Tag: reclamar

Gratidão: o antídoto contra a depressão e chave da felicidade

Conteúdo original Mais Equilíbrio

Por desconhecerem os estragos que provocam na saúde e qualidade de vida, muitas pessoas vivem em numa cultura d​e​ reclam​ação, queixa e vitimização. Cultura que comumente é reforçada nos momentos de crise​​​​ quando as pessoas tendem a ficar ainda mais negativas​.​

Segundo o pesquisador e especialista em Saúde Quântica Wallace Liimaa, todas as vezes que as pessoas se colocam ​numa condição de​ vítimas ou f​ocam​ ​sua energia em problemas,​ ao invés de soluções​, elas entram em uma situação de ​medo, insegurança e ​escassez. “Se você expressa e coloca muita energia naquilo que não quer, muitas vezes você acaba atraindo​ que o​ problema​ se repita de maneira cíclica na sua vida​”, alerta o especialista, que dá um exemplo prático.

“Imagine alguém que tem um problema de relacionamento e, ​ao invés de​ ter uma nova atitude e​ ​buscar uma solução, ​apenas​ reclama do outro e achar que ​só ​ele é ​quem deve mudar: essa pessoa ela ​irá​ se ​vitimizar​ e essa ​vibração ​negativa vai fazer com que esse problema ​tenda a se​ rep​etir​​ nos demais relacionamentos que ela venha a ter.​ Além do mais, esse estado tende a elevar os hormônios do estresse no corpo, fragilizando o sistema imunológico e reduzindo os neurotransmissores serotonina e dopamina que funcionam como antidepressivos naturais.

“​O especialista garante acredita que é possível​ reverter essa situação, ​treinando a mente para expressar, cotidianamente, ​o sentimento de gratidão. “​Acostumar-se a expressar o sentimento de gratidão por mínimas coisas, logo ao acordar, irá trazer um novo colorido ao dia. ​E mesmo diante de um desafio, ​procurar ver o lado bom proporcionado pelo desafio para a sua evolução pessoal. Essa atitude irá promover uma mudança na química corporal devido à presença dos neurotransmissores serotonina, dopamina, oxitocina e endorfinas que funcionam com antidepresssivos naturais. ​

Agradecer leva as pessoas para​ um​ outro patamar e cria condições para atrair prosperidade e abundância”, destaca, indicando que as pessoas pratiquem o exercício da gratidão diariamente. “Agradeça as pequenas coisas da sua vida, como estar vivo, ​a água que bebe, o ar que respira, ​a alimentação ou então o brilho do sol. Isso fará de você uma pessoa mais​ feliz, saudável e ​ próspera em todos os níveis”, sugere.

A frequência da gratidão: ações práticas  

Wallace, que também é idealizador do portal Saúde Quantum, ensina por que a gratidão ajuda a atrair coisas boas: quando a pessoa está na frequência da gratidão, ela ativa e fortalece novas redes neurais. “A frequência da gratidão cria campos eletromagnéticos e vibrações positivas no corpo​, ​que funcionarão como uma antena para atrair situações favoráveis e pessoas positivas para a vida dela. ​Assim​,​ as pessoas irão conseguir se conectar com aquilo que realmente ​desejam de bom para suas vidas​”, afirma o pesquisador, e completa que o simples fato de sair da vibração de reclamação para a vibração de gratidão já altera o estado ​de ser ​da pessoa e ​contribui para que​ o dia te​nha​ um novo brilho.

O especialista indica que fazer uma lista de coisas pelas quais se sente grata em um caderno é uma ótima aposta para ​começar a exercitar a gratidão. “Anote todos os dias, logo pela manhã, aquilo pelo que você foi grato do dia anterior. E também podem ser anotadas simples coisas que te deixaram mais feliz​. Sempre que possível busque expressar a gratidão às pessoas através de um abraço. Isso aumenta os níveis de oxitocina no corpo, chamado de hormônio do amor.​”, recomenda.

Ele explica que essa prática irá mudar as vibrações ao longo do dia, deixando a pessoa mais positiva e preparada para enfrentar os desafios ​com o olhar voltado para as soluções e para o aprendizado que o desafio oferece​.​ Isso irá criar o ambiente positivo para que as soluções apareçam.​

Portanto, Wallace desafia que as pessoas comecem hoje mesmo essa prática, para deixar a negatividade de lado e parar de reclamar e se vitimizar. Isso permite até mesmo ressignificar ​os problemas ​e procurar sempre vê-los como ​uma forma de crescer​,​ aprender​ e evoluir​. “Comece ​agora a ​agradece​r​ por tudo que já viveu até hoje, ​de bom ou ruim, ​pois nessa vibração d​a​ gratidão​ não terá mais tempo ruim e você se tornará uma pessoa cada vez mais saudável, feliz e próspera​ ​e​ cada dia ​será melhor do que o outro​”, finaliza.

Reclamar demais pode fazer mal para a saúde, diz estudo

Conteúdo original Minha Vida

Todos nós vivemos cercados por hábitos, que determinam ações cotidianas e também pensamentos. Grande parte das reclamações que fazemos ao longo do dia, por exemplo, fazem parte de um ecossistema de negatividade difícil de ser quebrado.

De acordo com o cientista e filósofo Steve Parton, do Psych Pedia, esses hábitos negativos reestruturam o cérebro, facilitando o surgimento de novos pensamentos ruins no futuro, de forma aleatória. Inclusive, reclamar demais pode até enfraquecer o sistema imunológico, provocando o aumento da pressão arterial.

Parton explica que as informações dentro do cérebro fluem de um neurônio para o outro através das sinapses. Estas, por sua vez, são separadas por um intervalo chamado fenda sináptica. Quando você tem um pensamento, um pulso elétrico sinaliza a sinapse para disparar uma reação através da fenda para a outra sinapse, formando uma ponte para o sinal elétrico.

queen-1785477_960_720

“Toda vez que essa carga elétrica é acionada, as sinapses ficam mais juntas, diminuindo a distância que a carga elétrica tem que atravessar”, afirma Parton. Dessa forma, quanto mais você faz comentários ruins e reclamações, mais facilmente esses pensamentos serão repetidos pelo seu cérebro.

“Pela repetição do pensamento, você aproxima cada vez mais as sinapses que representam essas inclinações negativas e, quando surgir o momento oportuno, o pensamento que surgirá primeiro será o que tem a menor distância para percorrer, o que irá criar uma ponte entre sinapses mais rápido”, explicou o cientista.

Além disso, a raiva e a frustração geradas pelas reclamações fazem o organismo liberar cortisol, o hormônio do estresse. O aumento do cortisol no organismo contribui para uma maior pressão arterial e colesterol, enfraquecimento do sistema imunológico e problemas de aprendizagem e memória, de acordo com Parton. Os efeitos do cortisol podem também contribuir para o aumento do risco de diabetes, doenças cardíacas e obesidade.

O cientista também alerta que conviver com pessoas negativas e que reclamam muito pode ter um efeito ruim igualmente ruim na sua saúde. Isso acontece por causa da empatia, que mesmo inconscientemente nos faz compartilhar as emoções de nossos amigos, realizando sinapses semelhantes em nossos próprios cérebros.

Como reclamar do jeito certo e conseguir o que quer

Páscoa é tempo de reflexão e introspecção. Embora muitas vezes a gente esqueça, é um feriado religioso, que nos exige pensar nas nossas ações e refazer estratégias para uma vida mais tranquila, leve e harmônica. Para isso, é preciso exercitar o lado que não é tão trabalhado no dia-a-dia, como as reclamações. Até para isso há um jeito certo, menos prejudicial ao bem-estar e à saúde.

1. Mantenha a calma

buddha-473151_640

Isso também pode significar dar um tempo longe do computador ou telefone até que você se acalme. Quando responde a alguém com raiva, você imediatamente o coloca na defensiva – o que já gera um problema de comunicação.

2. Não comece a conversa com ameaças

Eventualmente, você pode precisar ameaçar com uma ação legal ou deixar uma opinião bem negativa online. Mas uma ameaça nunca deve ser parte do seu primeiro inicial. Primeiro, dê a empresa ou indivíduo a chance de fazer as coisas direito.

3. Seja educado

Seja excessivamente educado. A fórmula que funciona bem é começar com uma declaração de gratidão, sendo o próximo estado a preocupação e, em seguida, pedir as medidas adequadas para a resolução do seu problema e terminar com um agradecimento.

4. Mantenha seus argumentos reunidos

tax-468440_640

Antes de entrar em contato tenha a certeza de que leu todas as regras e regulamentos e de que as datas e valores estejam corretos. Assim, será mais fácil argumentar e comprovar a sua razão na causa pretendida.

5. Faça um pedido específico

Declare o seu problema, o que foi feito e o que você quer que seja realizado em linguagem concisa e simples, evitando ruídos, confusões ou interpretações duvidosas.

6. Negocie com a pessoa certa

business-19148_640

Se você não tem certeza de quem é a pessoa responsável a resolver o seu problema, procure questionar usando algo como: “você pode me ajudar a encontrar a pessoa certa para que eu possa discutir esta questão?”

7. Use uma linguagem neutra

Não faça da conversa um diálogo pessoal. Descreva o comportamento desejado ou a ação que pretende. Deixe de fora os palavrões e evite recorrer a xingamentos. Começar na defensiva e com palavras ofensivas não ajudam em nada a se conseguir o que quer .

8. Escale a hierarquia somente quando necessário

Avance sistematicamente através dos níveis adequados. Por exemplo, converse com o supervisor, se não resolver, então, procure o próximo responsável no nível acima do supervisor. Se você ainda não estiver satisfeito, busque sites de reclamações, redes sociais e órgãos de atendimento ao consumidor.

9. Documente tudo

Se você chegar a um acordo, repetir tudo verbalmente com datas, quem são os responsáveis, valores e qualquer outra informação pertinente fica mais difícil. Por isso, tente enviar e-mails ou documentos escritos com todos os dados registrados e documentados.

10. Não busque um advogado antes da hora

hammer-620009_640

Se você ainda não chegou a um acordo ou resolução depois de seguir todas as etapas anteriores, então talvez deva considerar contatar um advogado. Esse profissional deve ser o último recurso e não deve ser relevado com grandes expectativas, pois cada processo exige uma complexidade diferente.

Claro que há momentos em que precisamos reclamar e cada pessoa sabe da sua personalidade e necessidades. O que indicamos é evitar o estresse e o desgaste. Esperamos que esses 10 passos possam ajudá-lo a reclamar construtivamente e obter os resultados que você está procurando.