Tag: fim de ano

Depressão de fim de ano

Conteúdo original Marisa Psicóloga
As festas de fim de ano não representam necessariamente apenas alegria, para muitas pessoas torna-se um período de muita angustia e muita ansiedade, pois pode ser o momento quando estas pessoas sentem que tem a “obrigação” de serem felizes quando na ralidade não consideram que tem motivos para isso. Inunda um sentimento de que se ela não estiver com a mesma alegria das outras pessoas então ele interpreta como sinal de que há algo muito errado com ela.
angel-1095739_960_720
Muitas pessoas não entram no famoso “espírito natalino”, não sentem a mesma a alegria que percebem nas outras pessoas. Este sentimento de falta de entrosamento com o que seria esperado seria mais ou menos o mesmo sentimento que aparece em algumas pessoas na sexta feira à noite, “Vou pra casa sozinho quando tem tanta gente se divertindo, eu estou aqui sozinho!”.
O mesmo pode acontecer na época do natal, parece que existe um “complexo de período perfeito” onde se é obrigado a ser feliz. Mas qualquer obrigação pode oprimir. É por isso que no período de natal, ano novo, festas em geral pode ser ao mesmo tempo um período no qual as pessoas esperam ansiosamente e ao mesmo tempo temem, sentem depressão, alguns passam por um verdadeiro terror fazendo contagem regressiva esperando a hora disso tudo acabar e poder voltar a rotina normal.
Tudo devido à ansiedade e medo sobre o que vai acontecer, ou o que não vai acontecer, pois este é o ponto principal, a frustração de não acontecer nada, não receber amigos, não receber presentes, não se perceber importante para ninguém.
Esta depressão de fim de ano pode ser canalizada de forma positiva e utilizada para que se reveja o que esta pessoa está fazendo de sua vida. Será que ela não passou o ano todo desperdiçando oportunidades para criar laços de amizade que valerão a pena ser comemorados no natal? Não será este o grande momento para aprender a lidar de forma diferente com a própria vida?
Entrevista cedida  para o Site Vila Mulher

TPN Tensão Pré-Natal

christmas-1103957_960_720

– O que é a TPN (tensão pré-natal)?

Psicóloga: São pensamentos antecipatórios quanto as exigências que a sociedade impõe sobre esta data.

– Muita gente começa a ver a decoração de Natal nas lojas e já entra no clima, só que ao mesmo tempo vê que o ano está acabando e não conseguiu resolver sua vida, seus projetos, pagar suas contas. Quais são os sentimentos que afloram nessas pessoas devido o período?

Psicóloga: Pode haver muita ansiedade, o que pode até ser boa ansiedade se usa-la para ação, ou seja, finalmente realizar aquilo que precisa mas empurrou com a barriga o ano todo. Mas esta mesma ansiedade pode ser muito ruim se paralisar a pessoa a ponto de se considerar uma total incapaz e alimentar pensamentos de auto boicote.

– O que a pessoa pode fazer para evitar que tais sentimentos surjam?

Psicóloga: Além dos sentimentos de “não realização” pode haver também os sentimentos de saudades das pessoas com as quais ele conviveu em outros natais mas neste a pessoa não está mais por perto, seja por morte ou por termino de relacionamento. De toda forma os sentimentos de fracasso podem surgir de vários lados.
Para evitar estes sentimentos pode ser  interessante que cada um viva sua vida com total consciência do que está fazendo. Se está comprando roupas que a deixará endividada é claro que no final do ano, época típica onde as pessoas fazem os respectivos balanços de suas vidas, esta divida poderá aparecer como um dedo apontando sobre seu nariz.
xmas-1092477_960_720

– O sentimento de angustia por não ter conseguido cumprir todas as metas até o fim do ano pode ser mais frequente em mulher ou em homens?

Psicóloga: O sentimento sim, mas o fato de não cumprir metas não é típico de mulher, e sim de algumas pessoas.

–  De que maneira as pessoas podem driblar ou controlar a tensão pré-natal?

Psicóloga: Não há receita que posa ser aplicada em todas as pessoas, mas talvez planejar desde o inicio do ano para que não fique nada para trás, trabalhar o outo conhecimento.

–  Além dessa cobrança por não ter atingido as metas, quais são os outros fatores negativos ou preocupações que a  TPN pode trazer para a vida da pessoa?

Psicóloga: Todo resultado negativo que pode aparecer no “balanço do ano”, namoros que não engrenaram, amigos que partiram, conversas que não tiveram, reações que não aconteceram por falta de coragem, etc.
advent-80125_960_720

– O fato de muitas lojas anteciparem as decorações pode agravar a TPN?

Psicóloga: O natal tem o efeito de estimular as emoções, e é claro que o comercio lucra com estas emoções pois creio que 90% de cada compra pode ser mais emocional do que representante de uma verdadeira necessidade. Sendo assim antecipar a decoração poderá antecipar todas as emoções, boas e ruins, referentes ao Natal.

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia  ou psicoterapia  oferecida por um psicólogo.

Feliz Natal!

Nessa véspera de Natal eu só posso aproveitar o momento para agradecer a cada visita recebida no Equilibre-se durante este ano. E, claro, não poderia deixar de desejar muita paz, saúde, união e harmonia a todos, para que possam celebrar junto àqueles que amam (tendo laços de sangue ou não), longe de energias e pensamentos negativos.

Desejo também que a gente dê um tempo, uns minutinhos, e pare para refletir nos momentos prazerosos e felizes pelos quais passamos durante o ano. E, assim, se sentir livre para agradecer e sorrir, sem nenhum peso nas costas, pelo menos nesse curtinho espaço de tempo.

Minha missão aqui no blog sempre foi tentar contribuir com dicas , informações e receitas que pudessem estimular todos vocês a uma vida mais leve, prática e saudável; aproveitando e vivenciando tudo o que lhe faz bem, com equilíbrio.

Por isso, ainda que o seu ano não tenha sido fácil (estamos todos no mesmo barco #tamojunto), ainda que os sonhos não tenham se concretizado, que nada tenha saído do jeito que você planejou, e que tudo pareça estar na mesma e o seu Natal não esteja lá muito animado ou esperançoso. busque pensar positivamente, não se estressar, nem se aborrecer. Tenha fé em dias melhores e seja grato.

Mesmo quando pensamos que não temos nada ou não chegamos a lugar nenhum, só o fato de ter saúde, de não ter ficado muito tempo doente durante o ano, já é motivo de celebração. Pense nisso.

No mais, desejo que possamos sempre manter nosso coração aberto para recuperar tudo de bom que o universo tem para nos oferecer. Já já teremos mais um ano, novinho, de páginas a serem preenchidas e oportunidades constantes para realizar aquilo que ficou pendente e fazer tudo dar certo, sem perder a fé no amanhã, nem na nossa capacidade de fazer acontecer.

Festeje, não economize sorrisos, abraços sinceros, dance, cante, ame e seja muito feliz!

FELIZ NATAL!

Especial de Natal: Comer bem e com saúde

Conteúdo original Mais Equilíbrio

christmas-dinner-1003539_960_720

Geralmente, nesta época do ano, as pessoas exageram na alimentação. Comem tudo aquilo que sentem vontade. Mas assim como em todos os outros dias do ano, é importante ter moderação, ou seja, comer de tudo mas sem exageros. Para ter uma ceia equilibrada, é fundamental saber equilibrar a sua refeição.

No prato, deve constar um alimento de cada grupo: cereais (arroz, massas, batata, mandioca, etc.); carnes (carnes em geral), hortaliças (verduras e legumes, neste grupo você poderá ter mais de uma preparação), leguminosas (soja, feijão, ervilha e lentilha) e frutas.

goose-1064406_960_720

Uma dica interessante para que o seu prato esteja repleto de diferentes tipos de vitaminas e minerais é que ele esteja colorido, porque assim há o fornecimento de nutrientes diferentes.

Outro ponto importante é a quantidade. Para que você não adquira uns quilinhos a mais após as festas, não exagerar nas quantidade é fundamental. Comer de tudo mas em quantidades pequenas é o segredo para saborear todas as delícias, sem culpas.

white-791099_960_720

Pronto, agora que você já sabe todos os itens importantes para compor sua ceia para que ela esteja balanceada, vamos dar algumas dicas sobre como deve ser sua alimentação neste dias de festas:

  • Como a ceia é somente à noite, não fique o dia inteiro sem comer. Faça as refeições durante o dia normalmente, optando por consumir preparações leves.
  • Enquanto você elabora os pratos, evite ficar beliscando ou experimentando as preparações.
  • Durante a ceia, faça apenas 1 prato. Não fique repetindo.
  • Use e abuse das frutas e de sucos de frutas naturais.

christmas-stollen-1084954_960_720

  • Muito cuidado com a bebida alcoólica. Escolha apenas um tipo de bebida para consumir durante à noite e beba com moderação.
  • Quanto às sobremesas, dê preferência pelas frutas ou doces à base de frutas, como mousses, gelatinas e pudins, ao invés de doces muitos elaborados como pavês, tortas e etc. Evite repetir.

Seguindo as dicas e tendo uma ceia balanceada, conforme explicamos acima, você vai saborear de tudo, com saúde, sem ter que ficar preocupada em adquirir quilinhos extras.

Aposte nas frutas secas

Conteúdo original Mais Equilíbrio

Muitos apreciam as frutas secas, seja pra comer de sobremesa, depois da prática de exercícios físicos, nos lanches ou apenas para matar a vontade de comer doce. Dificilmente você passará pelas festas de final de ano sem vê-las na mesa, seja como aperitivo, na decoração de pratos, incluídas em preparações culinárias doces e salgadas, dando um toque todo especial. Afinal quem resiste a uma farofa com uva passa ou uma deliciosa sobremesa com ameixa seca?

fruit-428052_960_720

Banana, damasco, uva, tâmaras, ameixa, estas e outras frutinhas fornecem vitaminas e minerais e são ótimas para repor a energia rapidamente. Para os praticantes de atividade física, após o treino, é uma ótima opção, pois dessa maneira eles estarão repondo rapidamente a energia perdida.

Elas também podem ser consumidas nos lanches intermediários, pois são práticas, e podem ser levadas com facilidade. O seu armazenamento também é prático, pois não necessita de refrigeração.

dried-fruit-785243_960_720

Para quem deseja emagrecer, substituir os doces elaborados, com chocolates, bolos, pavês, tortas, por frutas secas é uma boa opção, pois você estará consumindo menos calorias, colaborando com a eliminação de peso.

A fruta torna-se seca quando é retirada parte da água contida quando ela está madura e fresca, através do processo de desidratação. Este processo pode acontecer de forma natural, com exposição ao sol ou de maneira artificial, através de vapor, estufas, etc. Depois deste processo, é adicionado açúcar para sua conservação.

dried-fruit-700015_960_720

Após estes procedimentos, o sabor da fruta fica mais acentuado, mas existe uma desvantagem. Devido à adição de açúcar, a fruta torna-se mais calórica, por exemplo: 100 g de damasco fornecem 48 kcal e 100g de damasco seco, 238 kcal. Ou seja, chega a ser 5 vezes mais calórica! Mas mesmo assim, é mais saudável você comer uma frutinha seca, ao invés de um doce bem elaborado.

Mas, assim como qualquer outro alimento, é importante consumir com moderação. É fundamental ressaltar que o consumo de frutas in natura deve permanecer, mesmo consumindo as frutas secas.

Veja no quadro abaixo, as calorias de algumas frutas secas:

Sem Título-1

Agora que você já sabe as calorias destas frutinhas, consuma com moderação e aproveite esta delícia não só nas festas de final de ano, mas também nos lanches diários, preparações ou quando sentir vontade.

Como driblar o estresse do fim do ano

Conteúdo original M de Mulher

É hora de fechar as metas no trabalho, organizar a agenda do ano seguinte, arrumar o orçamento da casa e ainda se preparar para as festas. Isso sem falar em quem está prestando vestibular ou terminando o semestre letivo. Ufa! Esta época do ano é um mar em tempestade e costumamos dizer que estamos estressadas. Mas, afinal, você sabe o que é estresse de verdade?

angel-348951_960_720

É a sensação de estar se sentindo sobrecarregada. Isso gera uma resposta física no organismo. O corpo libera hormônios que aceleram o coração, contraem os músculos e fazem você respirar mais rápido. É como se estivessem te preparando para lutar ou mesmo fugir de alguém. Uma pitada de estresse é normal. Muitas vezes, um pequena dose nos ajuda a ficarmos concentradas, a cumprir tarefas, bater metas. O problema é quando em vez de uma pitada, vem uma panela cheinha de estresse.

Dores de cabeça, cansaço crônico sem motivo aparente, sonolência diurna, dores nas costas e queda da imunidade são um dos muitos sintomas que o estresse nos traz. Parece que estamos carregando uma tonelada em cima das costas. Você já se sentiu assim?

sad-842518_960_720

Infelizmente, não existe um exame específico para medir o estresse. Não conseguimos dosar a “estressina” na corrente sanguínea, mas é possível detectá-lo através de exames e da observação durante uma consulta médica. A partir da conversa com o paciente, o médico pode aliar o check-up cardíaco com exames de rotina de laboratório e assim, ajudar a afastar doenças como hipotireoidismo, arritmias, anemias e carências de vitaminas, que talvez possam estar causando os sintomas de cansaço e mal estar, por exemplo.

Uma vez excluídas as possíveis doenças, muitas vezes é preciso consultar também um especialista em psicoterapia para reprogramar alguns comportamentos. Ansiedade, depressão e pânico também podem ser condições associadas ao estresse.

heavy-934552_960_720

E há, no entanto, casos em que o estresse pode estar ocorrendo sozinho. Alguns especialistas recomendam 3 passos para lidar com o estresse:

1. Tentar identificar a causa do estresse.
2. Buscar redução das situações causadoras dele.
3. Aprender soluções para lidar com os eventos estressantes e seus efeitos no organismo.

Ok, mas como reduzir o estresse?

Diminua o sal

Menos sal, menos retenção de líquidos e melhor a sensação de bem estar.

Faça exercícios

A fórmula é antiga, mas funciona. Exercícios liberam endorfinas, que aliviam a tensão.

exercise-841167_960_720

Cuidado com o comfort food

A comida conforto, aquela cheia de açúcar, pode aliviar a tensão momentaneamente. Porém, depois que estes alimentos agem no sistema de recompensa cerebral, rapidamente a sensação de bem estar termina e o estresse retorna. Evite!

Durma!

Dormir faz bem. O sono repousa a mente e recarrega as baterias.

model-991420_960_720

Viva o hoje!

O ato de focar no presente, evitando ansiedade desnecessária, é um comportamento defendido por várias áreas e especialistas como uma forma eficaz de reduzir o estresse.