Tag: dança

Sextou!

A letra mais motivadora dos últimos tempos.

Para acompanhar a tradução, clique AQUI.

 

Dança: O melhor exercício para prevenir a debilidade mental

O exercício pode impulsionar a saúde cerebral e diminuir o declínio cognitivo. Uma forma de exercício em particular parece produzir os melhores benefícios , a dança!

Os pesquisadores compararam as mudanças no equilíbrio e o volume do hipocampo em idosos de 63 a 80 anos, que participaram de aulas de dança, ou exercício físico, por 18 meses. Os participantes se encontraram duas vezes por semana, durante 90 minutos nos primeiros 6 meses e, uma vez por semana, no durante um ano.

As aulas de dança incluíam coreografias dinâmicas, em constantes mudanças,  com giros de cabeça, pulos e saltos, bem como etapas como mambo e grapevine dance (movimento com passos laterais, que exige coordenação). As aulas de atividade física consistiram em exercícios de resistência, movimentos de força e treinamento de flexibilidade.

Todos foram submetidos a exames cerebrais e avaliações de controle postural como medidas primárias. Na conclusão do estudo, os pesquisadores notaram aumentos significativos no volume do hipocampo esquerdo, em ambos os grupos. Os bailarinos, no entanto, mostraram aumentos em outras áreas do hipocampo também.

“O hipocampo é de especial interesse, uma vez que esta estrutura do cérebro (a) é especialmente afetada pelo envelhecimento normal e patológico, (b) desempenha um papel fundamental nos principais processos cognitivos, por exemplo, memória e aprendizagem, e (c) também está envolvido na manutenção do equilíbrio, uma função crucial para o bem-estar e a qualidade de vida “, escreveram os autores do estudo. Os dançarinos também viram melhorias superiores nos pontos de equilíbrio em comparação com o grupo da atividade física.

Mas, por que a intervenção da dança foi tão eficaz para aumentar o volume e o equilíbrio do hipocampo?

Os pesquisadores concluíram que “os desafios adicionais envolvidos em nosso programa de dança, nomeadamente a estimulação cognitiva e sensório-motora, induziram mudanças extras no volume do hipocampo além das atribuíveis apenas à aptidão física. Vale ressaltar que outros estudos em seres humanos idosos, que não impulsionaram a aptidão física, mas que eram sensório-exigentes, como aprender a fazer malabarismos, observaram aumento do volume do hipocampo também “.

O estudo foi publicado em Frontiers in Human Neuroscience (2017; doi.org/10.3389/fnhum.2017.00305).

Conteúdo traduzido de Idea

Zumba Sentão: a nova modalidade ganha espaco nas academias

Conteúdo original Mais Equilíbrio

Quem já é apaixonado por zumba vai gostar ainda mais da ideia de praticar esse exercício. Isso porque a modalidade ganhou uma nova versão: a Zumba Sentao, que usa uma cadeira como acessório principal, o que ajuda a tonificar o corpo e trabalhar a resistência muscular de um jeito diferente e divertido.

Foto – Reprodução

Com a ajuda da cadeira, a praticante desenvolve movimentos que visam trabalhar as pernas e glúteos em exercícios localizados como agachamentos e abdominais para obter músculos mais torneados e um bumbum super turbinado.

“Além de treinar pernas e glúteos, é um tipo de dança para quem quer ficar definido. Ele ajuda a deixar a barriga chapada e trabalha tríceps e peitoral por meio de flexão de braço”, salienta a professora de Zumba da Step Dance, Jú Lopes.

Além de melhorar a saúde cardiovascular, o exercício promove a queima rápida de calorias com base em passos simples e repetidos, o que facilita a agilidade de movimentos até mesmo para quem não está acostumado com a modalidade.

Clipe Dance: Aprenda a dançar como nos seus clipes favoritos

Conteúdo original Mais Equilíbrio

Divulgação / Step Dance

Quem nunca escutou uma música marcante daquela cantora do momento e teve vontade de seguir a coreografia? Dançar junto à canção e reproduzir todos os passos do videoclipe já virou modalidade fitness, o Clipe Dance. Além de muito divertida, esta dança pode ser uma chave para queimar calorias e perder a vergonha.

Trata-se de uma aula diferente e muito satisfatória. De acordo com a bailarina e coreógrafa, Jú Lopes, primeira instrutora de zumba no Brasil, a modalidade mescla ritmos variados e consiste em reproduzir, quase que na totalidade, coreografias de clipes de “divas” do pop nacional e internacional como Taylor Swift, Beyoncé, Rihanna, Anitta e Ludmilla, além dos hits mais tocados pelo mundo.

dance-430554_960_720

Além de levantar o astral e te preparar para a pista de dança, uma simples aula de Clipe Dance pode queimar até 400 calorias! O melhor de tudo é que para conseguir este resultado incrível não é preciso saber dançar nem ter experiência.

Segundo Jú Lopes, o objetivo é levar o clima mágico da dança, envolvendo e estimulando os praticantes a queimarem calorias em aulas lúdicas e divertidas, que unem arte, entretenimento, prazer e bem estar. “A dança, além de aumentar a autoestima, trabalha a expressão corporal e alivia as tensões, ainda protege o corpo de doenças cardiorrespiratórias. Tem atividade melhor?”, ressalta a instrutora, que estreia a nova aula no estúdio Step Dance, em São Paulo.

Imagina só o sucesso que você vai fazer na balada depois dessa? Não dá para perder!

App: BTFit é gratuito, dinâmico e eficiente

BTFIT

Fazia tempo que não rolava resenha de aplicativo por aqui, não é mesmo?! O lado bom, é que, nesse período de ausência, surgiram alguns apps que valem muito a pena serem compartilhados e que, de fato, vieram para somar e facilitar nossas vidas. Um exemplo disso é o BTFit, uma ferramenta para treinamento funcional gratuito que pode ser executado em qualquer lugar.

Para quem já está fazendo conexões mentais, nós sanamos as dúvidas. Sim, a sigla BT é uma contração, para não dizer marca registrada, da rede Body Tech de academias, mega conhecida e frequentada pelo país inteiro, incluído celebridades e personalidades da mídia/ redes sociais, como as musas fitness Gabriela Pugliesi  e Juju Norremose e a jornalista global Varuska Donato.

Veruska Donato e Gabriela Pugliesi - Reprodução Instagram
Veruska Donato e Gabriela Pugliesi – Reprodução Instagram

Mas, não se desespere. A grande sacada do BTFit é que você não precisa ser aluno da academia para usar. Ele dá acesso gratuito a aulas coletivas diariamente, que ficam disponível até às 23h59 de cada dia. Todos os dias o aplicativo disponibiliza novas aulas, sem necessidade de atualização, em  quatro categorias de exercício: Abdominal, 20 Minute Workout, Dança e Mat Pilates.

Aulas coletivas

As aulas coletivas nada mais são do que vídeos de aulas gravadas em estúdio, com o personal do dia, são vários que se alternam dentro das categorias, e auxiliares, que acompanham e executam os movimentos como alunos. São abertas a todos os usuários do aplicativo e duram cerca de 20 minutos.

BTFIT Coletivas

Os vídeos são muito bem produzidos e a gente se sente como se estivesse mesmo em uma aula presencial de academia. Isso porque os profissionais são super atenciosos e têm total domínio do programa. Explicando melhor: eles dão dicas durante todo o treino de postura, respiração, como adaptar o exercício de acordo com a sua dificuldade (como fazer se está difícil ou como potencializar quando está fácil demais). Além de nos incentivarem a não abandonar o treino ou desistir do movimento.

Foi um formato tão bem pensado e usa profissionais realmente preparados, que, às vezes, você tem a sensação de que está sendo assistido. Os professores sabem o momento que você arrega e lhe dá aquela chamada pra voltar, sabe quando você começa a entortar e fazer errado e lhe corrige. Eu, como usuária, fiquei surpresa e virei fã. Quebra aquela distância e monotonia de interagir com o celular ou tablet e torna a experiência mais humana e real.

Como funciona

Como são vídeos, há todo aquele inconveniente de carregar e baixar o arquivo. O positivo aqui é que o vídeo fica hospedado no próprio aplicativo e, uma vez baixado, fica lá. Caso a aula venha a se repetir, você já terá o vídeo baixado e aula disponível, sem perda de tempo.

BTFIT perfil

A proposta do aplicativo é servir como um personal online mesmo. Então, além das aulas, você pode preencher seu perfil, com seus dados pessoais e medidas e ir atualizando e acompanhando seu progresso durante o uso. As aulas também são contabilizadas no seu perfil, que tem um medidor diário, em minutos e calorias. Como incentivo, o aplicativo lhe oferece conquistas, medalhas e estrelas a cada evolução que você faz, como completar algumas aulas, manter a periodicidade, gastar mais calorias etc.

O chato é que para as aulas serem válidas no seu perfil, é preciso baixar os vídeos das aulas, não somente carregar e assistir, e participar da pesquisa de dificuldade no final do treino, que pode ser fácil, na medida, ou difícil. Digo que é chato, porque você acaba dependente do plano de dados, da velocidade da internet e de outras adversidades. Cada vídeo tem, em média, 70mb. Por isso, dependendo de como é a sua relação com a internet, é bom se planejar para que a malhação não seja um aborrecimento.

Personal Trainer Online

 

Para quem quer um treinamento exclusivo, pensado para você, de acordo com as suas necessidades e objetivos, além das aulas coletivas, há a possibilidade de usar o Personal Trainer Online. É mais uma ferramenta dentro do aplicativo, paga, em planos semanais (R$14,99) ou mensais (R$95,99), onde um profissional do grupo Body Tech monta uma grade de treino e faz o acompanhamento da sua evolução.

Se você tem dúvidas se vale ou não a pena pagar pelo serviço, pode experimentar gratuitamente por 30 dias. Não sei se nessas condições há alguma contrapartida que obrigue algum pagamento condicional posterior, tipo usar os 30 dias e ter que assinar pelo menos uma semana. Não testei essa ferramenta, então, como a Glória Pires, não sou capaz de opinar. 😛

BTFIT Personal

Os Treinos

Venho usando o BTFit como complemente ao meu treino por, mais ou menos, um mês. Sou aluna regular do 20 Minute Workout e fiz algumas aulas de Dança. Ainda quero experimentar as duas outras categorias. A minha impressão do que testei até agora é bastante positiva. Com exceção da Dança que, para mim, é mais leve, não tem uma aula em que eu não termine pingando de suor.

Sinto bastante intensidade, apesar da curta duração. São 20 minutos matadores. Em geral, eu considero as aulas moderadas, porque, mesmo exigindo bastante, não é nada que eu não consiga fazer. E tem efeito, gente. No dia seguinte, tudo fica dolorido, como se tivesse ido para musculação mesmo.

O bacana é que não é repetitivo, ainda que se trabalhem os mesmos grupos musculares, os movimentos são diferentes a cada aula. Para quem não gosta de malhar ou está começando, as aulas de Dança são bem interessantes. Já quem curte uma vibe mais zen, tem o Mat Pilates, que ainda não fiz, mas já dei uma olhada e parece ser bem efetivo. É legal porque você pode variar, combinar mais de uma aula, intercalar com a academia, fazer no final de semana, enfim.

Aula de workout da professora Fernanda Manhães
Aula de workout da professora Fernanda Manhães

Eu gosto muito, virou um queridinho e já faz parte da minha rotina. Não exige equipamentos, a não ser um colchonete, água e toalhinha. Recomendo super. Se você não tem tempo, não curte o ambiente da academia, tem vergonha ou não sabe por onde começar, o BTFit resolve seus problemas. Não tem mais desculpas.

Claro que a indicação é que você procure um médico para indicar se está apto ou não para fazer atividades físicas. O próprio BTFit, ao primeiro acesso, possui um formulário rápido de triagem a fim de reconhecer se você deve ou não utilizar o aplicativo sem riscos a sua saúde. É um app gratuito e está disponível para dispositivos Android e iOS. 

Experimente e venha contar o que achou! Vale ressaltar que este post não é publicidade, é uma opinião de usuária, livre de qualquer interferência. 😉

Afrovibe Dance Workout: Dança Multicultural para Queimar Calorias

Conteúdo original Mais Equilíbrio

Você já ouviu falar na Afrovibe Dance Workout? A técnica mega divertida e animada vem conquistando cada vez mais adeptos por conta da mistura de ritmos contagiante e multicultural.

Foto: Reprodução / Afrovibe Dance Workout

O tipo de dança chegou no país direto do subúrbio da capital da França com a personal trainer Maryam Kaba, que criou a técnica em parceria com a dançarina Doris Martel. A atividade com passos de origem africana, árabe e indiana define e tonifica todos os grupos musculares! Tudo isso enquanto elimina cerca de 800 calorias em uma hora e meia ao som de um grupo de percussão. Pura energia!

São passos de salsa, reggaeton, afro house, samba e até dança do ventre para garantir o fortalecimento dos músculos. Os movimentos são perfeitos para malhar os braços, glúteos, abdômen e pernas. E o melhor de tudo: é para todas as idades.

Até agora só é possível encontrar aula de Afrovibe Dance Workout só no Rio de Janeiro na academia Proforma, no Leblon; e no Estúdio Rampa, em Copacabana. As aulas custam a partir de R$ 40.

Estamos ansiosos para conhecer mais sobre este novo jeito de definir o corpo enquanto se diverte!

Serviço: Afrovibe Dance Workout por Maryam Kaba