Tag: pasta de amendoim

Receita: Brownie fácil e saudável (para matar a vontade de doce)

Bateu aquela vontade forte de comer um docinho, mas você quer se manter mais saudável possível e evitar grandes deslizes?! Então, se a sua vontade girar em torno de chocolate, esse brownie é para você!

A receita, sem leite, glúten e açúcar refinado, é da nutricionista Catharine Parise, de São Paulo, e foi compartilhada na revista Boa Forma.

Foto de Pixabay

Ingredientes:

  • 3 bananas nanicas maduras
  • ½ xícara de chá de cacau em pó
  • 1 xícara de pasta de amendoim integral
  • 2 colheres de sopa de xilitol (ou um adoçante de sua preferência)
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher de café de baunilha (opcional)

Modo de Preparo:

  1. Amasse bem as banana com um garfo até obter consistência pastosa.
  2. Acrescente a pasta de amendoim e misture.
  3. Adicione os outros ingredientes (cacau, xilitol {ou adoçante}, sal e baunilha) e mexa novamente até obter uma mistura homogênea.
  4. Coloque em uma forma de silicone (ou em forma untada) e asse em forno médio por 20 minutos.

Receita: Paçoca low carb

  • 1 xícara de chá de amendoim torrado e moído
  • 2 colheres de sopa de adoçante
  • 2 colheres de sopa rasa de pasta de amendoim
  • Pitada de Sal

Misture todos os ingredientes.
Molde com as mãos, apertando bem.
(Se tiver uma forminha, use para facilitar.)

👉🏼 Se não encontrar o amendoim moído, compre normal, inteiro. Basta triturar no processador até obter uma farofinha de amendoim (pode juntar com todos os ingredientes e processar ao mesmo tempo).

Repost @carolina_dinizr

O melhor Pão de Mel do mundo – sem ovo (e pode ser sem leite)


Receita de mãe quando é boa de verdade, não tem discussão! É a melhor receita do mundo! Este pão de mel já é uma receita tradicional aqui em casa, é sucesso, fácil de fazer, não usa batedeira nem liquidificador, não leva ovo e o leite é opcional, pois pode ser substituído por água ou mesmo por versões vegetais. É ou não é a melhor receita do mundo?!

Sem falar no sabor né, gente! De pão de mel de verdade, bem temperado com especiarias, úmido na medida certa, longe daquela rigidez do industrializado, que é meio sequinho e sem graça. Vamos aprender?! Dá uma conferida no armário da cozinha e vê se não dá pra preparar hoje mesmo! Sua semana, com certeza, será muito mais gostosa! lol

Pão de Mel sem ovo

pao-de-mel

 

Ingredientes secos:

  • 4 xícaras de chá de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de chá de açúcar
  • 3/4 de xícara de chocolate em pó
  • 2 colheres de chá de canela em pó
  • 2 colheres de chá de cravo em pó
  • 2 colheres de chá de bicarbonato de sódio
  • 2 colheres de chá de noz moscada em pó
  • 2 colheres de chá de gengibre em pó
  • 2 colheres de sopa de fermento em pó

Ingredientes molhados:

  • 3/4 de xícara de chá de óleo
  • 3/4 de xícara de chá de mel
  • 1 e 1/2 xícara de chá de leite comum OU vegetal OU água

Modo de preparo:

Em um recipiente, misture os ingredientes secos, exceto o fermento. Pré-aqueça o forno a 180ºC e forre a forma (uma pequena) ou as forminhas individuais com papel manteiga. Junte o óleo o mel e a água ou leite e mexa bem até dissolver o mel. Misture os ingredientes secos aos líquidos, incorporando bem. Por último, adicione o fermento e mexa delicadamente. Leve para assar de 20 a 30 minutos, mantendo os 180ºC – vale fazer o testo do palito depois dos 20 minutos, espetou e saiu sequinho, está pronto!

Retire do forno e aguarde esfriar. Se fizer numa forma única, corte os pedaços do tamanho quer desejar com ajuda de cortadores ou faca e depois corte ao meio para rechear. Fazendo em formas individuais, basta cortar ao meio para dar espaço ao recheio.

Recheie como preferir: doce de leite, brigadeiro, beijinho, goiabada mole, pasta de amendoim… desde que o recheio tenha uma textura mais firme, para não correr o risco de escorrer.

Para a cobertura:

  • 3 tabletes de chocolate meio amargo derretido

Derreta o chocolate no micro-ondas em um recipiente fundo, de 30 em 30 segundos até chegar no ponto, e banhe cada pãozinho de mel recheado.
Deixe descansar sobre uma folha de papel manteiga até endurecer o chocolate e pronto! O melhor pão de mel do mundo estará a seu total dispor!

Faça e depois vem me contar se esse post fala a verdade ou não! 😉

12 lanchinhos saudáveis que você pode (e deve) ter no escritório

Conteúdo original M de Mulher

Sabemos que sua vida é um corre-corre danado e que mal consegue planejar o que vai incluir na dieta. Por isso, vamos te dar uma ajudinha para a vida ficar mais prática e, os seus snacks, mais criativos e saudáveis!

coffee-break-1291381_960_720

1. Sementes
Ótimas fontes de proteína, as sementinhas de abóbora e de girassol ainda são pouco calóricas e fáceis de guardar na gaveta do escritório. Sugestão: armazenar o snack em tubo de ensaio e carregar na bolsa.

2. Frutas secas
Docinhas e cheias de fibra! Apenas consuma com moderação por causa da quantidade de açúcares. A porção individual tem em torno de 30g, ou 3 damascos, 1 punhado de uva passa, 1 bananinha, ou 1 fatia de abacaxi.

3. Pasta de amendoim
Queridinho das blogueiras fitness, o creme é saboroso, repleto de gordura boa e ainda é versátil. Você pode consumir com frutas, biscoitos de arroz e torradas integrais.

popcorn-1085072_960_720

4. Pipoca
Rica em fibras e fácil de fazer! Para não enjoar, adicione temperos como canela, pimenta vermelha, cominho ou açafrão, que são ótimos termogênicos e ajudam a acelerar o metabolismo. Abuse da criatividade para deixar o lanche mais gostoso.

5. Aveia
Ela não precisa ser consumida só no café da manhã, guarde na gaveta do escritório como opção de lanchinho também! Só tenha cuidado com os pacotinhos que tem sabores, geralmente eles contêm altas quantidades de açúcar.

6. Alga assada
Um snack saudável para substituir as batatinhas ou bolachas. Compre em lojas naturais ou faça em casa com a nossa receita.

7. Nozes
As amêndoas ou castanhas são um ótimo combo de gordura de proteína. Só fique atenta com a quantidade: 30 gramas ou 1/8 de um copo (200ml) é a porção ideal indicada por dia.

granola-1207538_960_720

8. Granola
Os cereais com baixo teor de açúcar são ótimas opções de lanchinhos secos. Você também pode adicionar um pouco de leite de sua preferência em uma tigela e usar a granola como acompanhamento.

9. Atum na latinha
Junte torradas integrais e uma latinha pequena de atum e o seu lanche está pronto. O alimento é aliado da dieta por ter ômega-3 e bastante proteína.

10. Chocolate amargo
Não existe nada de errado em comer chocolate no escritório. Aliás, o cacau é grande fonte de magnésio e pode, até, ajudar na dieta. Para não escorregar na balança e ganhar os benefícios da delícia, fique com a versão 70% de cacau.

11. Barrinhas de cereais
O lanchinho ganhou espaço na lancheira de muitas que tentam levar uma vida mais saudável – e não seria diferente com você. Só tenha em mente que nem todas as opções são tão saudáveis, e podem ter altas quantidades de açúcar, sódio e gordura. Para não ter dúvida, te ensinamos como fazer a sua própria barrinha em casa!

breakfast-926492_960_720
12. Mix
Ainda não consegue escolher o lanche perfeito? Uma mistura dos seus favoritos pode ser uma boa opção. Coloque frutas secas, sementes, nozes, flocos de coco e pedacinhos de chocolate amargo em porções individuais e mantenha na bolsa ou na gaveta.

10 modinhas fitness que valem a pena ser adotadas

Conteúdo original M de Mulher

Mais que moda passageira, comer bem é fundamental para se manter saudável. Mas como separar o joio do trigo (integral), em meio a conselhos que surgem de todo lado? Especialistas ajudam a selecionar as dez manias que merecem, de fato, entrar no seu cardápio.

1. Farinha de banana verde

bananas-571544_960_720

Assim como a biomassa da fruta, a farinha ficou famosa por conter uma substância chamada amido resistente – só obtida quando a banana é consumida antes de amadurecer. “Misturada aos alimentos, ela é capaz de tornar a absorção dos nutrientes mais lenta, o que diminui o índice glicêmico das refeições e aumenta a sensação de saciedade”, afirma o nutrólogo Guilherme Giorelli, diretor da Associação Brasileira de Nutrologia, no Rio de Janeiro. Isso significa que os picos de glicemia são evitados e o acúmulo de gordura é menor. A vantagem dessa versão é o sabor mais atraente. Pode ser adicionada a sucos, shakes e sopas.

Quanto consumir: 2 colheres (sopa) por dia.

2. Crepioca

Como o nome sugere o prato é uma espécie de crepe de tapioca – basta misturar o ingrediente com ovos. “A quantidade de tapioca (carboidrato) necessária é menor que na receita original, e o ovo fornece proteína”, diz a nutricionista Patricia Davidson, de São Paulo. A preparação permite vários recheios, como queijo cottage, atum com requeijão e até banana.

Quanto consumir: uma porção por dia.

3. Orgânicos

vegetables-790022_960_720

“Os agrotóxicos podem desregular nossos hormônios e provocar alterações no funcionamento do intestino”, diz a nutricionista Bianca Innocencio, da Clínica Andréa Santa Rosa, no Rio de Janeiro. Consumir alimentos orgânicos é, portanto, uma forma de evitar esses problemas. “Mas nem por isso eles estão totalmente liberados, já que são igualmente calóricos”, alerta Giorelli. Escolher essa opção garante, apenas, a abstenção de aditivos químicos.

4. Overnight Oats

Esse café da manhã superprático leva cereais, frutas, iogurte ou leite e é preparado de um dia para o outro (daí o overnight). O contato com os outros ingredientes ajuda a neutralizar o ácido fítico, presente nos cereais, que atrapalha a absorção de nutrientes. “Isso beneficia o sistema digestivo”, explica Guilherme Giorelli.

Quanto consumir: uma porção por dia.

Aprenda a preparar sua overnight oats AQUI

5. Pasta de amendoim

peanut-butter-350099_960_720

Mesmo calórico (atenção às quantidades!), esse alimento, comum na dieta dos americanos, ganhou fama por ser uma
rica fonte de proteína e gordura boa, protegendo o coração e favorecendo o ganho de massa magra. Além disso, disfarça a vontade de ingerir doce e garante saciedade por mais tempo.

Quanto consumir: 1 ou 2 duas colheres (chá) por dia da versão sem açúcar.

6. Salada no pote

As múltiplas possibilidades de combinação de verduras, legumes e hortaliças com grãos e proteínas magras possibilitam a criação de refeições completas e saudáveis para qualquer hora e lugar. “O pote de vidro hermético armazena os alimentos e garante que seus nutrientes sejam mantidos”, diz Patricia.

Quanto consumir: até dois potes por dia.

7. Barrinha de proteína

Evolução da barra de cereais, é uma alternativa pobre em carboidratos, sugerida para estimular o ganho de massa muscular em quem pratica exercício. Como a maioria reproduz sabores de chocolate, doce de leite e até de brownie, pode segurar a vontade de comer doce.

Quanto consumir: até duas por dia.

8. Panqueca proteica

A receita leva ovos e whey protein, um prato cheio (trocadilho inescapável) para quem quer aumentar o ganho de massa magra. No lugar da farinha de trigo, os nutricionistas sugerem farelo de aveia, que, rico em fibras, dá mais saciedade e ajuda o intestino a funcionar. Há quem acrescente geleia sem açúcar ou cacau para transformá-la em substituta do doce.

Quanto consumir: até duas por dia.

9. Goji berry

goji-324932_960_720

Essa frutinha vermelha, consumida seca, ficou conhecida por ajudar a rejuvenescer e acelerar o gasto calórico. “O maior benefício é seu poder antioxidante. Ela é capaz de melhorar o funcionamento do organismo todo”, afirma Bianca Innocencio. Adicione ao mix de nuts, à salada de frutas ou ao iogurte para um lanche mais completo.

Quanto consumir: 1 colher (sopa) por dia.

10. Suco prensado

Não é à toa que as versões detox ou multivitamínicas fazem tanto sucesso: um único copo pode fornecer a quantidade de nutrientes e vitaminas de uma refeição inteira. “Se as frutas forem prensadas a frio, os benefícios são ainda maiores e conservados por mais tempo”, diz Guilherme Giorelli. Segundo ele, quanto mais variadas as cores das frutas escolhidas, mais nutritivo é o suco.

Quanto consumir: até dois copos por dia.