Publicado em Alimentação

Sacie a fome e diminua a ansiedade

Conteúdo original Bons Fluídos

Comer compulsivamente em momentos de angústia e ansiedade é uma prática muito comum. Não há uma fórmula mágica para resolver esse tipo de compulsão, mas escolher os alimentos que serão devorados nesse momento é essencial.


“Café, Coca-Cola, chá preto devem ser evitados nessas ocasiões. Já todos os alimentos crocantes, como cenoura e frutas bem firmes, têm efeito anti-estresse, pois mastigar relaxa. Outra forma de se tornar menos ansioso é nunca fazer as refeições em menos de 20 minutos. Pois esse é o tempo de que o corpo precisa para ter a sensação de saciedade. Comer rápido dificulta a digestão e alimenta o círculo vicioso da ansiedade”. Ensina Karim Khoury, terapeuta holístico especialista em emagrecimento.

“Ingerir alimentos pesados demais antes de enfrentar situações estressantes aumenta a ansiedade. Antes de uma prova, evite massas, carnes gordurosas e feijoada. Alimente-se com vitamina de frutas com laranja, cenoura, mamão, iogurte, mel e aveia. É nutritivo, de fácil digestão e não engorda”, indica.

Publicado em Alimentação

Saiba quais alimentos devem ser consumidos crus

Conteúdo original Minha Vida

Incluir verduras e legumes nas refeições é um dos pilares para ter uma alimentação saudável. No entanto, você já prestou atenção na forma como consome esses alimentos? O que acontece é que existem alguns alimentos que quando cozidos, fritos ou refogados perdem consideravelmente suas propriedades nutricionais.

De acordo com a nutricionista Flávia Vicentini, ao colocar legumes para cozinhar em água fria, 35% dos carboidratos, vitaminas e minerais se transferem para ela. “Até mesmo o aquecimento de verduras e legumes em fornos de microondas acarreta em alguma perda de nutrientes”, diz.

Para tirar melhor proveito das suas refeições saiba quais itens é melhor consumir in natura.:

Couve-flor

Fonte de vitaminas A e C, rica em clorofila e glicosinolatos. Se a couve-flor for cozida em grande quantidade de água ela pode perder até 40% de seus nutrientes. Ao levá-la ao forno, perde-se zinco, ferro, cálcio e glicosinolatos.

Cenoura

Rica em sódio, potássio, carboidratos, vitaminas A e C, a cenoura sofre uma perda de 10% a 50% da vitamina C se levada ao fogo com água. Na versão assada, minerais como sódio e potássio são reduzidos.

Beterraba

Ao ser levada ao fogo com água ele perde potássio e pode elevar o índice glicêmico ao ser consumida. Já assada, há perda de minerais como ferro, vitaminas C e B e ácido fólico. No entanto, nesta versão, há uma melhora na absorção da vitamina A.

Brócolis

Fonte de vitaminas A e C e antioxidantes. Possui uma grande quantidade de vitaminas do complexo B, enxofre, cálcio, ferro, zinco, ácido fólico e potássio. Mesmo sendo rico em nutrientes há uma elevada perda das vitaminas se ele for cozido. Preparado no vapor as propriedades nutritivas e antioxidantes são mantidas. Assado, o brócolis perde minerais como ferro, cálcio e enxofre

Alho

O alho cozido perde suas propriedades, por isso, sempre consuma o alho in natura. Escolha cabeças de alho redondas e cheias – evite aquelas com dentes soltos, moles ou murchos. A parte exterior deve estar intacta e sem manchas. Procure comprar a quantia suficiente para uma semana, e não mais do que isso.

Agrião

Segundo um estudo publicado no British Journal of Clinical Pharmacology, o agrião tem múltiplos benefícios vasculares, como a redução da pressão arterial, pois ajuda a mantê-la saudável, sendo vantajoso para pessoas que costumam ter uma dieta pobre em cálcio, magnésio e potássio. É importante destacar que isso só é possível se for ingerido in natura, e não através de suplementos.

Aspargos

Uma dica importante de preparo é não cozinhar o vegetal em panela de ferro, uma vez que os taninos presentes reagem com o ferro e os talos perdem a cor e as propriedades nutritivas

Publicado em Receitas

Receita: Farofa de Cenoura

Amo farofa! Quem mais é farofeiro?! Gente, como na xícara, de colher. Ainda mais quando sai quentinha, tomando a casa todo com aquele cheirinho… Sentiu daí?! Bom demais, não é?! E o compartilhamento de hoje é uma opção para quem não consome carne ou não tem afinidade com os ingredientes tradicionais levados na farofa, pois é feita de cenoura!🥕🥕🥕

É mais uma sugestão para fechar o cardápio de Páscoa! Já mostramos como preparar o peixe, a sobremesa e agora este acompanhamento delicioso e democrático, já que atende aos vegetarianos, econômico e fácil de fazer!

Farofa de Cenoura

Receita do Amando Cozinhar

  • Meia cenoura (média) ralada
  • Meia cebola (média) ralada
  • 400g de farinha de mandioca
  • 2 colheres cheias de margarina

🥕Em uma panela ou frigideira, derreta as duas colheres de margarina e refogue a cebola por alguns minutos, em seguida acrescente a cenoura ralada e refoque por mais 2 minutos. Vá acrescentando a farinha aos poucos e continue mexendo por cerca de 5 minutos. Está pronta para servir!😋🍴

Publicado em Receitas

Receita: Sopa de Grão de Bico

DSC02038

Enfim, o friozinho chegou. Demorou, mas veio! E com ele, vem também aquela vontade de comer coisinhas quentinhas, rápidas e saborosas, como cremes e sopas. Essa semana já teve teste por aqui, que olhaaaa, deu muito certo. Por isso, nossa receita do dia é sopa de grão de bico.

O grão de bico é um dos ingredientes mais versáteis que existe. Dá para consumir o grão cozido temperado em substituição ao feijão, frio em saladas, para fazer homus, falafel… e agora, sopa! É uma delícia, além de super nutritiva.

Sopa de Grão de Bico

DSC02041

  • 250 gramas de grão de bico cozido (com a água do cozimento)
  • 2 dentes de alho
  • 1/2 linguiça calabresa cortada em cubinhos (pode substituir por frango, carne, tofu etc.)
  • 1 batata média cozida picada
  • 1 cenoura média cozida picada
  • Temperos secos a gosto (usei chimuchurri)
  • Fio de azeite
  • Sal

Bata o grão de bico já cozinho com a água do cozimento e o alho até que vire uma pasta, acrescente mais água, o quanto bastar, para chegar a consistência. Vale usar a água do cozimento dos legumes (batata e cenoura).

Numa panela, frite bem a linguiça calabresa, sem nenhuma adição de óleo, e dispense o óleo que ela soltar. Você também pode usar frango em cubos, carne em tirinhas, carne seca, tofu em cubinhos, legumes… o que preferir.

Adicione o grão de bico batido e misture. Coloque também a batata e a cenoura picadinhas. Junte os temperos secos e acerte o sal. Deixe levantar fervura e está pronto.

Publicado em Receitas

Especial de Natal: Salada de Cenoura e Quiche de Bacalhau sem farinha

salad-613158_960_720

A contagem regressiva continua para as festas de final de ano e seguimos firmes e fortes, aguardando ansiosamente esse momento. Enquanto isso, vamos lhe ajudando a programar a ceia com diversas opções salgadas e doces, lights ou não, para compor seu cardápio. Hoje a dobradinha é salgada: Salada de Cenoura e Quiche de Bacalhau sem farinha.

As saladas são excelentes opções para o nosso clima de fim de ano, verão fervente, por serem leves e nutritivas, e, no entanto, são deixadas de lado por, às vezes, não parecem tão apetitosas quando as comidas típicas dessa época natalina. Mas, fica aqui a dica. Apostem na saladinha, não tem como errar, são práticas de preparar, econômicas e diminuem muito o risco de mal estar alimentar.

Salada de Cenoura Refrescante

salad-387959_960_720

Receita original de Guloso e Saudável

  • 500 gramas de cenoura ralada;
  • 250 gramas de alface cortada;
  • 7 colheres de sopa de suco de limão natural;
  • 10 unidades de tomate cereja ou 2 tomates comuns picadinhos;
  • 100 gramas de abacate;
  • 50 gramas de castanha de caju;
  • 3 colheres de sopa de hortelã fresca em ramos;
  • 1/2 colher de chá de sal;
  • 1/2 unidade de pimenta caiena (dedo de moça);
  • 2 colheres de sopa de azeite aromatizado com ervas ou comum, extra virgem.
  1. Higienize as cenouras, as alfaces americanas, os limões, os tomates, o abacate, a pimenta dedo de moça e a hortelã.
  2. Descasque e rale as cenouras, rasgue as folhas da alface, extraia o suco dos limões, corte os tomates ao meio, descaroce, descasque e pique o abacate, separe as folhas e pique a hortelã e a pimenta sem as sementes.
  3. Tempere a cenoura com o suco de limão, o azeite aromatizado, o sal, a pimenta, misture bem e junte os restantes ingredientes.
  4. Conserve a salada na geladeira até à hora de servir.

Já essa quiche é uma alternativa deliciosa para aquele bacalhau que fica encalhado, rolando na geladeira, ou até mesmo para uma refeição prática, de fácil transporte, que pode ser levada para o trabalho, viagens e até de lanchinho para as crianças. Combinada com a salada, rende uma refeição super completa, leve e saudável. #maravida

Quiche de Bacalhau sem Farinha

Receita original de Guloso e Saudável

  • 1 quilo de bacalhau dessalgado cozido;
  • 2 cebolas cortadas;
  • 4 dentes de alho;
  • 7 colheres de sopa de azeite de oliva;
  • 1/2 colher de chá de pimenta-do-reino;
  • 1 colher de chá de noz moscada ralada;
  • 1 quilo de batata branca;
  • 50 gramas de queijo parmesão ralado;
  • 50 gramas de azeitonas verdes light;
  • 2 colheres de sopa de salsa picada;
  • 400 gramas de creme de leite light.
  1. Higienize as batatas, as cebolas e os alhos. Reserve.
  2. Cozinhe o bacalhau em água fervente por 8 minutos, retire-o com uma escumadeira e na mesma água cozinhe as batatas com casca por aproximadamente 20 minutos. Passe-as imediatamente por água fria e retire-lhes a casca.
  3. Passe as batatas ainda quentes por um espremedor. Reserve.
  4. Preaqueça o forno a 200ºC.
  5. Numa panela aquecida com azeite, junte as cebolas e os alhos picados, deixe por 3 minutos, acrescente o bacalhau desfiado, continue a mexer e deixe mais 10 minutos.
  6. Quando o bacalhau estiver morno junte as batatas espremidas, a pitada de noz-moscada, pimenta-do-reino, a salsa, o queijo ralado, as azeitonas e o creme de leite. Misture muito bem com uma colher.
  7. Unte as forminhas individuais ou um refratário com creme vegetal, ou margarina, e despeje a quiche. Pincele com azeite ou com uma mistura de molho de soja e mel de milho (1 colher de chá de molho de soja e 1 colher de sopa de mel de milho).
  8. Leve ao forno por 30 minutos as pequenas, em forminha individual, e a grande por 40 a 45 minutos.