Tag: muffin

Receita: Muffin de Batata Doce e Cacau

DSC01982

A adaptação é um dos melhores métodos na resolução de problemas na vida. Isso porque nem sempre é preciso abrir mão de alguma coisa para se alcançar um objetivo. Você pode adaptar o que for preciso para as suas necessidades e resolver o que tiver que ser. E vale para tudo, gente! Nesse caso, em especial, vale para colocarmos a batata doce na nossa rotina de uma forma gostosa, prática e que faz bem. Estamos falando de um muffin com cacau e gotas de chocolate, que, de tão maravilhoso, nem parece que é saudável.

 Já a questão da adaptação é um macete para quem tem dificuldade em consumir determinados alimentos, seja pelo sabor natural ou mesmo pela textura. Meu problema é com a batata doce. Já tentei comer de todas as formas: purê salgado com frango, amassadinha com canela, panqueca… e todas não me desceram muito bem. Não que me faça mal. Não. Mas eu como pensando em outra coisa, porque o sabor me incomoda. Tenho a impressão de que mastigo, mastigo, mastigo e a batata não se desfaz. É uma sensação bem ruim!

sweet-potato-514851_640

E, como tinha algumas batatinhas por aqui dando sopa, resolvi testar uma receita de bolinho que achei na internet. Sucesso! Ficou uma delícia, fofinho, docinho e é uma ótima opção para os lanchinhos da manhã ou da tarde, como pré ou pós-treino e até para a merenda das crianças.

Muffin de Batata Doce e Cacau

DSC01983

 

  • 150 gramas de batata doce cozida
  • 2 claras
  • 1 colher de leite desnatado
  • 1 colher de cacau em pó
  • ½ colher de fermento
  • ½ colher de margarina light
  • 1 colher de adoçante forno e fogão
  • Gotas de chocolate a gosto

Esprema bem as batatas doces (ou masse com um garfo) para facilitar o processamento. Misture todos os ingredientes (menos as gotas de chocolate) no liquificador até que vire uma massa uniforme. Despeje a mistura em um recipiente que possa ser levado ao micro-ondas, espalhe as gotas de chocolate, e programe por três minutos, em potência alta.

DSC01980

Eu fiz a receita duplicada e assei em forminhas individuais, tipo de cupcake, em forno a 180°C, por 25 minutos. Rendeu 12 bolinhos.

E não recomendo ninguém a usar raspas de chocolate como eu fiz. Usem gotas mesmo ou até uva passa também, pode incrementar do jeito que quiser. Digo isso porque o chocolate derreteu todo e pesou no meu bolinho, fazendo-o afundar no centro. Sabe quando o suflê dá errado e murcha todo?! A mesma coisa! Então, usem gotas, que são feitas para isso mesmo, ou algum outro topping que não altere a textura final do muffin. #ficaadica 😉

Se você também tem problemas com os sabores e texturas naturais dos alimentos, clique AQUI para aprender uma mousse de abacate (sem gosto de abacate) com alfarroba.

Só legumes: receitas vegetarianas de muffin e falso macarrão

Fim de semana chegando e com ele toda a vontade de descansar, relaxar, dormir, comer bem e não perder tempo para ser feliz. Concorda? Por isso nosso apanhado de receitas vem bem prático, saudável, vegetariano e gostoso. Para você não ficar preso na cozinha e, sim, solto para curtir a vida!

green-soup-261183_640

No comecinho dessa semana falamos de como inserir novidades na alimentação das crianças (se você não leu, clique AQUI) e até da necessidade do uso da criatividade nas compras para substituições viáveis que driblam os altos preços inflacionados.

Essas receitas são a base de legumes, verduras e laticínios, e podem ser alternativas para a degustação de novos alimentos na família. O muffin, uma espécie de bolinho individual salgado, é uma opção de lanchinho saudável e nutritivo (inclusive para os adultos) e também uma forma de disfarçar o espinafre, para o qual muita gente torce o nariz. Quer ver?

Muffin de espinafre com queijo

  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo integral
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1 xícara (chá) de queijo muçarela em cubinhos
  • 1 xícara (chá) cheia de espinafre
  • 1/2 xícara (chá) de óleo vegetal (canola, soja, milho)
  • 1/2 xícara (chá) de leite integral
  • 3 ovos

Desfolhe o espinafre e pique grosseiramente. Em um liquidificador, bata o óleo, o leite, os ovos e o espinafre. Em um vasilhame, junte todos os ingredientes secos (farinhas, sal e fermento). Aos poucos e com ajuda de um fouet ou outro batedor, acrescente a parte líquida. Unte a forma de muffin, preencha a metade com a massa, recheie com o queijo e cubra a outra metade. Se não tiver forma específica para muffin, serve aquelas de empadinha ou qualquer outra forma com divisões individuais. Asse em forno preaquecido a 180ºC por mais ou menos dez minutos.

Já o falso macarrão, receita da Bela Gil, sugere uma preparação diferente para legumes comuns, como a cenoura e a abobrinha. Também é uma opção, que não deixa nada a desejar, a quem tem restrições ao consumo de massas comuns e glúten.

Para dar o formato de espaguete, para imitar o macarrão, sugere-se o uso de raladores de legumes finos. O segredo está em ralar a cenoura e a abobrinha no sentido do comprimento, como mostra a foto.

ralar

Vale lembrar que só se utiliza a polpa da abobrinha, tá? A parte do centro, que é mais mole e tem sementes é descartada da receita, mas pode ser cozida e reaproveitada (até mesmo servida junto, em cubinhos refogados). A casca também pode entrar no ralo, basta lavar bem.

Aqui a ideia é um refogado simples, a la alho e óleo, mas você também pode servir com o molho e acompanhamentos de sua preferência. Combina com tudo e dá super certo.

Macarrão de cenoura e abobrinha

  • 1 cenoura
  • 2 abobrinhas grandes ou 300 gramas
  • 5 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa azeite de oliva
  • Sal a gosto
  • Temperos verdes a gosto
  • 1 colher de sopa de azeite para finalizar (opcional)

Corte a cenoura e a abobrinha usando um cortador de legumes. Refogue o alho no azeite de oliva. Adicione os legumes, sal e refogue por mais cinco minutos. Finalize com os temperos verdes e o fio de azeite.

Gostou? Difícil? Não, né?! Já que a comilança está garantida… bom final de semana!

Refeições combinadas: lanche, suco e prato principal com cenoura e espinafre (vegetarianos)


Como anda seu consumo de verduras e legumes? Firme ou mais ou menos? A gente sabe que nem sempre dá para colocar todas as cores no prato ou preparar saladas sortidas. Então, para lhe ajudar a manter a linha e aproveitar todos os benefícios possíveis, ensinamos três receitas deliciosas com cenoura e espinafre.

São três opções que compõem refeições completas, entre lanche e prato principal. A sugestão de recheio da panqueca é com ricota, mas você pode adaptar da maneira que preferir (com carne, frango, calabresa, queijo e presunto etc.). Vamos aprender?

Smoothie Detox de Cenoura

0002791750PP-565x849

Receita original Alimentação Fitness

  • 1 xícara de cenoura crua picada;
  • 1 laranja descascada;
  • 50g de espinafre (mais ou menos 1/3 do maço);
  • 1 fatia de gengibre.

Bata tudo no liquidificador, acrescente gelo a gosto e beba na hora.

Informação Nutricional:
141 Kcal
Proteínas: 5g
Carboidratos: 40g
Lipídeos: 0,8g

Muffin de cenoura e ervas

DSC01720

  • 1 ovo ligeiramente batido
  • ¾ de xícara de chá de leite
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 1 xícara de chá de farinha de trigo
  • 1 cenoura pequena ralada
  • ¼ de xícara de chá de parmesão ralado
  • 2 colheres de sopa de salsinha picada
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 colher de sopa de cebola picada
  • ½ colher de sopa de alecrim picado grosseiramente (opcional)
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Misture o ovo com o leite e o azeite. Aos poucos, junte a farinha e o restante dos ingredientes, incorporando até homogeneizar. Tempere com sal e pimenta a gosto. Despeje a massa em forminhas apoiadas em uma assadeira e asse em forno moderado preaquecido a 180º por 25 minutos, ou até que ao espetar o bolinho no centro com um palito, ele saia limpo. Espere amornar para desenformar e sirva em seguida.

É uma ótima opção para os lanchinhos das crianças e até para levar num potinho pro trabalho.

Panqueca de espinafre com ricota

DSC01721

Para a massa:

  • 2 xícaras de chá de leite
  • 1 e ½ xícara de chá de farinha de trigo
  • 1 xícara de chá de folhas de espinafre cruas
  • ½ colher de chá de sal
  • Manteiga ou óleo para pincelar

Bata os ingredientes no liquidificador até ficar uniforme. Em fogo médio, aqueça uma frigideira antiaderente pincelada com manteiga ou óleo. Despeje um pouco mais de ½ concha de massa e gire a frigideira levemente para que se espalhe pelo fundo. Quando começar a dourar por baixo (verifique com uma espátula), vire com cuidado para dourar o outro lado. Repita a operação até terminar a massa e vá empilhando em um prato.

Para o recheio:

  • 1 cebola pequena picada
  • 2 colheres de sopa de manteiga ou óleo
  • 500 gramas de ricota passada pela peneira
  • ¼ de xícara de chá de leite
  • 1 colhe de sopa de salsinha picada
  • 1 colher de sopa de cebolinha verde picada
  • ½ copo (110 g) de requeijão cremoso
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • Molho de tomate quente para acompanhar

Frite a cebola na manteiga ou no óleo até murchar. Transfira para uma tigela e junte a ricota, o leite, as ervas e o requeijão. Misture bem e tempere com sal e pimenta a gosto.

Montagem

Recheie cada disco de massa com uma porção do recheio, enrole e acomode lado a lado em um refratário. Sirva as panquecas quentes, acompanhadas de molho de tomate.