Publicado em Receitas

Receita: Tacos (Tortillas + Recheio)

Receita de Padaria Food Network

Para as Tortilhas:

  • 200g de farinha de milho fina
  • 200g de farinha de trigo
  • 1 colher de chá de sal
  • ¼ de xícara de óleo
  • Água

Preparo:

  1. Junte os ingredientes em um bowl e misture com as mãos. Adicione água aos poucos para dar liga na massa.

  2. Quando começar a dar liga, continue apertando a massa em uma bancada. Ela deve ficar lisa em mais ou menos 10 minutos. Faça um rolinho com ela e a embrulhe em filme plástico. Deixe amassa descansar por 20 minutos na geladeira.

  3. Após a massa descansar, separe pedacinhos dela com a grossura um pouco maior de um dedo, com uma espátula. Cada pedacinho desse irá virar uma tortilha. Comece abrindo a massa com as mãos, fazendo um disco com os dedos, e termine esticando-as com um rolo. Confira se o tamanho está bom, e se quiser corte as bordas com uma faca, fazendo um círculo.

  4. Toste as tortilhas em uma frigideira bem quente com um pouquinho de óleo. 1 minuto de cada lado.

  5. Dobre delicadamente com as mãos, e encaixe uma tortilha na outra, para elas ficarem com tamanhos e forma semelhantes. Deixe elas esfriarem.

 

Para o Guacamole:

  • 2 avocados maduros
  • 1 tomate
  • ½ cebola
  • Coentro à gosto
  • Azeite, sal e pimenta do reino à gosto
  • 1 limão

Preparo:

  1. Pique a cebola e o tomate.
  2. Abra e retire as polpas dos avocados. Amasse-as com um garfo e depois junte o tomate, a cebola, o coentro. Misture com um garfo, adicione os temperos e, por fim, regue com o suco do limão. Não se esqueça de misturar uma última vez.

 

Para a Salsa Rústica:

  • 2 tomates picados
  • 1 cebola
  • Salsinha
  • Coentro
  • Pimenta caiena
  • Cominho
  • Sal e azeite à gosto

Preparo:

Pique o tomate, a cebola, o coentro e a salsinha. Misture-os bem em um bowl, tempere com apimenta, o sal e uma pitada de cominho. Regue com um fio de azeite e misture.

 

Para o Creme Azedo:

  • 200g de iogurte natural sem açúcar e sem sabor
  • 4 colheres de cream cheese
  • 2 limões
  • Sal à gosto

Preparo:

Processador de alimentos, bata o iogurte, o cream cheese, as raspas de 1 limão e o suco de 2 limões. Ajuste o sal e reserve.

Para o Recheio:

  • 300g de filé de frango ou carne
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola
  • 1 pimentão verde
  • 2 tomates
  • Pimenta caiena
  • Cominho
  • Pimenta do reino
  • Coentro em pó
  • Sal à gosto
  • Azeite

Preparo:

  1. Pique o alho e corte a cebola em rodelas. Corte a carne ou o frango em cubinhos ou tiras pequenas.Corte o pimentão em tiras e os tomates em cubinhos.

  2. Adicione a carne ou o frango em uma frigideira com azeite. Tempere com sal.Adicione a cebola e o alho. Quando a cebola estiver transparente, coloque o pimentão.

  3. Adicione uma pitada de pimenta caiena , uma de cominho, uma de pimenta do reino e uma de coentro em pó. Por último, adicione os tomates. Coloque um pouquinho de água e raspe o fundo da panela com uma colher. Misture bem e reserve.

 

Para os Tacos:

  • Feijão cozido
  • Queijo amarelo ralado
  • Alface americana
  • Azeite

Preparo:

Em cada tortilha, faça uma base com a carne ou o frango. Junte, na ordem, uma colher do feijão cozido, a salsa, guacamole, um pouco de creme azedo, queijo amarelo ralado, e alface americana.

Anúncios
Publicado em Receitas

Receita: Torta tipo omelete com borda

Foto Cozinha Fit e Fat
Ingredientes
  • 1 abobrinha grande
  • 2 xícaras de frango cozido, desfiado e temperado
  • 6 ovos
  • ½ cebola picada
Preparo:
  1. Com um descascador de legumes, faça lâminas/fatias de abobrinha (de 20 a 25 unidades). Não descarte o meio que sobrar. Com um ralador, rale-o para usar no recheio.
  2. Com as lâminas da abobrinha, faça rolinhos recheados com 1 xícara de frango cozido, desfiado e temperado.
  3. Com os rolinhos recheados, contorne uma forma de torta e reserve.
  4. Em um recipiente, misture os ovos com o meio da abobrinha ralado, adicione a cebola e também a outra xícara de frango cozido, desfiado e temperado.
  5. Despeje a mistura do recheio no meio da forma com os rolinhos recheados.
  6. Leve para assar em forno médio por 45 minutos ou até dourar.
  7. Além de linda, fica uma delícia!
Foto divulgação Cozinha Fit e Fat

Receita Cozinha Fit e Fat

Publicado em Receitas

Receita: Risoto de Panela de Pressão

Está na correria das festas de fim de ano e não sabe muito bem o que fazer nas refeições ou o que levar para contribuir com a mesa da família?! Esta receita pode ser a salvação!

  • 3 colheres de sopa de azeite
  • 50g de bacon picado em cubos
  • 150g de linguiça calabresa defumada cortado em rodelas
  • 250g de peito de frango cortado em cubos
  • 1/2 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 xícara de arroz arbóreo
  • 1/4 xícara de vinho branco
  • 1/2 litro de caldo de carne
  • 1 xícara de queijo minas padrão
  • 50g de manteiga sem sal
  • queijo parmesão
  • cheiro verde
  • sal e pimenta a gosto
Modo de Fazer:
  1. Refogue o bacon, cebola e o alho, até o bacon ficar bem douradinho.
  2. Adicione a calabresa e o frango. Continue mexendo até o frango dourar bem.
  3. Coloque o arroz e o vinho branco. Mexa delicadamente em fogo médio/baixo e deixe o álcool evaporar (aproximadamente 5 minutos).
  4. Despeje o caldo de carne, mexa e tampe a panela.
  5. Assim que pegar pressão conte 3 minutos.
  6. Tire a pressão.
  7. Adicione o queijo minas, queijo parmesão, manteiga e o cheiro verde, misture até ficar bem cremoso.
  8. É só servir e aproveitar!!
Publicado em Saúde e Bem-estar

Hábitos naturais (e poderosos!) contra a queda de cabelo

Perdemos cabelo por vários motivos: stress, envelhecimento, falta de nutrientes, hormônios desequilibrados e até uma certa impaciência para cuidar dos fios como eles merecem. Alguns hábitos podem reverter o cenário.

1. Massagear o couro cabeludo

Além de viciante, a massagem terapêutica melhora a absorção de componentes nutritivos (como os presentes em tônicos). Se feita com regularidade, pode facilmente ser um antídoto para a queda de cabelo, já que promove aumento do fluxo sanguíneo. “Isso estimula a oxigenação e distribui os nutrientes no folículo capilar, mantendo-o ativo e saudável”, diz Renata Souza, do Spa Dios.

2. Pentear os fios do jeito certo

O segredo é pegar leve! Desembaraçar o cabelo ainda no banho, de forma delicada, com ajuda do condicionador ou da máscara, é a melhor forma de evitar a temível queda por tração. E não rola usar qualquer tipo de escova ou pente, ok? “Opte pela menos agressiva, preferencialmente com cerdas macias e naturais ou acessórios de madeira com dentes largos, que não atrapalham a passagem dos fios”, ensina Renata.

3. Suplementar corretamente

Proteína é a principal matéria-prima do cabelo. Quando o nutriente não é ingerido na quantidade correta — 0,8 gramas por quilograma de peso corporal —, os fios enfraquecem. Acontece com quem é vegano ou faz dietas muito restritivas. Nesse caso, a suplementação é obrigatória. “O BCAA é precursor da proteína e contribui bastante para quem sofre com queda; o whey protein dá um bom suporte para o couro cabeludo; já o trio biotina, cistina e cisteína pode prevenir o mal”, explica o dermatologista Alberto Cordeiro, de São Paulo. Antes de ir às compras, porém, consulte um médico.

4. Manter o corpo são e a mente sã

Há fortes indícios de que o stress seja uma possível causa de queda acentuada. Portanto, noites bem dormidas, exercícios regulares e meditação são algumas das formas (nada ruins, diga-se de passagem) de manter o bom nível hormonal, essencial para qualquer função do organismo. “Estas atividades promovem a produção satisfatória de GH e a manutenção do nível ideal de cortisol, o que faz com que o folículo capilar se mantenha ativo por mais tempo. Há ainda menos produção de radicais livres, ou seja, garantia de menor envelhecimento capilar”, conta Alberto Cordeiro.

5. Reeducar seus hábitos alimentares

Comer bem é regra número 1 para quem quer um look de sereia. Anote aí alguns dos nutrientes essenciais para o crescimento e desenvolvimento dos fios, segundo a nutricionista Mariéllen Emidio Figueroa, do Kurotel, de Gramado (RS):

  • vitamina A, presente no atum, no leite e na gema de ovo, que auxilia na produção de colágeno e protege o cabelo dos danos capilares oxidativos;

  • a vitamina C da acerola, kiwi, laranja e brócolis, que atua como excelente antioxidante combatendo os radicais livres;

  • as vitaminas do complexo B (cereais integrais, castanhas e banana), que agem como antioxidante e contribuem para a formação e crescimento de células novas;

  • zinco (frutos do mar e carnes vermelhas);

  • fontes de biotina: frango, gema de ovo, soja, amendoim, germe de trigo e levedura de cerveja.

6. Apostar em chás e infusões

Abra mão do café e invista mais em chás! Especialmente o verde e o de urtiga, que contém ingredientes que inibem a conversão de testosterona em dihidrotestosterona (DHT), um composto ligado à calvície. Já a tanchagem é rica em aucubina, uma substância com efeito anti-inflamatório e anti-microbiano, e alantoína, que ajuda na regeneração capilar.

O chapéu-de-couro é rico em minerais e antioxidantes, e ainda exerce função adstringente, o que minimiza a oleosidade e contribui na prevenção da queda de cabelo. Por fim, a alfavaca tem ação anti-fúngica. Eis uma receita infalível criada por Marcieli Pereira Bandeira, nutricionista do Lapinha Spa, no Paraná:

Misture uma colher de sobremesa de cada uma das seguintes ervas desidratadas: alfavaca, tanchagem e chapéu-de-couro. Coloque um litro de água para ferver. Assim que levantar ebulição, adicione as ervas à água. Desligue o fogo, deixe em infusão, espere que fique frio, coe e tome de duas a três xícaras por dia.

Conteúdo Boa Forma

Publicado em Receitas

Receita: Pão de batata de frigideira

  • 500g de batata cozida e amassada
  • 1 ovo
  • 1 colher de sopa de óleo
  • Sal e pimenta
  • 1 xícara de farinha de trigo
  • Frango desfiado e temperado
  • Catupiry ou requeijão cremoso para o recheio

MODO DE PREPARO:
  1. Cozinhe e amasse as batatas sem casaca.
  2. Adicione o ovo, o óleo, o sal, a pimenta e a farinha de trigo. 
Misture bem, até ficar uma massa homogênea.
  3. Faça uma bolinha e abra um pouco e coloque o recheio: o frango e o catupiry.
  4. 
Para mexer na massa passe um pouco de óleo, azeite e ou manteiga nas mãos.
Feche bem.
  5. Em uma frigideira quente com azeite, coloque o pão de batata e deixe dourar em fogo médio.
  6. Vire e deixe dourar do outro lado.
 Tire e sirva!

Receita de Food Makers

Publicado em Receitas

Receita: Coxinha de Abóbora

Autoria de Nathália Araujo, do Cozinha Fit e Fat
  • 500g abóbora cozida sem casca
  • 1 ovo
  • 1 xícara de farinha de aveia
  • Sal rosa e ervas finas a gosto
  • 1 xícara de frango cozido desfiado e temperado
  • Farinha de linhaça para empanar
Foto reprodução

 

  1. Amasse a abóbora cozida e misture-a com o ovo e a farinha de aveia.
  2. Transfira para uma panela, tempere com sal e ervas finas a gosto.
  3. Cozinhe em fogo baixo até que a massa desgrude da panela.
  4. Transfira para uma tigela e reserve na geladeira por 1 hora.
  5. Besunte as mãos com azeite de oliva, pegue uma porção de massa de abóbora e recheie com uma porção de frango desfiado. Feche e modele em formato de coxinha.
  6. Obs: o tamanho da coxinha e a quantidade do recheio é a gosto.
  7. Empane na farinha de linhaça e leve para assar em forno médio por 35 minutos.
  8. Conserve na geladeira por 5 dias.
Rendimento: 8 coxinhas
Publicado em Alimentação

Reaproveite as sobras do dia anterior; veja dicas de chefs

Conteúdo original Terra

 

Para muita gente, preparar um almoço ou um jantar é uma atividade bastante prazerosa. Mas, na maioria das vezes, a comida preparada sobra, fica na geladeira por alguns dias e, em seguida, vai parar no lixo.

Segundo um estudo realizado pela Organização para a Agricultura e Alimentação (FAO), da ONU, mais de um bilhão de toneladas de comida vira lixo todos os anos no mundo todo. No Brasil, estima-se que cerca de 30% dos alimentos produzidos vai para o lixo e sem nenhum tipo de reaproveitamento.

Isso acontece porque as pessoas não sabem como reaproveitar a comida do dia anterior e preparar novos pratos, o que pode ser ainda mais prático do que começar do zero. Para isso, basta um pouquinho de criatividade e boa vontade.

Fernanda Pitta e Bruno Pasquali Bortolotti deram algumas dicas de como reaproveitar os ingredientes mais comuns entre os brasileiros. “Podemos reaproveitar praticamente tudo o que sobra em nossa geladeira, transformando o prato do dia anterior em uma receita diferente”, afirmou Pasquali. Segundo o chef, a melhor maneira de fazer isso é abrir a sua cabeça para novas experiências gastronômicas.

Veja algumas dicas a seguir.

Feijão

Segundo Fernanda, o feijão do dia anterior vira um delicioso tutu de feijão no dia seguinte. “É só bater no liquidificador e refogá-lo novamente com alho, cebola, bacon picadinho. Se quiser pode incluir paio, acrescentar farinha de mandioca torrada para engrossar e couve picada. Não esqueça o azeite extra-virgem no final”, detalhou.

Além disso, o feijão pode virar um caldinho para os dias mais frios. É simples: bata no liquidificador, leve ao fogo novamente e coloque bacon frito e cebolinha verde. Pasquali deu uma dica diferente. “Se coado, o grão pode ser usado como acompanhamento para a salada”, afirmou.

Arroz

Este ingrediente pode virar um bolinho e servir como acompanhamento do prato principal no dia seguinte. “Podemos adicionar um novo ingrediente à receita tradicional como o espinafre, abobrinha, brócolis ou talos de vegetais – que às vezes jogamos no lixo – algum queijo que já esteja com os dias contados ou até mesmo alguns embutidos”, explicou Pasquali.

Além disso, para sair do óbvio, é possível mudar a cara desse arroz, preparando uma receita de forno. “Dá para fazer com ingredientes que temos enlatados, como milho, ervilha ou seleta de legumes. Misture esses ingredientes ao arroz e uma lata de creme de leite”, explicou Fernanda. “Depois é só montar a travessa, intercalando com camadas de presunto e mozzarela, e levar ao forno para gratinar.”

Frango

Aquele suculento frango assado do domingo pode completar panquecas na segunda-feira. “Pode usar as sobras desfiadas e criar um refogado com alho, cebola, tomate, requeijão e cheiro verde e fazer um belo recheio ou uma torta de frango”, explicou Fernanda. Outra opção é fazer um fricassé: basta desfiá-lo e misturar com catchup, mostarda, champignon, molho inglês e creme de leite.

Pasquali deu uma dica diferente: “se você tem um peito com a carcaça, pode aproveitá-la para fazer um caldo de frango. Junte com água e alguns legumes e vegetais, cenoura, cebola, salsão, alho poró, que com certeza será muito mais saboroso e saudável do que o caldo industrializado que costumamos usar”, explicou.

Carne

Que tal um chilli para comer com tacos? Se for carne moída, você pode misturar com a sobra de feijão. “É só amassar bem o feijão, misturar com a carne e colocar uma lata de molho de tomate, um pouco de bacon picado e frito, duas pimentas dedo-de-moça picadinhas e coentro picado”, explicou Fernanda. Se for carne de churrasco, você pode enriquecer as sopas ou cozinhar com o feijão.

A gordura da carne que geralmente vai para o lixo também pode ser aproveitada. “Ela rende um nutritivo e saboroso caldo, reaproveitado da mesma maneira que o caldo de frango. Reaproveite a gordura interna da carne, não a que reveste a peça”, explicou o chef.

Salada

Segundo Pasquali, se a salada estiver bem armazenada e ainda não tivertemperos, tem um tempo de vida maior. “As folhas devem ser guardadas secas e sem sal, em um recipiente fechado hermeticamente.”

“A rúcula fica deliciosa como recheio de panquecas e lasanhas. É só montá-las usando mozzarela e tomate seco”, destacou Fernanda. “O agrião fica perfeito colocado no final de um creme de batatas e também em uma rabada.”

Talos

Além disso, os talos que normalmente as pessoas jogam fora ao preparar uma salada também podem ser utilizados. “Talos de salada podem ser batidos com frutas, para um suco mais nutritivo, assim como talos de brócolis, cenoura, beterraba”, acrescentou Pasquali.

“Os talos de espinafre, brócolis e beterraba são nutritivos para cozinhar no arroz ou mesmo picadinhos e refogados. Pode misturar nos ensopados e caldos”, contou a chef.

Macarrão

O macarrão que ficou na geladeira pode virar uma bela salada no dia seguinte. “Basta acrescentar cenoura em tiras, mozzarela de búfala, tomate seco e rúcula”, disse Fernanda.

Pasquali explica que o mais importante é não deixar o macarrão cozinhar muito quando estiver sendo preparado da primeira vez. “É preciso esperar esfriar completamente antes de guardá-lo em um recipiente na geladeira, evitando assim que ele fique muito mole para reaproveitá-lo”, disse.

Peixe

É possível usar as sobras de peixe, como por exemplo, o salmão, para fazer uma salada com o peixe em lascas, abobrinha grelhada, tomate-cereja e molho pesto.

O peixe também pode ser desfiado e virar bolinho. “Basta acrescentar um pouco de farinha, ovo para dar liga, tempero a gosto, fazer bolinhas e colocar para assar. Também pode empanar as bolinhas e fritar”, acrescentou o chef.

Frios

“Os frios que sobram podem ser usados na massa que também sobrou para fazer um macarrão à moda pizzaiolo.” Segundo Fernanda, é só picá-los, misturar ao macarrão com tomates picados e levar ao forno.

“Embutidos podem ser misturados no arroz ou em uma omelete mais caprichada”, acrescentou Pasquali.

Pão

O pão velho pode virar um pudim de pão ou uma farinha de rosca temperada com tomilho e alecrim. “Você só precisa torrá-lo”, acrescentou Fernanda.

O pão-de-fôrma pode virar croutons se picados em cubos e assados com azeite, orégano e sal. “Fica uma delícia para colocar sobre as saladas de folhas”, explicou Fernanda.

Pasquali deu a dica de deixá-los como os de couvert de restaurantes: “passe manteiga, alho, azeite e ervas finas.”

Tomate

Tomates que estão muito maduros não precisam virar molho de tomate. “Você pode cortá-los ao meio, retirar as sementes e colocar em uma assadeira. Depois, temperar com alecrim, tomilho, sal e azeite e assá-los”, detalhou Fernanda.