Tag: termogênicos

Café verde emagrece, queima gordura e combate diabetes

Conteúdo original de Bolsa de Mulher

coffee-61894_640

A nova moda das dietas é apostar no café verde. O grão é muito mais poderoso do que o café comum e é extraordinário para ajudar a emagrecer e queimar gorduras, além de dar muito mais disposição. Contudo, também há o jeito certo de consumir para poder usufruir desses benefícios.

O que é

O café preto comum, consumido com frequência no Brasil, é feito a partir de grãos torrados. Antes de passarem pelas altas temperaturas, eles não tinham a coloração amarronzada tão conhecida, eram grãos verdes. Portanto, o café verde nada mais é do que os grãos que não foram submetidos a esse processo de queima. Sem passar pela torra, o café tem muito menos aroma e o sabor também é diferente, podendo ser mais amargo.

Benefícios do café verde

coffee-420805_640

Segundo a endocrinologista Dra. Tatiana Cunha, o grão do café verde é mais potente porque tem duas vezes mais cafeína que o grão torrado. Essa propriedade faz com que ele entre no grupo dos alimentos termogênicos e emagrecedores de maneira mais efetiva do que o café comum. Isso porque a cafeína favorece a perda de peso, além de promover a oxidação de gorduras corporais e facilitar a sua eliminação. Já a disposição vem pela característica de inibir as adenosinas, substâncias responsáveis por induzir o sono.

Possui também uma alta quantidade de antioxidantes, que limpam as células e fazem o organismo funcionar melhor. Tatiana aponta: contém de 0,06% a 0,32% de teobromina, teofilina, taninos e flavonoides.. Tem ainda uma média de 15% de proteína, além de aminoácidos como ácido glutâmico, ácido aspártico e leucina.

coffee-779268_640

No café verde há também duas vezes mais ácido clorogênico, presente em uma quantidade que varia de 5% a 10%. Ele diminui a absorção de glicose no intestino, inibindo assim a enzima responsável pela liberação de açúcares do fígado para a corrente sanguínea. Sendo assim, o café verde combate a diabetes.

Como consumir

Há algumas formas de encontrar o produto. A mais comum é em cápsulas de café verde, mas que não são completamente confiáveis, segundo Tatiana, já que nem sempre é possível saber o que realmente está adicionado à fórmula do comprimido. Além disso, ele não deve ser um suplemento, mas sim um alimento funcional. Por isso, o jeito certo é optar pelas versões em pó ou solúvel, encontradas em lojas especializadas.

green-coffee-927604_640

A indicação geral para conquistar os benefícios é consumir 200 mg diariamente, dividindo em duas vezes: pela manhã e à tarde, já que à noite poderia causar dificuldades para dormir. Contudo, a endocrinologista alerta que essa não é uma regra aplicável a todos, já que cada organismo reage de um jeito. O certo é sempre consultar um médico antes de iniciar o consumo.

O uso é contraindicado para pessoas com hipertensão, tendência ao nervosismo, hipertireoidismo, gastrite crônica, úlceras gastroduodenais e problemas hepáticos e reumáticos.

10 tipos de sopas que ajudam a emagrecer

Conteúdo original de Mundo Boa Forma
Revisto pela Dra. Patrícia Leite (no G+)

dinner-table-663435_640

As sopas podem ser grandes aliadas de quem deseja eliminar os quilinhos a mais. Com um número menor de calorias do que outras refeições, e com ingredientes que contêm propriedades diuréticas e que dão a sensação de saciedade, as sopas também são alimentos nutritivos e saborosos. Por isso, vamos conhecer algumas opções de receitas que podem ajudar no processo de emagrecimento.

1. Sopa de frango

A nossa primeira receita de sopa tem apenas 185 calorias, rende oito porções e leva menos de uma hora para ficar pronta. Ela contém como ingredientes principais o frango, um alimento que é fonte de proteínas e possui menos gordura que a carne bovina e a suína, e a cenoura, que possui propriedades antioxidantes e faz bem para a pele por conta da presença da vitamina A em sua composição.

soup-562163_640

Ingredientes:

  • 1 colher de sopa de óleo de coco;
  • 1 cebola amarela orgânica cortada (pode ser a comum mesmo);
  • 3 cenouras raladas;
  • 2 aipos picados;
  • 2 dentes de alho esmagados;
  • 1 colher de sopa de curry em pó;
  • 8 xícaras de caldo de galinha com baixo teor de sódio;
  • 3 xícaras de frango assado picado;
  • 1 folha de louro;
  • 1 maçã orgânica fatiada;
  • 1 pitada de pimenta;
  • ½ colher de chá de tomilho seco;
  • Raspas de um limão;
  • 2 xícaras de leite de coco não adocicado;
  • 1 pitada de sal.

Modo de preparo: 

Colocar o óleo de coco em uma panela grande em fogo médio. Após isso, adicionar a cebola, o aipo e cenoura para cozinhar, mexendo de vez em quando durante cinco minutos. Depois acrescentar os dentes de alho e o curry em pó e cozinhar por mais dois minutos. Adicionar o caldo de galinha, o frango, a folha de louro, a maçã, a pimenta, o tomilho e as raspas de limão e mexer bem. Cozinhar em fogo brando por mais 40 minutos. Depois, misturar com o leite de coco e sal. Retirar a folha de louro e servir.

2. Sopa de abóbora

Além de ter apenas 144 calorias e render quatro porções, essa receita de sopa traz a abóbora, que é rica em fibras, proporcionando assim a sensação de saciedade ao organismo.

0007456240X-849x565

Ingredientes:

  • 2 chuchus;
  • 1 fatia média de tomate;
  • ½ cebola pequena;
  • 2 dentes de alho;
  • ½ prato (mesa) de acelga;
  • 1 talo de salsão;
  • 1 colher de sopa de salsinha picada;
  • 4 pedaços pequenos de abóbora moranga;
  • 2 ½ copos médios de água;
  • 1 colheres de chá de sal light;
  • Pimenta-do-reino a gosto;
  • 1 prato (mesa) de escarola;
  • 2 claras de ovos.

Modo de preparo:

Descascar e picar todos os ingredientes, com exceção dos ovos, obviamente. Colocar os ingredientes em uma panela, menos a escarola. Acrescentar água, sal e pimenta. Cozinhar até que fique macio, desligar o fogo e bater no liquidificador até obter uma mistura homogênea. Juntar em uma panela o caldo, a escarola picada tiras finas e as claras batidas. Cozinhar mais um pouco, desligar o fogo e servir.

3. Sopa diurética

A vantagem de ingerir alimentos com propriedades diuréticas é que eles ajudam a combater a retenção de líquido no organismo. Uma porção dessa sopa emagrecedora possui em média 139 calorias.

vegetable-soup-445160_640

Ingredientes: 

  • 1 cenoura;
  • 1 mandioquinha (batata-baroa) grande;
  • 1 chuchu;
  • 1 maço de cheiro-verde;
  • 1 xícara de chá de vagem
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • 1 maço de espinafre;
  • 200 g de creme de tomate;
  • 1 berinjela;
  • 2 nabos;
  • 1 abobrinha;
  • 2 tabletes de caldo de carne com baixo teor de gordura.

Modo de preparo:

Lavar, descascar e fatiar os ingredientes sólidos. Após isso, unir com os outros itens da receita na panela de pressão e deixar cozinhar até que fiquem amolecidos, mais ou menos 15 minutos. Em seguida, servir.

4. Sopa emagrecedora com propriedades termogênicas

A quarta receita de sopa da nossa lista traz apenas 126 calorias e possui propriedades termogênicas, o que quer dizer que ela ajuda a transformar calorias obtidas através da alimentação em energia.

0007483961A-849x565

Ingredientes: 

  • 2 chuchus descascados e picados;
  • 1 fatia de tomate picado;
  • ½ cebola picada;
  • 2 dentes de alho picados;
  • ½ berinjela picada;
  • 1 talo de salsão picado;
  • 1 colher de sopa de salsinha picada;
  • 2 ½ copos de água;
  • ½ colher de café de pimenta calabresa seca;
  • 1 colher de chá de sal light;
  • 1 prato de escarola lavada e picada;
  • 3 ovos;
  • 2 claras.

Modo de preparo: 

Cozinhar em uma panela o chuchu, o tomate, a cebola, o alho, a berinjela, o salsão e a salsinha junto com a água, a pimenta e o sal até que fiquem macios. Após isso, bater no liquidificador até obter uma substância homogênea. Colocar novamente na panela, acrescentando a escarola fatiada e os ovos batidos com as claras. Cozinhar mais um pouco e servir.

5. Sopa de quinoa

Essa receita tem 290 calorias e em sua composição há 8g de fibras, substância que oferece a sensação de saciedade ao organismo, é benéfica para o funcionamento do intestino e previne contra doenças cardiovasculares. A quantidade recomendada de consumo de fibras para um adulto é de 25 a 35 g por dia.

quinoa-soup-43336_640

Ingredientes: 

  • 2 colheres de sopa de óleo de oliva;
  • 2 chalotas pequenas picadas (chalotas são aquelas cebolas menores, mas podem ser substituídas por uma cebola média comum picada);
  • 1 xícara de cenouras picadas;
  • Sal a gosto;
  • 2 dentes de alho moídos;
  • 5 xícaras de caldo de vegetais com baixo teor de sódio;
  • 1 xícara de quinoa bem lavada;
  • 1 ½ colheres de sopa de missô (molho japonês – OPCIONAL);
  • 2 colheres de sopa de tahina (pasta feita com sementes de gergelim – OPCIONAL);
  • ¼ de xícara de suco de limão fresco;
  • ¼ de xícara de endro fresco picado (OPCIONAL).

Modo de preparo:

Esquentar o óleo em uma panela média em fogo médio. Adicionar uma pitada de sal, a cenoura e a chalota (ou cebola). Refogar durante 7 a 10 minutos. Acrescentar o alho e refogar por mais 1 a 2 minutos. Colocar o caldo de vegetais, a quinoa e mais uma pitada de sal e deixar ferver. Diminuir o fogo e mexer por mais 20 minutos. Preparar separadamente uma mistura com a tahina, o missô e o suco de limão. Assim que a sopa estiver pronta tirar do fogo e adicionar a mistura, juntamente com o endro. Servir.

6. Sopa de repolho

Substituir o jantar por uma sopa de repolho, que geralmente possui apenas 71 calorias na medida de uma xícara, pode ajudar a diminuir bastante o número de calorias da refeição. Além disso, o ingrediente tem antioxidantes e ajuda no processo digestivo.

dumplings-632206_640

Ingredientes: 

  • 2 pimentões verdes;
  • 6 cebolas verdes grandes;
  • 450 g de tomates em cubos;
  • 2 cenouras médias;
  • 1 punhado de salsão picado;
  • 1 pacote de sopa de cebola;
  • ½ repolho picado;
  • 2 cubos de caldo de galinha;
  • 2 dentes de alho;
  • 2 colheres de salsinha picada;
  • Sal e pimenta a gosto; 

Modo de preparo:

Colocar em uma panela a cebola verde fatiada, o pimentão limpo e picado, o repolho picado, os tomates fatiados sem casca e sementes, as cenouras picadas, o salsão fatiado, o alho, a salsinha picada, o pacote de sopa de cebola, o caldo de galinha e uma quantia de água que cubra os ingredientes. Cozinhar em fogo brando por duas horas. Logo após, desligar o fogo e acrescentar sal e pimenta a gosto.

7. Sopa de cebola

Uma receita de sopa feita à base de cebola, tem em média 168 calorias e propriedades que ajudam a reduzir os níveis do colesterol ruim (LDL) e que atuam como um anti-inflamatório natural.

0002094076XX-849x565

Ingredientes:

  • 4 cebolas;
  • 2 pimentões verdes;
  • 1 repolho pequeno;
  • 4 tomates sem pele e sem sementes;
  • 1 chuchu grande;
  • 2 cubos de caldo de carne;
  • 2 pacotes de sopa de cebola;
  • 1 molho de tempero verde;
  • Sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo: 

Picar bem os ingredientes e separar. Preparar a sopa de cebola em uma panela e adicionar esses ingredientes quando ela estiver pronta, temperar com sal e pimenta a gosto, acrescentar água e cozinhar novamente.

8. Sopa emagrecedora sem glúten

Esta receita não traz glúten, o que é útil para os portadores da doença celíaca, que ao ingerirem a substância têm dificuldade na absorção de nutrientes pelo organismo. Além disso, a porção da sopa tem 129 calorias e nenhuma gordura saturada.

0002094444XX-849x565

Ingredientes:

  • 4 xícaras de caldo de galinha com baixo teor de sódio;
  • 2 aipos picados;
  • 2 cenouras grandes fatiadas;
  • 2 pequenas abobrinhas picadas. 

Modo de preparo: 

Cozinhar o caldo de galinha em uma panela média e deixar em fogo brando. Adicionar o aipo e as cenouras ainda em fogo baixo, cozinhando até ficarem macias durante 10 a 20 minutos. Adicionar a abobrinha e cozinhar por mais 5 a 10 minutos.

9. Sopa de legumes

Que tal trocar o almoço por uma sopa de legumes com apenas 98 calorias e que é uma refeição rica em vitaminas, cálcio e fibras?

0008417675B-849x565

Ingredientes: 

  • 4 batatas;
  • 2 cenouras;
  • 2 chuchus;
  • 2 abobrinhas italianas;
  • 1 cebola média;
  • 2 dentes de alho;
  • 1 litro de água;
  • Sal e azeite a gosto.

Modo de preparo: 

Limpar bem os legumes, picar e cozinhar juntamente com o sal, a cebola e o alho. Após, bater o caldo no liquidificador e acrescentar azeite na mistura. Devolver o caldo à panela com os ingredientes inteiros e ferver durante mais alguns minutos.

10. Sopa de cenoura com gengibre

A nossa última receita é a de sopa de cenoura com gengibre, que tem somente 118 calorias.

0002352583XX-849x565

Ingredientes: 

  • 3 cenouras grandes;
  • 1 batata média;
  • 1 litro de água;
  • 1 cebola média;
  • 2 colheres de sopa de salsinha picada ou folhas de manjericão;
  • 2 colheres de sopa de azeita de oliva;
  • 1 pedaço de gengibre;
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo: 

Cortar a cenoura, a cebola e a batata em pedaços e cozinhar até que fiquem macias. Depois bater no liquidificador com o gengibre. Temperar a gosto com o sal e a pimenta-do-reino. Servir a sopa com um fio de azeite e decorada com a salsinha ou o manjericão.

Comer e queimar, é só começar!

Vemos várias coisas na internet sobre alimentos que supostamente derretem a gordura da barriga. Há alguma verdade nessas afirmações?

belly-2354_640

Sim e não. Certas escolhas alimentares e de estilo de vida podem ajudar a reduzir a gordura em torno do seu abdômen. Mas a gordura da barriga não vai simplesmente aparecer ou desaparecer em resposta a alimentos específicos. Então, qual é o segredo de todos esses ditos queimadores de gordura? A maioria deles se encaixa em uma destas duas categorias:

1. Alimentos que previnem os picos de açúcar no sangue

Nessa categoria estão inclusos o salmão, abacate, azeite de oliva, amêndoas e feijões secos. Será que esses alimentos queimam mesmo a gordura? Não exatamente. Mas eles contêm proteínas, gorduras e/ou fibras que são de lenta digestão e absorção, tornando-se menos suscetíveis a causar um aumento significativo de açúcar no sangue. Eles podem ainda retardar a digestão e a absorção de hidratos de carbono quando são consumidos com outros alimentos.

Quando o açúcar aumenta no sangue (como acontece quando você come doces ou carboidratos refinados), ele põe em movimento uma cascata hormonal que promove o armazenamento da gordura abdominal. Assim, segundo essa teoria, evitando picos de açúcar você também estará ajudando a evitar o acúmulo de gordura abdominal.

Por outro lado, os alimentos mais elevados em proteínas e fibras também podem regular o apetite e ajudá-lo a evitar excessos. No entanto, não se engane! Não importa qual tipo de alimento você escolha. Se você consumir mais calorias do que precisa, o excesso será armazenado como forma de gordura.

2. Alimentos que aumentam o metabolismo

Nessa segunda categoria estão o chá verde, a pimenta caiena, o vinagre e outros alimentos ricos em proteína, como ovos, carne e peixes. Esses supostamente aumentam o seu metabolismo, fazendo com que seu corpo promova a queima usando suas reservas de gordura, incluindo a abdominal. Embora seja verdade que eles podem aumentar o metabolismo, a questão maior está nos detalhes.

Uma xícara de chá verde ou uma colher de chá de pimenta caiena podem fazer com que você queime 10 ou 20 calorias a mais por dia, mas precisa de 3.500 calorias para queimar cerca de 450 gramas de gordura. Sinta-se livre para incluir esses impulsionadores em sua dieta (afinal, são benéficos), mas não espere milagres.

Outra maneira de tentar aumentar o seu metabolismo e reduzir a gordura abdominal, de verdade, é adicionar mais exercícios à sua rotina. Em particular, um treinamento com foco em intervalo e força.

Um estudo recente descobriu que alternar o treino com intervalos breves, entre a atividade de alta intensidade e a recuperação, é muito mais eficaz na redução da gordura da barriga do que um exercício em ritmo constante.

Já aumentar sua massa muscular magra com treinamento de força potencializará ainda mais o número de calorias queimadas e ajudará a reduzir a gordura corporal.

Como os níveis de cortisol afetam a gordura abdominal

Há uma outra estratégia que pode ajudá-lo a eliminar a barriga. O cortisol é um hormônio que é liberado em resposta ao estresse. (E quem entre nós não tem muito estresse nos dias de hoje?) Aí está o problema: níveis elevados de cortisol têm sido associados cronicamente ao aumento da gordura na barriga.

E claro, diminuir o estresse da sua vida é, provavelmente, mais fácil na teoria do que na prática. Substituir o trânsito cotidiano por uma hora de massagem (apesar de incrível!) pode não ser uma opção. No entanto, você poderia desligar o televisor, tablet ou celular uma hora mais cedo e cair na cama – e isso, sim, pode ter um efeito profundo e imediato sobre os níveis de cortisol.

Seu corpo percebe a falta de sono como um stress. Aqueles que não poupam o descanso tendem a ter níveis mais altos de cortisol, o que ajuda a explicar porque deixar de dormir está associado ao ganho de peso.

Dicas para reduzir a gordura da barriga

Este é um top 6 de dicas para evitar uma barriga flácida. Não coincidentemente, essas mesmas estratégias também irão ajudar a reduzir o risco de doenças e retardar o processo de envelhecimento:

1. Limite a ingestão de açúcares e carboidratos refinados.

2. Opte por alimentos ricos em proteínas e fibras.

3. Não coma demais. É importante escolher alimentos saudáveis, mas você também precisa ingeri-los em quantidades que lhe permitam manter um peso saudável.

4. Seja tão ativo quanto possível.

5. Faça o que puder para minimizar o estresse. Busque aprender métodos de gestão de stress.

6. Interprete a qualidade do sono como uma prioridade.

Fonte Quick and Dirty Tips
Tradução livre de autoria do blog.
Título original “Alimentos que queimam a gordura”.