Tag: queda de cabelo

Não é impressão: seu cabelo cai mais no verão e no outono

Se tem notado o ralo do banheiro cheio de fios ao terminar o banho, não entre em pânico! O verão está chegando e, segundo um estudo recente publicado no periódico British Journal of Dermatology, é normal as mechas caírem nessa época do ano.

Ao avaliar dados do Google relacionados à queda de cabelo em oito países diferentes, os pesquisadores das universidades de Washington e John Hopkins, ambas localizadas nos Estados Unidos, notaram que a busca por possíveis razões ou soluções para a perda de fios se intensifica no outono e na temporada de calor.

Ainda não se sabe ao certo o que está por trás desse padrão, mas, para os estudiosos, o motivo pode estar ligado à evolução humana. Historicamente, um dos papeis das mechas sempre foi esquentar o corpo – o que não é necessário durante essas estações.

Mas vale ficar alerta: a queda também está está ligada a alimentação, stress, perda de peso e mudanças hormonais. Então, antes de se desesperar, vale a pena checar se esses outros aspectos da vida estão equilibrados. Atente-se também à quantidade de fios caídos – segundo a Academia Americana de Dermatologia, o normal é perder de 50 a 100 fios por dia.

Melatonina: para que serve, benefícios para o sono e efeitos colaterais

Conteúdo original Mais Equilíbrio

Melatonina é um hormônio produzido naturalmente pelo corpo humano e uma de suas funções básicas é a indução ao sono. Ela está relacionada com a regulação do metabolismo ao longo do dia, o que inclui os períodos em que a pessoa está dormindo ou acordada.

Sua ação de indução do sono fez com que indústrias farmacêuticas lançassem sua versão sintética, amplamente vendida como suplemento em outros países, como Estados Unidos e Europa.

A melatonina não tem sua venda liberada no Brasil pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). No entanto, ela pode ser importada se você tiver uma receita médica. Além disso, o produto tópico feito em farmácias de manipulação já foi liberado para comercialização com receita médica.

Para que serve a melatonina produzida no corpo

A melatonina é um hormônio ligado ao ciclo circadiano, ou seja, a forma como o organismo organiza suas funções quando estamos acordados e durante o sono. A substância começa a ser produzida na glândula pineal quando o dia escurece, para ajudar o organismo se preparar para dormir. Ela atinge seu nível máximo quando estamos dormindo. Com o nascer do sol e a volta da claridade, a glândula reduz a produção de melatonina, o que sinaliza que é o momento de acordar.

Por regular as funções do sono em todo o organismo, a maior parte dos órgãos possuem receptores para ela. Portanto, é bem possível que ela atue no organismo de formas variadas, ainda desconhecidas pelos médicos. Acredita-se que ela também tenha funções de regeneração celular e também ajude a combater inflamações no organismo.

Como hoje temos cada vez mais estímulos luminosos mesmo durante a noite, com a televisão, computadores e o uso constante do celular, algumas pessoas podem ter uma produção menor ou mais irregular da melatonina.

Alguns fatores costumam influenciar na produção de melatonina são:

  • Idade
  • Exposição a fontes de luz
  • Alguns medicamentos
  • Cegueira.

Indicações da suplementação de melatonina

Como a melatonina é um hormônio relacionado ao ciclo do sono, hoje essa substância é indicada para quem tem dificuldade de começar a dormir, de manter o sono ou de ter um descanso de qualidade durante a noite. Isso inclui as seguintes pessoas:

  • Idosos, que costumam ter a melatonina mais baixa naturalmente
  • Pessoas que trabalham em turnos noturnos e precisam dormir durante o dia
  • Vespertinos, ou seja, pessoas que só conseguem dormir e acordar mais tarde
  • Viajantes que precisam se recuperar do jet lag ou querem prevenir esse problema com os fusos horários

  • Pessoas com alguns graus de cegueira, que devido à má percepção de luminosidade têm dificuldades em produzir o hormônio.