Tag: prático

Receita: Bolo Gelado de Coco

Mês passado teve comemoração de aniversário aqui em casa e é claro que não poderia faltar o componente principal, o bolo! O pedido do aniversariante foi deliciosamente nostálgico: bolo gelado, e molhado, de coco enroladinho no papel alumínio! Dá ou não dá saudades da infância?! Viajei no tempo e lembrei dos aniversários da rua, que reuniam a criançada toda, com direito a todos os tipos de brincadeiras e bailinho na garagem! ❤ ❤ ❤

birthday-cake-380178_640

E, mesmo sendo muito fã desse bolo, por incrível que pareça, eu nunca tinha reproduzido essa receita. Nunca fiz! Sempre foi o tipo de sobremesa que comi em festinhas de terceiros ou em reuniões/ ocasiões em que alguém serviu esse bolo. Foi a primeira vez que fiz e deu super certo! O que me encoraja a vir compartilhar com vocês. Funciona, a gente posta!

Assim como uma parte das coisas muito gostosas da vida, esse bolo não é light, diet, nem fit. É padrão delicinha mesmo! Mas, conforme falamos constantemente por aqui, nada impede que você faça as alterações para adaptar as receitas as suas necessidades. Acredito que é possível trocar o açúcar branco por uma versão mais saudável ou mesmo adoçante forno e fogão, e o leite condensado comum pelo light, que é reduzido em teor de gordura.

20151027_183534

Eu mesma fiz uma alteração na quantidade original de açúcar: pedia 2 xícaras e eu reduzi para 1 xícara e 1/2 prevendo que ficaria muito doce, já contando com todo o açúcar da calda com leite condensado. Se você prefere bolos pouco doces pode reduzir ainda mais e usar até 1 xícara de açúcar, que vai ficar bom. Na quantidade que eu usei ficou um doce nível paladar infantil, mas não a ponto de ser enjoativo, sabe?! Ali, na medida, entre doce e muito doce enjoativo.

A massa é bem básica e fácil de fazer; não vai leite, nem manteiga/margarina, então os intolerantes a lactose podem se jogar – só precisam adaptar a cobertura ou servir acompanhado de sorvete e calda de frutas. Gostei muito dessa massa e, inclusive, ela já está escalada para integrar minha sobremesa de Natal (gente do céu, o ano voou!), um gelado de abacaxi numa versão bem leve e saudável, que também pretendo postar. Vamos lá?!

Bolo Gelado de Coco

20151027_185444

Receita original do site Panelinha

Para a massa:

  • 3 ovos inteiros
  • 2 xícaras de chá de açúcar refinado (Usei 1 e 1/2)
  • 2 xícaras de chá de farinha de trigo
  • 1 colher de sopa de fermento biológico
  • Caldo de 1 laranja

Para molhar o bolo e cobertura:

  • 1 lata/caixa de leite condensado (Usei menos também, cerca de 2/3 da caixinha, um pouco mais da metade)
  • 1 vidro de leite de coco pequeno
  • A mesma medida do vidro de leite de coco com leite de vaca (usei desnatado comum)
  • Coco ralado úmido, em flocos 

Antes de começar, peneire o açúcar e a farinha, para uma massa mais leve e fofinha. Na batedeira, bata os ovos inteiros, em velocidade alta, até que fiquem com uma consistência nevada – fica uma massa leve numa coloração amarela bem clarinha. Acrescente o açúcar aos poucos (vai parecer uma gemada).

20151027_162048

Tire da batedeira e acrescente aos poucos a farinha peneirada, para que não perca a leveza. Vá colocando e mexendo; assim que incorporar, coloque mais um pouco, até usar toda a farinha. Por último, acrescente o fermento e o caldo de uma laranja e incorpore delicadamente na massa.

Coloque em assadeira plana e untada. Asse em forno pré aquecido a 180ºC por, aproximadamente, 30 minutos ou até dourar a massa e o palito sair limpo. Deixe esfriar; depois de frio, fure todo o bolo com um garfo.

20151027_165600

Para a calda:

No liquidificador, bata uma lata de leite condensado com um vidro de leite de coco e a mesma medida (do vidro de leite de coco) de leite. Bata até ter uma mistura homogênea e regue o bolo com essa calda. Espalhe o coco ralado por toda a extensão do bolo.

Corte em quadrados de tamanho de sua preferência (eu dividi em 12 pedaços) e envolva um a um em papel alumínio. Leve a geladeira por, pelo menos, 2 horas e sirva geladinho.

20151027_191206 cópia

Fica muito bom, de comer rezando! Comi um monte e ainda sonho com ele. Maravilhoso! 😉

Aprecie o nhoque da fortuna no dia 29 sem afetar a balança

Conteúdo original Minha Vida

gnocchi-493522_640

Conhecido por todos que apreciam a gastronomia italiana, o nhoque é famoso não só por seu sabor e versatilidade. Presença garantida em almoços de domingo, o prato ficou ainda mais popular no Brasil em função das superstições que o cercam.

Todo dia 29 do mês é o dia do nhoque da fortuna. Diz a lenda que num certo dia 29 de dezembro, na Itália, São Pantaleão bateu a porta de uma casa e pediu comida. A família era bem pobre, mas apesar disso, não se importou em dividir o seu nhoque com o andarilho. Ao recolherem os pratos, descobriram que embaixo de cada um havia bastante dinheiro. Segundo a tradição, antes de se deliciar com o prato, coloca-se uma nota de dinheiro embaixo dele e faz-se um pedido. Para garantir o bolso cheio o ano inteiro, a nota deve ser guardada até o próximo dia 29 do mês seguinte.

Também é possível tornar este prato mais leve sem perder o sabor para não atrapalhar a dieta. Para a nutricionista Ana Flávia Pinheiro, o nhoque é um dos pratos mais versáteis que existem por permitir substituições tanto no molho quanto na própria massa: “Você pode substituir parte da batata da massa por beterraba, berinjela, abobrinha, abóbora e muitos outros legumes, tornando-o super nutritivo. Além disso, um molho simples e leve já dá um sabor especial ao prato”, explica.

Dicas e substituições que fazem a diferença

gnocchi-695057_640

  • Já que os componentes da massa do nhoque tradicional são basicamente batata e farinha de trigo, o ideal é não exagerar na quantidade de farinha ao preparar a massa, pois, quando em excesso, o ingrediente deixará a massa mais pesada e menos saborosa. Outra opção é usar trigo integral para tornar a receita mais saudável e rica em fibras.
  • É possível substituir a batata por outros ingredientes como: berinjela, ricota, pão light, beterraba, abobrinha e até banana. “O sabor fica diferenciado, conforme o ingrediente, mas em geral, as substituições por legumes e vegetais resultam em menos calorias na hora de pesar na balança”, explica a nutricionista.
  • Outra sugestão é saber escolher o molho que acompanhará o nhoque: “para emagrecer o prato, o melhor é deixar de lado os molhos brancos ou à base de queijos amarelos e investir nos molhos de tomate, de ricota, espinafre ou manjericão, que são bem menos calóricos e nem por isso menos saborosos”, sugere Ana Flávia.
    gnocchi-842305_640
  • Comece sempre por uma salada. “Se você vai comer uma massa como nhoque, que por mais leve que seja a receita, acaba pesando um pouco, comece a refeição com uma boa salada para moderar seu apetite e evitar que exagere na quantidade da massa a ser consumida”, explica a especialista.
  • Cuide para comer devagar e saborear a massa. O hábito evitará que você repita a porção desnecessariamente. Mas, se por acaso sentir que descuidou e comeu além da conta o melhor é segurar a quantidade de carboidratos que consumirá no restante do dia. “Se exagerou na massa, prefira, para as próximas refeições, uma alimentação mais leve, dando prioridade para as frutas, vegetais e grelhados magros”, finaliza.

Versões leves e nutritivas do prato

Nhoque Integral Maravilha

Nhoque integral
Nhoque integral

Ingredientes
-750 g de batatas
-1 ovo
-½ colher de sopa de manteiga
– Sal a gosto
-Farinha de trigo integral

Modo de Preparar
Cozinhe as batatas com as cascas, descasque-as e passe no espremedor. Junte as batatas ainda quentes à manteiga, ovo, sal e vá juntando a farinha de trigo até poder enrolar, mas sem deixar que a massa fique dura. Faça rolinhos compridos de massa de batata sobre o mármore enfarinhado.

Corte-os com uma faca em pedacinhos. Cozinhe os nhoques em bastante água fervente com sal. Quando subirem à tona de água, estarão cozidos.

Tire-os com uma espumadeira, deixe escorrer. Arrume-os numa travessa, cubra-os com molho de tomate e bastante queijo parmesão.

Nhoque de beterraba
Nhoque de beterraba

Nhoque de beterraba

Ingredientes
– 1 ovo
– 1 copo (tipo americano) de leite
– 2 colheres (café) de sal
– 150 g de batata cozida
– 150 g de beterraba cozida
– 1 colher (sopa) de manteiga
– 1 copo (tipo americano) de farinha de trigo

Para o Molho de Sálvia
– 100 g de manteiga
– 4 folhas de sálvia fresca
– sal e pimenta-do-reino branca moída

Para o Molho Branco
– 2 colheres (sopa) de manteiga light
– 1 colher (sopa) de alho picado
– 1 colher (sopa) de cebola picada
– 1 ramo de alecrim picado
– 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
– 500 ml de leite desnatado
-pimenta-do-reino moída, pimenta calabresa, noz-moscada moída e sal a gosto

Modo de preparo
Num liquidificador coloque o ovo, o leite, o sal, a batata e a beterraba. Bata bem até a mistura ficar homogênea. Reserve. Numa panela em fogo médio aqueça a manteiga e depois incorpore o creme batido (do liquidificador). Misture bem e espere o creme aquecer.

Assim que o creme aquecer, coloque de uma vez a farinha de trigo e mexa constantemente até que a mistura desgrude da panela, +/- 3 a 5 minutos. No início parece que o creme vai empelotar, mas mexa continuamente como massa de coxinha, até que desprenda da panela.

Transfira a massa para um refratário e espere esfriar. Assim que a massa esfriar, enrole-a formando tiras e depois corte no formato de nhoques. Coloque o nhoque direto no molho quente (escolha um de sua preferência) e sirva a seguir. Essa massa pode ser aquecida em microondas ou armazenada em geladeira por 1 semana. Você pode trocar a beterraba por cenoura, espinafre ou mandioquinha.

Molho de Sálvia
Numa frigideira em fogo médio derreta a manteiga. Adicione as folhas de sálvia fresca, sal e pimenta-do-reino branca moída e deixe cozinhando de 2 a 3 minutos.

Molho Branco
Numa panela em fogo brando, derreta a manteiga e refogue o alho, a cebola e o alecrim. Junte a farinha de trigo e mexa bem. Acrescente o leite, a pimenta-do-reino, a pimenta calabresa, a noz-moscada moída. Acerte o sal e cozinhe por 10 minutos em fogo baixo.

Fonte: Chef Luiza Zaidan

Nhoque de abóbora
Nhoque de abóbora

Nhoque de Abóbora

Ingredientes
-2 quilos de abóbora cozida
-1 ovo
-farinha de trigo até dar o ponto
-sal a gosto
-1/2 quilo de carne seca desfiada
-1 colher de manteiga
-1 cebola picada
-cebolinha
-queijo ralado (a gosto)

Modo de preparo
Cozinhe a abóbora, passe no espremedor, misture os ovos, sal e farinha. Quando estiver no ponto, enrole, corte e cozinhe até subir na água.

Coloque a carne seca desfiada sem o sal, para refogar com manteiga, cebola e tempero de seu gosto. Misture o nhoque à mistura e salpique cebolinha e queijo ralado a gosto.

Nhoque de ricota e espinafre
Nhoque de ricota e espinafre

Nhoque de ricota 

Ingredientes
– 1 ovo
-1 colher (café) de noz-moscada ralada
– 1 xícara (chá) de farinha de trigo ?
-675 g de ricota
-Sal (o mínimo)

Molho
-1 cebola média ralada
– 12 dentes de alho amassados
– 400 g de polpa de tomate
– 250 g de purê de tomate
– 1 copo de leite desnatado
-algumas folhas de manjericão
– 1 cenoura picada

Preparo da Receita
Passe a ricota por uma peneira fina e misture com o ovo, a noz-moscada e o sal. Junte a farinha aos poucos, amassando com as mãos até obter uma mistura firme. Pegue pequenas porções de massa, forme cordões e corte-os em pedacinhos.

Amasse-os ligeiramente com um garfo e vá colocando-os sobre uma superfície enfarinhada ou um pano. Ferva 4 litros de água. Vá colocando os nhoques aos poucos. Quando subirem à tona, retire-os com uma escumadeira e coloque-os num escorredor.

Passe-os imediatamente por água fria em abundância; escorra-os. Coloque-os numa travessa, cubra com o molho e sirva.

Molho: Numa panela antiaderente dê uma ligeira fritada na cebola e no alho. Junte a polpa e o purê de tomate, a cenoura, o leite e as folhas de manjericão.

Mexa bem e cozinhe em fogo brando por 1h30min com a panela tampada, mexendo de vez em quando. Se necessário, vá colocando água aos poucos. Quando o molho estiver bem apurado, retire-o do fogo e passe-o por uma peneira.

Fonte: Chef Luiza Zaidan

Receita: Aprenda a fazer homus

starter-520788_640

Se você não conhece muito bem a culinária árabe pode estar pensando em alguma coisa de terra com minhoca. Não, não é disso que se trata. O nome é bem parecido sim, mas esse chama-se húmus e serve para dar um up na jardinagem. Já o homus, que é o nosso tema, refere-se a uma pastinha muito saborosa e saudável para comer com pão sírio, torradinha, bolachinha, salada e tudo o mais que a sua imaginação permitir.

Segundo nossa querida Wikipedia, ‘”Homus” é uma palavra árabe (حمّص ḥummuṣ) que significa “grão-de-bico” e o nome completo do preparado em árabe é حمّص بطحينة ḥummuṣ bi ṭaḥīna, que significa “grão-de-bico com taíne”. No idioma português é comumente escrito homus.” Nada mais é do que uma espécie de purê frio de grão-de-bico, um patê, temperado com limão, tahine (uma pasta a base de gergelim), alho, especiarias e azeite.

Sou suspeita para falar porque homus tem sido meu mais novo queridinho. Nunca tinha feito em casa e aproveitei um restinho de grão-de-bico cozido, que tenho consumido em substituição do feijão, para dar um descanso do requeijão e da ricota. E, gente, dá vontade de comer o dia inteiro! Eita coisa boa de beliscar! Além de ser uma carta na manga para você servir de entradinha ou aperitivo ao receber amigos em casa.

eat-818077_640

Não segui a receita original porque não tinha tahine (e onde moro é difícil de encontrar), mas mesmo assim gostei demais do resultado. Dei uma incrementada com umas gotinhas de pimenta e fui fiel aos demais ingredientes. Você também pode adaptar com o que tiver em casa e fazer o homus a seu jeito.

Se tiver dúvida de como preparar o grão-de-bico, aqui vai um passo-a-passo bem legal do blog Gordelícias:

Como Fazer Grão-de-Bico

chana-166988_640

Ingredientes

  • 1 xícara de grão-de-bico cru
  • 2 partes de água filtrada – para deixar o grão-de-bico de molho e para cozinhá-lo

Modo de Preparo

1. O primeiro passo é deixar o grão-de-bico de molho em uma tigela com água. Coloque o suficiente para cobri-lo (deixe passar uns 2 dedinhos). Pra não ter erro, faça esse processo antes de dormir, no dia seguinte já estará pronto para o cozimento.

2. No dia seguinte, ou seis horas depois, descarte a água do molho e leve o grão-de-bico para uma panela de pressão, completando com água. Cubra até uns 3 dedos acima, respeitando o limite de segurança da sua panela.Se for do seu agrado, esse é o momento de temperá-lo (1 colher de chá é suficiente para salgar).

3. Tampe a panela e deixe em fogo alto até começar a chiar. Quando a panela “pegar pressão”, coloque em fogo baixo e conte 15 minutos. Espere a pressão sair antes de abrir a tampa da panela! Caso você esteja fazendo em uma panela convencional, cozinhe por pelo menos 40 minutos(fogo baixo), sem deixar a água secar. Complete se necessário.

Uma dica importante é não jogar fora a água do cozimento. Guarde, pois ela vai servir para hidratar os grãos e dar o ponto de patê. Com o grão-de-bico prontinho (esperem esfriar antes de bater o homus), já podemos partir para a recita que interessa. Vamos lá?

Homus de grão-de-bico

hummus-812675_640

 

Receita de Bela Gil
Rende 6 porções

  • 1 xícara (chá) de grão-de-bico
  • 1 xícara (chá) de tahine (pasta de gergelim)
  • Suco de 1 limão espremido
  • 1 dente de alho pequeno
  • 1 colher (chá) de cominho em pó (opcional)
  • Sal marinho (mas pode ser o sal comum)
  • 1/4 de xícara (chá) de azeite de oliva
  • Água do cozimento do grão
  • Páprica para enfeitar

Coloque o grão-de-bico em um processador de alimentos ou liquidificador e triture bem. Adicione o tahine, suco do limão, cominho e azeite. Continue a bater até obter a textura desejada. Se o homus ainda estiver muito grosso, adicione um pouco da água de cozimento. Sirva com um pouco de azeite e salsinha picada e enfeite com páprica.

Difícil?! E fica bem bom, viu? Como eu tinha páprica doce em casa, adicionei na mistura e bati junto, não usei cominho, mas coloquei um pouquinho de chimichurri. Não salguei. Como até com torradinhas no café da manhã. Muito delícia! Façam, experimentem e comprovem!

Couve-flor recheada de micro-ondas

cauliflower-613618_640

Já parou pra pensar no quanto de frutas, verduras e legumes a gente tem para escolher nesse Brasil afora? E, por acaso, você já se perguntou porquê se limita tanto e acaba repetindo a mesma salada, o mesmo legume e as mesmas comidinhas constantemente? Pois é! A rotina engole a gente de um jeito, que acabamos por fazer escolhas mecanicamente, sem nem perceber. Porém, nossa saúde e nosso paladar só tem a sair ganhando se jogarmos no mesmo time da diversidade. E, para mudar um pouco o cardápio, compartilhamos um jeito bem gostoso de preparar a couve-flor.

“A couve flor possui inúmeros benefícios para a saúde, principalmente se fizer parte de uma alimentação equilibrada. Rica em vitamina C, ácido fólico, vitaminas K, B1, B2, B3, B6 e E, a planta fornece ainda muitos minerais essenciais como o cálcio, o fósforo, o manganês, o magnésio e o potássio. Fonte de proteínas, o alimento carrega quantidades muito baixas de gorduras, sendo um alimento muito bom para quem busca hábitos mais saudáveis de alimentação e o emagrecimento.

cauliflower-849643_640

O consumo de couve flor pode fazer com que a função imunológica seja fortalecida no corpo, além de aumentar a proteção contra doenças cardíacas. Devido à presença de antioxidantes, o consumo ajuda ainda a retardar o envelhecimento. Entre os benefícios comprovados estão ainda o reparo do DNA e proteção, combate à hipertensão, combate às doenças cardiovasculares, proteção contra o Alzheimer, osteoporose, crises de epilepsia e alopecia.” Fonte: Benefícios Naturais

Convencidos?! É tudo de bom! Fácil e prático de preparar. A sugestão é rechear com presunto e queijo, mas você pode adaptar a seu gosto, só com queijo ou com peito de peru, ricota, etc. Vamos aprender? Anota aí:

Couve-flor recheada de micro-ondas

food-772241_640

Receita original de Tudo Gostoso
Rende 4 porções

  • 1 couve-flor média
  • 1 saquinho de microondas ou de congelamento
  • 100 g de presunto
  • 100 g de queijo
  • 1/2 cebola
  • 1 colher de sopa de purê de alho (alho amassadinho, mais ou menos 6 dentes, ou a gosto)
  • 1 caixa de creme de leite
  • 4 colheres de sopa de queijo ralado

Lave a couve inteira coloque dentro do saquinho e dê um nozinho. Fure com um garfo e cozinhe no microondas aproximadamente 4 minutos ou até alcançar a textura desejada. Depois de cozido reserve. Pique o presunto e o queijo em cubos, e recheie a couve colocando entre as cavidades.

Em um refratário coloque a cebola o purê de alho e cozinhe no microondas cerca de 2 minutos acrescente o creme de leite e o queijo ralado. Cozinhe novamente no microondas cerca de 2 minutos ou até alcançar a consistência desejada. Em um recipiente definitivo, coloque a couve já pronta e despeje o molho. Polvilhe com o queijo ralado e leve ao microondas por mais ou menos 3 minutos.

Nutrindo com abobrinha + receita de fritada vegetariana

Quem nunca abriu a geladeira e se deparou apenas com água, alguns ovos e uns restinhos de legumes?! Fim do mês acontece muito, né? Não só pelo aperto da grana, ainda mais nos tempos de crise, mas também pela falta de tempo de fazer aquela supercompra e repor todo o estoque da despensa. Até o final de semana chegar, o que é resta é improvisar e fazer bom uso dos gatos pingados da geladeira.

vegetables-777385_640

Uma saída prática e saborosa é preparar uma fritada com os temperinhos que tiver em casa e aquele restô de abobrinha, sabe? É uma receita individual, mas você pode adaptar de acordo com as suas necessidades e a quantidade de bocas que tem para alimentar.

Aliás, a abobrinha é um legume ótimo para ser inserido ou reconsiderado na alimentação. Ela possui uma lista enorme de benefícios, como controlar a hipertensão, graças à grande quantidade de potássio. Além disso, a abobrinha é rica em niacina, vitaminas do complexo B, vitamina A e minerais como fósforo, cálcio, sódio e magnésio.

abobrinha

E, apesar de todo esse poder nutritivo, é um alimento leve. Uma abobrinha tem pouqíssimas calorias e 10% de fibra dietética da ingestão recomendada, a qual auxilia na digestão, previne a constipação e mantém o nível de açúcar no sangue baixo.

Caso você ainda não seja adepto à abobrinha ou não saiba muito bem como proceder durante as compras, como escolher e quando comprar, aqui fica uma dica de amiga:

Abobrinha

Quer mais o quê? Bora aprender a preparar essa fritada! Outra receita com abobrinha você encontra AQUI.

Fritada de Abobrinha

Reprodução Gordelícias

Receita original de Gordelícias
Rende 1 porção

  • 1/2 abobrinha média
  • 1 ovo
  • 1/2 dente de alho picadinho
  • 1 colher de sopa de cheiro verde picadinho (se não tiver, pode usar alguma outra ervinha seca para temperar)
  • 1/4 de xícara de farinha de linhaça dourada (pode usar farinha de aveia, farinha integral, farinha de arroz…)
  • 1 colher de sopa (rasa) de fermento
  • Sal e pimenta do reino à gosto
  • 1 fio de óleo para untar a frigideira

1. Rale a abobrinha (ralo grosso) e retire o excesso de água, espremendo com as mãos e secando com o papel toalha.
2. Misture a abobrinha com os demais ingredientes em uma tigela.
3. Pré aqueça uma frigideira anti-aderente em fogo médio e unte com um fio de óleo, retirando o excesso com papel toalha.
4. Despeje a massa sobre a frigideira, formando um disco de cerca de 1 centímetro de espessura. Deixe dourar por 2  minutos de cada lado. Repita o processo com o restante da massa (caso sobre massa).

Sardela: antepasto de sardinha ou aliche

Às vezes você se sente meio enjoado de comer sempre as mesmas coisas? De não sair do requeijão/ margarina/ ricota/ coalhada para passar no pão ou na torrada. É bom ter novidade pra comer, não é?! Um negocinho gostoso, diferente e saboroso para animar a hora mais feliz do dia (que é a da comilança)… A gente tem uma sugestão: sardela!

Reprodução do site Cozinhando para 2 ou 1

Não faz a mínima ideia do que estamos falando? O , do blog Cozinha, Literatura e outras Artes explica:

Sardella ou sardina, em italiano, significa sardinha , a base do preparo do antepasto mais famoso em muitos  restaurantes italianos (…). Na cidade de Crotone e na sua província, na Calábria, é preparado um molho picante e muito gostoso, não muito conhecido mundo afora, mas apreciadíssimo aqui no Brasil, obviamente adaptado: a sardela.

O que provavelmente aconteceu foi que, com a chegada dos italianos no nosso país, muitas das receitas originais acabaram sendo adaptadas, com seus ingredientes substituídos por outros de menor preço ou fáceis de ser encontrados aqui (…). Mas fato é que a sardela é um delicioso antepasto, e se, tipicamente italiano ou não, é muito saboroso e vale a pena prepará-lo.”

sardines-825606_640

Essa receita é da , do Cozinhando para 2 ou 1, e como ela mesma sugeriu, pode ser feita com sardinha em lata mesmo, que é mais barata, com aliche ou anchova, que são mais caros, ou então uma mistura da sardinha com um dos dois peixes mais caros. Vai do gosto de cada um. Fato é que é gostoso e você não deve deixar de fazer!

Sardela

  • 2 dentes de alho picados
  • 1 pimentão vermelho grande picado
  • 1 tomate grande sem sementes e sem pele picado
  • 1 colher de chá de orégano fresco
  • 1 folha de louro
  • 1 pitada de sementes de erva doce
  • 1 colher de café de pimenta calabresa desidratada ou 1/2 pimenta dedo de moça picadinha
  • 1/3 xícara de chá de água
  • 1 lata ou caixinha de extrato de tomate (130 gramas)
  • 150 gramas de sardinha em óleo (ou sardinha anchovada ou filés de aliche ou de anchova)
  • 1 colher de sopa do óleo da conserva
  • Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Aqueça um fiozinho de azeite em uma panela alta e preferencialmente com fundo grosso para refogar os dentes de alho picados. Antes que dourem, acrescente o tomate, o pimentão e as ervas (quebre a folha de louro para que libere seus aromas), a pimenta, a água, mexa bem e deixe cozinhar em fogo bem baixo até que o pimentão esteja macio  — a água vai quase secar.

Reprodução do site Cozinhando para 2 ou 1

Descarte a folha de louro e bata o restante com o extrato de tomate no liquidificador, processador de alimentos ou mixer, e triture tudo muito bem. Coloque, então, o peixe que irá com 1 colher de sopa do óleo da conserva e triture novamente até obter um creme homogêneo.

Retorne a mistura à panela e espere apurar ainda em fogo baixo até engrossar e o azeite se separar um pouco da mistura. Você pode deixar a textura mais ou menos firme, como preferir.

Reprodução Eita Pleura

Por fim, prove e tempere com sal, se necessário, e pimenta do reino a vontade. Espere esfriar e guarde na geladeira em pote bem fechado. Nos dia seguinte fica ainda mais saboroso!

Esta quantidade rende mais ou menos 1 xícara de sardela e pode ser mantida em geladeira por até uns 15 dias, desde que em potes bem fechados. Sirva com pães e torradinhas ou, como é muito comum na Itália, sobre ovos fritos.

Receitas: Sobremesas saudáveis de micro-ondas

brownie-852979_640

Final de semana é um período que a gente tem mais folga para se dedicar àquilo que gosta, não é verdade? Porém, para quem trabalha fora durante toda a semana, a quantidade de tarefas e pendências a serem resolvidas podem tomar todo o tempo livre e suprimir alguns prazeres. Mas, para que você não deixe de aproveitar o há de bom, a gente te ensina duas sobremesas saudáveis e funcionais preparadas rapidinho no micro-ondas.

São dois superclássicos da culinária de gostosuras feitas com chocolate: cookie e brownie. Ambas as receitas são bem práticas e o preparo é mega rápido. É uma ótima carta para se guardar  na manga para aqueles momentos em que você precisa improvisar no belisco para  a visita inesperada ou no lanchinho das crianças, sem pecar no sabor e na qualidade.

Cookie funcional de micro-ondas

O vídeo acima mostra tudo muito bem, mas para todos os casos, você precisar de:

  • 1 colher de sopa de farinha de aveia
  • 1 colher de sopa de açúcar mascavo
  • 1 colher de sopa de adoçante culinário
  • 1 colher de sopa de margarina light
  • 1 gema
  • 1 colher de chá de essência de baunilha
  • Chocolate 70% cacau a gosto

Misture bem todos os ingredientes em um recipiente, exceto o chocolate. Após tudo bem misturadinho, acrescente o chocolate picado ou em gotas. Utilize forminhas de silicone para dividir a massa. Apoie as forminhas num prato compatível com micro-ondas e leve-o ao aparelho por 2 minutos, em potência alta. Aguarde 15 minutos para poder desenformar e está pronto!

Brownie saudável de micro-ondas

  • 2 colheres de sopa de farinha de aveia
  • 2 colheres de chá de chia
  • 2 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 1 colher de sopa de cacau em pó
  • 1 e 1/2 colher de sopa de margarina derretida (derreta depois que medir)
  • 3 colheres de sopa de leite desnatado
  • 1 colher de café de essência de baunilha
  • 1 castanha do pará picada
  • Chocolate 70% cacau a gosto

Em um recipiente que possa ser levado ao micro-ondas, misture os quatro primeiro ingredientes. Logo depois, adicione a margarina derretida e o leite desnatado e misture novamente. Por final, acrescente a essência de baunilha, a castanha e o chocolate. Misture mais uma vez e leve ao micro-ondas por 2 minutos em potência alta. Desinforme e sirva!