Tag: carne

Receita: Quibe recheado de frigideira

Receita: Quibe recheado de frigideira

Receita de FoodMakers

Ingredientes:

  • 200 g de trigo para quibe
  • 100 g de muçarela
  • 1 tomate em cubinhos
  • 6 colheres de sopa de requeijão
  • 100 g de queijo prato
  • 1/2 kg de carne moída
  • 1/2 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 2 colheres de sopa de salsinha picada
  • 1 colher de sopa de hortelã picada
  • sal
  • pimenta-do-reino
  • uma pitada de canela (opcional)
  • azeite

Modo de fazer:

Trigo: Coloque o trigo em uma tigela e cubra com água. Deixe de molho por 30 min.

Recheio: Misture em outra tigela a muçarela, queijo prato, tomate e o requeijão. Reserve.

  • A parte, misture a carne moída, cebola, alho, salsinha e o trigo hidratado.
  • Tempere com sal, pimenta-do-reino, uma pitada de canela (opcional) e fio de azeite.
  • Aqueça uma frigideira (antiaderente de preferência) com um fio de azeite.
  • Coloque metade da carne, o recheio e a outra metade da carne.
  • Deixe aproximadamente 15 minutos em fogo médio, ou até dourar.
  • Vire com auxílio de um prato.
  • Conte mais 15 minutos e prontíssimo! Aproveite!

Receita: Tacos (Tortillas + Recheio)

Receita de Padaria Food Network

Para as Tortilhas:

  • 200g de farinha de milho fina
  • 200g de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de sal
  • ¼ de xícara de óleo
  • Água

Preparo:

  1. Junte os ingredientes em um bowl e misture com as mãos. Adicione água aos poucos para dar liga na massa.

  2. Quando começar a dar liga, continue apertando a massa em uma bancada. Ela deve ficar lisa em mais ou menos 10 minutos. Faça um rolinho com ela e a embrulhe em filme plástico. Deixe amassa descansar por 20 minutos na geladeira.

  3. Após a massa descansar, separe pedacinhos dela com a grossura um pouco maior de um dedo, com uma espátula. Cada pedacinho desse irá virar uma tortilha. Comece abrindo a massa com as mãos, fazendo um disco com os dedos, e termine esticando-as com um rolo. Confira se o tamanho está bom, e se quiser corte as bordas com uma faca, fazendo um círculo.

  4. Toste as tortilhas em uma frigideira bem quente com um pouquinho de óleo. 1 minuto de cada lado.

  5. Dobre delicadamente com as mãos, e encaixe uma tortilha na outra, para elas ficarem com tamanhos e forma semelhantes. Deixe elas esfriarem.

 

Para o Guacamole:

  • 2 avocados maduros
  • 1 tomate
  • ½ cebola
  • Coentro à gosto
  • Azeite, sal e pimenta do reino à gosto
  • 1 limão

Preparo:

  1. Pique a cebola e o tomate.
  2. Abra e retire as polpas dos avocados. Amasse-as com um garfo e depois junte o tomate, a cebola, o coentro. Misture com um garfo, adicione os temperos e, por fim, regue com o suco do limão. Não se esqueça de misturar uma última vez.

 

Para a Salsa Rústica:

  • 2 tomates picados
  • 1 cebola
  • Salsinha
  • Coentro
  • Pimenta caiena
  • Cominho
  • Sal e azeite à gosto

Preparo:

Pique o tomate, a cebola, o coentro e a salsinha. Misture-os bem em um bowl, tempere com apimenta, o sal e uma pitada de cominho. Regue com um fio de azeite e misture.

 

Para o Creme Azedo:

  • 200g de iogurte natural sem açúcar e sem sabor
  • 4 colheres de cream cheese
  • 2 limões
  • Sal à gosto

Preparo:

Processador de alimentos, bata o iogurte, o cream cheese, as raspas de 1 limão e o suco de 2 limões. Ajuste o sal e reserve.

Para o Recheio:

  • 300g de filé de frango ou carne
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola
  • 1 pimentão verde
  • 2 tomates
  • Pimenta caiena
  • Cominho
  • Pimenta do reino
  • Coentro em pó
  • Sal à gosto
  • Azeite

Preparo:

  1. Pique o alho e corte a cebola em rodelas. Corte a carne ou o frango em cubinhos ou tiras pequenas.Corte o pimentão em tiras e os tomates em cubinhos.

  2. Adicione a carne ou o frango em uma frigideira com azeite. Tempere com sal.Adicione a cebola e o alho. Quando a cebola estiver transparente, coloque o pimentão.

  3. Adicione uma pitada de pimenta caiena , uma de cominho, uma de pimenta do reino e uma de coentro em pó. Por último, adicione os tomates. Coloque um pouquinho de água e raspe o fundo da panela com uma colher. Misture bem e reserve.

 

Para os Tacos:

  • Feijão cozido
  • Queijo amarelo ralado
  • Alface americana
  • Azeite

Preparo:

Em cada tortilha, faça uma base com a carne ou o frango. Junte, na ordem, uma colher do feijão cozido, a salsa, guacamole, um pouco de creme azedo, queijo amarelo ralado, e alface americana.

Receita: Charutão de Repolho

Receita: Charutão de Repolho

Receita: Torta de panela

Conteúdo original Lucilia Diniz

Para degustar uma receita com jeito caseiro é preciso encarar várias horas no fogão. E ainda fechar os olhos diante das abundantes calorias. Certo? Na verdade, com esta receita de torta light de frigideira, muito pelo contrário.

O recheio foi feito com carne moída. Mas o preparo combina com quase tudo. A ideia é você rechear com suas opções favoritas. A receita a seguir rende quatro fatias, com 238 Kcal cada.

Torta de panela

Para o recheio:
  • 150 g de carne moída
  • 6 tomates cereja cortado ao meio
  • 6 champignons laminados (opcional)
  • 1 xícara (chá) de espinafre
  • 2 dentes de alho amassados
  • ½ cebola picada
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 colher (sopa) de cebolinha verde
  • 1 colher (café) de pimenta síria (opcional)
  • Sal a gosto
Para a massa:
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • ½ colher (chá) de sal
  • 1 colher (chá) de açúcar
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 colher (café) de fermento biológico seco
  • 100 ml de água gelada

Modo de preparo

Recheio
  1. Use uma frigideira que possa ir ao forno.
  2. Nela, refogue a cebola e alho no azeite por um minuto.
  3. Junte a carne moída e refogue por dois minutos, mexendo sempre.
  4. Tempere com a pimenta síria e o sal e a cebolinha verde.
  5. Junte o caldo de carne.
  6. Deixe mais um minuto no fogo e desligue.
  7. Coloque as folhas de espinafre, tomates e cogumelos.
Massa
  1. Em um recipiente, junte o fermento com a água e reserve.
  2. Em outro, misture a farinha com o sal, o açúcar e o azeite.
  3. Junte as duas misturas e mexa até ganhar consistência.
  4. Amasse a massa com as mãos – um pouco de farinha ajuda a desgrudar.
  5. Deixe a massa descansar por 10 minutos.
  6. Com um rolo, abra a massa até fazer um disco.
Montagem
  1. Coloque a massa por cima da frigideira com o recheio.
  2. Corte o excesso ao redor.
  3. Leve ao forno bem quente por cinco minutos ou até dourar.
  4. Sirva em seguida.

Veja como identificar se a carne que você consome está estragada

Conteúdo original Minha Vida

Ficou difícil sentir segurança para comprar carne depois da nova operação da Polícia Federal. Denominada “Carne Fraca”, a ação trouxe à tona a venda e distribuição de carnes estragadas por parte de grandes frigoríficos e companhias.

Segundo as investigações as carnes podres recebiam substâncias capazes de disfarçar a cor e a aparência do produto vencido, que depois era reembalado. Também estavam entre as irregularidades produtos contaminados por bactérias. Alguns produtos também apresentavam excesso de água para aumentar o peso – e consequentemente o preço.

De acordo com a nutricionista Andréa Marim, o momento pede atenção. “O cenário é preocupante e é necessário ficar em alerta, pois as carnes contaminadas podem causar infecções gastrointestinais sérias, como a salmonela, que em pessoas com um sistema imunológico mais delicado, como crianças, idosos e gestantes pode trazer sérios danos à saúde”, conta.

Fatores como embalagem, data de validade, aparência, cheiro, textura e até mesmo preço devem ser levados em consideração. “Se o valor do produto estiver muito barato, é sinal de que a carne pode não estar em boas condições”, afirma a nutricionista.

Veja a seguir como identificar se a carne está estragada:

Carne de boi e porco

No caso das carnes de boi e de porco, quando estão estragadas apresentam coloração cinza e manchas esverdeadas. Elas também podem exalar odores fortes e apresentar textura viscosa e rançosa.

Carne de frango

 

Já no caso da carne de frango, o diferencial é o odor azedo que remete ao amoníaco. No aspecto visual, apresenta-se descolorado e com textura viscosa. Em relação à cor, pode apresentar nuances amarelas e esverdeadas. “Muitas vezes a carne de frango está com uma aparência bonita e um gosto bom”, explica Andrea. Esse “disfarce” torna mais difícil a identificação da carne estragada, por isso é sempre importante se atentar ao cheiro e sempre consumir a carne bem passada.

Carne de peixe

O mesmo acontece com a carne do peixe, que quando estragada, remete ao cheiro de amônia. Além disso, ele normalmente apresenta alguma descoloração – amarronzado, amarelado ou acinzentado – ou mesmo cor opaca. Em relação ao aspecto, se o peixe não estiver duro e começar a descamar também é um sinal de que está estragado.

Poder do cheiro

Mesmo com a tentativa de algumas empresas de maquiar o aspecto da carne com conservantes, Andrea explica que essas substâncias não são capazes de disfarçar o cheiro. “Independente do conservante que tenha sido usado, o cheiro sempre denuncia, por isso é tão importante prestar atenção nesse aspecto”.

Armazenamento

As carnes de modo geral são altamente perecíveis, pois ficam suscetíveis à contaminação microbiológica. Portanto, no momento de escolher a carne certifique-se de que ela está armazenada em freezers e geladeiras em temperatura de 0º C a 2°C.

Caso você compre uma carne congelada e deseje mantê-la nessa temperatura, o ideal é colocá-la diretamente no freezer. De acordo com Andréa a carne pode ficar no freezer até seis meses, dependendo do tipo de carne. Bifes, independentemente de serem de carne ou frango, podem ficar congelados por até seis meses. Já a carne moída tem prazo de validade de até três meses.

Se a pessoa descongelou a carne, cozinhou e guardou o resto na geladeira, ela pode ser consumida por até três ou quatro dias.

Caso a carne tenha sido comprada fresca e o intuito é congelar, o ideal é temperar o alimento e depois guardar no freezer por até seis meses.

No entanto, no momento de preparo é sempre importante observar o estado da carne e jogar o produto fora se houver qualquer suspeita em relação à procedência. “Isso porque alguns fabricantes podem alterar a data de validade do produto e o consumidor só percebe que adquiriu uma carne com data de validade menor do que esperado no momento do preparo”, ressalta.

O que vem pela frente

Em declaração à imprensa, o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pesca e Agropecuária, Eumar Novacki disse que os casos de irregularidades apontados na operação Carne Fraca são específicos e não apresentam risco à saúde pública. No entanto, é importante atenção na hora de comprar a carne e, especialmente no momento de consumir.

Até o momento, a Polícia Federal identificou que 40 empresas do setor de alimentos cometeram irregularidades. Segundo o Ministério da Agricultura, três unidades foram fechadas: duas do frigorífico Peccin, em Jaraguá do Sul (SC) e em Curitiba (PR), e uma da BRF, em Goiás. Outras 21 estão sob investigação.

Receita: Picadinho light

Conteúdo original Lucilia Diniz

Aí está um típico representante do que se chama de “confort food”. Com palavras mais simples, ao gosto de seus ingredientes, o picadinho está mais para prato de mãe – ou da vó. Se bem que há quem dele se recorde como prato boêmio, para ser degustado no fim de noite, em um bistrô de perfil mais popular.

O certo é que, invariavelmente, fica difícil conter a gula diante deste clássico da culinária brasileira. Com moderação, não é com ele que precisamos nos preocupar, quando o assunto é controlar as medidas.

Se for preparado com cortes magros de carne, picada na ponta da faca, não é aqui que mora o perigo. O problema está com suas escoltas mais tradicionais, o arroz branco, a farofa, o ovo frito e a banana à milanesa. É neste quesito que torna-se propícia a prática das trocas vantajosas.

No preparo da carne, sai o molho roti, feito à base de gordura dos ossos, e entra o caldo de carne. Entre os acompanhamentos, sai a banana à milanesa e entram chips da fruta, desidratados no forno.

E o ovo frito dá lugar à versão mais formosa do ovo pochê – clique aqui para conferir. A receita a seguir fica pronta em 30 minutos e rende três porções, com 100,7 Kcal cada.

Picadinho light da Lucilia

Picadinho-light-da-Lucilia-------

  • 150 g de carne magra em cubos pequenos
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 tomate sem pele e sem sementes picado
  • 1 ramo pequeno de tomilho fresco
  • 80 ml de caldo de carne
  • 1 fio de azeite
  • Sal e pimenta a gosto

Em uma panela, coloque o fio de azeite. Doure o alho e a cebola por três minutos. Junte a carne e mexa. Adicione o tomate picado e o tomilho. Tempere com sal e pimenta a gosto. Deixe a carne dourar por mais três minutos, mexendo de vez em quando. Junte o caldo de carne. Tampe a panela e deixe ferver em fogo baixo até o caldo encorpar. Sirva com chips de banana e ovo pochê.

Chips de banana

chips-banana

  • 1 banana não muito madura cortada em rodelinhas bem finas

Disponha as rodelas em uma forma de silicone. Leve ao micro-ondas por três minutos. Retire, vire as rodelas e retorne por mais três minutos. Se não tiver muito dourada, coloque por mais um minuto. Retire e coloque em uma assadeira. Leve ao forno a gás por 20 minutos em fogo baixo. Sirva em seguida.

Confira no vídeo a seguir o passo a passo desta receita: