Tag: triglicérides

Entenda o que são prebióticos, probióticos e polifenóis

Entenda o que são prebióticos, probióticos e polifenóis

Você sabe o que são, ou já ouviu falar em, prebióticos, probióticos e polifenóis?! Estes são grupos importantes para a saúde e equilíbrio do nosso corpo. Saber o que cada um representa e onde estão presentes é essencial para a manutenção e bom funcionamento do nosso organismo.

Os prebióticos são componentes alimentares (principalmente em tipos de carboidratos [e principalmente em fibras]) que induzem o crescimento de bactérias benéficas. As boas bactérias, no intestino, se alimentam dessa fibra.

Os probióticos são bactérias vivas encontradas em suplementos ou certos alimentos. Eles são ingeridos com o intuito de melhorar ou restaurar as bactérias do intestino.

Os polifenóis são uma categoria de produtos químicos que ocorrem naturalmente nas plantas. São micronutrientes que podem induzir a redução da pressão arterial, níveis de colesterol, estresse oxidativo e níveis de colesterol.

Então, como eles podem ajudar a diversificar e melhorar a saúde intestinal?

Estudos mostraram que os prebióticos podem ajudar a promover o crescimento de bactérias saudáveis. Certos alimentos com propriedades prebióticas podem neutralizar a superexpressão de alvos hospedeiros envolvidos no desenvolvimento de distúrbios metabólicos e inflamação.

E alguns prebióticos podem reduzir a insulina, os níveis de colesterol e os triglicérides em pessoas obesas. Em resumo, a promoção do crescimento de certas bactérias pode ajudar a reduzir as síndromes metabólicas. Cebola, alho-poró, alho, aspargos e bananas são todas boas opções de alimentos prebióticos.

Voltando nossa atenção para probióticos, estes são principalmente adquiridos através de suplementação. Eles não colonizam permanentemente os intestinos, mas podem ajudar a alterar a composição geral dos microbiomas intestinais e apoiar o metabolismo. Mas os dados estão misturados em sua eficácia. Os resultados mostraram menos impacto no microbioma intestinal de pessoas saudáveis; mas naqueles com certas doenças, alguns resultados foram mais promissores.

Os polifenóis, no entanto, são digeridos pelas bactérias intestinais. Algumas das moléculas maiores de polifenol não podem ser digeridas pelas células humanas, então elas chegam ao cólon quando são banqueteadas pelo microbioma intestinal. Os polifenóis também podem aumentar o número de bactérias boas; essas alterações podem estar associadas a níveis mais baixos de triglicérides e proteína C-reativa, ambos marcadores de inflamação (em um estudo feito com flavanóis derivados de cacau). As fontes de polifenóis parecem vir de algumas das melhores coisas da vida: o vinho tinto, o chocolate amargo, as amêndoas e os mirtilos.

Além de uma dieta diversificada, considere direcionar alimentos ou suplementos ricos em prebióticos, probióticos e polifenóis, claro, sempre, acompanhado(a) da orientação de um profissional em saúde e/ou nutrição.

Este artigo foi originalmente publicado pela HVMN.
Fotos Pixabay

CARTRYON: o óleo de cartamo que ajuda a secar*

dsc02502

É normal ter dúvidas e não saber exatamente como e quanto se deve consumir. O óleo de cártamo em gel CARTRYON é uma opção prática e na medida para lhe ajudar a conquistar mais saúde e ainda outros benefícios como ação antioxidante, diminuição do nível de colesterol ruim e controle do triglicérides.

dsc02507

O CARTRYON fornece em suas cápsulas uma gordura vegetal, proveniente da família do girassol, de alto valor biológico, naturalmente rica em ômega 6 e fonte de vitamina E. Também contém ômega 9 e pequenas porções de vitaminas A e K.

Dentre os efeitos do óleo de cártamo estão: o auxilio à cicatrização, o estímulo ao aumento da queima de gordura corporal, proteção contra a queda de imunidade e a diminuição da queda de cabelo.

“O ômega 6 presente no óleo de cártamo atua como catalisador da queima de gordura marrom”, explica a nutricionista Carla Noce. A gordura marrom tem a função de gerar calor para os órgãos vitais e, por isso, é uma “gordura boa” e “queimadora de calorias”. Quando o ômega 6 acelera a queima desse tipo de gordura, o corpo busca energia na gordura branca, localizada na barriga, cintura e quadril. Já o ômega 9, por sua vez, diminui a produção de cortisol, um dos hormônios responsáveis pelo armazenamento de gordura na região abdominal. Esta aí o motivo por que o óleo ajuda tanto a afinar a cinturinha! – M de Mulher

O CARTRYON ainda estimula a sensação de saciedade, reduzindo o apetite, e combate a celulite, pois colabora na diminuição da retenção de líquidos. É vendido em duas versões, com 100 e 150 cápsulas de 1000 mg. A recomendação é tomar uma cápsula ao dia, meia hora antes ou logo depois da refeição principal.

dsc02505

Para adquirir o CARTRYON, bem como outros suplementos com bom preço e bom custo benefício, vá na Bom Suplemento.

*Publipost: esse é um post encomendado por acordo de permuta mito de que incluir gorduras na alimentação atrapalha o emagrecimento vem cada vez mais caindo por terra. Isso porque estudos científicos têm provado que todos precisamos ingerir gorduras de boa qualidade diariamente, pois são essenciais para manter o equilíbrio e o bom funcionamento do nosso organismo.

Inserindo o abacate à alimentação

avocado-71567_640

Muitas tantas pessoas torcem o nariz para ele pela fama de ser a fruta mais calórica de todas e mais “gordurosa”. Realmente a fruta é bastante calórica, uma fatia de 100g de abacate tem aproximadamente 160 calorias, calorias equivalentes a 1 pão francês. Mas o que poucas pessoas sabem é que o consumo dessa fruta traz benefícios à saúde.

O alto valor calórico do abacate se deve a grande quantidade de gordura presente nele, mas se engana quem pensa que essa gordura faz mal. Ele é uma das principais fontes de gordura monoinsaturada, que ajuda na redução do colesterol e triglicérides, auxiliando na prevenção e tratamento de doenças cardiovasculares.

avocado-829092_640

Além disso, é fonte de vitamina E e vitamina A, poderosos antioxidantes que atuam como protetores das células. E minerais como: ferro, potássio, magnésio e cálcio. Outro benefício do seu consumo é que ele pode auxiliar no processo de emagrecimento. Devido ao seu teor de fibras, promove maior saciedade e ajuda no funcionamento do intestino.

Mas alguns cuidados são necessários, principalmente em relação a quantidade. Você não precisa comer o abacate inteiro de uma só vez, coma somente uma fatia pequena e guarde o restante na geladeira. Para retardar a oxidação, guarde-o ainda com o caroço. O ideal é que consuma o abacate puro, mas você pode amassá-lo e acrescentar limão e adoçante, ou ainda preparar uma vitamina com leite desnatado.

green-smoothie-681143_640

Da mesma família do abacate consumido comumente consumido no Brasil, o avocado também é uma fruta bastante saudável e com excelentes propriedades nutricionais. Mas devido ao maior custo, a fruta produzida no Brasil, na sua maioria, é exportada para outros países. O avocado possui muito menos água do que o abacate, o que torna sua polpa mais consistente e possibilita seu uso em saladas e diversos outros pratos salgados.

Abaixo, damos algumas dicas de como consumir e acrescentar o abacate na sua alimentação. Para aprender uma receita de mousse, clique AQUI:

❂ A guacamole é um dos pratos salgados mais conhecidos que utilizam o abacate ou avocado em seu preparo. Acrescente curry para obter um toque indiano; molho quente de feijão ou pasta de chili oriental para criar um prato asiático; ou manjericão, tomate seco, queijo parmesão e pinhão para um sabor italiano.

avocados-386795_640

❂ Amasse uma pequena quantidade de abacate e passe-a como pasta em um sanduíche (feito com pão de grãos integrais, é claro) ou em muffins para baixar a carga glicêmica total do café-da-manhã ou do lanche.

❂ Adicione pedaços de abacate a uma salada para baixar a carga glicêmica do prato. Incrementar saladas com pedaços de abacate também potencializa a capacidade do organismo de absorver os carotenoides saudáveis, como o betacaroteno, presente nas saladas verdes.

salad-926712_640

❂ Faça substituições inteligentes: em vez de colocar queijo no sanduíche, adicione uma fatia de abacate – assim você substituirá gorduras ruins por boas. E em vez de comer queijo como lanche, prefira saborear uma fatia de abacate maduro com gotas de limão.

Fonte das dicas: Seleções
Fonte do conteúdo: Mais Equilíbrio