Tag: cozidos

Saiba quais alimentos devem ser consumidos crus

Conteúdo original Minha Vida

Incluir verduras e legumes nas refeições é um dos pilares para ter uma alimentação saudável. No entanto, você já prestou atenção na forma como consome esses alimentos? O que acontece é que existem alguns alimentos que quando cozidos, fritos ou refogados perdem consideravelmente suas propriedades nutricionais.

De acordo com a nutricionista Flávia Vicentini, ao colocar legumes para cozinhar em água fria, 35% dos carboidratos, vitaminas e minerais se transferem para ela. “Até mesmo o aquecimento de verduras e legumes em fornos de microondas acarreta em alguma perda de nutrientes”, diz.

Para tirar melhor proveito das suas refeições saiba quais itens é melhor consumir in natura.:

Couve-flor

Fonte de vitaminas A e C, rica em clorofila e glicosinolatos. Se a couve-flor for cozida em grande quantidade de água ela pode perder até 40% de seus nutrientes. Ao levá-la ao forno, perde-se zinco, ferro, cálcio e glicosinolatos.

Cenoura

Rica em sódio, potássio, carboidratos, vitaminas A e C, a cenoura sofre uma perda de 10% a 50% da vitamina C se levada ao fogo com água. Na versão assada, minerais como sódio e potássio são reduzidos.

Beterraba

Ao ser levada ao fogo com água ele perde potássio e pode elevar o índice glicêmico ao ser consumida. Já assada, há perda de minerais como ferro, vitaminas C e B e ácido fólico. No entanto, nesta versão, há uma melhora na absorção da vitamina A.

Brócolis

Fonte de vitaminas A e C e antioxidantes. Possui uma grande quantidade de vitaminas do complexo B, enxofre, cálcio, ferro, zinco, ácido fólico e potássio. Mesmo sendo rico em nutrientes há uma elevada perda das vitaminas se ele for cozido. Preparado no vapor as propriedades nutritivas e antioxidantes são mantidas. Assado, o brócolis perde minerais como ferro, cálcio e enxofre

Alho

O alho cozido perde suas propriedades, por isso, sempre consuma o alho in natura. Escolha cabeças de alho redondas e cheias – evite aquelas com dentes soltos, moles ou murchos. A parte exterior deve estar intacta e sem manchas. Procure comprar a quantia suficiente para uma semana, e não mais do que isso.

Agrião

Segundo um estudo publicado no British Journal of Clinical Pharmacology, o agrião tem múltiplos benefícios vasculares, como a redução da pressão arterial, pois ajuda a mantê-la saudável, sendo vantajoso para pessoas que costumam ter uma dieta pobre em cálcio, magnésio e potássio. É importante destacar que isso só é possível se for ingerido in natura, e não através de suplementos.

Aspargos

Uma dica importante de preparo é não cozinhar o vegetal em panela de ferro, uma vez que os taninos presentes reagem com o ferro e os talos perdem a cor e as propriedades nutritivas

Curry: o tempero bom para o paladar e para saúde

Conteúdo original Mais Equilíbrio

Utilizado para dar sabor a sopas, ensopados, molhos, marinadas, carne e legumes, o curry é um tempero especial, uma especiaria que também pode ser aproveitada para temperar alimentos como hambúrgueres, ovos mexidos e até saladas.

curry-13282_960_720

Seu sabor vibrante é derivado de uma mistura de especiarias indianas, ou provenientes da culinária do sudeste asiático. Mas o que pouca gente sabe é que o tempero também tem excelentes propriedades terapêuticas, fazendo um bem enorme à saúde!

Composição do curry

Embora não exista uma composição padrão para a produção do curry, os principais componentes geralmente são cominho, coentro e cúrcuma. Outros ingredientes comumente encontrados no tempero incluem: pimenta vermelha ou preta, mostarda, gengibre, cravo, cardamomo, folhas de louro, entre outros.

spices-541974_960_720

O tempero é nativo da culinária do sul da Ásia, mas foi popularizado entre os séculos 19 e 20 nas mesas do mundo ocidental devido à exportação em massa do pó como um condimento, depois que ele foi descoberto por tropas e outros visitantes coloniais que passaram pelo Oriente. Em meados do século 20, a culinária indiana se tornou mais popular, de modo que o curry hoje está amplamente disponível para consumo.

Benefícios do curry à saúde

Doença de Alzheimer

A cúrcuma é um dos componentes mais valiosos do curry. Pesquisadores investigaram uma ligação entre a curcumina – substância presente nesse condimento – e uma redução de placas de radiciais livres depositados nas vias neuronais do cérebro. Ela estimula o sistema imunitário para eliminar os aminoácidos que compõem essas placas, reduzindo, assim, o declínio cognitivo e as possibilidades da doença de Alzheimer.

Prevenção do câncer

appetite-1239071_960_720

Pesquisas recentes sugerem que o aumento da quantidade de açafrão (e mais importante, o seu componente, a curcumina) pode estimular a atividade anticâncer na saliva humana! Para que isso seja visto em uma escala mensurável, a curcumina deve ser tomada em forma de suplemento, que é uma concentração muito mais elevada da que é encontrada no pó de curry. Estudos estão em curso para ligar o consumo de curry a uma redução de crescimento em vários tipos de câncer, entre eles, o câncer de cólon.

Dor e inflamação

Mais uma vez, a cúrcuma é um agente de saúde positivo em termos de inflamação, dor e até para tratar a artrite reumatoide! Por suas propriedades anti-inflamatórias, a especiaria diminui a inflamação das articulações e sua degradação, assim como alivia a dor associada às doenças dessa parte do corpo.

spices-1222546_960_720

Saúde do coração

A doença cardíaca é uma das mais perigosas e comuns que afetam os seres humanos. Dois dos ingredientes comumente encontrados no curry, cardamomo e manjericão doce, foram caracterizados como vasodilatadores. Eles afetam as proteínas no organismo que reduzem a tensão nos vasos sanguíneos; isto leva a uma diminuição na pressão sanguínea, o que reduz as possibilidades de várias condições cardiovasculares, incluindo a aterosclerose, ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais.

E você, está esperando o que para incluir o curry na sua alimentação?