Receita: Suco e Vitamina para o café da manhã

primroses-1236364_960_720

A depressão do domingo já começa quando paramos pra pensar que no dia seguinte é segunda-feira. É ou não é?! Mas, não vamos sofrer por antecipação. Só precisamos saber de uma coisa: como tem sido o seu café da manhã?! Toma direitinho, dá tempo? Engole qualquer coisa e sai correndo? Um dado é certo: falta de tempo não cola como desculpa para negligência alimentar já faz tempo. Prova disso são estas receitas práticas e super nutritivas que ensinamos.

Todo mundo sabe de cor que o café da manhã é a refeição mais importante do dia, pois é quando o seu organismo absorve o máximo de nutrientes e decodifica que o dia está começando e se “prepara” para o que vem pela frente.

blueberries-531209_960_720

Por isso, nada de pular esse momento ou comer de qualquer jeito. Sucos, vitaminas e mingaus (alimentos líquidos) são uma ótima solução para quem não tem muito tempo pela manhã ou não se sente tão bem com a mastigação.

Ainda que seu prazo entre acordar, se arrumar, comer e sair pra trabalhar ou estudar seja muito curto, dá para resolver: aproveite o final de semana ou aqueles 15-20 minutinhos a noite em que passa a toa, abrindo a geladeira ou na internet, para se organizar. Separe os ingredientes do seu suco ou vitaminas em saquinhos, nas porções certas, e guarde no congelador.

Assim, seu único trabalho será jogar tudo no liquidificador enquanto se veste, penteia o cabelo ou arruma o café da família. O importante é não permanecer longos períodos em jejum e evitar frituras e opções pobres em nutrientes, e ricas em calorias e gorduras, como café da manhã. Vamos ao que interessa, dá para fazer para amanhã:

Suco de beterraba energético

O suco de beterraba é rico em nutrientes e traz diversos benefícios à saúde.Um dos maiores benefícios do suco de beterraba está no fato dele ser um energético natural

  • 2 limões (só o suco)
  • 1/2 beterraba crua
  • 1 maçã
  • 200 ml de água

Coloque tudo no liquidificador e bata por 3-4 minutos. Pode coar, se achar necessário.

Vitamina de morango com banana

milkshake-1021027_960_720

  • 1 banana congelada
  • 4 morangos congelados
  • 2 colheres de iogurte natural
  • 1 copo de leite de sua preferência
  • 1 colher de coco ralado
  • Adoçante a gosto

Bata todos os ingredientes no liquidificador até que fique cremoso. Tome imediatamente. Não tem morango em casa? Substitua-os por pêssegos, maçãs, mamão ou a fruta que tiver disponível!

Vitamina de mamão + banana + morango

smoothie-1055316_960_720

 

  • 1/2 mamão papaia – sem casca, sem sementes e cortado em cubos
  • 1/2 banana congelada
  • 2 morangos congelado
  • 1 copo de leite
  • 2 castanha do Pará
  • 1 colher de açúcar demerara ou adoçante a gosto
  • Gelo

Em um liquidificador, bata o mamão papaia junto com a banana, o morango, o leite, o açúcar ou adoçante e o gelo até ficar cremoso. Sirva a seguir.

Anúncios

Treino funcional para as férias

Conteúdo original M de Mulher

running-573762_960_720

Quase 20 metros, o equivalente a um prédio de seis andares. Essa é a altura dos paredões de água que Maya costuma enfrentar. “Adoro essas ondas porque elas são raras. Não é em qualquer lugar que você encontra uma. E o risco, muito maior, faz a adrenalina aumentar”, conta a surfista de 28 anos. Tanta coragem já rendeu a ela cinco prêmios Billabong XXL Global Big Wave Awards, uma espécie de Oscar da modalidade.

A carioca não brinca em cima da prancha: se jogou no oceano gelado do Alasca, foi a primeira mulher a superar a temida bancada de corais de Teahupoo, no Taiti, e, no mês passado, retornou a Nazaré, em Portugal, para reencontrar o “tsunami” que quase a matou em 2013. E quem disse que o trauma a pararia? “Estou acostumada a tomar caldo. Só que esse foi diferente. Manter a calma se mostrou imprescindível para salvar minha vida”, revela a atleta, que já havia feito treinamento de apneia e de mergulho livre (sem equipamento) no Havaí, Estados Unidos.

Leve o treino na mala com você
A rotina de Maya é imprevisível. Ela passa grande parte do ano viajando em busca das ondas gigantes. “Como não dá para contar sempre com uma academia, fazemos circuitos funcionais que não usam equipamento”, diz o personal trainer da atleta Leandro Borges Pecanha, do Rio de Janeiro. Faça o circuito A e o B em dias seguidos e descanse no próximo. Depois, repita o esquema. Dica: para gastar mais energia, realize três rounds com uma série de cada exercício sem pausa.

1. BURPEE

a. Deite-se de barriga para baixo, com os braços flexionados ao lado do corpo e o peito apoiado no chão. b. De uma vez, traga os pés para próximo das mãos. c. Suba e salte em seguida (iniciantes podem apenas se levantar). Retorne à posição inicial sem apoiar os joelhos. Faça de 10 a 16 repetições.

2. AVANÇO COM ROTAÇÃO DE TRONCO

a. Una as mãos à frente do corpo, com os braços estendidos, e afaste um pouco as pernas. b. Dê um passo à frente com a perna esquerda e, em seguida, agache até formar 90°. Gire o tronco e os braços para o lado esquerdo. Suba e repita com a perna direita, movendo-se à frente. Faça de 8 a 10 repetições com cada perna.

3. EXTENSÃO DE TRONCO

a. Deite-se de bruços e abra os braços lateralmente. b. Erga os ombros e as pernas, como se tentasse aproximá-los. Permaneça nessa posição por sete segundos e repita três vezes (se você não tiver optado pelo circuito, faça dez repetições).

4. ELEVAÇÃO DE QUADRIL

a. Deite-se de barriga para cima, apoie o pé direito no chão e erga a perna esquerda 45°. Deixe os braços estendidos lateralmente com a palma das mãos virada para o teto. b. Erga o quadril até formar uma linha diagonal do pé esquerdo aos ombros. Faça o mesmo com a perna direita e repita tudo de 10 a 15 vezes.

5. ABDOMINAL REMADOR

a. Deite-se de barriga para cima e estenda os braços atrás da cabeça. b. Flexione os joelhos e erga o tronco até abraçar as pernas. Retorne à posição inicial e apoie todo o corpo no chão. Faça de 8 a 15 repetições.

6. ABDOMINAL DIAGONAL

a. Deitada, entrelace as mãos na nuca, flexione os joelhos e apoie os pés no chão. b. Aproxime o joelho direito da axila esquerda, girando o tronco. Retorne ao início sem apoiar as escápulas no chão. Faça de 8 a 15 repetições e depois troque o lado.

Receita: Bolo de aveia com banana

Essa receita não está no Especial de Natal, mas bem que poderia. Aliás, ela cabe muito bem em qualquer livro de receita como um exemplar coringa e extremamente versátil. Trata-se de um bolo de aveia com banana que pode ser mexido, remexido e adaptado do jeitinho que você quiser.

Isso porque ela permite diversas substituições dos ingredientes conforme suas necessidades. Se você for diabético, por exemplo, pode trocar o açúcar por adoçante e os ovos inteiros apenas pelas claras – o que vale também para quem faz controle de colesterol ou dieta de emagrecimento.

A farinha pode ser 100% integral ou mesclada com de arroz, amêndoa ou outras opções mais benéficas. O óleo de soja pode dar espaço ao óleo de girassol, canola, manteiga ghee ou óleo de coco. Enfim, você pode moldar do jeito que quiser e a sua saúde permitir.

Bolo saudável de aveia com banana

Receita adaptada de Tudo Gostoso

  • 1 xícara de chá de açúcar
  • 2 xícaras e 1/2 de chá de farinha de trigo
  • 1 xícara de chá de aveia em flocos finos
  • 3 colheres de sopa sementes de linhaça (opcional)
  • 2 colheres de sopa rasas de fermento em pó
  • 3/4 xícara de chá de óleo
  • 1 xícara de chá de leite (desnatado, vegetal ou do tipo que preferir)
  • 3 ovos (ou 4 claras para um bolo com baixo teor de gordura)
  • 2 ou 3 bananas nanicas maduras (pode ser prata também)
  • Açúcar e canela para polvilhar (opcional)
  1. Em uma vasilha, peneire o açúcar e a farinha de trigo. Acrescente a aveia e misture. Reserve.
  2. No liquidificador, coloque os ovos e ligue. Acrescente o óleo aos pouco até formar uma maionese.
  3. Acrescente o leite, as sementes de linhaça e as bananas. Bata um pouco mais.
  4. Depois, misture os ingredientes secos até formar uma massa homogênea.
  5. Por último, acrescente o fermento, misturando sem bater.
  6. Coloque em uma assadeira média, untada e polvilhada. Polvilhe a massa com canela em pó e açúcar.
  7. Asse em forno médio (180ºC) pré-aquecido.

Especial de Natal: Mousse de Café

Sabe uma sobremesa fácil, gostosa, econômica e fora do trivial?! Se não sabe, vai aprender agora! Estou falando de uma mousse superprática de café, que pode servir de sobremesa, e de quebra agradar sua família e convidados, no Natal!

coffee-171653_640

É uma receita que já fiz e devorei toda, não de uma vez né, aos pouquinhos, mas me acabei! Não tem segredo, é só bater tudo no liquidificador. Não é light, nem diet, porém, pode ser adaptado com o uso de ingredientes mais saudáveis, como o leite condensado light ou sem lactose, para os intolerantes, creme de leite sem gordura ou com baixo teor, café descafeinado para quem tem restrições, enfim… dá para adaptar.

Inclusive, quem achar o preço da gelatina sem sabor muito caro nos supermercados, eu recomendo que procure em lojas ou empórios de produtos naturais e/ou a granel. Eu fiz isso e saiu bem mais em conta. Você pode comprar a quantidade que quiser e ainda substituir a gelatina por agar-agar, que cumpre a mesma função e é bem mais saudável, por ser natural e não conter as substâncias químicas da gelatina.

Mousse de Café

Receita adaptada de Tudo Gostoso

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 2 colheres de sopa de café forte solúvel
  • 150 ml de água
  • 1 envelope de gelatina incolor sem sabor (ou 12 gramas)+ 50 ml de água para dissolver
  1. Dissolva o café em 150 ml de água.
  2. Hidrate a gelatina em 50 ml de água morna. Deixe por alguns segundos e mexa delicadamente até dissolver por completo.
  3. Bata todos os ingredientes no liquidificador, por uns 2 minutos.
  4. Despeje a mistura em recipiente de sua escolha ou distribua em taças/ potinhos individuais.
  5. Leve a geladeira por 2 horas. E estará pronto para servir.

Receita: Pão Caseiro com fermento químico

Acordou com fome de manhã, feriado, chuva, nada aberto, zero disposição (e condição) para ir até a padaria ou mercado comprar um pão fresquinho, o que fazer? Ficar sem pão? Se contentar com o biscoito água e sal? Passar no café puro? Nada disso! É possível ter um pão gostoso e quentinho em 30 minutos usando ingredientes simples e, o melhor, com fermento químico.

12244037_392391260969981_2013782506_n

É aquela velha história, a necessidade é a mãe da invenção. E quando me peguei numa situação mais ou menos parecida com a descrita, corri para a internet, nossa salvadora, para encontrar uma solução possível com o que tinha em casa. Não sou muito de consumir pão, mas o boy sim e não passou aperto.

Não é light, nem diet ou fit. É a base de farinha branca e substituições só testando mesmo. Não sei dizer se dá certo ou não porque fiz apenas uma vez e não testei com outros ingredientes. É importante seguir os passos e fazer com calma e amor, que vai dar pão.

Pão de Minuto

12231435_392391264303314_2126664495_n

Receita original de Tudo Gostoso

  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de margarina
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 ovo
  • 1 colher (chá) de sal
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  1. Em um recipiente coloque a farinha, a margarina, o açúcar, o sal e o ovo levemente batido. Misture a cada ingrediente adicionado;
  2. Junte o leite e mexa (neste momento, se necessário, adicione mais farinha);
  3. Coloque o fermento;
  4. Sove sobre superfície lisa;
  5. Deixe a massa descansar por, aproximadamente, 10 minutos coberta com um pano;
  6. A seguir, enrole uma bolinha e achate no fundo, ou modele no formato que preferir;
  7. Coloque na assadeira (não precisa untar) e leve ao forno pré-aquecido a 180°C – 200°C, por 20 minutos.

12226874_392391267636647_642742402_n

E prontinho! Pão gostoso e quentinho, com um bom rendimento, de 8 a 10 porções. Como a massa é bem versátil, você pode incrementar seu pão puxando para o doce (colocando coco ou uma caldinha doce, com leite condensado e leite, ou mesmo salpicando açúcar cristal) ou salgado (com recheios de presunto e queijo ou só queijo, frango, e até salpicando queijo ralado na massa e por cima, antes de assar, como eu fiz – e ficou ótimo!).

12231485_392391250969982_1744687258_n

Receita: Bolo Gelado de Coco

Mês passado teve comemoração de aniversário aqui em casa e é claro que não poderia faltar o componente principal, o bolo! O pedido do aniversariante foi deliciosamente nostálgico: bolo gelado, e molhado, de coco enroladinho no papel alumínio! Dá ou não dá saudades da infância?! Viajei no tempo e lembrei dos aniversários da rua, que reuniam a criançada toda, com direito a todos os tipos de brincadeiras e bailinho na garagem! ❤ ❤ ❤

birthday-cake-380178_640

E, mesmo sendo muito fã desse bolo, por incrível que pareça, eu nunca tinha reproduzido essa receita. Nunca fiz! Sempre foi o tipo de sobremesa que comi em festinhas de terceiros ou em reuniões/ ocasiões em que alguém serviu esse bolo. Foi a primeira vez que fiz e deu super certo! O que me encoraja a vir compartilhar com vocês. Funciona, a gente posta!

Assim como uma parte das coisas muito gostosas da vida, esse bolo não é light, diet, nem fit. É padrão delicinha mesmo! Mas, conforme falamos constantemente por aqui, nada impede que você faça as alterações para adaptar as receitas as suas necessidades. Acredito que é possível trocar o açúcar branco por uma versão mais saudável ou mesmo adoçante forno e fogão, e o leite condensado comum pelo light, que é reduzido em teor de gordura.

20151027_183534

Eu mesma fiz uma alteração na quantidade original de açúcar: pedia 2 xícaras e eu reduzi para 1 xícara e 1/2 prevendo que ficaria muito doce, já contando com todo o açúcar da calda com leite condensado. Se você prefere bolos pouco doces pode reduzir ainda mais e usar até 1 xícara de açúcar, que vai ficar bom. Na quantidade que eu usei ficou um doce nível paladar infantil, mas não a ponto de ser enjoativo, sabe?! Ali, na medida, entre doce e muito doce enjoativo.

A massa é bem básica e fácil de fazer; não vai leite, nem manteiga/margarina, então os intolerantes a lactose podem se jogar – só precisam adaptar a cobertura ou servir acompanhado de sorvete e calda de frutas. Gostei muito dessa massa e, inclusive, ela já está escalada para integrar minha sobremesa de Natal (gente do céu, o ano voou!), um gelado de abacaxi numa versão bem leve e saudável, que também pretendo postar. Vamos lá?!

Bolo Gelado de Coco

20151027_185444

Receita original do site Panelinha

Para a massa:

  • 3 ovos inteiros
  • 2 xícaras de chá de açúcar refinado (Usei 1 e 1/2)
  • 2 xícaras de chá de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento biológico
  • Caldo de 1 laranja

Para molhar o bolo e cobertura:

  • 1 lata/caixa de leite condensado (Usei menos também, cerca de 2/3 da caixinha, um pouco mais da metade)
  • 1 vidro de leite de coco pequeno
  • A mesma medida do vidro de leite de coco com leite de vaca (usei desnatado comum)
  • Coco ralado úmido, em flocos 

Antes de começar, peneire o açúcar e a farinha, para uma massa mais leve e fofinha. Na batedeira, bata os ovos inteiros, em velocidade alta, até que fiquem com uma consistência nevada – fica uma massa leve numa coloração amarela bem clarinha. Acrescente o açúcar aos poucos (vai parecer uma gemada).

20151027_162048

Tire da batedeira e acrescente aos poucos a farinha peneirada, para que não perca a leveza. Vá colocando e mexendo; assim que incorporar, coloque mais um pouco, até usar toda a farinha. Por último, acrescente o fermento e o caldo de uma laranja e incorpore delicadamente na massa.

Coloque em assadeira plana e untada. Asse em forno pré aquecido a 180ºC por, aproximadamente, 30 minutos ou até dourar a massa e o palito sair limpo. Deixe esfriar; depois de frio, fure todo o bolo com um garfo.

20151027_165600

Para a calda:

No liquidificador, bata uma lata de leite condensado com um vidro de leite de coco e a mesma medida (do vidro de leite de coco) de leite. Bata até ter uma mistura homogênea e regue o bolo com essa calda. Espalhe o coco ralado por toda a extensão do bolo.

Corte em quadrados de tamanho de sua preferência (eu dividi em 12 pedaços) e envolva um a um em papel alumínio. Leve a geladeira por, pelo menos, 2 horas e sirva geladinho.

20151027_191206 cópia

Fica muito bom, de comer rezando! Comi um monte e ainda sonho com ele. Maravilhoso! 😉

Aprecie o nhoque da fortuna no dia 29 sem afetar a balança

Conteúdo original Minha Vida

gnocchi-493522_640

Conhecido por todos que apreciam a gastronomia italiana, o nhoque é famoso não só por seu sabor e versatilidade. Presença garantida em almoços de domingo, o prato ficou ainda mais popular no Brasil em função das superstições que o cercam.

Todo dia 29 do mês é o dia do nhoque da fortuna. Diz a lenda que num certo dia 29 de dezembro, na Itália, São Pantaleão bateu a porta de uma casa e pediu comida. A família era bem pobre, mas apesar disso, não se importou em dividir o seu nhoque com o andarilho. Ao recolherem os pratos, descobriram que embaixo de cada um havia bastante dinheiro. Segundo a tradição, antes de se deliciar com o prato, coloca-se uma nota de dinheiro embaixo dele e faz-se um pedido. Para garantir o bolso cheio o ano inteiro, a nota deve ser guardada até o próximo dia 29 do mês seguinte.

Também é possível tornar este prato mais leve sem perder o sabor para não atrapalhar a dieta. Para a nutricionista Ana Flávia Pinheiro, o nhoque é um dos pratos mais versáteis que existem por permitir substituições tanto no molho quanto na própria massa: “Você pode substituir parte da batata da massa por beterraba, berinjela, abobrinha, abóbora e muitos outros legumes, tornando-o super nutritivo. Além disso, um molho simples e leve já dá um sabor especial ao prato”, explica.

Dicas e substituições que fazem a diferença

gnocchi-695057_640

  • Já que os componentes da massa do nhoque tradicional são basicamente batata e farinha de trigo, o ideal é não exagerar na quantidade de farinha ao preparar a massa, pois, quando em excesso, o ingrediente deixará a massa mais pesada e menos saborosa. Outra opção é usar trigo integral para tornar a receita mais saudável e rica em fibras.
  • É possível substituir a batata por outros ingredientes como: berinjela, ricota, pão light, beterraba, abobrinha e até banana. “O sabor fica diferenciado, conforme o ingrediente, mas em geral, as substituições por legumes e vegetais resultam em menos calorias na hora de pesar na balança”, explica a nutricionista.
  • Outra sugestão é saber escolher o molho que acompanhará o nhoque: “para emagrecer o prato, o melhor é deixar de lado os molhos brancos ou à base de queijos amarelos e investir nos molhos de tomate, de ricota, espinafre ou manjericão, que são bem menos calóricos e nem por isso menos saborosos”, sugere Ana Flávia.
    gnocchi-842305_640
  • Comece sempre por uma salada. “Se você vai comer uma massa como nhoque, que por mais leve que seja a receita, acaba pesando um pouco, comece a refeição com uma boa salada para moderar seu apetite e evitar que exagere na quantidade da massa a ser consumida”, explica a especialista.
  • Cuide para comer devagar e saborear a massa. O hábito evitará que você repita a porção desnecessariamente. Mas, se por acaso sentir que descuidou e comeu além da conta o melhor é segurar a quantidade de carboidratos que consumirá no restante do dia. “Se exagerou na massa, prefira, para as próximas refeições, uma alimentação mais leve, dando prioridade para as frutas, vegetais e grelhados magros”, finaliza.

Versões leves e nutritivas do prato

Nhoque Integral Maravilha

Nhoque integral
Nhoque integral

Ingredientes
-750 g de batatas
-1 ovo
-½ colher de sopa de manteiga
– Sal a gosto
-Farinha de trigo integral

Modo de Preparar
Cozinhe as batatas com as cascas, descasque-as e passe no espremedor. Junte as batatas ainda quentes à manteiga, ovo, sal e vá juntando a farinha de trigo até poder enrolar, mas sem deixar que a massa fique dura. Faça rolinhos compridos de massa de batata sobre o mármore enfarinhado.

Corte-os com uma faca em pedacinhos. Cozinhe os nhoques em bastante água fervente com sal. Quando subirem à tona de água, estarão cozidos.

Tire-os com uma espumadeira, deixe escorrer. Arrume-os numa travessa, cubra-os com molho de tomate e bastante queijo parmesão.

Nhoque de beterraba
Nhoque de beterraba

Nhoque de beterraba

Ingredientes
– 1 ovo
– 1 copo (tipo americano) de leite
– 2 colheres (café) de sal
– 150 g de batata cozida
– 150 g de beterraba cozida
– 1 colher (sopa) de manteiga
– 1 copo (tipo americano) de farinha de trigo

Para o Molho de Sálvia
– 100 g de manteiga
– 4 folhas de sálvia fresca
– sal e pimenta-do-reino branca moída

Para o Molho Branco
– 2 colheres (sopa) de manteiga light
– 1 colher (sopa) de alho picado
– 1 colher (sopa) de cebola picada
– 1 ramo de alecrim picado
– 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
– 500 ml de leite desnatado
-pimenta-do-reino moída, pimenta calabresa, noz-moscada moída e sal a gosto

Modo de preparo
Num liquidificador coloque o ovo, o leite, o sal, a batata e a beterraba. Bata bem até a mistura ficar homogênea. Reserve. Numa panela em fogo médio aqueça a manteiga e depois incorpore o creme batido (do liquidificador). Misture bem e espere o creme aquecer.

Assim que o creme aquecer, coloque de uma vez a farinha de trigo e mexa constantemente até que a mistura desgrude da panela, +/- 3 a 5 minutos. No início parece que o creme vai empelotar, mas mexa continuamente como massa de coxinha, até que desprenda da panela.

Transfira a massa para um refratário e espere esfriar. Assim que a massa esfriar, enrole-a formando tiras e depois corte no formato de nhoques. Coloque o nhoque direto no molho quente (escolha um de sua preferência) e sirva a seguir. Essa massa pode ser aquecida em microondas ou armazenada em geladeira por 1 semana. Você pode trocar a beterraba por cenoura, espinafre ou mandioquinha.

Molho de Sálvia
Numa frigideira em fogo médio derreta a manteiga. Adicione as folhas de sálvia fresca, sal e pimenta-do-reino branca moída e deixe cozinhando de 2 a 3 minutos.

Molho Branco
Numa panela em fogo brando, derreta a manteiga e refogue o alho, a cebola e o alecrim. Junte a farinha de trigo e mexa bem. Acrescente o leite, a pimenta-do-reino, a pimenta calabresa, a noz-moscada moída. Acerte o sal e cozinhe por 10 minutos em fogo baixo.

Fonte: Chef Luiza Zaidan

Nhoque de abóbora
Nhoque de abóbora

Nhoque de Abóbora

Ingredientes
-2 quilos de abóbora cozida
-1 ovo
-farinha de trigo até dar o ponto
-sal a gosto
-1/2 quilo de carne seca desfiada
-1 colher de manteiga
-1 cebola picada
-cebolinha
-queijo ralado (a gosto)

Modo de preparo
Cozinhe a abóbora, passe no espremedor, misture os ovos, sal e farinha. Quando estiver no ponto, enrole, corte e cozinhe até subir na água.

Coloque a carne seca desfiada sem o sal, para refogar com manteiga, cebola e tempero de seu gosto. Misture o nhoque à mistura e salpique cebolinha e queijo ralado a gosto.

Nhoque de ricota e espinafre
Nhoque de ricota e espinafre

Nhoque de ricota 

Ingredientes
– 1 ovo
-1 colher (café) de noz-moscada ralada
– 1 xícara (chá) de farinha de trigo ?
-675 g de ricota
-Sal (o mínimo)

Molho
-1 cebola média ralada
– 12 dentes de alho amassados
– 400 g de polpa de tomate
– 250 g de purê de tomate
– 1 copo de leite desnatado
-algumas folhas de manjericão
– 1 cenoura picada

Preparo da Receita
Passe a ricota por uma peneira fina e misture com o ovo, a noz-moscada e o sal. Junte a farinha aos poucos, amassando com as mãos até obter uma mistura firme. Pegue pequenas porções de massa, forme cordões e corte-os em pedacinhos.

Amasse-os ligeiramente com um garfo e vá colocando-os sobre uma superfície enfarinhada ou um pano. Ferva 4 litros de água. Vá colocando os nhoques aos poucos. Quando subirem à tona, retire-os com uma escumadeira e coloque-os num escorredor.

Passe-os imediatamente por água fria em abundância; escorra-os. Coloque-os numa travessa, cubra com o molho e sirva.

Molho: Numa panela antiaderente dê uma ligeira fritada na cebola e no alho. Junte a polpa e o purê de tomate, a cenoura, o leite e as folhas de manjericão.

Mexa bem e cozinhe em fogo brando por 1h30min com a panela tampada, mexendo de vez em quando. Se necessário, vá colocando água aos poucos. Quando o molho estiver bem apurado, retire-o do fogo e passe-o por uma peneira.

Fonte: Chef Luiza Zaidan