Tag: saboroso

Receita: Bolinho de Bacalhau Rápido

Conteúdo original Receitas de Minuto

 

Quando chega a época de Páscoa as prateleira dos mercados se enchem com Bacalhau, e é bem provável que você faça uma bacalhoada para o almoço de Domingo, mas é bem provável também que sobre um pouco né? Nessas horas nada melhor que transformar essas sobrinhas em um delicioso bolinho e essa receita é super fácil e perfeita para reunir os amigos para um bom bapo regado com muitos bolinhos de bacalhau cheios de sabor e bem crocantes.

  • 250g de Batata Cozida
  • 250g de Bacalhau Dessalgado
  • 1 xícara (chá) de Farinha de Trigo
  • Rapas de 1 Limão
  • 1 Ovo
  • 1 colher (sopa) de mix de Salsa, Cebola e Alho Desidratado
  • Sal e Pimenta do Reino a Gosto
Para Empanar:
  • Ovo
  • Farinha de Rosca (aqui usamos Panko)
Instruções:

  1. Em uma tigela coloque a batata cozida e amasse com o garfo até ficar um purê, junte o ovo, temperos e o bacalhau desfiado e misture tudo bem.
  2. Junte a farinha de trigo aos poucos uma colher (sopa) por vez até que consiga uma massa modelável.
  3. Modele os bolinhos com as mãos untadas e passe no ovo batido e depois na farinha de rosca e frite em óleo quente até que fiquem dourados. Rende mais ou menos 12 bolinhos.

 

Observações
Bacalhau: Aqui usei ele já Dessalgado, mas claro que você pode comprar o Salgado e fazer o processo para retirar o sal, veja como fazer.
Outro Peixe: Pode usar outros peixes também, ai é só processar até virar uma “carninha moída” e misturar com o restante dos ingredientes.
Sobras: Se sobrar bacalhoada, peixe assado também pode usar, e até a batata da bacalhoada pode ser reaproveitado nesse caso.
Farinha: Cuidado com a quantidade, não exagere ou vai acabar com bolinhos com gosto de farinha e duros, então coloque até ter uma massa modelável e mesmo que fique grudando de leve resista e não coloque mais farinha ok?
Congelar: Depois de modelado e empanado coloque em uma bandeja e congele, assim que estiver congelado transfira para saquinhos plasticos, esses bolinhos podem ser conservados por 3 meses e quando for fritar não precisa descongelar.
Assado: Pode fazer também, nesse caso é importante untar bem a forma e deixar o forno em temperatura média/alta e lembre-se de virar no meio do cozimento.

Receita: Picadinho light

Conteúdo original Lucilia Diniz

Aí está um típico representante do que se chama de “confort food”. Com palavras mais simples, ao gosto de seus ingredientes, o picadinho está mais para prato de mãe – ou da vó. Se bem que há quem dele se recorde como prato boêmio, para ser degustado no fim de noite, em um bistrô de perfil mais popular.

O certo é que, invariavelmente, fica difícil conter a gula diante deste clássico da culinária brasileira. Com moderação, não é com ele que precisamos nos preocupar, quando o assunto é controlar as medidas.

Se for preparado com cortes magros de carne, picada na ponta da faca, não é aqui que mora o perigo. O problema está com suas escoltas mais tradicionais, o arroz branco, a farofa, o ovo frito e a banana à milanesa. É neste quesito que torna-se propícia a prática das trocas vantajosas.

No preparo da carne, sai o molho roti, feito à base de gordura dos ossos, e entra o caldo de carne. Entre os acompanhamentos, sai a banana à milanesa e entram chips da fruta, desidratados no forno.

E o ovo frito dá lugar à versão mais formosa do ovo pochê – clique aqui para conferir. A receita a seguir fica pronta em 30 minutos e rende três porções, com 100,7 Kcal cada.

Picadinho light da Lucilia

Picadinho-light-da-Lucilia-------

  • 150 g de carne magra em cubos pequenos
  • 1 cebola picada
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 tomate sem pele e sem sementes picado
  • 1 ramo pequeno de tomilho fresco
  • 80 ml de caldo de carne
  • 1 fio de azeite
  • Sal e pimenta a gosto

Em uma panela, coloque o fio de azeite. Doure o alho e a cebola por três minutos. Junte a carne e mexa. Adicione o tomate picado e o tomilho. Tempere com sal e pimenta a gosto. Deixe a carne dourar por mais três minutos, mexendo de vez em quando. Junte o caldo de carne. Tampe a panela e deixe ferver em fogo baixo até o caldo encorpar. Sirva com chips de banana e ovo pochê.

Chips de banana

chips-banana

  • 1 banana não muito madura cortada em rodelinhas bem finas

Disponha as rodelas em uma forma de silicone. Leve ao micro-ondas por três minutos. Retire, vire as rodelas e retorne por mais três minutos. Se não tiver muito dourada, coloque por mais um minuto. Retire e coloque em uma assadeira. Leve ao forno a gás por 20 minutos em fogo baixo. Sirva em seguida.

Confira no vídeo a seguir o passo a passo desta receita:

Para começar bem a semana: Suco energizante

Quer começar a semana cheio de energia e pronto para encarara qualquer desafio?! Nada melhor do que entrar como pé direito, com o corpo bem alimentado e reenergizado. Para isso, sugerimos um suco com ingredientes simples e fácil de preparar, que pode lhe proporcionar disposição e mais saúde.

green-456839_640

A receita é indicação é da nutricionista Maria Tereza Cazulli e deve ser tomado logo ao acordar, antes do café da manhã, para se obter os efeitos desejados. Além da revitalizar com energia, o suco funciona como um detergente dentro no organismo, eliminando as toxinas.

Para facilitar, você pode se organizar e deixar tudo separadinho na geladeira e ao acordar é só colocar no liquidificador e beber. Enquanto vai sendo digerido, vá se arrumando para o trabalho, ou seguindo sua rotina normal, e tome seu café da manhã. Assim, o preparo leva menos de cinco minutinhos e não atrapalha sua vida, muito pelo contrário!

Suco energizante

smoothie-943097_640

  • 1 folha de couve
  • 1 maça pequena
  • 1 pedaço pequeno de gengibre
  • suco de 1/2 limão Taiti
  • 1 colher de chá de linhaça
  • 1 colher de chá de farelo de aveia
  • 1 colher de chá de Chia
  • folhas de hortelã a gosto
  • Se desejar açúcar, use 1 colher de chá
  • 1 copo de água

Bata tudo no liquidificador até ter uma mistura homogênea. Se sentir necessidade, coe. Sirva em seguida.

Sardela: antepasto de sardinha ou aliche

Às vezes você se sente meio enjoado de comer sempre as mesmas coisas? De não sair do requeijão/ margarina/ ricota/ coalhada para passar no pão ou na torrada. É bom ter novidade pra comer, não é?! Um negocinho gostoso, diferente e saboroso para animar a hora mais feliz do dia (que é a da comilança)… A gente tem uma sugestão: sardela!

Reprodução do site Cozinhando para 2 ou 1

Não faz a mínima ideia do que estamos falando? O , do blog Cozinha, Literatura e outras Artes explica:

Sardella ou sardina, em italiano, significa sardinha , a base do preparo do antepasto mais famoso em muitos  restaurantes italianos (…). Na cidade de Crotone e na sua província, na Calábria, é preparado um molho picante e muito gostoso, não muito conhecido mundo afora, mas apreciadíssimo aqui no Brasil, obviamente adaptado: a sardela.

O que provavelmente aconteceu foi que, com a chegada dos italianos no nosso país, muitas das receitas originais acabaram sendo adaptadas, com seus ingredientes substituídos por outros de menor preço ou fáceis de ser encontrados aqui (…). Mas fato é que a sardela é um delicioso antepasto, e se, tipicamente italiano ou não, é muito saboroso e vale a pena prepará-lo.”

sardines-825606_640

Essa receita é da , do Cozinhando para 2 ou 1, e como ela mesma sugeriu, pode ser feita com sardinha em lata mesmo, que é mais barata, com aliche ou anchova, que são mais caros, ou então uma mistura da sardinha com um dos dois peixes mais caros. Vai do gosto de cada um. Fato é que é gostoso e você não deve deixar de fazer!

Sardela

  • 2 dentes de alho picados
  • 1 pimentão vermelho grande picado
  • 1 tomate grande sem sementes e sem pele picado
  • 1 colher de chá de orégano fresco
  • 1 folha de louro
  • 1 pitada de sementes de erva doce
  • 1 colher de café de pimenta calabresa desidratada ou 1/2 pimenta dedo de moça picadinha
  • 1/3 xícara de chá de água
  • 1 lata ou caixinha de extrato de tomate (130 gramas)
  • 150 gramas de sardinha em óleo (ou sardinha anchovada ou filés de aliche ou de anchova)
  • 1 colher de sopa do óleo da conserva
  • Azeite, sal e pimenta do reino a vontade

Aqueça um fiozinho de azeite em uma panela alta e preferencialmente com fundo grosso para refogar os dentes de alho picados. Antes que dourem, acrescente o tomate, o pimentão e as ervas (quebre a folha de louro para que libere seus aromas), a pimenta, a água, mexa bem e deixe cozinhar em fogo bem baixo até que o pimentão esteja macio  — a água vai quase secar.

Reprodução do site Cozinhando para 2 ou 1

Descarte a folha de louro e bata o restante com o extrato de tomate no liquidificador, processador de alimentos ou mixer, e triture tudo muito bem. Coloque, então, o peixe que irá com 1 colher de sopa do óleo da conserva e triture novamente até obter um creme homogêneo.

Retorne a mistura à panela e espere apurar ainda em fogo baixo até engrossar e o azeite se separar um pouco da mistura. Você pode deixar a textura mais ou menos firme, como preferir.

Reprodução Eita Pleura

Por fim, prove e tempere com sal, se necessário, e pimenta do reino a vontade. Espere esfriar e guarde na geladeira em pote bem fechado. Nos dia seguinte fica ainda mais saboroso!

Esta quantidade rende mais ou menos 1 xícara de sardela e pode ser mantida em geladeira por até uns 15 dias, desde que em potes bem fechados. Sirva com pães e torradinhas ou, como é muito comum na Itália, sobre ovos fritos.

Receitas práticas vegetarianas

burger-462831_640

Quantas vezes você já abusou da comida e passou um pouco da conta? Os finais de semana geralmente representam a oportunidade de sair da rotina e enfiar o pé na jaca. Por isso, ter receitas gostosas e equilibradas à mão pode ser um trunfo para comer de tudo e aproveitar os sabores, sem arrependimentos.

Nossa sugestão são duas receitas vegetarianas, rápidas de preparar e bem gostosas. Você pode lançar mão das duas quando quiser maneirar no cardápio ou mesmo experimentar novos paladares.

Quibe assado de batata

82604_original

Rende 10 porções
Receita original de Tudo Gostoso

  • 1 e 1/2 kg de batata bem cozida e sem casca
  • 500 g de trigo para quibe (seco)
  • 4 colheres de sopa de margarina ou manteiga
  • 2 cebolas médias cortadas em fatias bem finas
  • Queijo muçarela (opcional)
  • Hortelã, sal, pimenta e azeite a gosto

Depois de amassar bem as batatas cozidas, misture ao trigo seco (direto do pacote, sem hidratar). Junte a margarina ou manteiga e tempere com azeite, sal, hortelã e pimenta a gosto. Forre uma travessa de vidro (sem untar) com metade da receita da massa. Recheie com as cebolas fatiadas (bem finas) e acrescente muçarela, se quiser. Cubra com a outra metade da receita. Regue com azeite e leve ao forno médio até dourar.

Você também pode improvisar e acrescentar legumes ou outros recheios. Caso não seja vegetariano, também pode optar por ingredientes leves de sua preferência.

Hambúrguer de aveia

160069_original

Receita original de Tudo Gostoso

  • 2 ovos
  • 6 colheres de sopa de farinha de aveia ou aveia em flocos finos
  • 1 colher de sopa de molho de soja (shoyu)
  • 1 colher de café rasa de sal
  • 1/2 colher de chá de orégano
  • Manteiga ou margarina para untar

Misture todos os ingredientes em uma vasilha. Unte uma frigideira com um pouco de manteiga ou margarina (só mesmo para não grudar). Encha uma ou duas colheres de sopa da mistura e despeje na frigideira já aquecida. Deixa em fogo médio por uns 2 minutos ou até ficar douradinho embaixo. Vire o hambúrguer e espere mais 2 minutos ou até dourar. Está pronto!

Receitas práticas: Crepioca Doce e Smoothie de Mamão

berries-2558_640

Nada como ter opções de lanches rápidos, nutritivos e saborosos, não é? Poder repor as substâncias que o corpo precisa, comendo itens de diversos grupos alimentares de forma prazerosa está super em alta. E a gente gosta muito! Principalmente quando envolve chocolate e textura cremosa, como essas receitas de crepioca doce e smoothie de mamão.

São formatos simples para se alimentar, que só trazem benefícios ao nosso organismo. A crepioca (mistura de ovos batidos com a goma de tapioca) já ganhou seu espaço no dia-a-dia de muita gente na versão salgada, que é deliciosa. Essa proposta é ainda mais atrativa, já que é doce e de chocolate.

Crepioca de Chocolate

crepioca
Foto: Reprodução/Instagram

Receita da nutricionista Rita Cherutti

  • 1 ovo (com clara e gema)
  • 2 colheres de sopa de goma de tapioca
  • 1 colher de sopa de achocolatado diet (ou chocolate em pó ou cacau em pó)

Misture tudo, bata bem e leve à frigideira de teflon. Deixe dourar dos dois lados e está pronto! Depois é só rechear como preferir! A sugestão da nutricionista é usar creme de avelã diet, mas você também pode usar mel e banana, creme de amendoim, maça com canela e o que mais a sua criatividade permitir.

crepioca2
Foto: Reprodução/ Instagram

Os smoothies são uma das melhores invenções dos últimos tempos. Mesmo estando no inverno, considerando que o Brasil é muito grande e as temperaturas ainda andam instáveis em várias cidades, vale a pena investir nessa deliciosa receita para substituir ou acompanhar um lanche, café da manhã e até mesmo a ceia. Olha só:

Smoothie de Mamão

beverages-735008_640

Receita da Cozinha da Clau
Rende 2 copos

  • 3 fatias de mamão congelado
  • ½ banana congelada
  • 1 colher de sopa de gojiberry (opcional)
  • 300 ml de iogurte desnatado ou coalhada light

Bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva.

Só legumes: receitas vegetarianas de muffin e falso macarrão

Fim de semana chegando e com ele toda a vontade de descansar, relaxar, dormir, comer bem e não perder tempo para ser feliz. Concorda? Por isso nosso apanhado de receitas vem bem prático, saudável, vegetariano e gostoso. Para você não ficar preso na cozinha e, sim, solto para curtir a vida!

green-soup-261183_640

No comecinho dessa semana falamos de como inserir novidades na alimentação das crianças (se você não leu, clique AQUI) e até da necessidade do uso da criatividade nas compras para substituições viáveis que driblam os altos preços inflacionados.

Essas receitas são a base de legumes, verduras e laticínios, e podem ser alternativas para a degustação de novos alimentos na família. O muffin, uma espécie de bolinho individual salgado, é uma opção de lanchinho saudável e nutritivo (inclusive para os adultos) e também uma forma de disfarçar o espinafre, para o qual muita gente torce o nariz. Quer ver?

Muffin de espinafre com queijo

  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo integral
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 pitada de sal
  • 1 xícara (chá) de queijo muçarela em cubinhos
  • 1 xícara (chá) cheia de espinafre
  • 1/2 xícara (chá) de óleo vegetal (canola, soja, milho)
  • 1/2 xícara (chá) de leite integral
  • 3 ovos

Desfolhe o espinafre e pique grosseiramente. Em um liquidificador, bata o óleo, o leite, os ovos e o espinafre. Em um vasilhame, junte todos os ingredientes secos (farinhas, sal e fermento). Aos poucos e com ajuda de um fouet ou outro batedor, acrescente a parte líquida. Unte a forma de muffin, preencha a metade com a massa, recheie com o queijo e cubra a outra metade. Se não tiver forma específica para muffin, serve aquelas de empadinha ou qualquer outra forma com divisões individuais. Asse em forno preaquecido a 180ºC por mais ou menos dez minutos.

Já o falso macarrão, receita da Bela Gil, sugere uma preparação diferente para legumes comuns, como a cenoura e a abobrinha. Também é uma opção, que não deixa nada a desejar, a quem tem restrições ao consumo de massas comuns e glúten.

Para dar o formato de espaguete, para imitar o macarrão, sugere-se o uso de raladores de legumes finos. O segredo está em ralar a cenoura e a abobrinha no sentido do comprimento, como mostra a foto.

ralar

Vale lembrar que só se utiliza a polpa da abobrinha, tá? A parte do centro, que é mais mole e tem sementes é descartada da receita, mas pode ser cozida e reaproveitada (até mesmo servida junto, em cubinhos refogados). A casca também pode entrar no ralo, basta lavar bem.

Aqui a ideia é um refogado simples, a la alho e óleo, mas você também pode servir com o molho e acompanhamentos de sua preferência. Combina com tudo e dá super certo.

Macarrão de cenoura e abobrinha

  • 1 cenoura
  • 2 abobrinhas grandes ou 300 gramas
  • 5 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa azeite de oliva
  • Sal a gosto
  • Temperos verdes a gosto
  • 1 colher de sopa de azeite para finalizar (opcional)

Corte a cenoura e a abobrinha usando um cortador de legumes. Refogue o alho no azeite de oliva. Adicione os legumes, sal e refogue por mais cinco minutos. Finalize com os temperos verdes e o fio de azeite.

Gostou? Difícil? Não, né?! Já que a comilança está garantida… bom final de semana!