Tag: pilates

Cruzeiro Fitness: Diversão e saúde a bordo do navio

Cruzeiro Fitness: Diversão e saúde a bordo do navio

Já ouviu falar em cruzeiro fitness?! Pois existe e está programado para sair do porto de Santos, SP, no dia 25 de fevereiro, na promoção simultânea da 24º edição do Cruzeiro Fitness & 16º do Cruzeiro Bem-Estar. Os dois eventos ocorrerão a bordo do navio Costa Favolosa, durante uma viagem com duração de seis dias, num roteiro que inclui as cidades de Búzios, Salvador e Ilhabela. O desembarque é em Santos, no dia 03 de março.

A programação inclui uma série de atividades como a prática de ioga, ginástica natural, body combat, kangoo jump, aulas de surfe, power jump, bike e crossfit, que estarão disponíveis durante todo o cruzeiro. Haverá também o trabalho de pilates, nas modalidades mat (no solo) e board pilates (na prancha), clínicas de ioga ayurvédica e aulas de diversos ritmos musicais (zumba, fitness dance, hip hop, jazz, afro aeróbica etc.).

Especialistas em nutrição e atividade física renomados no país serão responsáveis por palestras a apresentações sobre temas variados do universo saudável.

Se interessou?! Dá tempo para se programar e embarcar nesse passeio diferente e instrutivo.

O navio é o Costa Favolosa, com pacote de seis noites e valor a partir de R$1.799 por pessoa (em cabine interna dupla Basic, sem taxas incluídas);
Embarque: 25/02/2018 – Santos (SP)
Roteiro: Santos, Búzios, Salvador, Ilhabela e Santos
Para consultar disponibilidade e demais informações o telefone é o (11) 2123-3655 e o site www.costacruzeiros.com.br.

 

Psoas: o “músculo da alma”

Conteúdo original Mais Equilíbrio

Você sabe qual a função do psoas? Pouco se ouve falar sobre esse músculo, mas ele é de fundamental importância à nossa coluna vertebral. Para quem não sabe, o psoas é o músculo mais profundo do corpo humano! Ele é responsável não só pelo nosso equilíbrio como pela nossa integridade muscular, flexibilidade, força, amplitude de movimento, mobilidade articular e funcionamento dos órgãos.

Ele também é o único músculo que se conecta às pernas. Por estar diretamente relacionado ao cérebro reptiliano – parte mais primitiva e interior do tronco cerebral e da medula espinhal – ele estabiliza a coluna vertebral e fornece suporte através do tronco, formando uma prateleira para os órgãos abdominais vitais. Quem diria que tantas funções viessem de um só músculo!

Reprodução Minha Vida

Outra peculiaridade do psoas é que o músculo é intimamente envolvido com as reações físicas e emocionais básicas. Isso quer dizer que ele afeta tanto a nossa respiração quanto o reflexo do medo. Um psoas contraído, pronto para correr ou lutar, o psoas relaxado e liberado está pronto para alongar e abrir, para dançar. Interessante, não?

Devemos sempre cuidar da nossa estabilidade mental pois quando ficamos tensos ou estressados demais o músculo eventualmente começa a encurtar. Este reflexo acaba nos levando a uma série de condições dolorosas, incluindo dor lombar, dor sacroilíaca, ciática, problemas de disco, espondilose, escoliose, degeneração do quadril, dor no joelho, dores menstruais, infertilidade e problemas digestivos.

Atividades como o pilates e a yoga são capazes de ajudar no desenvolvimento de uma melhor performance do psoas, mantendo-o alinhado e saudável para a manutenção de uma coluna vertebral flexivel e sadia.

Posição para relaxamento do psoas:

  • Passo 1: deitado de costas, deixe a gravidade agir sobre seu corpo.

  • Passo 2: com os joelhos dobrados e pés paralelos, posicione os calcanhares distante cerca de dois palmos dos glúteos.

  • Passo 3: mantenha braços e ombros relaxados ao longo do tronco.

  • Passo 4: mantenha-se nesta posição, em repouso por cerca de 10 a 20 minutos.

Pronto! Aos poucos você vai sentindo a coluna alongando, enquanto relaxa. Vale a pena tentar em casa!

Quais os melhores exercícios para quem sofre de dor nas costas?

Conteúdo original BBC Brasil

0009416141Q-565x849

O hábito de ficar sentado o dia todo, muitas vezes em uma cadeira inadequada e inclinado em direção à tela do computador está entre as causas de um dos males do mundo moderno: a dor nas costas.

Dor no ciático, hérnia e rigidez no pescoço são alguns dos problemas que podem se tornar crônicos e trazem limitações na hora de fazer exercícios.

“Ficar sentado durante tanto tempo nos obriga a adotar uma postura que não é adequada para o corpo humano”, afirmou à BBC Mundo, serviço em espanhol da BBC, Sebastián Pineda, diretor da Escola de Capacitação de Personal Trainers, que atua em países como México e Colômbia.

0008742876I-849x565

Há práticas que podem ser adotadas tanto para melhorar como para aliviar o quadro de dor nas costas, segundo o especialista. Atividades como pilates, natação e caminhada, além de exercitar o corpo, ajudam a criar o hábito de se manter em boa postura.

“Muitos de nós não mantêm uma rotina adequada de atividades físicas. Como os músculos sustentam o corpo e são acionados todo o tempo, eles vão começar a doer de alguma maneira se não forem exercitados”, explica.

Confira a seguir alguns dos exercícios indicados para quem sofre do problema.

Pilates

0003422084TT-849x565

Antes de tudo, é preciso que pessoas que sofrem de dor nas costas obtenham autorização médica antes de começar a se exercitar. Isso porque há o risco de determinadas atividades piorarem sua condição. “A primeira coisa a se fazer é obter uma indicação médica ou a permissão de quem está tratando o problema”, diz Pineda.

O pilates, série de exercícios geralmente feitos em espaços fechados e realizados de maneira controlada, é uma das melhores formas de colocar o corpo em atividade sem pôr em risco os músculos das costas.

“O cinturão abdominal é a parte mais exercitada no pilates, e a maioria das pessoas que trabalha essa área do corpo não sofre de nenhuma doença nas costas”, explica Pineda. Além disso, segundo o especialista, o pilates ajuda a pessoa a respirar melhor e obriga o corpo a adotar a postura adequada.

“O pilates é uma excelente maneira de melhorar e fortalecer as costas com alguns poucos exercícios selecionados. Uma pequena sessão, pouco a pouco, pode fazer uma grande diferença”, afirmou à revista Healthy Magazine a personal trainer norte-americana Lorraine Furmedge.

Natação

swimmer-728217_640

É um dos exercícios mais recomendados pelos médicos a pessoas com problemas crônicos nas costas. Uma das premissas para essa indicação é que as costas não sofrem com a posição exigida pelo exercício nem com o impacto dele, diferentemente de quando se corre, por exemplo.

“A natação é um esporte integral, que trabalha especialmente a parte superior do corpo. É um grande tonificador das costas”, diz Pineda. Uma boa rotina de natação também pode ajudar a melhorar a respiração, o que é fundamental para se adotar uma boa postura.

“A maioria das dores sentidas nas costas tem a ver com a falta de disciplina do corpo. E a natação, com o movimento constante de braços e pernas, ajuda nisso.”

Pedalar

cycling-79618_640

Primeira advertência: pedalar na rua não é um bom exercício para as costas por causa da postura que obriga a pessoa a adotar.

O que se recomenda para pessoas com esse problema é ir à academia e ajustar a bicicleta ergométrica de forma que as costas fiquem em sua posição natural, não curvada, enquanto se pedala.

“A bicicleta é uma excelente alternativa por causa do movimento das pernas e do fortalecimento de alguns músculos do quadril. E ter um apoio obriga a pessoa a ficar nessa posição (benéfica) durante um grande período de tempo”, explica o treinador.

Há ainda outros exercícios de academia que podem ajudar a melhorar os problemas nas costas. “Mas é preciso ter uma orientação adequada, pois muitas das dores no corpo são provocadas por práticas erradas na hora de se exercitar”, diz.

Em casa

yoga-389702_640

Segundo Pineda, há várias maneiras de tonificar as costas sem ter de ir a uma academia ou a uma piscina. “Para mim, os exercícios de alongamento são chave. Por isso, mais que o pilates ou a natação, recomendo a ioga, que ajuda a mover o corpo de acordo com a respiração”, afirma.

Também são indicadas atividades que podem ser feitas usando barras ou estruturas semelhantes. “É possível realizá-los com uma barra em casa, ou mesmo com uma mesa. A ideia é fazer que o corpo se exercite de maneira suave e sem forçá-lo demais, para evitar que as costas se machuquem”, completa o especialista.