Tag: Trilha

Música para acordar

Seguindo no clima pós-Lollapalooza (quem foi?!), uma sugestão de música gostosinha para acordar. Aquela companheira para saltar da cama com bom humor, servindo de trilha ao escovar os dentes. 😉

Lembra um pouco o Michael Jackson, não?! Gosto! Que seja uma experiência gostosa para vocês também! Boa semana!

Uma nova experiência musical com Tiago Iorc

a

Quem tem o hábito de ouvir música, muitas vezes, se pega curtindo os hits da rádio ou mesmo se repetindo com seus artistas preferidos em playlists. E isso acontece de um jeito tão natural, que a gente nem percebe. O lado negativo é deixar de conhecer novas músicas e talentos que correm mais por fora do circuito popular, como é o caso do músico que indicamos hoje, Tiago Iorc.

Se você acompanha a novela das 18h, Sete Vidas, ou pelo menos já prestou atenção na trilha de abertura, já conhece o Tiago Iorc. A versão de “What a Wonderful World” é interpretada por ele.

Uma outra ligação do Iorc com a novela Sete Vidas é a fofa da atriz Isabelle Drummond, a personagem Júlia, que é nada mais do que a namorada do cantor.

E parece que embalar novelas globais é sina desse rapaz. Ele também integrou o setlist das novelas Duas Caras, com “Scared” e Viver a Vida, com “My Girl”…

… além de A favorita, com “Blame”, a Vida da Gente, com “Gave Me a Name” e várias temporadas com sucessos na série juvenil Malhação, entre 2007 e 2011.

Deixando-se levar pela voz macia e estilo descolado, a gente até esquece que o Tiago Iorc é brasileiro. Sim, ele é um artista nacional e faz parte da nova geração de MPB. A intimidade com o inglês vem da experiência de ter passado boa parte da infância na Inglaterra.

Mas, ele também canta e compõe em português. Uma das suas músicas mais famosas é “Dia Especial”. Você já deve conhecer, ouça:

Outro hit que tem sido muito comentado é “Música Inédita”, que conta com a participação de Maria Gadú:

Apesar de não tocar nas rádios e nem ser conhecido do grande público, Iorc é um artista bem conhecido e admirado na internet. Vários dos seus vídeos têm mais de um milhão de visualizações. Dá uma olhada nessa versão da clássica “Na rua, na chuva, na fazenda”, com a, também bombada na internet, Clarice Falcão:

“Forasteiro” é uma das músicas que mais destacou o cantor na MPB, recebendo, inclusive uma indicação de destaque nos comerciais da MTV:

E então? Curtiu? Ele anunciou recentemente o lançamento do seu novo disco, todo em português, Troco Likes. “Coisa linda” é o hit de divulgação:

Se você gostou, esse é um bom momento para começar a acompanhar o moço. Disco novo, músicas novas e um universo de possibilidades e sensações para mudar sua rotina.

Música: para sacudir seus ouvidos, Alabama Shakes

2012AlabamaShakes02AWH110512.jpg

Se gosta de música country e também tem simpatia por rock, em grandes chances de gostar da mistura e do balanço da banda americana Alabama Shakes. Com dois discos gravados, eles já emplacaram música em novela global e receberam indicações ao Grammy.

O Alabama Shakes, como o próprio nome indica, é uma banda formada no estado do Alabama, sul dos Estados Unidos. Eles são classificados dentro dos estilos blues-rock e southern rock, um ritmo desenvolvido nessa região do país durante as décadas de 50 e 60, que mescla influências do rock e da country music.

O grupo é composto por quatro músicos e o destaque é da vocalista, Brittany Howard, única representante feminina no Alabama Shakes, com sua voz única e potente.

A música mais famosa, que fez a banda ser conhecida no meio musical, é “Hold On”, uma letra desabafo que conta uma história de superação e sobrevivência da vocalista.

“Rise to the sun” foi música tema do fictício casal Marra, da novela global Geração Brasil. Quem assistiu talvez lembre, ouça:

A faixa que mais representa o estilo da banda é animada “Hang Loose” (“Relaxa”):

O amor e o romance estão fortemente representados em “I found you” (“Encontrei você”), uma declaração agradecida aos céus pelo encontro com o grande amor:

Outro hit conhecido é “You ain’t alone” (Você não está sozinho), que fala sobre solidão e introspecção.

Como você pode perceber, o Alabama Shakes tem um trabalho muito conciso e consistente. Muitas faixas, inclusive, parecem ter a mesma base e até podem ser confundidas. O que faz desse grupo aquele tipo especial para quem curte uma música com estilo do começo ao fim.

Repense seu mp3 com o Reclassified, de Iggy Azalea

Já percebeu que às vezes a gente se prende em um único estilo ou tipos musicais? Não se permite ouvir sons diferentes e até fica meio entediado?! Pois nossa resenha veio para ampliar seus horizontes. Falaremos do disco Reclassified, da rapper Iggy Azalea.

cover-photo

Não se assuste, nem torça o nariz. Mesmo que o rap não esteja entre os seus ritmos musicais preferidos, vale a pena considerar esse trabalho da Iggy. O rap feito por ela é mais comercial, mais digesto, distante do tradicional feito pelos veteranos, como Jay-Z e Kanye West, e até mesmo das produções brasileiras.

O Reclassified é uma é uma reedição do primeiro álbum que tornou a Iggy Azalea conhecida, o The New Classic, porém, mesclando cinco novas faixas com colaborações de peso. A mais esperada foi a parceria com a artista pop/eletrônica Ellie Goulding, em “Heavy Crown”:

Outra participação incrível foi a da diva Jennifer Hudson, na faixa “Trouble”, em um hit mais dançante e divertido:

Mesmo fugindo um pouco dos padrões com letras e músicas que atendem mais ao gosto popular, Iggy manteve as raízes que a inspiravam em “Change Your Life”, em parceria com o T.I.:

Para quem ainda não conhece nada da Iggy, ela é australiana e migrou para Miami, nos Estados Unidos, sozinha, ainda muito nova, aos 16 anos de idade. Para conseguir sobreviver e alcançar o seu sonho americano, ela fazia serviços domésticos e limpezas em geral, em hotéis e casas de família. E é justamente essa experiência e suas dificuldades que ela canta na faixa “Work”:

O relacionamento ruim e mal resolvido, a volta por cima, a afirmação e a valorização feminina são retratados em “Black Widow”, que também conta com mais uma colaboração, da britânica Rita Ora:

A música mais animada encerra o disco, como uma surpresinha final, que tende mais ao pop/dance do que ao rap. É a excelente “Bounce”:

E, claro, a faixa que projetou Iggy, e também ajudou muito na divulgação do trabalho da Charli XCX, nas paradas de sucesso, não poderia ficar de fora.

O interessante do Reclassified é ser um álbum bastante dinâmico. Ele mistura músicas mais agitadas, com outras menos, letras que contam histórias, falam de relacionamento, autoafirmação, feminismo, conquistas, motivação etc. O que o torna um conjunto bem legal para ouvir durante a atividade física (corridas, caminhadas, corda e exercícios de força casam super bem), no trânsito, fazendo faxina e por aí vai. E então? Ficou animado para colocar um pouco de rap na sua vida?

Música: a nova MPB de Tiê

Para quem gosta de conhecer novos ritmos e outros sons, o cenário nacional é um seleiro de talentos e novidades. Um bom exemplo disso é a cantora paulistana integrante do movimento chamado Nova MPB, Tiê. Ela já é bem conhecida na cena alternativa, mas se você não está ligando o nome à pessoa, é a Tiê quem canta o tema da personagem Marizete, da novela global I Love Paraisópolis, interpretada pela Bruna Marquezine.

img-1001100-tie

“A Noite”, uma versão de uma música italiana homônima (La Notte), caiu no gosto da galera e está fazendo sucesso.

É uma letra interessante, contada, daquelas que você consegue visualizar a história passando diante dos olhos. As composições autodescritivas, ou autobiográficas, são uma marca do trabalho da Tiê: sempre honesto e sentimental.

É o caso da “Assinado Eu”, que nada mais é do que uma carta de despedida e lamento cantada destinada a um ex-namorado. Ouve só:

Mas nem só de tristeza e relacionamentos acabados vive a humanidade. No trabalho da Tiê também tem espaço para felicidade e encontros bem-sucedidos, como mostra a composição “Dois”:

Além das autorais, essa moça também faz versões muito peculiares. É o caso da clássica da Bossa Nova “Só sei dançar com você”:

E da curiosa versão flamenca do forró conformado “Você não vale nada”:

Gostou? A Tiê pode não ser uma novidade para muitos que já conhecem e acompanham sua carreira. Mas pode vir a ser sua companheira no trânsito, principalmente na volta para casa, para relaxar com essa voz doce depois de um dia cheio. #ficaadica