Tag: dia internacional das mulheres

Parabéns, Mulheres!

F75644D8-ECD1-47D7-8E64-4D684EFC49C0.jpeg

Por todas as conquistas, batalhas travadas e desafios diários. Por toda a força e a coragem, e, principalmente, por dar conta de várias funções ao mesmo tempo, sem perder a doçura e a beleza de ser mulher! 😘

Homenagem às mulheres

“Dizem que a uma certa idade, tornamo-nos mulheres invisíveis, o nosso papel no palco da vida diminui, nos tornamos inexistentes para um mundo em que só se encaixa o ímpeto dos primeiros anos.

Eu não sei se vou tornar-me invisíveis para o mundo, é muito provável. Mas nunca fui tão consciente da minha existência como agora; Nunca me senti tão protagonista em cada momento da minha vida.

Descobri que eu não sou a princesa de um conto de fadas; sou simplesmente um ser humano, com misérias e grandezas. Descobri que posso me dar ao luxo de não ser perfeita, ser cheia de defeitos e pontos fracos, fazer as coisas erradas, não atender às expectativas dos outros e, apesar disso, ser realmente amada.

summerfield-336672_640

Quando me olho no espelho, já não procuro quem eu era no passado… Sorrio para quem sou hoje… Parabenizo-me pelo caminho percorrido e assumo minhas contradições.

Sinto cumprimentar a garota que eu era e tanto gostava de ser, mas devo deixá-la de lado porque agora me atrapalha. Aquele mundo de ilusões e fantasias já não me interessa. Ela não sente essa inquietação permanente que me faz correr atrás sonhos!

A vida é tão curta e a arte de viver é tão difícil que, quando a gente começa a aprender, já está perto do fim. O mais belo da vida não pode ser aprisionado. Se você quer o mar, contemple-o de mãos abertas. Se fechá-las, tentando segurar a água, elas ficarão vazios.

feet-538245_640

Se você quer ter o vento, abra os braços e ele será seu. Se tentar mantê-lo, não te restará nada. Se você quer o Sol, desfrutar de sua maravilhosa luz, abra os olhos… pois, se fechá-los para manter a luz, estará no escuro.

Se você quiser experimentar a alegria do ser, livre-se da mania de possuir e manter. Aprecie o voo da borboleta, o mar que avança e recua indescritivelmente, a flor que se abre para o céu.

Admire tudo, sem possessão. Só então você vai aproveitar a vida, consciente do que possui e do que não possui, deixando o tempo correr, sem retê-lo ou sofrer por ele.”

Em Maravilloso – Homenage a la mujer