Publicado em Saúde e Bem-estar

MeditAR: projeto que inspira o autoconhecimento e a leveza

Se você tem interesse por medição ou vem sentindo a necessidade de desacelerar e trilhar um caminho com mais tranquilidade e consciência e não sabe por onde começar, esse texto é para você. A Andreza Frasseto, do Inspire Leveza, está orientando um percurso chamado MeditAR, de reflexão, rituais e, claro, meditação guiada.

Os encontros ocorrem online, pelo canal da Andreza no Youtube, todas as terças-feiras, por volta das 20/21 horas. A duração é de cerca de uma hora e é possível interagir, tirar dúvidas, solicitar orientação sobre rituais, mantras e práticas para o despertar da consciência, saúde e equilíbrio, por exemplo. Além de poder trocar ideias com a Andreza sobre as experiências e aprendizados adquiridos durante a jornada dela nessa vida de descobertas e autoaceitação.

A Andreza é instrutora de meditação e mora na Itália, com rotina e trabalho (em restaurante), como a maior parte das pessoas. Então, não pense que viver de forma mais leve e equilibrada é impossível para você. Se realmente quiser e tiver vontade, separe uma horinha da sua noite (hoje mesmo!) e embarque nesse percurso você também! Pode ser uma boa forma de relaxar depois do trabalho e dormir mais tranquilamente. Experimente!

Anote aí:

Percurso MeditAr
Todas as terças-feiras à noite, ao vivo, pelo Youtube.

Para saber o horário exato da transmissão, acompanhe a Andreza nas redes sociais: ela faz posts e vídeos relembrando e confirmando o horário do encontro. Tornar-se seguidor é também uma excelente oportunidade para conhecer melhor o trabalho dela.

Vale a pena! Quem começar, volta aqui para contar a experiência! 😉

Anúncios
Publicado em Alimentação

O que são e como atuam os fitosteróis

Foto: Pixabay

Você já ouviu falar em fitosteróis ou fitoesteróis?! Eles vem sendo apresentados no mercado como a mais nova solução para quem enfrenta problemas com altos índices do colesterol dito ruim.

O que são

São parte do grupo de esteróis (um tipo de lipídio, gordura, para o melhor entendimento), naturalmente presentes nas plantas. É uma substância encontrada em pequenas quantidades nos óleos vegetais, como azeites, óleo de milho e de soja.

Como funciona

Tem sido utilizado, e comercializado, como suplemento alimentar e age dificultando a absorção do colesterol e LDL pelo intestino, diminuindo o fluxo dessa gordura no sangue, o que consequentemente reduz, em torno de 10%, os níveis de colesterol total.

Apesar de já presente no mercado, não há provas científicas de que a ação dos fitosteróis na redução do colesterol implique em algum benefício contra doenças, como as cardiovasculares, por exemplo.

Você já fez uso?! Ou conhece alguém que faz?!
Conte-nos se possui conhecimento sobre os efeitos e o que você acha da implementação dos fitosteróis para a saúde.
E lembre-se de, primeiramente, consultar um médico antes de utilizar qualquer suplemento e/ou medicamento.

Publicado em Equilibrando

O carpinteiro

“Um velho carpinteiro estava para se aposentar. Contou a seu chefe os planos de largar o serviço de carpintaria e de construção de casas para viver uma vida mais calma com sua família. Claro que sentiria falta do pagamento mensal, mas necessitava da aposentadoria.

O dono da empresa sentiu em saber que perderia um dos seus melhores empregados e pediu a ele que construísse uma casa como um favor especial.

O carpinteiro consentiu, mas com o tempo, era fácil ver que seus pensamentos e coração não estavam no trabalho. Ele não se empenhou no serviço e utilizou mão de obra e matéria prima de qualidade inferior.
Foi uma maneira lamentável de encerrar sua carreira.

Quando o carpinteiro terminou o trabalho, o construtor veio inspecionar a casa e entregou a chave da porta ao carpinteiro e disse:
– Esta é a sua casa, é meu presente para você!

Que choque! Que vergonha! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, teria feito completamente diferente, não teria sido tão relaxado.
Agora iria morar numa casa feita de qualquer maneira.

Assim acontece conosco. Construímos nossas vidas de maneira distraída, reagindo mais que agindo, desejando colocar menos do que o melhor.

Nos assuntos importantes não empenhamos nosso melhor esforço. Então, em choque, olhamos para a situação que criamos e vemos que estamos morando na casa que construímos. Se soubéssemos disso, teríamos feito diferente.

Pense em você como um carpinteiro. Pense sobre sua casa. Cada dia você martela um prego novo, coloca uma armação ou levanta uma parede. Construa sabiamente!

Mesmo que tenha somente mais um dia de vida, esse dia merece ser vivido graciosamente e com dignidade. Sua vida de hoje é o resultado de suas atitudes e escolhas feitas no passado. Sua vida de amanhã será o resultado das atitudes e escolhas que você fizer hoje.”

Publicado em Saúde e Bem-estar

Massagem para pisar corretamente

Você já parou para prestar atenção na maneira como pisa?! A sua pisada é certinha ou irregular, mais para dentro ou para fora?! Independentemente da resposta, existe uma técnica de automassagem que pode tanto auxiliar na reeducação da sua pisada, quanto a relaxar e aliviar dores.

A revista Bons Fluídos, em sua versão digital, compartilhou a orientação da professora de eutonia, Gabriela Bal, para a prática de toques e movimentos os quais, “feitos regularmente, dão mais equilíbrio e firmeza”. Veja só:

  1. Sente-se confortavelmente. Comece pelo pé direito: envolva-o com as mãos e massageie com óleo ou cremes hidratantes.

  2. Manipule cada um dos seus dedos, começando pelo dedão, movimentando as articulações e apertando suavemente cada um dos ossinhos.

  3. Agora é a vez dos ossos do peito do pé que fazem a ligação com os dedos. Desenhe trilhas imaginárias entre eles e percorra-as fazendo uma suave pressão.

  4. Coloque os dedos da mão esquerda entre os vãos dos dedos do pé direito. Gire o tornozelo lentamente, várias vezes.

  5. Toque o osso do calcanhar, o calcâneo. Gire o pé lentamente, prestando atenção no movimento.

  6. Segure o tornozelo e depois solte o pé, sacudindo-o no ar. Repita os movimentos no pé esquerdo, na mesma ordem. Para finalizar, massageie carinhosamente os pés.

Publicado em Saúde e Bem-estar

Dança: O melhor exercício para prevenir a debilidade mental

O exercício pode impulsionar a saúde cerebral e diminuir o declínio cognitivo. Uma forma de exercício em particular parece produzir os melhores benefícios , a dança!

Os pesquisadores compararam as mudanças no equilíbrio e o volume do hipocampo em idosos de 63 a 80 anos, que participaram de aulas de dança, ou exercício físico, por 18 meses. Os participantes se encontraram duas vezes por semana, durante 90 minutos nos primeiros 6 meses e, uma vez por semana, no durante um ano.

As aulas de dança incluíam coreografias dinâmicas, em constantes mudanças,  com giros de cabeça, pulos e saltos, bem como etapas como mambo e grapevine dance (movimento com passos laterais, que exige coordenação). As aulas de atividade física consistiram em exercícios de resistência, movimentos de força e treinamento de flexibilidade.

Todos foram submetidos a exames cerebrais e avaliações de controle postural como medidas primárias. Na conclusão do estudo, os pesquisadores notaram aumentos significativos no volume do hipocampo esquerdo, em ambos os grupos. Os bailarinos, no entanto, mostraram aumentos em outras áreas do hipocampo também.

“O hipocampo é de especial interesse, uma vez que esta estrutura do cérebro (a) é especialmente afetada pelo envelhecimento normal e patológico, (b) desempenha um papel fundamental nos principais processos cognitivos, por exemplo, memória e aprendizagem, e (c) também está envolvido na manutenção do equilíbrio, uma função crucial para o bem-estar e a qualidade de vida “, escreveram os autores do estudo. Os dançarinos também viram melhorias superiores nos pontos de equilíbrio em comparação com o grupo da atividade física.

Mas, por que a intervenção da dança foi tão eficaz para aumentar o volume e o equilíbrio do hipocampo?

Os pesquisadores concluíram que “os desafios adicionais envolvidos em nosso programa de dança, nomeadamente a estimulação cognitiva e sensório-motora, induziram mudanças extras no volume do hipocampo além das atribuíveis apenas à aptidão física. Vale ressaltar que outros estudos em seres humanos idosos, que não impulsionaram a aptidão física, mas que eram sensório-exigentes, como aprender a fazer malabarismos, observaram aumento do volume do hipocampo também “.

O estudo foi publicado em Frontiers in Human Neuroscience (2017; doi.org/10.3389/fnhum.2017.00305).

Conteúdo traduzido de Idea