Como e por que os brasileiros fazem dieta

A relevância das orientações de médicos e nutricionistas foi praticamente unanimidade em uma pesquisa recente da Associação Brasileira de Nutrologia — 95% dos participantes as acham fundamentais. Mesmo assim, 77% dos 503 entrevistados afirmaram que já iniciaram alguma dieta por conta própria: amigos (3,1%), sites (3,1%), livros (1,7%) e influenciadores digitais (1,5%) estão entre as fontes de informações mais citadas.

Como foi feita a pesquisa? Entre agosto e setembro deste ano, médicos enviaram questionários a seus pacientes. Foram contemplados voluntários de dez estados: Amazonas, Bahia, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Ceará e Distrito Federal.

Pois bem, 76% dos respondentes declararam ter entrado em uma dieta nos últimos 12 meses, sendo que 21,6% estão pelo menos na quarta tentativa ao longo desse período. Detalhe: 40,6% não incluíram a prática de atividade física na. Uma pena.

Cetogênica e low carb (30%), detox (19,1%), Dukan (15,7%), hiperproteica (13,3%) e sem glúten (12,9%) lideram o ranking dos cardápios da moda escolhidos pelos participantes. O objetivo? A maioria (70%) buscava emagrecer. Mas 45% queriam melhorar a qualidade de vida, 43% decidiram se alimentar bem e 18% desejavam turbinar o condicionamento físico. Atenção: era possível escolher mais de uma alternativa em ambas as questões.

Esmiuçando a lista de restrições, 65% cortaram os doces, embora 28% tenham voltado a se alimentar como antes justamente por não aguentarem ficar muito tempo longe das guloseimas. Abolir frituras do cardápio (61,8%), diminuir as porções (48,3%) e o número de refeições ao longo do dia (24,2%) e cortar o sal(18,6%) e carboidratos (3,2%) também se destacaram nesse sentido.

Chocolates e companhia à parte, a dificuldade para emagrecer (45,3%) e a falta de tempo para preparar as refeições (40,5%) foram considerados entraves extras para a motivação do grupo em questão. Vamos combinar que essas são reclamações corriqueiras por aí, não é mesmo?

Claro que, como nem todos os estados foram contemplados — e só pacientes de alguns médicos foram ouvidos —, não dá pra cravar que esses resultados seriam iguais na população como um todo. Ainda assim, o levantamento indica como a busca pela alimentação saudável é comum (e complexa).

Conteúdo Saúde Abril

Anúncios

Receita: Sopa Detox

Receita Food Network Brasil
Rende 6 pratos

  • 1/2 unidade de repolho branco
  • 1 tomates
  • 500g peitos de frango
  • 4 ramos de couve-flor
  • 1 cenoura média
  • 1 dentes de alho
  • 1/4 maço de alho-poró
  • 1/2 cebola crua
  • 1/2 talo de salsão
  • Salsinha picada a gosto
  • Cebolinha picada a gosto
  • azeite a gosto
  • sal a gosto
  • 1,5ml de água

Modo de preparo:

Higienize todos os ingredientes. Depois, pique todos em pequenos pedaços  e coloque-os em uma panela média. Cubra a mistura  com os   quatro copos de água – se você preferir que a sopa fique mais líquida, pode colocar mais água. Adicione, então, o sal.

Cozinhe bem, até que os legumes fiquem levemente macios. Regue com o azeite e acrescente a salsinha e a cebolinha picada. Sirva em seguida.

Suco detox contra ressaca e má digestão

Conteúdo original Cozinhando para 2 ou 1

No dia seguinte às ceias de Natal e de Ano Novo, é comum acordar com aquela sensação (e muitas vezes um certo arrependimento) de ter exagerado na comida e/ou na bebida. Para aliviar um pouco esse desconforto e auxiliar na digestão, sugiro um suco nutritivo, refrescante e que ainda tem efeito antioxidante.

smothie-887010_960_720

Sim, pode confiar. Esta combinação é perfeita para ajudar a colocar o seu organismo de volta na rotina alimentar. As fibras e enzimas dos ingredientes contribuem para aliviar a sensação de empachamento facilitando a quebra de moléculas dos alimentos e evitando a absorção de gorduras; o abacaxi e o pepino hidratam bastante e a hortelã também ajuda na diminuição da dor de cabeça e na liberação de toxinas. E é exatamente por isso que esta maravilha está aqui justamente hoje.

Suco Detox

  • 1 fatia de abacaxi sem casca (+/- 3cm.)
  • 1/3 de pepino japonês
  • 6 a 8 folhinhas de hortelã
  • 1/4 xícara de água (melhor ainda se for água de coco)
  • Mel ou adoçante, se necessário

Corte grosseiramente o abacaxi e o pepino em pedaços e coloque no liquidificador com a hortelã. Acrescente a água de coco e bata até obter um suco homogêneo. Se precisar, adoce com mel ou adoçante. Evite coar o suco pois as fibras são importantes para ajudar na digestão.

Esta quantidade serve uma boa porção, que pode substituir o café da manhã seguinte aos exageros, mas evite repetir por muitos dias.

SAIBA MAIS:

pineapple-595577_960_720

_ O abacaxi é uma excelente fonte de carboidratos e de fibras alimentares. Contém grande concentração de água, mas também muitas vitaminas e minerais. Ajuda a quebrar as partículas de proteína facilitando a digestão e evita a acidez, ajudando a acalmar a mucosa do estômago e dos intestinos. Tem propriedades diuréticas e antioxidantes.

_ O pepino é rico em nutrientes e é composto principalmente por água, carboidratos do bem e fibras alimentares, assim como vitaminas e minerais. É rico em antioxidantes naturais e contém esteróis que são conhecidos por reduzir o nível do mau colesterol no sangue, uma vez que contribui para liberá-lo do corpo sem ser absorvido, contribuindo também para a liberação de toxinas.

_ Já a hortelã é fonte de fibras e proteínas, rica em vitaminas e minerais. Aciona o funcionamento das glândulas salivares e a produção de diversas enzimas que ajudam na digestão e evitam dores de estômago. Colabora com a diminuição da dor de cabeça, é diurético, limpa o sangue e ajuda na liberação de toxinas e de resíduos corporais.

mint-793078_960_720

_ A água de coco, por sua vez, repõe os fluidos do corpo e fornece nutrientes essenciais que não estão disponíveis na água comum, ajudando a restaurar os eletrólitos no organismo. Contribui também acelerando o metabolismo, o que favorece a queima de calorias e, consequentemente, menor ganho de peso; além de fazer com que o corpo se livre de toxinas de forma rápida e eficiente.

Trio delícia: refresco de fruta, pão detox e barra de cereal

Bateu a fome e não sabe o que comer? Ao seu redor está cheio de tentações e comidinhas pouco saudáveis, que você sabe que não farão bem ao seu corpo e consciência?! Nós temos a solução! Um combo com ‘comes’, ‘bebes’ e sobremesa, que pode ser levado para onde você quiser.

sandwich-677696_640

 E não há de errado ou estranho levar seu próprio lanche. Hoje em dia, com o reconhecimento e valorização dos benefícios de uma boa alimentação, nutritiva e natural, é cada vez mais comum as pessoas carregarem suas bolsas térmicas e cumprirem seus planos alimentares sem dificuldades.

Se você ainda não faz parte desse time, pense sobre isso. Pode ser uma maneira simples de facilitar sua rotina e melhorar sua qualidade de vida. AQUI nós fizemos uma seleção de térmicas por até R$ 50. #ficaadica

Refresco de Maçã

0001885364JJ-849x565

  • 1 colher de chá de suco de limão
  • 1 xícara de leite (de sua preferência)
  • 1 maçã descascada picada
  • Açúcar ou adoçante a gosto

Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata por 1 minuto. Sirva com gelo ou mantenha gelado para consumo posterior.

Pão Verde Detox

Rende 1 pão
Receita original da Loris

1

  • 2 colheres de sopa de farelo de aveia
  • 2 ovos
  • 1 dente de alho descascado
  • 1/2 xícara de cebolinha cortadinha
  • 1/2 folha de couve picadinha com a mão
  • 5 folhinha de hortelã
  • Temperos de sua preferência
  • 1 colher de sopa de água, se necessário (para ficar a massa pastosa no liquidificador)
  • 1 colher de café de fermento

Coloque todos os ingredientes no liquidificador. Bata a massa para que fique numa consistência homogênea, cremosa e firme. Caso seja necessário, acrescente mais água ou mais farelo. Despeje numa tigela e coloque no micro-ondas por 2 minutos e 20 segundos. Desinforme e coloque numa frigideira antiaderente para dar aquela tostadinha e… está pronto! O recheio fica à sua escolha, pode ser atum temperadinho (como o da foto), ricota ou qualquer outra composição saudável.

Barrinha Caseira

 

Receita original da Loris

2

  • 3 xícaras de chá de aveia sem glúten (ou pra ficar mais power combine: 1 xícara de aveia, 1 de amaranto e 1 de quinua em flocos);
  • 2 colheres de chá de farinha de chia (ou farinha de linhaça dourada);
  • ½ xícaras de PASTA de amendoim, (pode ser a caseira também que fica melhor ainda);
  • 1 xícara de chá de leite
  • 4 scoops de whey protein do sabor que você mais gosta (Caso faça uso, opte pelo isolado porque você já terá a gordura da pasta de amendoim/ Caso não utilize proteína, substitua por 4 colheres de sopa de cacau);
  • Uma pitada de canela em pó

Misture todos os ingredientes até a massa ficar consistente (leva um tempo, força no braço). Coloque o conteúdo todo dentro de uma bandeja pequena. Corte a mistura em partes, formando as barras. Envolva as barrinhas já cortadas em papel alumínio ou plástico filme e leve à geladeira por 12 horas. Depois desse tempo, estará pronta! Consuma com moderação e como pré ou pós treino!

Super seleção de sucos detox para deixar tudo clean

0005071898V-849x565

Eita, Geovana! Segura esse forninho porque a coisa agora ficou séria! Depois que conferirmos que os processos detox são realmente funcionais e eficientes para o nosso organismo, não vai ter mais desculpa para não levar a teoria à prática (se você ainda não viu esse post, clique aqui). Selecionamos 15 receitas de sucos detox para você começar a fazer a faxina no corpinho já!

Nem adianta argumentar dizendo que o suco verde é pouco atraente, que não gosta de folha, que é caro, nã nã não! Nossa seleção tem sucos desintoxicantes de várias cores e sabores, com ingredientes diversos para todos os bolsos e possibilidades. É só escolher o seu e ser feliz, por dentro e por fora!

A maioria das receitas rende uma porção. As que fazem mais de um copo foram sinalizadas com a respectiva quantidade antes da informação dos ingredientes.

1. Suco Detox Amarelo

0010201754F-849x565

  • 200 ml de água
  • Gelo a gosto
  • 1 colher (café) gengibre em pó ou um pedacinho de 1 cm do in natura
  • 1 pêra com casca
  • 1 fatia de melão sem casca

Modo de preparo: Bata tudo no liquidificador e sirva em seguida

2. Suco pró-juventude

0003511576CC-849x565

  • 2 colheres (sopa) de couve crua picada
  • ½ maçã
  • 3 morangos (ou polpa de frutas vermelhas)
  • 3 colheres (sopa) de vinagre de maçã ou de vinho tinto
  • 1 colher (sobremesa) de linhaça triturada
  • 200 ml de água

Modo de preparo: Higienize a couve, a maçã e os morangos. No liquidificador, bata todos os ingredientes até obter uma mistura homogênea. Sirva em seguida.

3. Suco detox de cenoura com maçã

0001367022JJ-849x565

  • 1/2 cenoura
  • 1 maçã
  • 1/2 pepino
  • 1 colher de sopa de Chia
  • 200 ml de água de coco
  • 1 folha de couve
  • Hortelã a gosto

Modo de preparo: Bater todos os ingredientes no liquidificador. Coar se necessário.

4. Suco desintoxicante e digestivo

0008103133W-849x565

  • 1 xícara (chá) de abacaxi em cubos
  • 1 cenoura
  • 1 xícara (chá) de talos de erva doce
  • 1 suco de limão e raspas da casca

Modo de fazer: Bata em uma centrífuga ou em um liquidificador todos os ingredientes com um pouco de água filtrada ou água de coco. Para deixar o suco mais cremoso, utilize a medida de meio copo. Evite usar açúcar e adoçantes.

5. Suco Seca Culote

0007910503R-849x565

  • 200 ml de água gelada
  • Suco de 1 limão
  • Polpa de 1 maracujá
  • 1 colher café de chia ou linhaça
  • Gelo a gosto
  • 1 pêra
  • 1 colher (café) gengibre em pó ou 1 pedaço de um centímetro do in natura
  • 3 folhas de rúcula

Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador e coe. Sirva!

6. Suco desintoxicante “queima-pneu”

0010642381X-565x849

  • 1 ameixa-preta seca
  • 2 fatias de abacaxi
  • 3 folhas de hortelã
  • 1 copo (200 ml) de água de coco
  • 1 colher (sopa) de semente de linhaça dourada

Modo de fazer: Deixe a ameixa hidratar por oito horas na água dentro da geladeira. Junte aos outros ingredientes e bata no liquidificador. Beba imediatamente sem coar.

7. Suco detox de melancia com gengibre

  • 3 fatias de melancia sem caroço
  • 1 colher de chá de linhaça triturada
  • 1 colher de chá de gengibre ralado

Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador. Sirva com muito gelo!

8. Suco desintoxicante e energético

  • 4 cenouras
  • 1 maçã
  • Suco de 1 limão
  • 2 laranjas
  • 1 pedaço de gengibre

Modo de fazer: Bata em uma centrífuga ou em um liquidificador todos os ingredientes com um pouco de água filtrada ou água de coco. Para deixar o suco mais cremoso, utilize a medida de meio copo. Evite usar açúcar e adoçantes.

9. Suco verde detox

  • 1 folha de couve (ou outra folha verde-escura)
  • ½ limão inteiro (polpa e casca)
  • ½ pepino japonês com casca, cortado em pedaços
  • 1 maçã com casca e sem sementes, cortada em pedaços
  • 1 punhado de folhas de hortelã
  • 1 copo (200 ml) de água gelada

Modo de fazer: Retire as sementes e o filamento branco do limão. Bata no liquidificador com os outros ingredientes. Beba sem coar.

10. Suco detox com gengibre

  • 200ml de suco de uva integral
  • 1 limão com casca
  • Gengibre a gosto
  • Canela a gosto

Modo de preparo: Bata bem todos os ingredientes no liquidificador e coe em seguida.

11. Suco rosa

  • 1 colher (sopa) de beterraba crua
  • 1 colher (sopa) de goji berry – pode substituir por meia maçã
  • 1 colher (sopa) de morangos picados
  • 150 ml de água ou água de coco
  • 50 ml de suco de laranja

Modo de preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador.

12. Suco de erva-doce com beterraba e maçã

Rende 2 porções:

  • 1/2 xícara (chá) de erva-doce picada
  • 1/2 beterraba picada com as folhas
  • 2 maçãs sem o miolo
  • 1 xícara (chá) de água
  • Adoçante a gosto

Modo de preparo: Bata bem todos os ingredientes no liquidificador. Despeje nos copos, junte gelo a gosto e sirva em seguida.

13. Suco de couve com laranja e gengibre

Rende 4 porções:

  • 3 folhas de couve rasgadas (bem lavadas e com talos)
  • 2 laranjas descascadas
  • 1 pedaço de gengibre sem casca (1 cm)
  • Adoçante a gosto
  • 1 litro de água

Modo de preparo: Corte as laranjas em pedaços, tire as sementes e coloque no liquidificador. Junte a couve, o gengibre, a água e bata bem. Coe, adoce com adoçante e sirva em seguida.

14. Suco de água de coco com kiwi e melão

0001875681II-565x849

  • 1 xícara de água-de-coco
  • 1 colher (sopa) de mel
  • 1 fatia de melão sem sementes
  • 1 kiwi
  • Folhas de hortelã a gosto

Modo de preparo: Descasque o kiwi e o melão e corte-os em pedaços. Ponha todos os ingredientes no liquidificador e bata até ficar homogêneo. Se quiser, sirva com algumas pedras de gelo.

15. Suco desintoxicante

  • 2 laranjas espremidas
  • 1 fatia de mamão formosa
  • 3 ameixas secas hidratadas de um dia para o outro em 1/2 copo de água
  • 1 colher (sopa) de linhaça em pó
  • 1 colher (chá) de mel orgânico
  • Água

Modo de preparo: Bata tudo no liquidificador, inclusive a água da ameixa.

Ufa! Gostou?
A fonte de onde cada receita foi retirada está em link com o título do suco.

Detox: realmente funciona ou é um mito?

Algumas semanas atrás, o jornal britânico The Guardian publicou um artigo intitulado: “Você não pode desintoxicar do corpo. É um mito. Então, como ficar saudável?” No artigo, o autor Dara Mohammadi disse: “… Desintoxicação – a ideia de que você pode lavar o seu sistema de impurezas e deixar seus órgãos limpíssimos é uma farsa. É um conceito pseudo-médico projetado para vender coisas.”

Será que é verdade? O processo detox, que vemos em sucos e dietas, é apenas uma farsa?

O que são toxinas?

É importante começar com uma compreensão do que são as toxinas. Não importa o quão clean e light você viva a sua vida, todos nós temos algum acúmulo de toxinas. Quando o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) realizou o Quarto Relatório Nacional sobre a exposição humana a substâncias químicas soltas no meio ambiente, foi encontrado um resultado bastante chocante.

Em média, o relatório do CDC detectou 212 produtos químicos no sangue ou na urina das pessoas, 75 das quais nunca haviam sido medidos na população dos EUA. Entre esses produtos estavam:

  • A acrilamida – formado quando os alimentos são assados ​​ou fritos em altas temperaturas e como um subproduto da fumaça de cigarro;
  • Arsenic – encontrada em muitos produtos de construção civil;
  • Fenóis ambientais – incluindo o bisfenol A (encontrado em plásticos, embalagens de alimentos e resinas epóxi) e triclosan (usado como um agente antibacteriano em produtos de cuidados pessoais, como creme dental e sabonete);
  • Perclorato – usado em combustível de avião, explosivos e fogos de artifício;
  • Produtos químicos perfluorados – usados ​​na produção de panelas antiaderentes;
  • Éteres difenil-polibromados – usados ​​em retardadores de combustão e encontrados em produtos de consumo, como colchões;
  • Compostos orgânicos voláteis (COV) – encontrado em tintas, purificadores de ar, produtos de limpeza, cosméticos, tapetes e tecidos de tapeçaria, roupas lavadas a seco, conservantes de madeira e decapantes.

Quando combinadas, estas substâncias podem potencialmente apresentar uma carga tóxica para o corpo humano e, como o CDC descobriu, pode acumular-se no sangue, urina e tecidos.

Mesmo o corpo possuindo órgãos de desintoxicação que podem processar muitos desses produtos químicos e toxinas (o fígado e os rins, por exemplo), a exposição a esses compostos podem causar problemas de saúde, caso seu organismo não esteja funcionando corretamente ou estejam sobrecarregados com uma dieta pobre.

Como fazer a Detox?

Enquanto os rins são um mecanismo de filtragem importante para a remoção de resíduos e excesso de água do corpo, é o fígado que possui a função crucial quando se trata de desintoxicação. Junto com a filtragem do sangue para eliminação de toxinas, o fígado utiliza um processo de duas fases para quebrar substâncias químicas e tóxicas.

Durante a fase 1, as toxinas são neutralizadas e quebradas em pequenos fragmentos. Em seguida, na fase 2, esses fragmentos são obrigados a mesclar-se a outras moléculas, criando novas moléculas não-tóxicas, que podem ser excretados na bile, urina ou fezes.

Mas para que essa desintoxicação do fígado funcione corretamente, seu corpo deve estar munido dos nutrientes adequados. Caso contrário, os processos de fase 1 e fase 2 podem não ser bem sucedidos, o que pode permitir a permanência de substâncias tóxicas que irão se estabelecer em seu corpo.

Os nutrientes adequados que suportam e auxiliam o detox são:

Fase 1

  • Vitaminas do complexo B (B2, B3, B6, B12 e ácido fólico)
  • Os flavonóides encontrados em frutas e legumes
  • Os alimentos ricos em vitaminas A, C e E (cenoura, laranja, gérmen de trigo, amêndoas)
  • A glutationa, encontrada no abacate, melancia, aspargos, nozes, frutas frescas e vegetais; também presente em nutrientes N-acetilcisteína, cisteína e metionina
  • Aminoácidos de Cadeia Ramificada (BCAA), encontrados em proteína animal, como laticínios, carne vermelha e ovos
  • Fosfolipídeos, encontrados em ovos, carnes magras, carnes orgânicas, peixes e soja

 Fase 2

  • Indol-3-carbinol, encontrado no repolho, brócolis, e couve de Bruxelas
  • Limoneno, encontrado em laranjas, tangerinas, sementes de cominho e sementes de endro
  • A glutationa, encontrada no abacate, melancia, aspargos, nozes, frutas frescas e vegetais
  • Óleo de peixe
  • Os aminoácidos provenientes de proteínas

Vários estudos têm demonstrado a eficácia desses nutrientes adequados para suportar as vias de desintoxicação do fígado.

Os produtos detox funcionam?

O primeiro argumento do artigo do The Guardian é baseado em uma citação de Edzard Ernst, professor de medicina complementar da Universidade de Exeter. Ele disse:

“… Existem dois tipos de desintoxicação: uma é respeitável e a outra não. Uma pode ser comparada ao tratamento médico de pessoas com dependência de drogas ou com risco de vida. A outra é a palavra invasiva de empresários, curandeiros e charlatões a fim de vender um tratamento falso que supostamente desintoxica o organismo das toxinas que você poderia ter acumulado.”

O artigo passa a explicar que quando se trata de produtos que variam de suplementos dietéticos a smoothies e xampus, não só os fabricantes podem definir o que eles entendem por desintoxicação, como o nome das toxinas desses produtos podem ser supostamente removidas.

No entanto, só porque um fabricante de spirulina em pó, por exemplo, não diz como ela funciona, não significa que não há evidência científica que comprove seu potencial para eliminar as toxinas do corpo.

Enquanto o artigo do The Guardian defende que não há valor algum em consumir produtos de desintoxicação ou suplemento de limpeza, estudos mostram que o cardo de leite, por exemplo, na verdade, protege e promove o crescimento de células do fígado, combate a oxidação (um processo de dano celular) e bloqueia a membrana celular para a entrada de toxinas.

Então, a partir desses exemplos, pode-se dizer que reivindicar contra os suplementos de desintoxicação e dietas, simplesmente afirmando que eles não funcionam é uma simplificação grosseira.

Pois, enquanto não há qualquer evidência para a eficácia de que a pimenta caiena, o limão e o xarope de bordo (ou xarope de ácer) realmente façam limpezas no organismo, há provas da capacidade de desintoxicação de outros nutrientes que realmente cumprem esse papel.

Suco com chá dá samba, ou melhor, SUCHÁ!

Já pensou em misturar a refrescância do suco com as propriedades do chá numa única bebida cheia de benefícios e nutrientes? Pois essa alquimia já existe e com o nome chipado: Suchá! É uma opção que foge do óbvio e não deixa a dever para as bebidas turbinadas como o suco verde e smoothies.

Não tem muito segredo. O suchá é o fruto da combinação de chás e sucos com componentes complementares, que resultam em uma bebida harmoniosa e rica para a manutenção da saúde e bem-estar.

Ele vem fazendo sucesso e conquistando cada vez mais adeptos. O sucesso se dá pela facilidade e, principalmente, por proporcionar a ingestão e a absorção dos benefícios de fontes com sabor pouco atrativo, como os amargos chá verde e cavalinha, por exemplo.

Infusões de paladar mais marcante e ingestão com restrições, como a canela, também ganham um casamento harmonioso, como o suco de maçã, originando um suchá agradável, com notas de sabor e aroma na medida certa.

Gostou? Quer aprender a fazer? Sugerimos cinco opções de suchá fáceis e simples para você experimentar e, quem sabe, também aderir a esse novo movimento saudável.

1. Suchá de hortelã, erva-doce e abacaxi

Ingredientes:

  • 8 folhas de hortelã (grande)
  • 1 colher de café de erva-doce
  • 1 fatia de abacaxi
  • Açúcar a gosto
  • Gelo a gosto

Modo de preparo: fazer a infusão com as folhas de hortelã e erva-doce, coar e reservar; liquidificar o chá com o abacaxi e coar; antes de servir, adoçar a gosto e adicionar gelo se preferir.

2. Suchá de erva cidreira, gengibre e limão

Ingredientes:

  • 5 folhas de erva cidreira
  • 1 colher de café de gengibre ralado
  • Suco de ½ limão
  • Açúcar a gosto
  • Gelo a gosto

Modo de preparo: fazer a infusão com a erva cidreira, coar e reservar; liquidificar o gengibre, o chá e o suco de limão e, depois, coar e adoçar a gosto antes de servir.

3. Suchá para Emagrecer e Eliminar Retenção Líquida

Ingredientes:

  • 250 ml de chá de hibisco
  • 5 morangos lavados e sem a folha
  • ½ xícara (chá) de mirtilos (blueberry) lavados
  • 1 folha de couve

Modo de preparo: primeiramente ferva um copo de água (150 ml) e acrescente o chá de hibisco. Deixe descansando depois de fervido tampado até que ele fique frio. Após isso, bata no liquidificador os morangos e os mirtilos e aos poucos acrescente o chá. Para finalizar, bata a couve juntamente com os outros ingredientes por cerca de 40 segundos. Beba sem coar e se desejar acrescente gelo e adoçante.

4. Suchá Detox

Ingredientes:

  • 2 colheres (sopa) de chá verde (erva)
  • 260 ml de água
  • 1 xícara (chá) de água fervente
  • 1 fatia de abacaxi
  • Hortelã a gosto

Modo de preparo: Faça primeiro o chá verde. Ferva 260 ml de água. Desligue o fogo, coloque as duas colheres (chá) verde e tampe a panela. Deixe esfriar por aproximadamente 15 minutos. Bata no liquidificador com o abacaxi e a hortelã e sirva.

5. Suchá de Hibisco com Capim Limão e Suco de Limão

Ingredientes:

  • Chá de Hibisco:
    • 500ml de água
    • 2 colheres (sopa) de chá de hibisco
  • 1 limão Tahiti (suco)
  • 3 colheres (sopa) de capim limão picado

Modo de preparo: Prepare o chá: leve a água para ferver. Quando ferver, desligue o fogo e coloque o chá de hibisco. Deixe tampado de 3 a 5 minutos (Quanto mais tempo a mistura permanecer fechada, o chá ficará mais forte. Esse processo chama-se infusão). Passe o chá por uma peneira e junte o suco de limão. Coloque a mistura de chá e suco de limão em um copo de liquidificador e adicione o capim limão. Bata no liquidificador por 5 minutos. Passe pela peneira novamente e coloque em uma jarra. Coloque gelo e adoce a gosto. *Para variar, susbtitua o chá de hibisco por chá de jasmim.

Fontes:
Suchá 1 e 2, Albert Einstein
Suchá 3, Seu Corpo Perfeito
Suchá 4, Comida e Receitas
Suchá 5, Dedo de Moça