Tag: pessoal

Não se esforce demais

“Você lê, o tempo todo, por aí, que precisa dar o seu melhor, que precisa fazer sempre o melhor que pode, que tem que se virar do avesso para atingir seus objetivos com distinção e orgulho. Nossa culpa interior, aquela que não nos deixa dormir à noite, fica repetindo que você simplesmente podia ter se esforçado mais, que aquele trabalho podia ter ficado melhor, que isso e aquilo…

person-507791_640

Agora que a sua voz interior está quietinha enquanto você lê este post aqui, pense bem. Às vezes, quando você se esforça demais e tenta prever e resolver todos os problemas e dificuldades, acaba estressada. E, estando estressada, seu trabalho vai acabar ficando pior do que o normal, ao invés de melhor. Quanto mais concentrada você tenta ficar, mais acaba se desconcentrando.

Então, não se esforce demais. Não nade contra a corrente, não tente controlar o que não tem controle. Uma piadinha popular na internet afirma que o nosso cabelo está na cabeça justamente para nos provar que nós não temos controle sobre nada. A piada pode ser batida, mas é verdadeira. Ou vai dizer que o dia em que você tem um compromisso importante não é justamente o dia em que seu cabelo acorda mais rebelde e difícil de controlar?

guess-attic-837156_640

Por isso, não se esforce demais. Não além da conta. Faça o seu melhor, todos os dias. Mas aceite as coisas como elas são. Alguns problemas simplesmente se resolvem por conta própria, outros seriam muito mais simples se você não se preocupasse demais. Muitas vezes, a gente antecipa os problemas, por medo do fracasso ou do sofrimento ou do trabalho mais árduo. Só que antecipação é apenas uma forma mais rápida de estressar a si mesma.

É e sempre será impossível agradar a todos, fazer tudo perfeito e ter a mente em paz. Então não se esforce demais, não remoa as coisas aí dentro da sua cabeça, não force nada. Aceite as pequenas imperfeições, aprende com elas. Afinal, não há jeito melhor de crescer do que vivendo nossos próprios problemas com tranquilidade e sem frustração.”

ocean-731339_640

Por Daniele Sinhorelli
em Círculo

10 Técnicas Poderosas de Relaxamento

Texto de Miguel Lucas

“A pedra angular da boa aparência é sentir-se bem. Bem-estar é um conceito individualista e começa com a auto-exploração de aprender e descobrir o que funciona melhor para você. Estamos constantemente recebendo recomendações e informações para a prática do exercício físico como sendo o método mais eficaz para promover e melhorar a nossa saúde.

O relaxamento é uma outra forma bastante eficaz para atingir harmonia, equilíbrio físico e mental. Enquanto há uma verdade fundamentando este fato, a maioria das pessoas ainda não usa o exercício nem o relaxamento como um meio para melhorar as funções corporais e consequentemente as mentais.

wellness-285587_640

Quanto mais você se familiarizar com o seu corpo e com as suas potencialidades, mais eficaz ele se tornará e mais sabiamente funcionará a seu favor. Apesar de existirem muitas formas de poder promover os ganhos associados à pratica de exercício físico, seja com levantamento de pesos, corrida, natação, caminhadas e outros métodos pelos quais você pode melhorar sua saúde geral, o maior benefício reside na autoconsciência corporal.

Você provavelmente já ouviu o termo “memória muscular “. Toda a atividade feita durante o dia é “registada” na sua memória muscular – tornando-se um comportamento ou hábito. Como James Allen disse uma vez:

“Os homens imaginam que o pensamento pode ser mantido em segredo, mas não pode. Mais rapidamente se cristaliza em hábito e o hábito solidifica-se em circunstâncias.”

É surpreendente que tão poucas pessoas utilizem a arte de relaxar. Relaxar é mais do que livrar-se da tensão de um dia de trabalho, e é mais do que a ausência de “stress”. É algo positivo e agradável. É uma sensação na qual se experimenta a paz de espírito.

Para relaxar de verdade, é necessário tonar-se sensível às próprias necessidades fundamentais de paz, autoconhecimento e reflexão, e estar disposto a reconhecer tais necessidades, ao invés de ignorá-las ou subestimá-las. As pressões constantes da vida cotidiana causam grandes prejuízos ao bem-estar físico e mental de milhões de pessoas todos os anos.

Os segredos para relaxar

Erroneamente algumas pessoas esforçam-se para relaxar, mantendo a mesma preocupação com tempo, produtividade e atividades que demonstram nos seus padrões do dia-a-dia.

O segredo para se conseguir os melhores resultados nas tentativas de relaxar é simples: descubra as atividades que lhe dão prazer e, quando as praticar, empenhe sua energia em obter total bem-estar físico e mental. Se a sua distração resulta em produção artística, habilidades musicais, aprimoramento educacional ou o que quer que seja, é ótimo. Mas, lembre-se: relaxar é o seu principal objetivo.

Algumas sugestões para praticar o relaxamento:

  1. Defina quais as atividades em que você acha que poderia relaxar, e escolha atividades que você realmente goste.
  1. Não tenha medo de tentar algo novo e diferente (o cérebro agradece). Estará a dar oportunidade a si mesmo de descobrir novas formas de se relacionar com o seu corpo e assim usufruir das riquezas intermináveis que ele pode produzir. 
  1. Verifique a existência de atividades de lazer onde vive e provavelmente que pouco frequenta (cinemas, praias, clubes, atividades culturais, parques, etc…)
  1. Um amigo que o acompanhe nas horas de lazer costuma ajudar na descontração e no compromisso de persistir nas atividades de relaxamento.
    Por exemplo: tente perceber quais as principais barreiras na sua vida que o possam impedir de fazer aquilo que gosta e necessita.
  1. Procure praticar exercícios leves como caminhar, andar de bicicleta, dançar, nadar, praticar jardinagem, etc. Por exemplo: sinta o peso do seu corpo ao caminhar, sinta a respiração, sinta a sensação do ar a entrar e a sair dos seus pulmões, o cabelo ao vento, os músculos que usa, a sensação do vestuário…entre muitas outras coisas. 
  1. Para aqueles com uma condição física mais desenvolvida, o exercício mais intenso pode ser mais eficiente. Atividades como correr, jogar ténis, levantar, pesos, basquetebol, vólei, etc… podem produzir um agradável efeito relaxante, após um treino puxado. Por exemplo: podem usar ainda o relaxamento como função recuperadora e restauradora da fadiga.
  1. Caso tenha interesse, procure praticar algumas técnicas de relaxamento mental para criar a sensação de paz e tranquilidade de corpo e mente.
  1. Outras técnicas de relaxamento mental incluem a leitura de um bom livro ou deixar-se envolver na tranquilidade de uma música suave, ou concentrar-se na contemplação. 
  1. Atividades criativas como pintura, desenho, cerâmica, carpintaria, tricô e mesmo arte culinária, por prazer, podem lhe dar também um sentido de realização, paralelamente ao tranquilizante relaxamento de se concentrar em algo que você deseja fazer.
  1. Você também pode aliviar o cansaço do dia-a-dia do trabalho com um banho bem demorado, logo que chegar em casa. Este pode ser considerado um exercício excelente de estimulação dos sentidos. Aprecie a água a cair no seu corpo, o som que faz, a temperatura que sente, o impacto das gotas do chuveiro, o estado de relaxamento que consegue atingir, sinta isso e contemple o prazer que está a presenciar, foque-se nas sensações e perceba o nível de bem-estar que sente.

Pratique o relaxamento diariamente

Após descobrir sua técnica favorita de relaxamento, planeje dedicar-lhe alguma atenção diária. A maior parte das pessoas aceita a responsabilidade de prazos e deveres que lhe são impostos por outros, mas é igualmente importante dar atenção à necessidade de períodos de descontração solicitados pelo corpo e pela mente.

Donas de casa “incansáveis” ou executivos “sempre ocupados” devem dar a si mesmo oportunidades de relaxar, se quiserem conservar o seu equilíbrio mental em períodos estressantes ou de agendas preenchidas. O hábito de lembrar que se tem um corpo que necessita de atenção é de extrema importância para quem pretende investir na sua saúde e bem-estar.

Assuma um compromisso pessoal

O último princípio da arte de relaxar é envolver-se em atividades de relaxamento com entusiasmo e compromisso pessoal. Envolva-se completamente na atividade escolhida. Solte-se física e mentalmente. Lembre-se que encontrar técnicas eficazes de relaxamento pessoal não é meramente um passatempo para os mais afortunados e ociosos. É essencial para o bem-estar físico e mental de qualquer um.”

Fonte: Escola Psicologia

Não deixe um chefe ruim arruinar a sua carreira

Há inúmeras evidências que apontam que chefes tóxicos podem destruir o moral, bloquear o trabalho em equipe e arruinar a carreira de um indivíduo. É possível sobreviver e trabalhar para um patrão assim?

Primeiro, você precisa saber o que é um chefe tóxico. Ele tem aquele perfil no qual:

  • é rápido, e afiado, para criticar e morto para elogiar;
  • remete-se aos colaboradores com a intenção de humilhar, em vez de treinar e orientar;
  • leva todo o crédito por bom trabalho em equipe, mas a culpa quando há qualquer fracasso;
  • mantém alta rotatividade de funcionários;
  • promove a hostilidade dentro da equipe.

Se todas essas características lhe soam familiar, então você pode estar imerso em uma situação tóxica. Casos assim podem acontecer, fazem parte do dinamismo da vida, mas o importante é não permitir que toda essa negatividade arruine sua carreira. Como? Aqui estão algumas dicas:

1 Faça um trabalho excelente

businessman-598033_640

Certamente você será distraído pelo chefe venenoso e, neste caso, é criticamente importante continuar concentrando-se em fazer o seu trabalho dando o melhor de suas habilidades. Não deixe que um chefe ruim derrube seus padrões. Continue satisfazendo as necessidades da empresa, cumpra prazos, documente ideias e mantenha um bom relacionamento com seus colegas de trabalho e clientes.

Se alguém lhe agradecer pelo seu trabalho, pergunte se ele estaria disposto a documentar a sua satisfação. Procure outras formas para obter feedback positivo, uma vez que você não o receberá de seu gerente. A ideia é fazer com que todos, dentro e fora da empresa, vejam o trabalho excelente que você realiza, fazendo com que a negatividade de seu chefe tenha pouco efeito quando comparada com a experiência positiva de todos os outros.

Em essência, o conselho é ignorar o chefe e marchar com integridade e competência. Se você esperar tempo o suficiente, pode ter sorte e seu chefe tóxico sair do seu pé!

2 Encontre outro emprego

0010036042O-849x565

No entanto, se você esperou tanto tempo quanto pode e não foi capaz de gerir o stress do ambiente de trabalho hostil, pode ser a hora de seguir em frente e tentar algo novo.

Estudos têm mostrado que trabalhar para um chefe ruim pode dobrar o risco de ter um ataque cardíaco. É preciso um pouco de esforço para uma procura ativa de emprego, – especialmente se você está saindo de uma experiência com um chefe tóxico – mas tenha em mente o quanto melhor você estará em uma nova posição.

Se você está desatualizado, recomenda-se ativar seus contatos de imediato. No mínimo, tornar público que você está aberto a novas oportunidades, tanto interna quanto externamente. Só tome cuidado para não mencionar que a razão pela qual você quer mudar é livrar-se do seu chefe tóxico. Você deve ser diplomático e não queimar todas as pontes. Basta dizer que está pronto para novos desafios.

3 Converse com seu chefe

0010396533Y-849x565

E se você não pode tolerar seu chefe tóxico, mas mudar de emprego também não é uma opção? Digamos que você tenha um trabalho que realmente ama e o único problema seja seu chefe.

Se você quiser salvar o seu trabalho atual, pode querer arriscar e conversar com seu gerente, para que ele ou ela saiba que o seu comportamento é prejudicial e humilhante. Tente ser o mais neutro possível ao descrever a situação.

A ideia não é acusar seu chefe, mas trazer à tona os comportamentos e as possíveis consequências. Nunca se sabe, os chefes podem simplesmente não ter conhecimento do comportamento e do efeito que têm sobre você.

Se seu gerente reagir mal ao confronto ou se o comportamento persistir ou piorar, agende uma reunião com o superior ou com os recursos humanos. Contudo, tenha em mente que você pode não obter o apoio que precisa e deve estar pronto para sair, se necessário. É lamentável, mas pode ser a única opção possível.

0010396050Y-849x565

E não importa qual opção você escolha para a sua situação particular, apenas certifique-se de :

Documentar todas as conversas. Sempre que tiver uma conversa difícil no trabalho, documente o que aconteceu. Depois de qualquer reunião com o seu gerente, envie um e-mail em seguida para recapitular a discussão. Mantenha-se profissional.

Em segundo lugar, para seus próprios registros, documente todas as discussões que tiver com o seu gerente, sejam boas ou ruins. Registre a linguagem utilizada. Documente datas, horários e quem mais estava presente durante a interação. Você pode, eventualmente, precisar mostrar essa documentação para os superiores, caso se torne necessário.

Não deixe que um chefe tóxico lhe jogue para escanteio! Se você pode encontrar uma situação melhor, siga em frente. Se optar por ficar, faça o seu melhor trabalho e levante-se para si mesmo. Você pode, sim, ter uma carreira bem sucedida apesar de trabalhar para um chefe ruim.