O Leite Dourado ou Golden Milk

O leite dourado é uma mistura de leite, cúrcuma, mel e especiarias, que tem origem na medicina Ayurvédica, da Índia. A cúrcuma, também chamada de açafrão da terra, faz parte da família do gengibre. É uma raiz de cor laranja muito apreciada na culinária que contém curcumina e substâncias antioxidantes, anti-inflamatórias.

Foto de experienciavegana.com

Beber o leite dourado à noite ajuda a prevenir e combater problemas digestivos e menstruais, desintoxica o corpo, purifica o sangue e aumenta a vitalidade geral da pessoa. Além disso, também contribui para um sono tranquilo, sendo um aliado contra a insônia.

São muitos os benefícios associados a essa bebida, que é bem simples de fazer. O consumo regular do leite dourado também pode ajudar a combater a artrite e a artrose, além de outras dores musculares e da articulação. Também pode servir de analgésico, diminuindo enxaquecas e outros males causados pelo estresse. Confira outras vantagens de incluir a bebida na sua rotina:

  • Fortalece o sistema imunológico e ajuda a prevenir doenças. Aumenta o nível de energia no corpo e combate a fadiga persistente;
  • Atua como um anti-inflamatório, analgésico e anticancerígeno natural, sem contraindicações;
  • Ajuda a controlar os níveis de colesterol no sangue, prevenindo problemas cardiovasculares;
  • Faz bem para a digestão;
  • Purifica o sangue através da desintoxicação do fígado;
  • Ajuda a diminuir a pressão alta;
  • Perfeito para ajudar a manter a saúde cerebral e a boa memória;
  • Seu poder desintoxicante contribui para tonificar a pele;
  • Eficaz para minimizar problemas neurológicos;
  • Reduz os níveis de triglicerídeos.

É importante lembrar que este artigo tem caráter informativo e não científico. Sempre que iniciar um tratamento, consulte seu médico para verificar se este é o tratamento mais indicado para seu caso.

Como preparar o leite dourado?

 

Primeiro, você precisa preparar a pasta de cúrcuma, que será a base da receita e que pode ser guardada na geladeira para preparar vários copos do leite dourado. Mas, ao fazer o leite, consuma-o imediatamente.

Passo 1: Como fazer a pasta de cúrcuma

Ingredientes:
  • 1/4 de xícara de cúrcuma em pó (30 g)
  • 1/2 colher de chá de pimenta preta moída (2,5 g)
  • 1/2 xícara de água pura (125 ml)
Modo de preparo

Leve todos os ingredientes ao fogo médio, mexendo bem. Quando a mistura se tornar em uma pasta, desligue o fogo e deixe esfriar. Depois, coloque a pasta de cúrcuma em um recipiente de vidro limpo e seco com tampa e conserve na geladeira.

Passo 2: Como fazer o leite dourado

Foto de http://www.savorylotus.com
Ingredientes
  • 1 xícara de leite (250 ml)
  • 1 colher de chá de óleo de coco (5 ml)
  • 1/4 de colher de chá de pasta de cúrcuma (1,25 g)
  • Mel (para dar gosto)
Modo de preparo

Em uma panela, misture todos os ingredientes, com exceção do mel. Leve ao fogo médio, mexendo sempre para não grudar. Logo antes de levantar fervura, desligue o fogo e acrescente o mel a gosto. Está pronto para ser consumido.

Dicas

  • Você pode substituir o leite de vaca por leite vegetal, como o de soja, o de amêndoas ou o de arroz;
  • A pimenta é muito importante nessa receita, pois contém piperina, que facilita a absorção da curcumina presente na cúrcuma;
  • O leite dourado também é considerado um tônico de beleza, fazendo bem para a pele e para os cabelos, além de prevenir o envelhecimento precoce;
  • Consuma um copo médio de leite dourado morno antes de dormir, para ter um sono tranquilo e reparador.

Conteúdo Melhor com Saúde

Anúncios

Imunidade baixa

Conteúdo original Bons Fluídos

Imunidade baixa | Crédito: Rogerio Pallatta Reprodução Bons Fluídos

Separe os pés em cerca de 1 metro e eleve os braços acima da cabeça, juntando as palmas. Faça uma rotação dos pés para a direita, trazendo também a frente do tronco para esse lado. Estique os braços para cima na inspiração e, quando expirar, contraia o abdômen e desça o tronco enrolando a coluna, até a testa encostar no joelho. “Se precisar, dobre a perna e separe as mãos para manter o equilíbrio”, explica a instrutora de ioga Andrea Wellbaum. Fique assim por 30 segundos. Suba desenrolando a coluna e repita a postura do lado esquerdo.

A postura da cabeça ao joelho com as pernas separadas (dandayamana bibhaktapada janu sirsasana) massageia a maioria das glândulas endócrinas do corpo, reforçando o sistema imunológico e regulando o metabolismo. Ainda favorece a digestão, fortalece a musculatura do abdômen, das panturrilhas e d as coxas e ajuda a eliminar gordura da cintura.

Receita: Chá de hibisco anticelulite

O hibisco estimula a queima das gordurinhas em excesso na barriga e nos quadris, além de facilitar a digestão, regularizar o intestino e diminuir a retenção de líquido. Não é só isso. “Os antioxidantes presentes na erva combatem os radicais livres”, diz a nutricionista Sabrina Theil, da Clínica Juliana Neiva, do Rio de Janeiro.

Receita Boa Forma

Ingredientes

• 1 1/2 litro de água filtrada
• 1 colher (sobremesa) de hibisco
• 1 colher (sobremesa) de amora (folhas secas)
• 1 colher (sobremesa) de cavalinha

Modo de fazer

Leve a água ao fogo e, assim que surgirem as primeiras bolhinhas, junte as ervas. Desligue o fogo e abafe por 5 minutos. Coe e beba 1 xícara a cada 3 horas, longe das refeições para não atrapalhar a absorção do ferro vindo dos alimentos.

4 dicas para lavar a alma

Texto original Bons Fluídos

active-1331931_960_720

Lembrando o princípio aiurvédico que entende a vida como um ciclo de absorção, digestão e eliminação, despedir-se das emoções negativas é, acima de tudo, uma questão de saúde. E a meditação é forte aliada. “Aquietar a mente evita que as impressões negativas entrem”, conta o médico Ruguê Jr.

O relaxamento é a chave mestra dessa história “porque permite abrir janelas por onde os pensamentos e sentimentos ruins ecoam”, defende Paulina Rabinovich, estudiosa do budismo tibetano há 23 anos.

A cura com um beijo
A raiva é um dos sentimentos mais intoxicantes. Como se livrar dela? “Deslocando o pensamento para algo bom. O que soluciona a raiva é o amor. Como criar amor? Com um beijo em alguém que você adora, um telefonema, uma lembrança agradável”, sugere.

young-people-737150_960_720

Cultive bons pensamentos
“Toda vez que algo negativo acontecer, lembre de algo bom”, indica o médico Samir Rhame, da Sociedade Brasileira de Medicina Antroposófica.

Observe o Sol
“Ele é o eixo do nosso sistema solar e nos traz essa ideia de centro”, diz a terapeuta psicoenergética Maria Beatriz Villac. “Imagine essa luz entrando por sua cabeça, passando por entre as sobrancelhas e percorrendo todo o eixo do corpo. Ou simplesmente abra a janela e olhe para o astro rei”, ensina.

Contato social
“Mudar de ambiente renova e estimula a sair de qualquer tipo de estagnação”, lembra a professora de psicologia Eliana Herzberg. Fazer trabalho voluntário, ir ao cinema ou iniciar um curso também desintoxicam as emoções.

Pimenta caiena confere sabor aos pratos e benefícios à saúde

fruit-210106_960_720

Conteúdo original Dicas de Mulher

Quem procura seguir uma alimentação saudável certamente já está acostumado a consumir pimenta. Isso porque, além de dar um toque picante aos alimentos e ser utilizada na culinária de diversos países do mundo, essa especiaria é bastante conhecida pelos benefícios que pode oferecer à saúde e, também, por ter efeito termogênico.

De uns tempos para cá, porém, um tipo de pimenta tem ganhado destaque especial: a pimenta caiena. Mas, o que ela tem de diferente? Quais benefícios pode oferecer? Como consumi-la? Essas são dúvidas bastante comuns.

paprika-671959_960_720

Karina Valentim, nutricionista da Patrícia Bertolucci Consultoria em Nutrição, explica que a pimenta (Capsicum Frutensces L.) é composta por mais de 200 variedades, e uma delas é o tipo Caiena, originário da cidade de Caiena, na Guiana Francesa.

“As pimentas do gênero Capsicum são conhecidas por apresentarem um grau de ardência maior do que as pimentas do gênero Piper – popularmente conhecidas como pimenta do Reino”, destaca a nutricionista.

Vermelha, a pimenta caiena também pode ser chamada de “pimenta de caiena” ou “pimenta de cayenne” – variação que se deve ao nome da cidade de Caiena (Cayenne), na Guiana Francesa.

A pimenta é muito utilizada na culinária de diversos países, como Índia, Estados Unidos e México, e tem ganhado bastante atenção no Brasil, sendo ingrediente, inclusive, de muitas receitas saudáveis.

Benefícios da pimenta caiena

spice-1080938_960_720

1. Tratamento de doenças

Karina explica que, na medicina tradicional chinesa e indiana, a pimenta caiena tem sido utilizada para o tratamento de artrite, reumatismo, dores de estômago, erupções cutâneas, dentre outras aplicações. “Estas aplicações terapêuticas estão relacionadas com o teor de capsaicinoides, compostos fenólicos e carotenoides presentes nas pimentas”, diz.

2. Prevenção de doenças

Karina destaca que vários glicosídicos diterpenos isolados a partir da pimenta caiena exibiram efeitos anti-hipertensivos,o que pode estar relacionado com a prevenção da hipertensão.

“Entre os fitoquímicos presentes nesta pimenta, os polifenóis merecem uma menção especial: alguns estudos epidemiológicos têm demonstrado uma possível correlação entre a ingestão dietética de polifenóis da pimenta e a prevenção de estados de doença, incluindo câncer, doenças cardiovasculares e distúrbios neurovegetativos. Porém ainda são poucos estudos realizados em humanos”, acrescenta a nutricionista Karina.

pepper-1128547_960_720

Outros estudos , segundo Karina, têm mostrado que capsaicina em cultivares de pimenta caiena poderia agir inibindo o crescimento in vitro da bactéria Helicobacter pylori, responsável por muitos casos de gastrite e ulcera gástrica.

3. Auxílio da digestão

“De acordo com relatos da medicina chinesa e ayurvédica, a utilização da caiena auxilia na digestão, uma vez que estimula a produção da saliva e as enzimas proteolíticas no estômago”, destaca Karina.

4. Propriedades antioxidantes, descongestionantes e anti-inflamatórias

Michelle Inforçatti Rodrigues, nutricionista da clínica Dr. Família, destaca que a capsaicina presente na pimenta confere a ela propriedades antioxidantes, descongestionantes e anti-inflamatórias.

5. Auxílio no emagrecimento

chili-1028634_960_720

Ainda devido à presença da capsaicina, a pimenta caiena promove aumento do ritmo cardíaco e melhora a circulação sanguínea. Além disso, tem poder termogênico. “Pois o organismo tem mais dificuldade em digerir e, com isso, gasta mais energia, induzindo o metabolismo a acelerar mais”, explica Michelle.

“Dessa forma, ela auxilia na perda de peso e queima de gordura se o seu consumo for associado a uma alimentação saudável, equilibrada, fracionada e à prática regular de atividade física”, acrescenta a nutricionista Michelle.

Como consumir a pimenta caiena

A pimenta caiena é encontrada em pó, in natura ou cápsulas. “A melhor forma de consumo é a mais natural possível, adicionando em alimentos e preparações do dia a dia, dando assim mais sabor e agregando propriedades funcionais aos alimentos”, diz Karina.

paprika-671961_960_720

Mas não adianta achar que, para usufruir dos benefícios que a pimenta caiena pode oferecer, basta consumi-la eventualmente. Michelle destaca que é necessário consumi-la regularmente e sempre associada a uma alimentação saudável e equilibrada e à prática regular de atividade física.

“Não há quantidade máxima estipulada, o consumo varia de pessoa para pessoa, mas é preciso tomar cuidado, pois o excesso pode causar insônia ou dor de cabeça”, acrescenta Michelle.

chili-664635_960_720

Karina explica que a pimenta caiena pode ser utilizada em pequenas doses (pitadas) em preparações do dia a dia, molho de salada, para temperar carnes e peixes, ou até mesmo para consumir em sopas, caldos e sucos. “Alguns especialistas em medicina tradicional ayurvédica indicam o consumo junto com chás”, diz.

A nutricionista Michelle destaca que os benefícios da pimenta podem ser obtidos se ela for consumida de diversas formas: “podemos adicioná-la ao recheio da tapioca, a temperos de vários pratos como de carnes, frangos, peixes, arroz e omeletes ou fazer geleia. Adicionada ao chá verde ou de gengibre intensificamos ainda mais seu efeito termogênico”, exemplifica.

Suco detox contra ressaca e má digestão

Conteúdo original Cozinhando para 2 ou 1

No dia seguinte às ceias de Natal e de Ano Novo, é comum acordar com aquela sensação (e muitas vezes um certo arrependimento) de ter exagerado na comida e/ou na bebida. Para aliviar um pouco esse desconforto e auxiliar na digestão, sugiro um suco nutritivo, refrescante e que ainda tem efeito antioxidante.

smothie-887010_960_720

Sim, pode confiar. Esta combinação é perfeita para ajudar a colocar o seu organismo de volta na rotina alimentar. As fibras e enzimas dos ingredientes contribuem para aliviar a sensação de empachamento facilitando a quebra de moléculas dos alimentos e evitando a absorção de gorduras; o abacaxi e o pepino hidratam bastante e a hortelã também ajuda na diminuição da dor de cabeça e na liberação de toxinas. E é exatamente por isso que esta maravilha está aqui justamente hoje.

Suco Detox

  • 1 fatia de abacaxi sem casca (+/- 3cm.)
  • 1/3 de pepino japonês
  • 6 a 8 folhinhas de hortelã
  • 1/4 xícara de água (melhor ainda se for água de coco)
  • Mel ou adoçante, se necessário

Corte grosseiramente o abacaxi e o pepino em pedaços e coloque no liquidificador com a hortelã. Acrescente a água de coco e bata até obter um suco homogêneo. Se precisar, adoce com mel ou adoçante. Evite coar o suco pois as fibras são importantes para ajudar na digestão.

Esta quantidade serve uma boa porção, que pode substituir o café da manhã seguinte aos exageros, mas evite repetir por muitos dias.

SAIBA MAIS:

pineapple-595577_960_720

_ O abacaxi é uma excelente fonte de carboidratos e de fibras alimentares. Contém grande concentração de água, mas também muitas vitaminas e minerais. Ajuda a quebrar as partículas de proteína facilitando a digestão e evita a acidez, ajudando a acalmar a mucosa do estômago e dos intestinos. Tem propriedades diuréticas e antioxidantes.

_ O pepino é rico em nutrientes e é composto principalmente por água, carboidratos do bem e fibras alimentares, assim como vitaminas e minerais. É rico em antioxidantes naturais e contém esteróis que são conhecidos por reduzir o nível do mau colesterol no sangue, uma vez que contribui para liberá-lo do corpo sem ser absorvido, contribuindo também para a liberação de toxinas.

_ Já a hortelã é fonte de fibras e proteínas, rica em vitaminas e minerais. Aciona o funcionamento das glândulas salivares e a produção de diversas enzimas que ajudam na digestão e evitam dores de estômago. Colabora com a diminuição da dor de cabeça, é diurético, limpa o sangue e ajuda na liberação de toxinas e de resíduos corporais.

mint-793078_960_720

_ A água de coco, por sua vez, repõe os fluidos do corpo e fornece nutrientes essenciais que não estão disponíveis na água comum, ajudando a restaurar os eletrólitos no organismo. Contribui também acelerando o metabolismo, o que favorece a queima de calorias e, consequentemente, menor ganho de peso; além de fazer com que o corpo se livre de toxinas de forma rápida e eficiente.

Melancia é aliada dos músculos e ajuda na hidratação

Conteúdo original de Minha Vida
Artigo  da nutricionista Patricia Bertolucci – CRN 5984/SP

watermelon-815072_640

A Melancia apresenta uma boa fonte de vitaminas A, B6, C, potássio e fitoquímicos importantes como o licopeno e a citrulina.

A cor avermelhada da polpa da melancia tem grande concentração de um poderoso antioxidante chamado licopeno, que neutraliza os radicais livres (substâncias nocivas ao corpo e os grandes responsáveis pelo envelhecimento da pele e aparecimento de diversos tipos de câncer).

Além disso, a melancia também contém quantidades moderadas de potássio, um mineral essencial para o bom funcionamento de todas as células do corpo, órgãos e tecidos. Outro fitoquímico importante presente na melancia é chamado citrulina que é convertida em arginina, um aminoácido importante na entrega de nutrientes para o músculo.

watermelon-427492_640

A quantidade de vitamina B6 (piridoxina) presente na melancia é significativa e contribui no mecanismo de geração de energia do corpo e regulação do sistema nervoso. Uma deficiência desta vitamina pode causar dificuldades para dormir e para aprender.

O gosto adocicado da melancia vem da frutose, açúcar natural fonte de carboidrato que funciona no organismo como um estoque de energia, ajudando no ótimo funcionamento do cérebro, nervos, medula óssea e nos glóbulos vermelhos. Também é importante na hidratação corporal, já que é composta por aproximadamente 93% de água.

watermelon-813881_640

Além dos benefícios da melancia, as sementes da fruta também não devem ser desprezadas, pois apresentam propriedades nutricionais que fazem bem para a saúde. Elas são ricas em zinco, mineral que ajuda a aumentar a imunidade do organismo e em ácidos graxos, que contribuem para o bom funcionamento do metabolismo regulando os hormônios.

Comer melancia é uma ótima forma de conseguir estas vitaminas de uma forma natural. Não existe informação sobre a quantidade diária recomendada de melancia. No entanto, sabemos que é importante fazer um rodízio, variando o consumo de frutas diariamente.

Como consumir a melancia

children-655542_640

A melancia pode ser consumida de várias maneiras, seja ao natural, em forma de suco, espetinho de frutas, acrescentada na salada de frutas ou pode fazer parte de uma salada com folhas verdes e um molho de hortelã e nozes, por exemplo. Além disso, sua semente pode ser torrada e consumida como aperitivo.

Mito da melancia

Não existem alimentos exclusivamente indigestos para todas as pessoas. Cada indivíduo é mais sensível a esse ou aquele ingrediente. No entanto, a melancia tem fama injusta de indigesta. A impressão de que a fruta causa má digestão vem dos movimentos intestinais que ela causa em função de suas fibras insolúveis. Na verdade, a digestão da melancia é fácil, já que ela é composta basicamente por água.

*Artigo elaborado com a colaboração da nutricionista Paula Crook, da Patrícia Bertolucci Consultoria em Nutrição.