consiga a quantidade em:

  • 1 xíc. de espinafre no café da manhã (misture em um omelete)= 15%;
  • 1/2 xíc. de feijão no almoço= 35%;
  • 1 abacate para o lanche da tarde= 29%
  • 1/2 xíc. de aspargos no jantar= 22%.

Benefícios da prancha isométrica e dicas para começar

Conteúdo original Minha Vida

Prática, eficiente e rápida, a prancha isométrica pode ser feita sem sair de casa, sem nenhum tipo de aparelho ou acessório e ainda exercita o seu corpo inteiro. Que tal incluí-la na sua rotina? Abaixo, conheça os benefícios que o exercício trará para o seu corpo:

1. Deixa o seu corpo mais forte

Esse exercício consegue trabalhar uma região muito importante do corpo: o core, o cinturão que envolve a região do abdômen a coluna e que é integrado por 29 pares de músculos. “Essa região central traz muitos benefícios para o corpo inteiro”, conta o professor Fabrício Reimberg, da academia Just Fit. Ao exercitar esse grupo muscular, você fortalecerá o abdômen, a lombar, os glúteos e os oblíquos, ganhando mais força para realizar outros exercícios do seu treino.

2. Acelera o metabolismo

Os exercícios isométricos consistem em ficar parado em uma posição por alguns segundos (e até minutos), justamente o que ocorre na execução da prancha. “Por ser uma isometria, você vai trabalhar o corpo todo para sustentar a posição e essa estabilização para manter o equilíbrio acaba acelerando o metabolismo”, reforça o professor.

3. Previne lesões

“Com o fortalecimento do core, a prancha ajudará na prevenção de lesões na hérnia de disco, na coluna e na lombar, por exemplo”, conta Fabrício. Inclusive, o Conselho Americano de Exercício recomenda a prancha para reduzir as famosas dores nas costas, pois o seu alto poder de fortalecimento auxilia do suporte da região superior do corpo.

4. Melhora a postura

Além de um corpo definido, você pode conquistar também uma postura correta com a prática da prancha. “Isso acontece porque quando você tem a musculatura forte da região central do corpo e dos músculos abdominais, o movimento natural do corpo é de deixar a postura mais ereta, por causa da sustentação”, afirma Fabrício.

5. Trará equilíbrio

Sabe quando você vai se alongar e precisa ficar apoiado em uma perna só, mas em poucos segundos perde o equilíbrio? Isso pode ser solucionado pela prancha. “O desafio de manter-se estabilizado durante o exercício, sem sair da posição, deixará o corpo mais equilibrado com o passar do tempo e da prática”, destaca o professor.

6. Você ficará mais motivado

Por envolver diversos níveis de dificuldade e variações, a prancha costuma ser desafiadora. Com a evolução da prática, você se colocará metas para aguentar mais tempo. “O desafio que você criará para você mesmo traz um ganho emocional e motivador”, revela Reimberg.

Dicas para começar

Nos primeiros dias, você pode fazer o exercício com os joelhos apoiados no chão. “Com o passar do tempo, vá aumentando o nível de dificuldade”, diz Fabrício. Para dificultar, você pode acrescentar mais segundos na posição a cada semana ou até realizar o exercício com um dos pés ou uma das mãos levantados, por exemplo.

Posso fazer todos os dias?

“Sim, pode. Não conseguimos determinar um tempo específico para cada execução, pois ele varia muito para cada pessoa. Portanto, mantenha a posição durante o tempo que aguentar”, dá a dica o professor. Dessa forma, na primeira semana comece com três séries de quantos segundos suportar (sem sair da postura certo, ok?). “Mesmo que o tempo seja baixo, o importante é a estabilização do corpo, deixá-lo todo alinhado, com o tronco ereto e sem a elevação do quadril. Isso sim trará benefícios”, completa Reimberg.

Vantagens a longo prazo

Com o tempo, você sentirá o seu corpo de transformar. “Além de sentir o abdômen mais forte, dependendo do nível e da intensidade da realização da prancha, a musculatura da região ficará mais definida. Isso, claro, mediante uma dieta controlada para proporcionar a perda de gordura da região”, ressalta o profissional. Portanto, exercícios + alimentação equilibrada = fórmula do sucesso.

Erros para evitar

Ao tentar se manter na prancha por mais tempo, muitas pessoas acabam saindo da posição. “Ficar com o pescoço tensionado ou tentar aguentar mais tempo do que o corpo suporta pode gerar lesões”, alerta o especialista. Na dúvida, evolua no exercício somente quando sentir que a execução está ficando mais “confortável”, quando estiver quase fácil. Só então aumente o desafio.