Tag: crocante

Dica de quinta: como empanar sem ovo

Dica de quinta: como empanar sem ovo

A dica é de quinta-feira, mas não é de quinta não! É muito valiosa! Principalmente para os veganos e alérgicos a ovos. Trata-se de uma misturinha deliciosa para empanar proteínas ou outros produtos que podem ser fritos ou assados.

Assisti recentemente a este método de empanar, no programa Receitas da Ina: De Volta ao Básico, e considerei que valia muito a pena compartilhar.

Para ter um alimento empanado crocante, você vai precisar de:

  • 4 dentes de alho
  • 1 colher de sopa de folhas de tomilho fresco, picadas em pedaços bem pequenos
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 2 xícaras de farinha panko (farinha de rosca japonesa)
  • 1 colher de sopa de raspas de limão siciliano ou tahiti
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de manteiga sem sal, derretida (ou substitui dobrando a quantidade de azeite)
  • 1/2 xícara de mostarda
  • 1/2 xícara de vinho branco seco

  1. Coloque o alho e o tomilho, na tigela de um processador de alimentos, e bata até que o alho fique bem picado, quase como uma pasta. Adicione a farinha panko, as raspas de limão, o azeite e a manteiga e bata algumas vezes para umedecer os flocos. Despeje a mistura em um prato grande.

  2. Em uma tigela rasa, misture a mostarda e o vinho.

  3. Pronto!
  4. Para empanar: mergulhe cada pedaço da preparação que deseja empanar na mistura de mostarda, passe em todos os lados e, em seguida, coloque na mistura com a farinha panko, pressionando suavemente todos os lados para as migalhas aderirem.

  5. Asse ou frite sua preparação.

Receita: Crackers de sementes e castanhas

  • 1/2 xícara de sementes de linhaça dourada
  • 1/2 xícara de sementes de chia
  • 2 xícaras de água

Deixe esses ingredientes  de molho de um dia para o outro. As sementes vão dobrar de tamanho e formar um gel.

Segundo passo:
    • 1 xícara de gergelins
    • 1 xícara de castanhas à sua escolha
    • 1 xícara de sementes de girassol
    • 2 colheres de sopa de azeite
    • 1 colher de sobremesa de sal
    • Temperos à gosto

Triture as castanhas e a semente de girassol até virar um farelo (se sobrar uns pedaços maiores não tem problema). Misture bem todos os ingredientes e tempere.

Pré aqueça o forno a 180 graus. Espalhe a massa em um tabuleiro forrado com papel manteiga até ficar fina (cuidado para não ficar buracos). Leve ao forno por cerca de uma hora, até ficar sequinha e crocante (fique de olho para não queimar). Corte em pedaços e tenha um snack delicioso 😋

Receita: Bolinho de Bacalhau Rápido

Conteúdo original Receitas de Minuto

 

Quando chega a época de Páscoa as prateleira dos mercados se enchem com Bacalhau, e é bem provável que você faça uma bacalhoada para o almoço de Domingo, mas é bem provável também que sobre um pouco né? Nessas horas nada melhor que transformar essas sobrinhas em um delicioso bolinho e essa receita é super fácil e perfeita para reunir os amigos para um bom bapo regado com muitos bolinhos de bacalhau cheios de sabor e bem crocantes.

  • 250g de Batata Cozida
  • 250g de Bacalhau Dessalgado
  • 1 xícara (chá) de Farinha de Trigo
  • Rapas de 1 Limão
  • 1 Ovo
  • 1 colher (sopa) de mix de Salsa, Cebola e Alho Desidratado
  • Sal e Pimenta do Reino a Gosto
Para Empanar:
  • Ovo
  • Farinha de Rosca (aqui usamos Panko)
Instruções:

  1. Em uma tigela coloque a batata cozida e amasse com o garfo até ficar um purê, junte o ovo, temperos e o bacalhau desfiado e misture tudo bem.
  2. Junte a farinha de trigo aos poucos uma colher (sopa) por vez até que consiga uma massa modelável.
  3. Modele os bolinhos com as mãos untadas e passe no ovo batido e depois na farinha de rosca e frite em óleo quente até que fiquem dourados. Rende mais ou menos 12 bolinhos.

 

Observações
Bacalhau: Aqui usei ele já Dessalgado, mas claro que você pode comprar o Salgado e fazer o processo para retirar o sal, veja como fazer.
Outro Peixe: Pode usar outros peixes também, ai é só processar até virar uma “carninha moída” e misturar com o restante dos ingredientes.
Sobras: Se sobrar bacalhoada, peixe assado também pode usar, e até a batata da bacalhoada pode ser reaproveitado nesse caso.
Farinha: Cuidado com a quantidade, não exagere ou vai acabar com bolinhos com gosto de farinha e duros, então coloque até ter uma massa modelável e mesmo que fique grudando de leve resista e não coloque mais farinha ok?
Congelar: Depois de modelado e empanado coloque em uma bandeja e congele, assim que estiver congelado transfira para saquinhos plasticos, esses bolinhos podem ser conservados por 3 meses e quando for fritar não precisa descongelar.
Assado: Pode fazer também, nesse caso é importante untar bem a forma e deixar o forno em temperatura média/alta e lembre-se de virar no meio do cozimento.

Receita: Pão Caseiro com fermento químico

Acordou com fome de manhã, feriado, chuva, nada aberto, zero disposição (e condição) para ir até a padaria ou mercado comprar um pão fresquinho, o que fazer? Ficar sem pão? Se contentar com o biscoito água e sal? Passar no café puro? Nada disso! É possível ter um pão gostoso e quentinho em 30 minutos usando ingredientes simples e, o melhor, com fermento químico.

12244037_392391260969981_2013782506_n

É aquela velha história, a necessidade é a mãe da invenção. E quando me peguei numa situação mais ou menos parecida com a descrita, corri para a internet, nossa salvadora, para encontrar uma solução possível com o que tinha em casa. Não sou muito de consumir pão, mas o boy sim e não passou aperto.

Não é light, nem diet ou fit. É a base de farinha branca e substituições só testando mesmo. Não sei dizer se dá certo ou não porque fiz apenas uma vez e não testei com outros ingredientes. É importante seguir os passos e fazer com calma e amor, que vai dar pão.

Pão de Minuto

12231435_392391264303314_2126664495_n

Receita original de Tudo Gostoso

  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de margarina
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 ovo
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  1. Em um recipiente coloque a farinha, a margarina, o açúcar, o sal e o ovo levemente batido. Misture a cada ingrediente adicionado;
  2. Junte o leite e mexa (neste momento, se necessário, adicione mais farinha);
  3. Coloque o fermento;
  4. Sove sobre superfície lisa;
  5. Deixe a massa descansar por, aproximadamente, 10 minutos coberta com um pano;
  6. A seguir, enrole uma bolinha e achate no fundo, ou modele no formato que preferir;
  7. Coloque na assadeira (não precisa untar) e leve ao forno pré-aquecido a 180°C – 200°C, por 20 minutos.

12226874_392391267636647_642742402_n

E prontinho! Pão gostoso e quentinho, com um bom rendimento, de 8 a 10 porções. Como a massa é bem versátil, você pode incrementar seu pão puxando para o doce (colocando coco ou uma caldinha doce, com leite condensado e leite, ou mesmo salpicando açúcar cristal) ou salgado (com recheios de presunto e queijo ou só queijo, frango, e até salpicando queijo ralado na massa e por cima, antes de assar, como eu fiz – e ficou ótimo!).

12231485_392391250969982_1744687258_n

Receita: pipoca doce (com e sem açúcar)

Quem não gosta de uma pipoca para acompanhar aquela sessão de cinema em casa ou mesmo para uma maratona de séries? Na verdade, nem precisa ter motivo para comer pipoca não, é?! Ainda mais na versão doce, crocante e saborosa. Ela cai bem em qualquer momento do dia e até mesmo como um adicional para sobremesas.

E até quem tem restrições para açúcares pode consumir a pipoca doce em uma versão mais natural, a base de fruta, que vamos ensinar também. É de fácil execução e bem rápida. Não é preciso nenhum instrumento especial e é possível de ser feita mesmo por quem não tem nenhuma intimidade na cozinha.

Cada um tem um jeito de estourar a pipoca, mas prefiro a forma super light, sem óleo, feita direto no micro-ondas usando apenas um saco de pão. Você pode reaproveitar o saco de pão francês de papel (desde que esteja limpinho, sem furos ou rasgos e sem marcas de gordura) ou comprar em quantidade em lojas de embalagens (ou pegar a mais na padaria ou supermercado).

Faz assim: coloque 1/2 xícara de milho no saco de pão limpo e dobre a boca na diagonal, de forma a impedir que os milhos escapem, mas ao mesmo tempo deixando um pequeno espaço para a saída de vapor. Finque bem, para segurar a dobra quando começar a estourar. Dobrando por completo também dá certo, você pode experimentar e ver de que forma funciona melhor nos eu micro-ondas – já que cada um tem uma potência e tamanho.

Programe por 2 minutos e 30 segundos em potência alta. Fique atento nas primeiras vezes para adequar o tempo exato ao seu aparelho. O sinal de que já está pronta é quando os intervalos dos estouros são maiores do que 3 segundos. Aí é só servir, salgada ou doce, de acordo com o gosto do freguês.

A primeira versão doce é a comum, que fica vitrificada, transparente e com a casquinha crocante:

Pipoca Doce sem caramelizar

  • 1/2 xícara de chá de milho de pipoca;
  • 4 colheres de sopa de açúcar;
  • 4 colheres de sopa de água.

Estoure a pipoca como preferir, pode ser conforme ensinamos acima e reserve. Numa panela de fundo fino, alta e larga (que lhe permita mexer a pipoca para misturar a calda sem derramar), coloque o açúcar e a água e misture. Leve ao fogo baixo/médio, sem mexer e deixe até formar uma caldinha mais espessa (deve demorar uns de 5 a 7 minutos). Quando atingir o ponto, abaixe o fogo e vá misturando as pipocas estouradas. Desligue o fogo e termine de incorporá-las à calda. Não demore muito para não esfriar e endurecer na panela. Feito o processo, transfira as pipocas para um prato de vidro ou alguma outra superfície que não grude. Espere de 2 a 3 minutos para esfriar e formar a casquinha crocante e pronto! É só se acabar nessa felicidade.

Pipoca Doce caramelizada

 

  • 1/2 xícara de chá de milho de pipoca
  • 4 colheres de sopa de açúcar
  • 3 colheres de sopa de água

A caramelizada segue o mesmo princípio da outra, o que muda é a proporção de água e o manuseio do açúcar. Estoure as pipocas e reserve. Numa panela, coloque o açúcar  em fogo baixo e mexa, de vez em quando, até que comece a formar um caramelo (ficar amarronzado e espesso). Aqueça as 3 colheres de sopa de água no micro-ondas, por 20 segundos e reserve. Quando o açúcar estiver derretido e mudado de cor por completo, adicione a água aos poucos e vá mexendo para incorporar ao caramelo. Espere alguns minutos para encorpar e quando estiver em ponto de calda, misture as pipocas estouradas. Desligue o fogo, misture bem até que todas estejam bem caramelizadas e deixe esfriar.

Pipoca Doce sem açúcar

Receita de Menu Vegano

  • ¼ de xícara de milho de pipoca;
  • 1 colher de sopa de óleo de girassol;
  • 1 receita de calda de maçã sem açúcar.

Em uma panela grande coloque o óleo de girassol e o milho de pipoca. Leve ao fogo baixo com a panela tampada até que os grãos estourem e a freqüência do barulho dos estouros diminua. Após apagar o fogo, deixe a panela fechada por mais alguns minutos, para que os últimos grãos estourem. (Essa é a indicação da receita original, mas você pode estourar no micro-ondas, de acordo com a nossa sugestão, dá certo do mesmo jeito, tá?!)

Em outra panela, prepare a CALDA DE MAÇÃ:

  • 2 xícaras de suco integral de maçã

Para preparar o SUCO INTEGRAL DE MAÇÃ, basta bater 2 maçãs com casca no liquididicador, ou mixer, com água, numa quantidade em que fique um suco grosso e atinja as 2 xícaras, não precisa coar, apenas bater bastante para ficar homogêneo.

para fazer a calda, leve o suco de maçã ao fogo alto e deixe ferver por cerca de 10 minutos, mexendo uma vez ou outra. Quando estiver um pouco escuro e com alguma espuma, abaixe o fogo e deixe continuar fervendo até alcançar o ponto desejado (como o da foto).

Depois, despeje a pipoca pronta dentro da panela com a calda de maçã ainda bem quente e mexa bem. Prontinho, pipoca doce supernatural sem açúcar e com um toque de maçã. Se você ainda quiser dar um toque gourmet, pode acrescentar canela na calda ou salpicar um tiquinho por cima da pipoca já pronta. Delícia!

Flatbread ou Massa Fina e Crocante

Fonte e receita: Panelaterapia

Sabe quando você chega em casa morrendo de fome, com vontade de comer alguma coisa bem gostosa, mas não tem mais o que salvar? Flatbread! Ou quando você está com vontade de um lanche diferente, quer surpreender uma visita surpresa? Flatbread! Uma receita que vai lhe salvar em vários momentos, e o melhor, saciar a sua fome de um jeito bem saboroso.

naan-760528_640

Flatbread é um pão feito com farinha, água e sal, e depois da massa homogeneizada, é achatada. Há muitos outros ingredientes opcionais que os flatbreads podem conter, tais como curry, jalapeños em cubos, pimenta em pó ou pimenta preta. A espessura pode variar de um milímetro a alguns centímetros.

O flatbread já era conhecido no Antigo Egito e Suméria. Na antiga Mesopotâmia (atual Iraque), os sumérios descobriram que os grãos comestíveis poderiam ser amassados em uma pasta e, em seguida, cozido/endurecido em um crocante.

Pães ázimos (tais como matzoh que não é preparado com agentes de fermentação) são geralmente flatbreads e mantém o significado religioso especial para os adeptos do judaísmo e do cristianismo.
Fonte: Wikipedia

Flatbread

Reprodução Panelaterapia
Para fazer 2 discos desse misture:
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo comum;
  • 1 colher (sopa) de azeite;
  • 1 colher (café) de sal;
  • Água morna até dar ponto.
dough-196235_640
Basta misturar a farinha, o azeite e o sal e ir colocando água quente aos pouquinhos até desgrudar das mãos. Se você errar o ponto, é só acrescentar mais farinha. Depois que desgrudar das mãos, sove um pouco por uns 3 minutos. Não precisa se preocupar se você não souber sovar, é só ir amassando mesmo.
dough-3468_640
Em seguida, divida a massa em duas partes e abra o mais fino que puder com o rolo ou com as mãos mesmo. Como estamos falando de um tipo de massa rústica não precisa deixar extremamente redonda, aliás, pode fazer no tamanho e formato que preferir.
Coloque a massa em fogo médio em frigideira antiaderente e quando estiver douradinha de um lado vire, retire do fogo, coloque a cobertura da sua preferência e volte ao fogo para assar a massa do outro lado.