Tag: preguiça

Cinco passos para sair do sedentarismo e começar a se exercitar

Por Vivian Carrer Elias em Veja Saúde

lonely-273629_640

O sedentarismo está entre os dez principais fatores de risco que ameaçam a saúde, segundo uma pesquisa sobre a carga global de doenças feita em 2010. Outro extenso estudo, feito na Austrália e publicado em 2012, provou que o sedentarismo não só provoca doenças, como encurta a vida. A pesquisa avaliou mais de 200 000 pessoas acima de 45 anos e descobriu que as mais sedentárias tinham duas vezes maiores chances de morrer em um período de três anos do que os sedentários que se exercitavam mais.

belly-811388_640

Os potenciais prejuízos do sedentarismo e os efeitos benéficos da prática de atividade física são bons motivos para começar a se exercitar. Mas é comum que pessoas desacostumadas à prática de exercícios se sintam desmotivadas pouco depois de iniciar alguma atividade – e voltem para o sofá.

Em muitos casos, isso acontece por um mau planejamento. São armadilhas comuns escolher uma modalidade com a qual não se identifique, não adaptar os horários dos exercícios à rotina ou traçar metas impossíveis de serem alcançadas. Conheça as melhores estratégias para sair do sedentarismo de vez.

Cinco passos para sair do sedentarismo

1. Avalie o seu físico

medical-563427_640

Passar por uma avaliação de flexibilidade, fôlego, força muscular e composição corporal é importante para medir o progresso que virá com a prática de exercícios. Esse teste pode ser feito por um profissional de educação física. Já pessoas sedentárias com mais de 40 anos ou que tenham algum fator de risco, como sobrepeso e hipertensão, devem agendar uma consulta com um médico antes de iniciar uma atividade física.

“Há recursos que traçam o perfil do indivíduo e permitem dizer se ele pode fazer exercícios mais intensos ou se deve optar pelos moderados”, diz o fisiologista Turíbio Leite de Barros. Trata-se de testes como o cardiopulmonar, que mede a aptidão cardiorrespiratória, e o ergométrico, que avalia o coração em situação de stress, geralmente com o paciente se movimentando em uma esteira ou bicicleta estacionária.

2. Estabeleça metas realistas

0010816796O-565x849

Ter objetivos ao iniciar uma atividade física é motivador – desde que eles sejam realistas. “Uma pessoa que decidir perder 10 quilos em dois meses dificilmente vai conseguir alcançar a meta e, de certo, vai desistir do compromisso”, diz Renato Dutra. O ideal, segundo o educador físico, é estabelecer objetivos de curto (um a três meses), médio (quatro a seis meses) e longo prazo (um a dois anos). “Metas possíveis para um sedentário são, por exemplo, emagrecer 1 quilo em dois meses ou, em um mês, correr 10 minutos ou subir um lance de escada sem se sentir tão cansado.” Um dos melhores estímulos é enxergar os resultados.

3. Escolha um exercício prazeroso

É comum que corrida e musculação, pela difusão e pela praticidade, sejam as primeiras opções na hora de escolher um exercício. Mas isso não quer dizer que elas sejam prazerosas para todo mundo.

0009485916X-849x565

A regra é experimentar diferentes modalidades até encontrar a mais agradável. “Para sair do sedentarismo, a pessoa deverá buscar um exercício com o qual se identifique”, diz Renato Dutra. “Só assim ela descobrirá que, em vez de musculação, prefere pilates, ou que se sai melhor na dança do que na corrida.” 

4. Comece devagar

Pessoas que não estão acostumadas a se exercitar devem começar uma atividade física aos poucos, com uma intensidade leve e respeitando os limites do corpo. Isso vai ajudar a evitar lesões e diminuirá as chances de o indivíduo se sentir desestimulado com o exercício. Variar as modalidades também é uma medida que ajuda a espantar o desânimo. “Faça, por exemplo, musculação em um dia, um exercício aeróbico no outro e uma aula de alongamento no dia seguinte”, diz o educador físico Renato Dutra.

5. Persista nos novos hábitos

0010761346J-849x565

É normal que uma pessoa decida se exercitar duas vezes por semana, mas, logo no início, um imprevisto a impeça de cumprir esse objetivo. “Ela não pode desanimar por causa disso. Se não deu, deve tentar de novo na outra semana. Para criar um hábito, é preciso investir nele, reforçando determinados comportamentos. Uma pessoa que sempre foi sedentária não pode ser tão exigente consigo mesma”, afirma Dutra.

Milk shake de café + Playlist para curtir o feriado

Aow, meu povo brasileiro! Homo e mulheres sapiens! O feriado tardou, mas chegou! Quem tem sorte está em casa, só no relax, com final de semana prolongado. Quem tem juízo está trabalhando, fazendo o aqué, batendo ponto. Mas, em todo caso, e brincadeiras a parte, o que faz uma segunda-feira realidade, sendo feriado ou não, é um bom café! É ou não é? Só o café salva!

coffee-623531_640

E para mudar o formato, já que é feriado, uma segunda diferente, e também para lhe calçar com opções alternativas, vamos compartilhar uma receita bacana de milk shake de café sem sorvete. Pode ser sua nova forma de despertar para a vida, mais gostosa, mais cremosa e sem deixar a cafeína de lado.

Também pode ser um novo uso para aquele restinho de café que fica esquecido na garrafa e acaba indo para o ralo. Ele pode ser um acompanhamento para o lanche da tarde, mas lembre-se: para não ter problemas com o sono, prefira tomar café (ou outros preparos com caféina ou estimulantes), no máximo, cinco horas de dormir.

Milk shake de café (sem sorvete)

coffee-540653_640

  • 50 ml de café forte pronto
  • 1 colher de sopa de chocolate ou cacau em pó
  • 200 ml de leite gelado de sua preferência (integral, desnatado, vegetal…)
  • 4 cubos de gelo
  • Açúcar ou adoçante a gosto

Leve todos os ingredientes ao liquidificador ou mixer e bata em velocidade alta até quebrar todos os cubos de gelo. Sirva em seguida.

headphones-480203_640

E, claro, como não poderia faltar, selecionamos também duas playlists para embalar seu feriadão! Se você está em casa, nem saiu da cama, não tirou o pijama e está muito a fim de curtir a preguiça, essa lista será sua melhor amiga:

Caso não consiga acessar, clique AQUI para ouvir.

Agora, se você foi trabalhar, levantou cedo para encarar o dia, malhar, pegar uma praia, ou simplesmente está buscando absorver toda a disposição para começar a semana com o pé direito, a sua playlist é essa aqui:

Caso não consiga acessar, clique AQUI para ouvir.

Aproveite, divirta-se e equilibre-se!
Ótimo feriado 🙂 !

Receitas: prepare um belo café da manhã sem sair de casa com ovos cremosos e chapati

scrambled-eggs-423066_640

Já aconteceu de você acordar num belo domingo cheio de preguiça, dar uma olhada no tempo e estar chuvoso e sua única vontade ser passar o dia inteiro de pijama, no aconchego, só saindo da cama pra comer?! Quem nunca, né? Para esses dias, a gente tem a solução! Duas receitas rápidas e bem gostosas para nutrir seu corpinho: chapati e ovos mexidos cremosos.

chapati-489254_640

Para quem não conhece ou nunca ouviu falar, o chapati é um pão típico da culinária indiana. Mas é um pão diferente daquele formato “francês” ou de forma a que estamos acostumados. Ele é fininho, mais parecido com o pão sírio.

Leva esse nome porque, tradicionalmente, é preparado com uma farinha de trigo integral muito comum na Índia, também chamada de chapati. Quem já viu filmes, novelas ou documentários com a temática indiana, deve ter reparado que eles usam uma massa fina para acompanhar as refeições, que são feitas com as mãos. Essa massa é o chapati.

sadya-239070_640

Normalmente esse é o pão consumido na primeira refeição dia, o café da manhã, mas acompanha igualmente qualquer outra alimentação. É uma receita muito antiga e democrática, pois leva poucos ingredientes e é bem rápida, já que não precisa passar pelo processo de fermentação. Vamos botar a mão na massa? Ele é totalmente integral e você só precisa de uma frigideira para assar.

Chapati: pão indiano sem fermentação

chapati

Receita da Rita Lobo
Rende 10 porções

  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
  • ½ colher (chá) de sal
  • 1 colher (sopa) de óleo
  • ½ xícara (chá) de água
  • Farinha de trigo branca (somente para polvilhar)

Numa tigela grande, misture a farinha de trigo integral com o sal. Regue com metade da água e misture com a mão, até formar uma farofa grossa. Adicione o óleo e misture com as pontas dos dedos. Aos poucos, junte o restante da água, sovando a massa com a mão. Aperte, amasse, estique e amasse novamente, dentro da tigela, por cerca de cinco minutos, até atingir uma textura macia e elástica. Se preferir sovar na bancada, polvilhe a superfície com uma camada bem fina de farinha de trigo. Mas evite juntar mais farinha na massa.

dough-3468_640

Ela fica bem molenga inicialmente e, à medida que vamos sovando, ela fica no ponto. Polvilhe uma bancada de trabalho com farinha de trigo e faça um rolinho com a massa. Com uma faca (ou espátula) divida em 10 porções. Enrole com as mãos cada pedaço, como se fosse um brigadeiro. Abra a bolinha com o rolo de macarrão, até formar um disco fino – se a massa começar a grudar no rolo ou na bancada polvilhe mais farinha. Enquanto abre os discos, aqueça uma frigideira (de preferência antiaderente) em fogo médio, sem untar.

dough-592319_640

Quando estiver quente, coloque o disco de massa e deixe o pão assar por cerca de 20 a 30 segundos, até começar a formar bolhas. Vire o pão e deixe por mais 15 segundos na frigideira. Enquanto isso, acenda uma outra boca do fogão. Tire o pão da frigideira com uma pinça e coloque diretamente na chama da outra boca do fogão para inflar e chamuscar levemente. Transfira o pão para um prato e repita com o os outros discos. Você também pode finalizar os chapatis na frigideira, basta deixar cozinhar por mais tempo depois de virar. Sirva a seguir. Para manter os pãezinhos macios, conserve em um saco plástico por até 3 dias.

Se tiver alguma dúvida, assista ao vídeo AQUI com mais detalhes.

eggs-14177_640

E, para acompanhar esse pãozinho leve e gostoso, um mexido de ovos, com muita proteína e gordura boa para alimentar e fortalecer seu corpo para enfrentar a vida (ou não).

Esse é daqueles preparos bem especiais que você só come igual em hotel. E já fica a fórmula para quando você quiser impressionar com um acompanhamento diferente, mas sem ter muito trabalho ou arriscar demais. Cai super bem num café da tarde com torradas ou pão italiano. #ficaadica Bora aprender?

Ovos mexidos cremosos

(Foto: Reprodução / GNT)
  • 3 ovos
  • 3 colheres (sopa) de leite
  • 1 colher (chá) de manteiga
  • sal a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto (opcional)

Numa tigelinha, quebre um ovo e transfira para uma panela de fundo triplo de inox (ou de ferro). Repita com os outros ovos – isso serve para verificar se estão bons. Junte o leite, a manteiga e tempere com sal. Leve para cozinhar em fogo baixo, mexendo sempre com um batedor de arame, até começar a engrossar. Caso os ovos comecem a grudar no fundo da panela, retire do fogo e mexa vigorosamente para resfriar. Volte a panela ao fogo baixo e continue mexendo apenas até atingir uma consistência de mingau cremoso – ele continua endurecendo depois de pronto. Transfira imediatamente para uma tigela e finalize com uma pitada de pimenta-do-reino. Sirva a seguir.

Huuum… com um café da manhã desses, não precisa de mais nada!
Só de coragem para mastigar e ser feliz!
Bom apetite!