Tag: gengibre

Receita: Salada fácil de repolho (a melhor do mundo!)

Foto Instagram

Você, por acaso, tem preguiça de preparar salada de repolho porque dá trabalho, precisa cortar fininho, corre o risco de ficar indigesto etc, etc, etc?! Sendo a sua resposta ‘sim’ ou ‘não’, a sua vida vai mudar e ficar mais gostosa com essa receita facinha e saborosa de salada de repolho.🥗

Ela é de autoria da Paulinha Boque – para quem ainda não conhece, vale a pena ser seguidor(a), porque a Paulinha, essa maravilhosa, nada mais é do que a criadora da nossa tão querida crepioca! Por aqui foi testada e super aprovada! A combinação dos ingredientes dá um sabor todo especial ao repolho e deixa a salada versátil e crocante.

Salada de Repolho (A melhor do mundo)

  • 3 ou 4 dentes de alho picados ou ralados (quanto mais melhor😁)
  • a mesma proporção de gengibre picado ou ralado
  • Azeite
  • 1 repolho médio cru em pedaços grosseiros
  • sal a gosto
  • shoyu (molho de soja) e vinagre (o de seu costume)

Modo de fazer

  1. Frite o alho e o gengibre até dourar;
  2. Assim que dourar coloque o repolho na panela, um pouco de sal e mexa por uns dois minutos;
  3. Desligue o fogo, adicione shoyu (molho de seja) e vinagre à gosto e mexa novamente;
  4. Dica: coloque mais shoyu (molho de soja) do que vinagre, regando o repolho. Mexa e prove. Se precisar, acrescente um pouco  mais de cada um.
  5. Está pronta! Deixe esfriar e sirva!

Receita: Ceviche de Coco Verde

Foto: Food Network
  • Água gelada
  • 1/2 cebola roxa cortada em tiras bem finas
  • 2 laranjas (suco)
  • 2 limões siciliano (suco)
  • 4 limões taiti (suco)
  • 10 sementes de coentro
  • 2 talos de aipo
  • 1 pedaço pequeno de gengibre
  • 1/4 de pimenta dedo-de-moça sem sementes
  • 2 colheres (sopa) de açúcar refinado
  • 1 colher (chá) de sal Pimenta-do-reino a gosto
  • Gelo a gosto
  • 100g de polpa de coco verde em fatias grandes
  • 10 pimentas biquinho em conserva, escorridas e lavadas
  • 1/4 de pimentão amarelo picado
  • 1 folha de alga nori em tiras
  • 1/4 de xícara (chá) de folhas de coentro picado
  • Azeite a gosto

Preparação

  1. Deixe a cebola roxa fatiada imersa em água com gelo por 15 minutos.
  2. Bata o suco de laranja e de limões, as sementes de coentro, os talos de aipo, o gengibre, a pimenta, o açúcar, sal, pimenta e o gelo em um liquidificador, coe e reserve.
  3. Cuidado com o gelo para não aguar.
  4. Escorra a cebola, junte a polpa de coco, a pimenta biquinho, o pimentão, a alga nori, o coentro picado e o azeite em um bowl.
  5. Coloque o leite de tigre (a mistura feita no liquidificador) até cobrir tudo, ajuste o açúcar, o sal e a pimenta.
  6. Rende 2 porções. Bom apetite!

Receita: Pão termogênico

Sugestões para deixar o lanche dos diabéticos mais saudável

Pequenas mudanças no cardápio podem fazer uma grande diferença na saúde de quem tem essa doença. “Alimentação não é sinônimo de proibição, mas de inclusão de itens simples e saudáveis”, opina a nutricionista e chef Flora Spolidoro, da Day by Diet, em São Paulo.

Ao seguir as dicas abaixo, você vai ver que “sucumbir” ao apelo da fome no meio da tarde não significa um descuido com seu corpo. Pelo contrário! Olha só:

Sucos por água aromatizada

A sugestão da nutricionista Renata Juliana da Silva, da Universidade de São Paulo (USP), é enriquecer a água mineral com frutas frescas (laranja, limão, lichia, kiwi…), ervas aromáticas (menta, hortelã e erva-doce), raízes (gengibre) e especiarias (anis, cravo e canela em pau). Além de ser uma alternativa ao suco, a mistura hidrata e dispensa o uso de açúcar ou adoçantes. Faça um rodízio com os ingredientes de sua preferência para não enjoar.

Barrinha de cereais por mix de oleaginosas

Algumas marcas de barras de cereal carregam no açúcar e no sódio e, pra piorar, apresentam poucas fibras. Ao optar por um mix de castanhas, amêndoas e nozes, você garante antioxidantes e gorduras que atuam em prol do coração. Mas contente-se com um punhado, já que esses itens são calóricos.

Bolacha recheada por mix de frutas desidratadas

Os biscoitos com recheio estão entre os produtos que ainda podem concentrar gordura trans – ou, como substituta dela, a versão saturada. Então, a dica é trocá-los por frutas secas, caso do damasco e da uva-passa, que entregam minerais como zinco, aliado da imunidade. O único senão é o grande aporte de calorias.

Tapioca com manteiga por tapioca recheada com queijo magro

A massa é, basicamente, fonte de carboidrato – nada muito diferente do pão branco. Para tornar a tapioca uma opção bacana, o segredo é caprichar na qualidade do recheio. Queijos magros, caso do cottage, e frutas picadas são exemplos de ótimos parceiros para equilibrar a glicemia.

Conteúdo Saúde Abril

Receita: Chá cremoso de canela

Receita Cozinha da Maria

  • 1 xícara de leite (de sua preferência)
  • 1/2 colher de chá de canela em pó
  • 1/2 colher de chá de gengibre em pó
  • Mel para adoçar
  1. Aqueça o leite em uma panela pequena.
  2. Quando estiver quente, mas sem levantar fervura, adicione todos os ingredientes e mexa bem.
  3. Quando levantar fervura, desligue o fogo e sirva em seguida.

O melhor Pão de Mel do mundo – sem ovo (e pode ser sem leite)


Receita de mãe quando é boa de verdade, não tem discussão! É a melhor receita do mundo! Este pão de mel já é uma receita tradicional aqui em casa, é sucesso, fácil de fazer, não usa batedeira nem liquidificador, não leva ovo e o leite é opcional, pois pode ser substituído por água ou mesmo por versões vegetais. É ou não é a melhor receita do mundo?!

Sem falar no sabor né, gente! De pão de mel de verdade, bem temperado com especiarias, úmido na medida certa, longe daquela rigidez do industrializado, que é meio sequinho e sem graça. Vamos aprender?! Dá uma conferida no armário da cozinha e vê se não dá pra preparar hoje mesmo! Sua semana, com certeza, será muito mais gostosa! lol

Pão de Mel sem ovo

pao-de-mel

 

Ingredientes secos:

  • 4 xícaras de chá de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de chá de açúcar
  • 3/4 de xícara de chocolate em pó
  • 2 colheres de chá de canela em pó
  • 2 colheres de chá de cravo em pó
  • 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
  • 2 colheres de chá de noz moscada em pó
  • 2 colheres de chá de gengibre em pó
  • 2 colheres de sopa de fermento em pó

Ingredientes molhados:

  • 3/4 de xícara de chá de óleo
  • 3/4 de xícara de chá de mel
  • 1 e 1/2 xícara de chá de leite comum OU vegetal OU água

Modo de preparo:

Em um recipiente, misture os ingredientes secos, exceto o fermento. Pré-aqueça o forno a 180ºC e forre a forma (uma pequena) ou as forminhas individuais com papel manteiga. Junte o óleo o mel e a água ou leite e mexa bem até dissolver o mel. Misture os ingredientes secos aos líquidos, incorporando bem. Por último, adicione o fermento e mexa delicadamente. Leve para assar de 20 a 30 minutos, mantendo os 180ºC – vale fazer o testo do palito depois dos 20 minutos, espetou e saiu sequinho, está pronto!

Retire do forno e aguarde esfriar. Se fizer numa forma única, corte os pedaços do tamanho quer desejar com ajuda de cortadores ou faca e depois corte ao meio para rechear. Fazendo em formas individuais, basta cortar ao meio para dar espaço ao recheio.

Recheie como preferir: doce de leite, brigadeiro, beijinho, goiabada mole, pasta de amendoim… desde que o recheio tenha uma textura mais firme, para não correr o risco de escorrer.

Para a cobertura:

  • 3 tabletes de chocolate meio amargo derretido

Derreta o chocolate no micro-ondas em um recipiente fundo, de 30 em 30 segundos até chegar no ponto, e banhe cada pãozinho de mel recheado.
Deixe descansar sobre uma folha de papel manteiga até endurecer o chocolate e pronto! O melhor pão de mel do mundo estará a seu total dispor!

Faça e depois vem me contar se esse post fala a verdade ou não! 😉

Temperando com gengibre

Com seu sabor fresco, picante e doce, o gengibre é o principal aromatizante da culinária chinesa, mas também é amplamente utilizado na culinária indiana, japonesa e tailandesa. Ele é um rizoma, um caule que cresce horizontalmente, geralmente subterrâneo. Pode ser usado de diversas maneiras: fresco, em conserva, seco, moído e cristalizado.

Onde o gengibre vai bem?

A versão fresca é a mais aromática. É utilizada em bebidas e pratos salgados, como: chás, o tradicional quentão das festas juninas, sopas, purês, salteados, molhos, peixes, aves e carne bovina.

O gengibre fresco ralado derrete em molhos, mas, para um sabor mais delicado, corte em rodelas. Em doces, é macerado para aromatizar sobremesas à base de leite, como pudins, arroz doce e flans. Você pode cristalizar o gengibre para usá-lo nos cozidos, principalmente em doces, como bolos, muffins e biscoitos. Você só sentirá o sabor picante quando mordê-lo.

spices-877515_640

A versão seca e moída é a mais potente, mas pode ter um leve amargor. Super indico o uso no tempero de carnes, brancas e vermelhas. Ainda mais se você segue uma dieta restrita e fica meio cansado do mesmo sabor sempre. Coloco em tudo: frango, peixe, carne de porco, carne vermelha. Dá um sabor maravilhoso! Experimente! Compro a versão em pó, em saquinho de 15 gramas e dura meses, rende bastante.

Como comprar e usar o gengibre

O gengibre fresco deve ser firme e as extremidades não podem estar ressecadas. A pele deve ser lisa e sem manchas. O interior deve ser firme, e não excessivamente fibroso.

Você pode conservá-lo na geladeira pelo período de 1 a 2 semanas, ou congelá-lo. Gengibre em pó deve ser utilizado no prazo de 1 ano, pois perde seu aroma. O cristalizado deve ser mantido na geladeira em recipiente hermético por 1 mês.

ginger-356104_640

O gengibre deve ser descascado, com exceção das receitas em que será removido antes de servir. Utilize uma colher para descásca-lo, assim você evita o desperdício.

Posso plantar gengibre em casa?

Sim. E a planta do gengibre (Zingiber officinale) é uma linda planta para paisagismo. Compre um pedaço de gengibre saudável e coloque de molho num recipiente com água morna durante 8 horas. Retire da água e corte em pedaços para plantar. O gengibre deve ser coberto com uma camada de terra com espessura de 2 a 5 cm.

Mantenha o vaso sempre úmido, mas nunca encharcado. É necessário um bom sistema de drenagem para que o gengibre não apodreça. O ambiente deve ser claro, mas o gengibre não pode ser exposto diretamente à luz solar.

Flor do gengibre

A colheita ocorre entre 7 a 12 meses após o plantio. Espere as hastes e folhas amarelarem para fazer a colheita. Para não matar a planta, você pode escavar ao redor dela e cortar apenas alguns pedaços do rizoma, assim, ela viverá por vários anos.