Tag: fresca

Especial de Natal: Salada de Cenoura e Quiche de Bacalhau sem farinha

salad-613158_960_720

A contagem regressiva continua para as festas de final de ano e seguimos firmes e fortes, aguardando ansiosamente esse momento. Enquanto isso, vamos lhe ajudando a programar a ceia com diversas opções salgadas e doces, lights ou não, para compor seu cardápio. Hoje a dobradinha é salgada: Salada de Cenoura e Quiche de Bacalhau sem farinha.

As saladas são excelentes opções para o nosso clima de fim de ano, verão fervente, por serem leves e nutritivas, e, no entanto, são deixadas de lado por, às vezes, não parecem tão apetitosas quando as comidas típicas dessa época natalina. Mas, fica aqui a dica. Apostem na saladinha, não tem como errar, são práticas de preparar, econômicas e diminuem muito o risco de mal estar alimentar.

Salada de Cenoura Refrescante

salad-387959_960_720

Receita original de Guloso e Saudável

  • 500 gramas de cenoura ralada;
  • 250 gramas de alface cortada;
  • 7 colheres de sopa de suco de limão natural;
  • 10 unidades de tomate cereja ou 2 tomates comuns picadinhos;
  • 100 gramas de abacate;
  • 50 gramas de castanha de caju;
  • 3 colheres de sopa de hortelã fresca em ramos;
  • 1/2 colher de chá de sal;
  • 1/2 unidade de pimenta caiena (dedo de moça);
  • 2 colheres de sopa de azeite aromatizado com ervas ou comum, extra virgem.
  1. Higienize as cenouras, as alfaces americanas, os limões, os tomates, o abacate, a pimenta dedo de moça e a hortelã.
  2. Descasque e rale as cenouras, rasgue as folhas da alface, extraia o suco dos limões, corte os tomates ao meio, descaroce, descasque e pique o abacate, separe as folhas e pique a hortelã e a pimenta sem as sementes.
  3. Tempere a cenoura com o suco de limão, o azeite aromatizado, o sal, a pimenta, misture bem e junte os restantes ingredientes.
  4. Conserve a salada na geladeira até à hora de servir.

Já essa quiche é uma alternativa deliciosa para aquele bacalhau que fica encalhado, rolando na geladeira, ou até mesmo para uma refeição prática, de fácil transporte, que pode ser levada para o trabalho, viagens e até de lanchinho para as crianças. Combinada com a salada, rende uma refeição super completa, leve e saudável. #maravida

Quiche de Bacalhau sem Farinha

Receita original de Guloso e Saudável

  • 1 quilo de bacalhau dessalgado cozido;
  • 2 cebolas cortadas;
  • 4 dentes de alho;
  • 7 colheres de sopa de azeite de oliva;
  • 1/2 colher de chá de pimenta-do-reino;
  • 1 colher de chá de noz moscada ralada;
  • 1 quilo de batata branca;
  • 50 gramas de queijo parmesão ralado;
  • 50 gramas de azeitonas verdes light;
  • 2 colheres de sopa de salsa picada;
  • 400 gramas de creme de leite light.
  1. Higienize as batatas, as cebolas e os alhos. Reserve.
  2. Cozinhe o bacalhau em água fervente por 8 minutos, retire-o com uma escumadeira e na mesma água cozinhe as batatas com casca por aproximadamente 20 minutos. Passe-as imediatamente por água fria e retire-lhes a casca.
  3. Passe as batatas ainda quentes por um espremedor. Reserve.
  4. Preaqueça o forno a 200ºC.
  5. Numa panela aquecida com azeite, junte as cebolas e os alhos picados, deixe por 3 minutos, acrescente o bacalhau desfiado, continue a mexer e deixe mais 10 minutos.
  6. Quando o bacalhau estiver morno junte as batatas espremidas, a pitada de noz-moscada, pimenta-do-reino, a salsa, o queijo ralado, as azeitonas e o creme de leite. Misture muito bem com uma colher.
  7. Unte as forminhas individuais ou um refratário com creme vegetal, ou margarina, e despeje a quiche. Pincele com azeite ou com uma mistura de molho de soja e mel de milho (1 colher de chá de molho de soja e 1 colher de sopa de mel de milho).
  8. Leve ao forno por 30 minutos as pequenas, em forminha individual, e a grande por 40 a 45 minutos.

Melancia é aliada dos músculos e ajuda na hidratação

Conteúdo original de Minha Vida
Artigo  da nutricionista Patricia Bertolucci – CRN 5984/SP

watermelon-815072_640

A Melancia apresenta uma boa fonte de vitaminas A, B6, C, potássio e fitoquímicos importantes como o licopeno e a citrulina.

A cor avermelhada da polpa da melancia tem grande concentração de um poderoso antioxidante chamado licopeno, que neutraliza os radicais livres (substâncias nocivas ao corpo e os grandes responsáveis pelo envelhecimento da pele e aparecimento de diversos tipos de câncer).

Além disso, a melancia também contém quantidades moderadas de potássio, um mineral essencial para o bom funcionamento de todas as células do corpo, órgãos e tecidos. Outro fitoquímico importante presente na melancia é chamado citrulina que é convertida em arginina, um aminoácido importante na entrega de nutrientes para o músculo.

watermelon-427492_640

A quantidade de vitamina B6 (piridoxina) presente na melancia é significativa e contribui no mecanismo de geração de energia do corpo e regulação do sistema nervoso. Uma deficiência desta vitamina pode causar dificuldades para dormir e para aprender.

O gosto adocicado da melancia vem da frutose, açúcar natural fonte de carboidrato que funciona no organismo como um estoque de energia, ajudando no ótimo funcionamento do cérebro, nervos, medula óssea e nos glóbulos vermelhos. Também é importante na hidratação corporal, já que é composta por aproximadamente 93% de água.

watermelon-813881_640

Além dos benefícios da melancia, as sementes da fruta também não devem ser desprezadas, pois apresentam propriedades nutricionais que fazem bem para a saúde. Elas são ricas em zinco, mineral que ajuda a aumentar a imunidade do organismo e em ácidos graxos, que contribuem para o bom funcionamento do metabolismo regulando os hormônios.

Comer melancia é uma ótima forma de conseguir estas vitaminas de uma forma natural. Não existe informação sobre a quantidade diária recomendada de melancia. No entanto, sabemos que é importante fazer um rodízio, variando o consumo de frutas diariamente.

Como consumir a melancia

children-655542_640

A melancia pode ser consumida de várias maneiras, seja ao natural, em forma de suco, espetinho de frutas, acrescentada na salada de frutas ou pode fazer parte de uma salada com folhas verdes e um molho de hortelã e nozes, por exemplo. Além disso, sua semente pode ser torrada e consumida como aperitivo.

Mito da melancia

Não existem alimentos exclusivamente indigestos para todas as pessoas. Cada indivíduo é mais sensível a esse ou aquele ingrediente. No entanto, a melancia tem fama injusta de indigesta. A impressão de que a fruta causa má digestão vem dos movimentos intestinais que ela causa em função de suas fibras insolúveis. Na verdade, a digestão da melancia é fácil, já que ela é composta basicamente por água.

*Artigo elaborado com a colaboração da nutricionista Paula Crook, da Patrícia Bertolucci Consultoria em Nutrição.