Tag: descobrir

Shazam: o aplicativo descobridor de hits

Imagine se a você pudesse ter acesso, a qualquer momento, a um tipo de oráculo, que fosse capaz de desvendar certas coisas que você por aí e entregar a mensagem completa, sem neuras, nem ansiedade? Não seria incrível? E andaram pensando nisso! Só que para a descoberta de músicas. É aplicativo Shazam, o oráculo gratuito dos seus ouvidos!

SHAZAMEm alguma passagem da sua vida, com certeza, já aconteceu de você escutar uma música, um tema ou uma trilha, que fosse pura magia, mas que não tinha como saber o nome ou o artista.

Para resolver esse problema, a empresa britânica homônima desenvolveu o Shazam, uma mega biblioteca ambulante, capaz de vasculhar o mundo a fim de reconhecer o som que você procura. O reconhecimento do áudio acontece por comparação de ondas sonoras.

É preciso ter conexão com a internet e funciona de um jeito muito simples: basta abrir o aplicativo e clicar no logo inicial. O aplicativo ouve o som que está tocando por alguns segundos, enquanto faz a busca no seu banco de dados com mais de 16 milhões de faixas, e entrega o resultado, com nome da música, artista ou banda.

O Shazam também dá a opção de assistir o vídeo oficial, conhecer a letra e a possibilidade de escutar a faixa completa em outras plataformas de áudio, como Rdio, Spotify ou Deezer. E mesmo que você não tenha conta ou interesse em acessar outras plataformas, tudo o que buscar no Shazam fica registrado numa espécie de playlist, que pode ser consultada quando você quiser.

Além disso, o aplicativo também lhe permite navegar pelo mapa musical mundial, descobrindo quais as músicas mais tocadas nos continentes, países e estados pelo mundo afora. Ele também organiza uma lista com as mais tocadas, o top 100 Shazam, atualizado semanalmente.

Por ser a plataforma de reconhecimento de áudio mais famosa no mundo e não querer abrir espaço à concorrência, que existe e é forte, o app é bem desenvolvido e apresenta diversas informações relacionadas ao universo musical. Mais do que já foi descrito, oferece também uma espécie de feed com notícias, prévias, lançamentos, divulgações e babados de artistas e bandas.

E a empresa ainda promete novidades. Além de já dispor em seus serviços a possibilidade de reconhecimento de programas das televisões americana e britânica, o novo diferencial da Shazam será o reconhecimento de algumas imagens através da câmera dos aparelhos.

Mas, não é qualquer imagem. Parece que a ideia é atrelar a marca Shazam a outros logotipos famosos, com o objetivo de ofertar conteúdos e experiências exclusivas ao usuário, que terá acesso à promoções e vantagens. E como esse mundo da tecnologia é muito dinâmico e deixa a entender que não há tantos limites, só nos resta esperar para ver o que vem por aí.

Enquanto isso, você pode experimentar e mergulhar no oceano de áudios do Shazam. Ele é gratuito e está disponível para dispositivos Android, iOS e Windows Phone.

Como enfrentar e superar seus medos

0008480416I-849x565

Cada um de nós tem um momento imaginário que tememos, de parar o coração. Se você é tímido às câmeras, por exemplo, pode se preocupar em parecer tolo no vídeo. Ou se você tem medo de conflitos, pode imaginar-se desajeitadamente tentando afirmar-se e, em seguida, começar a chorar. O que fazer? Para evitar a ginástica e o esgotamento emocional e ficar longe dos medos, damos 4 dicas para enfrentar essa fraqueza e seguir adiante.

1 Mantenha a “reprodução do filme”

forest-549664_640

Seja qual for o seu medo, não aperte o “pause” em sua história de horror imaginando o pior momento possível. Ao invés disso, mantenha o filme rolando até que você se sinta seguro.

Como ponto de partida, sempre que você imaginar seu medo, deixe o pior cenário para trás, para então chegar a uma conclusão segura. Assim, você se sentirá melhor preparado para lidar com o que sair do planejado, o que, talvez, nem venha a acontecer.

2 Encare

Eventualmente, você se cansará de sentir medo. Então, quando estiver cansado de se segurar na zona de conforto, dê um giro de 180 graus e posicione a sua vontade de mudar.

Esteja disposto a ficar no palco, entrar no avião, pedir um aumento ou fazer tudo o que você teme. Sua disposição é mutuamente exclusiva de seu medo – você pode estar apavorado e, ainda assim, estar disposto a superar suas fraquezas.

3 Coloque no papel

0009910290O-849x565

Se você gosta de registrar pensamentos ou mantém um diário, esta dica é para você. Primeiro, anote o que te amedronta. “Eu desperdicei a minha vida.” “Ninguém me ama.” “Todo mundo pensa que eu sou um grande perdedor.” O que quer que seu cérebro grite, coloque para fora e passe para o papel.

Depois de alguns dias, volte a olhar sobre o que você escreveu. À luz do dia, alguns de seus medos podem parecer bastante melodramáticos. Ou talvez você perceba que eles não passam da opinião distorcida de alguém, como um parceiro negativo, um pai frio ou uma “amiga” malvada. É o seu pensamento e a sua visão de mundo, mas quem sabe você tenha internalizado essas críticas e inseguranças ao longo dos anos.

Em seguida, escreva uma resposta ao seu medo. Na primeira vez em que tentar fazer isso, provavelmente você não será capaz de pensar em nada, mas continue tentando. Escreva imaginando o que o seu maior fã diria. Deixe o seu advogado de defesa interno construir um argumento. Anote todas as provas que minam o seu medo, mesmo aqueles que acha que não deveria escrever. Crie um arsenal de contrapensamentos que você possa usar da próxima vez em que o botão do medo for empurrado.

No entanto, se você não puder suportar o enfrentamento dos seus medos ou não consegue pensar em qualquer prova contrária, procure um terapeuta que você goste e confie. Esse profissional irá ajudá-lo a enxergar uma luz maior do que esses medos e te ajudar a descobrir que eles não são tão fortes quanto você pensa.

4 Enfrente sem pressa

0009910497O-849x565

Você não tem que saltar com os dois pés. Pelo contrário, enfrentar medos significa começar pequeno. Diante à pressão, você pode se sentir insignificante e enxergar a tarefa muito maior do que ela realmente é. Reduza a ansiedade, deixe que o nó no estômago seja desfeito e faça o que tem que ser feito.

Então, depois de realizar seu objetivo pequeno, siga adiante em busca de um desafio um pouco maior. Progrida lentamente. O objetivo de enfrentar o seu medo não serve para mudar sua personalidade, mas para ajudá-lo a ser mais flexível e confortável sendo você mesmo. Com prática e tempo, você terá uma ligação equivalente entre a vontade e o comando do seu cérebro.

Enfrentar seus medos, especialmente no início, fará você se sentir mal. Esse não é uma viagem confortável. Mas, pouco a pouco, você trocará seus medos pela confiança.

No momento em que acontecer, você não vai perceber que a mudança está acontecendo. Em vez disso, vai olhar para trás e perceber o quão longe chegou. Você vai se pegar fazendo tudo o que tinha medo sem pensar.

Fonte Quick and Dirty Tips
Tradução livre de autoria do blog.