Tag: ideias

Especial de Natal: Bolinhos para a ceia

christmas-1046072_640

Me amarrota, porque eu estou passada! O ano acabou. Passou, foi… Natal já! Será que eu dormi demais?! Não sei, heim. Passou muito rápido! E olha que eu não sou daquelas pessoas que fala isso todo ano. Enfim, né. Não há o que fazer. Apenas aceitar e, é claro, pensar na parte boa: comidinhas natalinas! No sábado passado já iniciamos as dicas de comilança para o Natal e hoje não vai ser diferente. O objetivo é trazer o máximo de sugestões e ideias que possam ser aproveitadas. Para hoje temos bolinhos, que podem ser servidos de entrada, ou petisco, na ceia.

Uma das receitas é do clássico bolinho de bacalhau reinventado, sem batata, assado e combinado com couve-flor. A outra opção é mais leve, e fácil, ainda, para vegetarianos e adeptos da vida saudável: bolinho de arroz integral, também assado, com aveia e queijo.

Tudo bem prático, sem ingredientes complicados, rápido de fazer e versáteis. Bora aprender!

Bolinhos de Bacalhau com Couve-flor

Reprodução Guloso e Saudável

Receita original de Guloso e Saudável
Rende 35 bolinhos

  • 500 gramas de Couve-flor (congelada ou fresca);
  • 300 gramas de Bacalhau dessalgado cozido;
  • 1 Cebola ralada;
  • 1 colher de sopa de Azeite de oliva;
  • 2 dentes de Alho;
  • 1 colher de sopa de Salsa, sem picar;
  • 1/2 colher de chá de Pimenta-do-reino;
  • 2 Ovos;
  • 100 gramas de Farinha de trigo integral.
  1. Preaqueça o forno a 240°C.
  2. Higienize a cebola, a couve flor, os alhos, a salsa. Descasque e rale a cebola, pique a salsa e esprema os alhos.
  3. Cozinhe a couve flor e depois passe-a no processador ou ralador. Reserve.
  4. Desfie o bacalhau. Reserve.
  5. Doure a cebola e o alho no azeite. Junte o bacalhau, a pimenta e continue a mexer por 5 minutos. Deixe amornar. Bata ou processe os ovos e a couve flor. Acrescente o bacalhau e a salsa e bata também. Transfira para uma tigela, junte a farinha de trigo e misture bem.
  6. Feito isso, unte as mãos com óleo ou margarina e modele os bolinhos, ou use 2 colheres de sobremesa.
  7. Por fim, disponha numa assadeira untada e polvilhada com farinha de trigo integral. Pincele os bolinhos com gema de ovo (opcional).
  8. Leve-os para assar por 20 minutos ou até ficarem dourados. Desligue e deixe-os dentro por 10 a 15 minutos. Está pronto!

Bolinhos de Arroz Integral Assados

Reprodução Guloso e Saudável

Receita de Guloso e Saudável
Rende 22 bolinhos

  • 600 gramas de Arroz integral cozido;
  • 4 colheres de sopa de Aveia em flocos;
  • 1 Ovo médio;
  • 2 colheres de sopa de Queijo parmesão ralado.

 

  1. Preaqueça o forno a 210°C.
  2. Utilize o arroz temperado ao seu gosto.
  3. Numa tigela misture bem todos os ingredientes com as mãos.
  4. Molde bolinhas do tamanho que quiser, nesse tamanho da foto, rende 22 bolinhos.
  5. Unte uma assadeira antiaderente com azeite.
  6. Leve ao forno por cerca de 25 minutos, desligue o forno e deixe mais 10 minutos. Sirva em seguida!

Dicas para treinar a mente e ter um pensamento criativo

Conteúdo original de Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios

Ser criativo não é questão de inspiração momentânea, e sim de treino prolongado. “A sorte favorece apenas a mente treinada”, concordaria o cientista francês Louis Pasteur, autor dessa frase tão repetida há quase dois séculos.

bulb-40701_640

A máxima vale também para os empreendedores. Quem se dedica à criatividade todo dia deixa a cabeça pronta para aproveitar oportunidades assim que elas aparecem. “Ideias criativas nascem de combinações nada usuais. A melhor solução não será algo em que todo mundo pensa”, afirma Steven Smith, professor de psicologia cognitiva na Universidade Texas A&M, em um artigo publicado no site da Entrepreneur.

Ele chama essas combinações de associações remotas, ou seja, ideias que parecem desconectadas à primeira vista, mas que, no fundo, estão relacionadas. Essa é a essência do pensamento criativo.

create-865017_640

Para aumentar as chances de achar o elo perdido no meio do brainstorming, Smith sugere aos empreendedores quatro exercícios cerebrais:

1. Sacuda a rotina

A única maneira de expandir seus horizontes criativos é se cercar de uma vasta gama de perspectivas e de experiências.Diversidade no escritório é bacana, mas não basta. Fora do trabalho, procure variar o que você come, aonde vai para se divertir, conheça o trabalho de artistas diferentes, varie as leituras e as viagens.

nazareth-626277_640

“Essa diversidade permite novos estímulos”, explica Smith. “Isso abre a cabeça para novas possibilidades. É mais provável achar uma solução inusitada quando se tem mais opções na palma da mão.”

2. Aumente a rede de palpiteiros

playmobil-451203_640

Ideias importantes geralmente são discutidas no mesmo pequeno círculo de colegas, e por isso respostas óbvias podem passar despercebidas.

“Alguém com menos expertise pode farejar suposições invisíveis imediatamente”, diz Smith. Essas pessoas também podem ajudar a avaliar um problema ou uma ideia sob um prisma novo.

Por isso, a sugestão de Smith é procurar pessoas inteligentes que tenham pouco conhecimento do seu negócio para discutir sobre o que está sendo desenvolvido – há boas chances de que elas surpreendam na busca por soluções.

3. Relaxe as regras mentais

notes-514998_640

Para treinar a mente para ser mais aberta, é preciso dedicar uma meia hora por dia a pensar em coisas impossíveis. Deixar o pensamento vagar e trazer ideias, mesmo que sejam absurdas, bobas ou divertidas. “O humor ajuda muito a afrouxar as restrições mentais”, afirma Smith.

Nesse momento, é preciso baixar a guarda no filtro seletor de boas ideias. Só assim é possível turbinar a criatividade. “Quem pensa em 99 ideias estúpidas e impossíveis e em uma que funcione gastou bem esse tempo”, completa.

4. Observe o ambiente

people-791441_640

As pessoas mais criativas estão sempre de olho em coisas interessantes ao seu redor – mesmo quando elas não servem para nada do que estão desenvolvendo naquela hora. “Quem se encasula em sua cabeça não percebe ideias criativas que passam sob seu nariz”, avalia o professor.

O antídoto é manter um caderninho ou arquivo eletrônico cheio de ideias, artigos, imagens e até pensamentos que passaram pela cabeça. Esse material provavelmente será útil quando menos se esperar.

Saladas: como combinar folhas e complementos

Conteúdos de Panelaterapia e Sua Dieta

salad-374173_640

Como você costuma preparar a sua salada? Mistura várias folhas, legumes e condimentos ou tem dúvidas do que combina com o que? Para todas as respostas, esse post é dedicado a dar dicas, ideias e inspirações para ampliar sua visão de uma boa salada (que não deve ser sem-graça, de jeito nenhum) e ajudar a dar aquela caprichada na entrada de cada dia.

Quanto mais variedade nos ingredientes de uma salada, mais colorida e apetitosa ela fica. Porém, muitas pessoas costumam usar apenas verduras e legumes em seu preparo, esquecendo que outros alimentos, como as frutas, grãos e outros incrementos, podem dar mais sabor e deixar o prato muito mais nutritivo.

Folhas

Você pode escolher quantos tipos quiser e combiná-los entre si. É bacana escolher tonalidades e texturas diferentes. Sempre rasgue as folhas com as mãos ou utilize facas próprias que já existem no mercado. Nunca utilize facas metálicas, porque elas oxidam as verduras.

Reprodução Panelaterapia
Reprodução Panelaterapia

Legumes, tubérculos e outros ingredientes

Você pode fazer uma salada apenas de folhas ou se quiser caprichar, fazer uma base com as folhas e mesclar com outros ingredientes, como por exemplo:

Reprodução Panelaterapia
Reprodução Panelaterapia

Frutas

As frutas também combinam muito bem com folhas, abaixo algumas indicações:

frutas reproducao panelaterapia
Reprodução Panelaterapia

Sugestões para combinações com frutas que dão certo:

  • Manga com alface, pepino e kani.
  • Damasco ou uva passa com qualquer tipo de folha, pode ser até um mix delas.
  • Aipo com morangos ou maçã verde com iogurte.
  • Kiwi com alface de todos os tipos e rúcula.
  • Uva passa ou fresca com repolho e iogurte.

Mais abaixo listamos 15 combos completos, incluindo os molhos ideais para cada tipo de salada.

Dicas para as saladas saírem perfeitas na apresentação e no sabor:

  • Para a maçã não escurecer, deixe-a de molho em uma mistura de água e limão
  • Misture manga ou maracujá ao azeite ou ao iogurte para temperar a salada

Complementos

Outros ingredientes interessantes que podem ser usados para incrementar suas saladas:

Reprodução Panelaterapia
Reprodução Panelaterapia

Receitas de Molhos para Saladas

food-424537_640

Observação: os molhos abaixo estão em pequenas quantidades, aumente proporcionalmente os ingredientes de acordo com sua necessidade. Pimenta do reino pode ser adicionada em todos os molhos abaixo.

1. Molho básico: 2 colheres (sopa) de azeite + 2 colheres (sopa) de suco de limão ou vinagre + 2 colheres (sopa) de água + 1 pitada de sal

2. Molho Ácido de Mostarda: 2 colheres (sopa) de azeite + 2 colheres (sopa) de suco de limão ou vinagre + 2 colheres (sopa) de água + 1 colher (sopa) de mostarda comum + 1 pitada de sal

3. Molho Suave de Mostarda: 2 colheres (sopa) de azeite + 1 colher (sopa) de suco de limão ou vinagre + 2 colheres (sopa) de água + 1 colher (sopa) de mostarda comum + 1 colher (sopa) de creme de leite ou creme de ricota + 1 pitada de sal

4. Molho Rosê: 1 colher (sopa) de ketchup + 1/2 colher (sopa) de mostarda + 1 colher (sopa) de suco de limão + 3 colheres (sopa) de maionese + 1 colher (café) de molho inglês + 1 pitada de sal

fig-750844_640

5. Molho de Maracujá: 2 colheres (sopa) de suco concentrado de maracujá + 2 colheres (sopa) de azeite + 1 colher (sopa) de água + 1 colher (café) de mel + 1 pitada de sal

6. Molho de Mostarda e Mel: 2 colheres (sopa) de mostarda comum + 1 colher (sopa) de mel + 1 colher (sopa) de água + 1 colher (sopa) de vinagre balsâmico + 1 pitada de sal

7. Molho de Alho: 2 colheres (sopa) de azeite + 2 colheres (sopa) de suco de limão ou vinagre + 2 colheres (sopa) de água + 1 colher (sopa) de alho frito + 1 pitada de sal

8. Molho de Iogurte: 1 colher (sopa) de azeite + 2 colheres (sopa) de iogurte natural + 2 colheres (sopa) de suco de limão ou vinagre + 2 colheres (sopa) de água + 1 pitada de sal

9. Molho de Manjericão: 2 colheres (sopa) de folhas de manjericão finamente picadas ou trituradas + 3 colheres (sopa) de azeite + 1 colher (sopa) de suco de limão ou vinagre + 2 colheres (sopa) de água + sal

potatoes-452972_640

10. Molho de Ervas Secas: 4 colheres (sopa) de azeite + 1/2 colher (café) de alecrim seco + 1/2 colher (café) de orégano (seco) + 1/2 colher (café) de manjericão seco + 2 colheres (sopa) de suco de limão ou vinagre + 1 colher (sopa) de água + 1 pitada de sal

11. Molho de Laranja: 4 colheres (sopa) de suco de laranja + 2 colheres (sopa) de azeite + 1 colher (café) de mostarda comum + 1 colher (café) de mel + 1/2 pimenta dedo de moça sem semente picada + 1 pitada de sal

12. Molho Oriental: 2 colheres (sopa) de azeite + 2 colheres (sopa) de shoyu + 1 colher (sopa) de água + 1 colher (café) de mel + 1 colher (café) de gergelim torrado + 1 pitada de sal + 1/2 colher (café) de óleo de gergelim (opcional).

13. Molho de Balsâmico: 2 colheres (sopa) de azeite + 3 colheres (sopa) de vinagre balsâmico + 1/2 colher (café) de orégano + 2 colheres (sopa) de água + 1 pitada de sal

Combinações de Ingredientes e Molhos

salad-845359_640

1. Mix de Folhas Verdes (escolha 2 ou mais opções) + Palmito em Rodelas + Tomate em Rodelas + Cebola em Rodelas + Molho Básico.

2. Mix de Folhas Verdes (escolha 2 ou mais opções) + Pepino em Rodelas + Atum em lascas + Molho de Iogurte

3. Mix de Folhas Verdes (escolha 2 ou mais opções) + Damascos + Nozes (ou outra castanha) + Queijo Gorgonzola + Molho Básico

4. Acelga em tirinhas + Beterraba ralada + Cenoura Ralada + Rabanete Ralada + Molho Rosê

5. Acelga em tirinhas + Abacaxi em cubos + Peito de peru em cubinhos + Molho de Iogurte

6. Rúcula + Tomate cereja (ou tomate comum) + Muçarela comum ou de Búfala + Molho de Manjericão

7. Mix de Folhas Verdes (escolha 2 ou mais opções) + Morangos picados + Abacaxi picado + Carambola em fatias + Molho de Maracujá

8. Rúcula + Agrião + Manga em cubos + Molho de Laranja

9. Mix de Folhas Verdes (escolha 2 ou mais opções) + Kani + Pepino em rodelas ou em cubos + Molho Oriental

10. Chicória + Bacon Frito + Alho Frito + croutons + Molho Básico

salad-471861_640

11. Mix de Folhas Verdes (escolha 2 ou mais opções) + Melão em cubos + Presunto cozido em cubos + Molho de Iogurte

12. Rúcula + Ovo de Codorna cozido + Tomate Cereja + Cebola Roxa em Rodelas + Lascas de Parmesão + Molho de Ervas Secas

13. Radícchio + Alface Americana + Azeitonas Verdes e Pretas + Tomate picado (ou cereja) + Queijo Branco em cubos + Croutons + Molho de Manjericão

14. Pepino em cubos + Melancia picada + Melão picado + Molho de Iogurte

15. Mix de Folhas Verdes (escolha 2 ou mais opções) + Uvas Rubi cortadas ao meio + Queijo Gorgonzola + Nozes (ou outra castanha) + Molho de Mostarda e Mel

Algumas dicas

  • Verduras e legumes de cores fortes, por exemplo, são ricos em ferro. Brócolis e beterraba combinam com abacaxi, rico em vitamina C, nutriente que ajuda na absorção deste ferro.
  • O melão e a maçã, que contêm grande quantidade de vitaminas do complexo B, ajudam na absorção do fósforo e do magnésio, encontrado no repolho, abobrinha e chicória.
  • Para quem não gosta do sabor amargo da chicória, um jeito de comê-la sem fazer cara de quem não gostou é misturar uvas passas nessa opção de salada.
  • Para as combinações que levam batata, a dica é não descascar as frutas, já que as cascas ajudam a diminuir a absorção do carboidrato pelo organismo.

“A mulher precisa parar de sentir culpa”, diz especialista

Conteúdo original de Revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios

O começo de 2014 foi um período difícil para a terapeuta Thirza Reis, de 35 anos. Depois de se separar do marido, ela percebeu que não conseguiria carregar sozinha tudo aquilo que agora tinha nas mãos. Além dos filhos Gael (2 anos na época) e Nolah (dois meses), Thirza era sócia de duas empresas, nas quais atuava como coach e psicóloga. “É difícil demais ser Mulher Maravilha, dar conta de todas as demandas que se recebe por ser mulher”, diz.

Thirza Reis, criadora do programa Vem Ser Mulher (Foto: Guilherme Taboada/ Reprodução PEGN)

Quando notou que o discurso era parecido com o das pacientes que atendia, a empreendedora decidiu pensar diferente. Ela passou a buscar uma maneira de amenizar o isolamento que as mulheres sentem quando fazem dupla jornada em casa, sem ninguém para dividir as tarefas ou conversar.  Em junho daquele ano, criou o programa Vem Ser Mulher, para desenvolver a confiança e autoestima dessas mulheres e também criar uma rede de apoio entre elas. De lá para cá, 150 já passaram pela iniciativa, que acontece em Brasília e no Rio de Janeiro em workshops com duração de um dia.

Apesar de ter sido inspirado pelas preocupações de uma mãe empreendedora, o programa tem participantes de perfis variados. São donas de casa, donas de empresas, altas executivas que não querem ter filhos, profissionais que conquistaram muito na carreira e agora querem construir uma família, entre outros.

bonding-771465_640

Reunir mulheres diferentes em uma mesma sala tem ensinado um bocado à terapeuta. “É quando você percebe o tamanho da cobrança que as mulheres enfrentam”, diz. Na entrevista a seguir, Thirza conta o que viu e aprendeu ao longo de um ano tocando o Vem Ser Mulher:

Por que o objetivo do programa é resgatar a autoestima de mulheres?
Queremos resgatar a autenticidade de cada mulher. Eu brinco que estamos trabalhando uma contracultura. Criamos um espaço onde é possível sair dos estereótipos que ditam qual a maneira certa de ser mãe, de ser profissional, de ser feminina. A verdade é que não existe um formato único de tocar a vida. Cada mulher tem de encontrar um formato que se adeque à ela.

foots-73310_640

Vemos cada vez mais mulheres tomando o rumo da própria vida, sendo “donas do próprio nariz”. Essa falta de confiança é algo que vem mudando, certo?
Sim, ainda bem. Mas ainda existem muitas vozes críticas que fazem a mulher ficar insegura. Que solteira nunca ouviu alguém perguntar quando ela vai casar e ter filhos? Que dona de casa nunca foi julgada por não ter uma carreira? São vozes que fazem a mulher sentir que sempre precisa compensar algo, mesmo que seja algo que ela não pode – ou não quer ser. Algumas mulheres querem ter filhos, outras não. Algumas querem trabalhar fora, outras não. Algumas mudam de ideia no meio do caminho. O que importa é que a decisão tem de ser dela. Não pode ser fruto de uma cobrança da sociedade.

A maior cobrança feita à mulher é em relação à maternidade?
Não somente. A beleza, por exemplo, é muito cobrada da mulher. A pesquisadora americana Brené Brown certa vez mapeou os principais motivos que fazem a mulher sentir vergonha dela mesma. E a crítica que mais afeta as mulheres é a que fala sobre a imagem dela, sobre a questão da beleza. Logo depois, é a maternidade. A maternidade atinge muito aquelas que não são mães. É como uma sombra, independente de você querer ter filhos ou não. O maior motivo de vergonha para os homens, por outro lado, é quando alguém os julga fracos ou fracassados.

love-826935_640

Os homens são cobrados da mesma maneira que as mulheres?
Na minha visão, não. Por exemplo, antes, existia uma divisão de tarefas: o homem era o provedor e a mulher ficava em casa. Mas agora a mulher se tornou provedora também e não aconteceu um ajuste quanto às tarefas de cada um. Pelo contrário, houve um acúmulo de tarefas pela parte da mulher no relacionamento. Vejo muito o discurso: ‘meu marido é maravilhoso, ele me ajuda tanto’ e acho isso ruim. Ele está sendo bacana porque está ajudando a cuidar do filho ou da casa dele?

Quando o marido “ajuda” parece que a responsabilidade é da mulher e ele atua como um assistente. Estamos caminhando para uma mudança desse cenário, mas histórias assim ainda são comuns. Se não fosse, a mulher não sentiria tanta culpa. A mulher tem uma capacidade incrível de se doar, de acompanhar os outros. Se ela não fizer isso junto com um profundo processo de avaliação de quem ela é, ela corre os risco de se perder no meio do caminho.