Tag: chá verde

Tisana: bebida para todas as horas

tea-cup-828255_640

Sabe aquele “chazinho” de camomila para acalmar os nervos que sua mãe ou avó já deve ter feito algum dia? E aquele de hortelã ou erva-cidreira para minimizar os efeitos de uma gripe ou resfriado? Pois bem. Essas bebidas caseiras que citamos, assim como outras parecidas que costumamos chamar de chás, na verdade, são denominadas de tisanas.

A nomenclatura “chá de ervas” é frequentemente utilizada para designar todas as infusões feitas a partir de diferentes partes de plantas (não necessariamente ervas – casca, folhas, flores, etc). No entanto, essas infusões são tisanas e não rigorosamente chás, uma vez que o termo chá designa única e exclusivamente a bebida preparada através da infusão de folhas, flores ou raízes da planta Camellia sinensis, como o chá verde e o branco, por exemplo.

lemon-tea-937245_640

A tisana consiste em adicionar ervas em água e deixar ferver durante cinco ou seis minutos num recipiente tampado. Após esse tempo retira-se o recipiente do fogo, deixando descansar (ainda tampado) por até 15 minutos.

Além de ajudar na desintoxicação e redução do estresse, a tisana pode ser uma aliada na redução de medidas. Isto porque é feita com diversas plantas que, combinadas entre si, aumentam os benefícios da bebida. A infusão não contém cafeína e pode ser tomada principalmente nos meses após o inverno, já que no frio tendemos a consumir mais gorduras e sobrecarregamos a função do fígado e dos rins.

Para preparar a tisana, você deve escolher uma planta principal. O dente-de-leão e a ulmeira são duas plantas que têm efeito depurativo, preferidas de celebridades como Madonna. Outra bastante usada é o ginseng, que devolve o equilíbrio ao organismo, e a passiflora, que ajuda no sono.

Aprenda algumas combinações de ervas que você pode preparar em casa:

Tisana anti-insônia

Age diretamente no sistema nervoso, diminuindo as tensões nervosas e musculares.

chamomile-829220_640

  • 1 col. (sopa) de casca de maracujá
  • 1 col. (sopa) de capim-cidreira
  • 1 col. (sopa) de camomila

Tisana para boa digestão

Combinação de ervas capaz de melhorar a digestão dos alimentos, evitando que eles fiquem parados nas paredes do intestino e acumulem toxinas.

cup-681678_640

  • 1 col. (sopa) de camomila
  • 1 col. (sopa) de hortelã
  • 1 col. (sopa) de espinheira-santa

Tisana termogênica

Aumenta a queima de calorias e reduz o colesterol.

sugar-791798_640

  • 1 col. (sopa) de hibisco
  • 3 cm de gengibre
  • 1 pedaço de canela em rama (3 cm)
  • 1 col. (sopa) de laranja amarga

Fontes: Chá Benefícios, Mais Equilíbrio e Wikipedia

Comer e queimar, é só começar!

Vemos várias coisas na internet sobre alimentos que supostamente derretem a gordura da barriga. Há alguma verdade nessas afirmações?

belly-2354_640

Sim e não. Certas escolhas alimentares e de estilo de vida podem ajudar a reduzir a gordura em torno do seu abdômen. Mas a gordura da barriga não vai simplesmente aparecer ou desaparecer em resposta a alimentos específicos. Então, qual é o segredo de todos esses ditos queimadores de gordura? A maioria deles se encaixa em uma destas duas categorias:

1. Alimentos que previnem os picos de açúcar no sangue

Nessa categoria estão inclusos o salmão, abacate, azeite de oliva, amêndoas e feijões secos. Será que esses alimentos queimam mesmo a gordura? Não exatamente. Mas eles contêm proteínas, gorduras e/ou fibras que são de lenta digestão e absorção, tornando-se menos suscetíveis a causar um aumento significativo de açúcar no sangue. Eles podem ainda retardar a digestão e a absorção de hidratos de carbono quando são consumidos com outros alimentos.

Quando o açúcar aumenta no sangue (como acontece quando você come doces ou carboidratos refinados), ele põe em movimento uma cascata hormonal que promove o armazenamento da gordura abdominal. Assim, segundo essa teoria, evitando picos de açúcar você também estará ajudando a evitar o acúmulo de gordura abdominal.

Por outro lado, os alimentos mais elevados em proteínas e fibras também podem regular o apetite e ajudá-lo a evitar excessos. No entanto, não se engane! Não importa qual tipo de alimento você escolha. Se você consumir mais calorias do que precisa, o excesso será armazenado como forma de gordura.

2. Alimentos que aumentam o metabolismo

Nessa segunda categoria estão o chá verde, a pimenta caiena, o vinagre e outros alimentos ricos em proteína, como ovos, carne e peixes. Esses supostamente aumentam o seu metabolismo, fazendo com que seu corpo promova a queima usando suas reservas de gordura, incluindo a abdominal. Embora seja verdade que eles podem aumentar o metabolismo, a questão maior está nos detalhes.

Uma xícara de chá verde ou uma colher de chá de pimenta caiena podem fazer com que você queime 10 ou 20 calorias a mais por dia, mas precisa de 3.500 calorias para queimar cerca de 450 gramas de gordura. Sinta-se livre para incluir esses impulsionadores em sua dieta (afinal, são benéficos), mas não espere milagres.

Outra maneira de tentar aumentar o seu metabolismo e reduzir a gordura abdominal, de verdade, é adicionar mais exercícios à sua rotina. Em particular, um treinamento com foco em intervalo e força.

Um estudo recente descobriu que alternar o treino com intervalos breves, entre a atividade de alta intensidade e a recuperação, é muito mais eficaz na redução da gordura da barriga do que um exercício em ritmo constante.

Já aumentar sua massa muscular magra com treinamento de força potencializará ainda mais o número de calorias queimadas e ajudará a reduzir a gordura corporal.

Como os níveis de cortisol afetam a gordura abdominal

Há uma outra estratégia que pode ajudá-lo a eliminar a barriga. O cortisol é um hormônio que é liberado em resposta ao estresse. (E quem entre nós não tem muito estresse nos dias de hoje?) Aí está o problema: níveis elevados de cortisol têm sido associados cronicamente ao aumento da gordura na barriga.

E claro, diminuir o estresse da sua vida é, provavelmente, mais fácil na teoria do que na prática. Substituir o trânsito cotidiano por uma hora de massagem (apesar de incrível!) pode não ser uma opção. No entanto, você poderia desligar o televisor, tablet ou celular uma hora mais cedo e cair na cama – e isso, sim, pode ter um efeito profundo e imediato sobre os níveis de cortisol.

Seu corpo percebe a falta de sono como um stress. Aqueles que não poupam o descanso tendem a ter níveis mais altos de cortisol, o que ajuda a explicar porque deixar de dormir está associado ao ganho de peso.

Dicas para reduzir a gordura da barriga

Este é um top 6 de dicas para evitar uma barriga flácida. Não coincidentemente, essas mesmas estratégias também irão ajudar a reduzir o risco de doenças e retardar o processo de envelhecimento:

1. Limite a ingestão de açúcares e carboidratos refinados.

2. Opte por alimentos ricos em proteínas e fibras.

3. Não coma demais. É importante escolher alimentos saudáveis, mas você também precisa ingeri-los em quantidades que lhe permitam manter um peso saudável.

4. Seja tão ativo quanto possível.

5. Faça o que puder para minimizar o estresse. Busque aprender métodos de gestão de stress.

6. Interprete a qualidade do sono como uma prioridade.

Fonte Quick and Dirty Tips
Tradução livre de autoria do blog.
Título original “Alimentos que queimam a gordura”.

Suco com chá dá samba, ou melhor, SUCHÁ!

Já pensou em misturar a refrescância do suco com as propriedades do chá numa única bebida cheia de benefícios e nutrientes? Pois essa alquimia já existe e com o nome chipado: Suchá! É uma opção que foge do óbvio e não deixa a dever para as bebidas turbinadas como o suco verde e smoothies.

Não tem muito segredo. O suchá é o fruto da combinação de chás e sucos com componentes complementares, que resultam em uma bebida harmoniosa e rica para a manutenção da saúde e bem-estar.

Ele vem fazendo sucesso e conquistando cada vez mais adeptos. O sucesso se dá pela facilidade e, principalmente, por proporcionar a ingestão e a absorção dos benefícios de fontes com sabor pouco atrativo, como os amargos chá verde e cavalinha, por exemplo.

Infusões de paladar mais marcante e ingestão com restrições, como a canela, também ganham um casamento harmonioso, como o suco de maçã, originando um suchá agradável, com notas de sabor e aroma na medida certa.

Gostou? Quer aprender a fazer? Sugerimos cinco opções de suchá fáceis e simples para você experimentar e, quem sabe, também aderir a esse novo movimento saudável.

1. Suchá de hortelã, erva-doce e abacaxi

Ingredientes:

  • 8 folhas de hortelã (grande)
  • 1 colher de café de erva-doce
  • 1 fatia de abacaxi
  • Açúcar a gosto
  • Gelo a gosto

Modo de preparo: fazer a infusão com as folhas de hortelã e erva-doce, coar e reservar; liquidificar o chá com o abacaxi e coar; antes de servir, adoçar a gosto e adicionar gelo se preferir.

2. Suchá de erva cidreira, gengibre e limão

Ingredientes:

  • 5 folhas de erva cidreira
  • 1 colher de café de gengibre ralado
  • Suco de ½ limão
  • Açúcar a gosto
  • Gelo a gosto

Modo de preparo: fazer a infusão com a erva cidreira, coar e reservar; liquidificar o gengibre, o chá e o suco de limão e, depois, coar e adoçar a gosto antes de servir.

3. Suchá para Emagrecer e Eliminar Retenção Líquida

Ingredientes:

  • 250 ml de chá de hibisco
  • 5 morangos lavados e sem a folha
  • ½ xícara (chá) de mirtilos (blueberry) lavados
  • 1 folha de couve

Modo de preparo: primeiramente ferva um copo de água (150 ml) e acrescente o chá de hibisco. Deixe descansando depois de fervido tampado até que ele fique frio. Após isso, bata no liquidificador os morangos e os mirtilos e aos poucos acrescente o chá. Para finalizar, bata a couve juntamente com os outros ingredientes por cerca de 40 segundos. Beba sem coar e se desejar acrescente gelo e adoçante.

4. Suchá Detox

Ingredientes:

  • 2 colheres (sopa) de chá verde (erva)
  • 260 ml de água
  • 1 xícara (chá) de água fervente
  • 1 fatia de abacaxi
  • Hortelã a gosto

Modo de preparo: Faça primeiro o chá verde. Ferva 260 ml de água. Desligue o fogo, coloque as duas colheres (chá) verde e tampe a panela. Deixe esfriar por aproximadamente 15 minutos. Bata no liquidificador com o abacaxi e a hortelã e sirva.

5. Suchá de Hibisco com Capim Limão e Suco de Limão

Ingredientes:

  • Chá de Hibisco:
    • 500ml de água
    • 2 colheres (sopa) de chá de hibisco
  • 1 limão Tahiti (suco)
  • 3 colheres (sopa) de capim limão picado

Modo de preparo: Prepare o chá: leve a água para ferver. Quando ferver, desligue o fogo e coloque o chá de hibisco. Deixe tampado de 3 a 5 minutos (Quanto mais tempo a mistura permanecer fechada, o chá ficará mais forte. Esse processo chama-se infusão). Passe o chá por uma peneira e junte o suco de limão. Coloque a mistura de chá e suco de limão em um copo de liquidificador e adicione o capim limão. Bata no liquidificador por 5 minutos. Passe pela peneira novamente e coloque em uma jarra. Coloque gelo e adoce a gosto. *Para variar, susbtitua o chá de hibisco por chá de jasmim.

Fontes:
Suchá 1 e 2, Albert Einstein
Suchá 3, Seu Corpo Perfeito
Suchá 4, Comida e Receitas
Suchá 5, Dedo de Moça