Tag: verdura

Molhos diversos para salada

Molhos diversos para salada

Salada, salada e mais salada, sem sofrimento

Conteúdo original de M de Mulher

Puxa, mas alface de novo?” Que atire a primeira pedra quem nunca se cansou de comer a mesma salada chata e sem graça todos os dias! Apesar de legumes, folhas e vegetais serem muito importantes para manter uma alimentação saudável, existem momentos que você tem vontade de desistir e pedir um belo X-Tudo – muito mais saboroso, vamos combinar. O segredo para fazer a salada perfeita é não ter medo de desbravar novos ingredientes e combinações!

1. Com apenas três ingredientes

  • 1 maço de agrião
  • 2 figos
  • 200 g de presunto cru
  • um punhadinho de nozes

Para o molho

  • 1/2 xícara de azeite
  • 1/2 xícara de vinagre balsâmico
  • 1/2 xícara de geleia de morango (de preferência uma não muito doce)

Pique os figos em fatias. Distribua em pratos as folhas lavadas de agrião (se quiser pode usar outras folhas junto, como alface). Cubra com o figo e fatias de presunto cru.

Para o molho: misture muito bem tudo. A quantidade indicada vai dar pra mais que essa salada, é só lembrar que a proporção é de 1/3 de cada ingrediente. Você pode colocar tudo numa garrafinha de vidro com tampa e chacoalhar até que esteja bem misturado. Guarde essa garrafa na geladeira com o molho por até duas semanas e use nas saladas do dia a dia. Quem quiser pode colocar sal na mistura também. Regue com molho e nozes destroçadas com a mão. Sirva a seguir.

2. Com batata doce

  • 2 batatas-doce orgânicas com a casca e cortada em cubos
  • Sal
  • 1 col. (chá) pimenta dedo-de-moça
  • 1 col. (sopa) de azeite extravirgem
  • Suco de 1 laranja
  • 2 col. (sopa) de cebolinha picada
  • 2 col. (sopa) de salsa

Cozinhe a batata-doce com um pouco de sal até ficar macia. Escorra e tempere ainda quente com sal, pimenta dedo-de-moça picadinha, azeite extravirgem, suco de laranja coado, cebolinha picada e salsa.

3. Vinagretes diferentes

Para a salada
  • Alface americana picada grosseiramente
  • Folhas de espinafre baby
  • Repolho roxo picado finamente
  • ½ manga cortada em julienne (fatias finas)
  • folhas de coentro (opcional, pode substituir por salsinha)
Para o vinagrete
  • 2 colheres (sopa) suco de laranja
  • 4 colheres (sopa) azeite
  • sal e pimenta a gosto
Modo de Preparo
Para o Vinagrete
  1. Misture o suco da laranja, o azeite e misture bem com o auxílio de um garfo.
  2. Tempere com sal e pimenta a gosto. Reserve.
Para a salada
  1. Lave, higienize e pique os ingredientes.
  2. Disponha os ingrediente em uma travessa, misture bem.
  3. Regue com o vinagrete e misture até temperar bem. *Se preferir servir o vinagrete separado

4. Com macarrão

  • 6 cebolas roxas, cortadas em gomos finos
  • 1/2 xícara de azeite
  • 4 colheres (sopa) de vinagre balsâmico
  • Sal e pimenta-do-reino moída na hora a gosto
  • 5 litros de água fervente
  • 1 kg de massa curta do tipo penne
  • 250 g de queijo gorgonzola esmigalhado
  • 1/2 xícara de amêndoa com pele, tostada
  • 6 colheres (sopa) de salsinha picada

1. Em uma frigideira, leve ao fogo a cebola, 6 colheres (sopa) de azeite, o vinagre, sal e pimenta e refogue de 10 a 15 minutos ou até a cebola começar a dourar. Reserve.

2. Em uma panela grande com a água fervente e sal, cozinhe a massa até ficar al dente. Escorra e volte à panela.

3. Junte a cebola, o queijo, a amêndoa e a salsinha (reserve um pouco para decorar). Sirva em temperatura ambiente, decorada com a salsinha reservada e regada com o azeite restante.

5. Duo de cores + castanhas = sucesso

Beterrabas, assim como todo legume, absorvem melhor os sabores se você tempera-las ainda quentes. Por isso o ideal é despejar o molho sobre os cubos de beterrabas quentes, deixar esfriar e só então juntar os outros ingredientes. O sal com salsão, ou qualquer outro sal com ervas, deixa essa salada ainda mais saborosa. Pra quem não sabe como cozinhar beterraba: coloque as beterrabas inteiras e com casca em uma panela de pressão, cubra com água e cozinhe entre 20-40 minutos (a partir do momento em que a panela pegar pressão), dependendo do tamanho das suas beterrabas.

  • 2 beterrabas médias cozidas, descascadas e cortadas em cubos pequenos
  • 1/2x de nozes
  • 1 punhado generoso de salsinha, picada

Molho:

  • 3cs de azeite
  • 2cs de vinagre balsâmico
  • 1cc de mostarda de Dijon (opcional)
  • 1/2 dente de alho, ralado
  • 1cs de chalota* ou 1/2cs de cebola roxa, picadinha
  • Sal com salsão (receita aqui) ou sal marinho
  • Pimenta do reino

Misture o azeite, vinagre, mostarda de Dijon, alho e chalota (ou cebola roxa) e despeje sobre os cubos de beterraba quentes (leia explicações acima). Tempere com sal de salsão (ou outro) e pimenta do reino a gosto.

Enquanto a beterraba esfria, toste as nozes a seco em uma frigideira grande. Sacuda a frigideira algumas vezes pras nozes tostar dos dois lados. Quando as nozes estiverem bem douradas e perfumadas, retire do fogo, deixe esfriar um pouco e pique grosseiramente.  Junte as nozes e a salsinha à beterraba e misture bem. Prove e corrija o tempero. Sirva em temperatura ambiente. Rende 4 porções como acompanhamento.

*Chalota é um tipo de cebola mais suave e menor do que cebolas comuns. A casca é dourada, mas o interior é lilás, elas são alongadas e geralmente têm dois gomos. Gosto muito de chalotas, pois elas têm um sabor mais delicado mesmo quando consumidas cruas. Se usar cebola roxa, que é mais intensa, use só 1/2cs.

Agrião: um verdinho poderoso

Fresh summer cress, healthy salad garnish food isolated over white, macro close up
Fresh summer cress, healthy salad garnish food isolated over white, macro close up

Quando você pensa em salada, considera a maior variedade de verduras ou mantém-se na clássica composição de alface, tomate e cebola?! De certo que ficar no mais do mesmo ainda é melhor do que não inserir verduras e legumes na alimentação. Mas, por que não experimentar sabores e combinações diferentes? O agrião pode ser uma excelente opção para complementar seu cardápio. Com um sabor peculiar e levemente picante, este alimento é riquíssimo em vitaminas e nutrientes super importantes para a saúde.

Benefícios e propriedades

O agrião possui propriedades expectorante, adstringente, descongestionante, digestiva, fortificante, tônica, depurativa, cicatrizante, antitérmica, anti-icterícia, anti-inflamatória, estimulante, diurética e excitante.

salad-1179314_960_720

A planta pode ser usada para auxiliar no tratamento de algumas doenças como gota, reumatismo, artrite, gripe, tosse, bronquite, amenorreia, asma, anemia, caspa, falta de apetite, colite, diabetes, dor de dente, distúrbios digestivos, febre, dispepsia, acne, icterícia, uremia, tuberculose, sífilis, vermes, pedras nos rins, inchaço das glândulas, cistite e debilidades do coração e dos nervos.

Rica em vitamina A, seu consumo é excelente para os olhos, a pele, os ossos e os dentes. Além disso, age como um fortalecedor da imunidade por ser rico em vitamina C. Esta, além disso, ajuda a combater o envelhecimento precoce da pele e diminui a má formação de células que podem tornar-se cancerígenas, pois é um excelente antioxidante natural. A dose indicada semanalmente para que sejam aproveitados todos os seus benefícios é de pelo menos 100 gramas de agrião duas vezes na semana.

salad-753971_960_720

Como consumir?

Além de seus benefícios poderem ser absorvidos com o consumo na forma de verdura, numa boa salada em mix com outras folhas de sabor mais leve, o agrião também pode ser utilizado em sucos, com o aproveitamento de suas folhas e caules.

Fonte: Benefícios Naturais

Especial Dia das Crianças: Colorindo as panquecas

Já sabemos que uma alimentação saudável deve abusar da diversidade. Uma maneira de garantir o aporte de diferentes nutrientes é variar suas fontes e apostar nas cores. Um prato colorido chama atenção e dá muito mais vontade de comer, não é mesmo? Colorir a comida naturalmente é truque eficiente que insere legumes na receita e incentiva as crianças a comerem de forma saudável mesmo sem perceber. E que tal fazer isso com panquecas?

O uso de aditivos químicos em alimentos é uma ótima ferramenta utilizada pela indústria a fim de permitir a armazenagem, conservação e distribuição dos seus produtos. Em contrapartida, o consumo destas substâncias preocupa pelo risco toxicológico.

indigo-dye-598736_640

Trabalhos científicos têm listados os principais problemas de saúde que o consumo destas substâncias podem ocasionar. Os aromatizantes estão relacionados as alergias respiratórias. Os antioxidantes provocam reações de descalcificação e comprometem a absorção de ferro. Os conservantes causam irritações na mucosa gástrica e do sistema urinário, favorecendo a formação de tumores cancerígenos. Os corantes são responsáveis pelos casos de hiperatividade em crianças.

No caso dos corantes artificiais, podemos considerar o emprego destas substâncias desnecessário na maioria dos produtos industrializados, visto que são utilizados apenas para melhorar a aparência e a aceitabilidade do produto.

Por isso, compartilhamos formas de tingir a massa de panqueca valendo-se de verduras e legumes, com muito sabor e diversão. O interessante desta receita é que você acaba por colorir a massa de acordo com o que você acrescentar. Olha só:

Panqueca Colorida

Massa base:

  • 500 ml de leite;
  • 1 ovo;
  • 1 colher (chá) rasa de sal;
  • 3 xícaras de farinha de trigo.

Bata no liquidificador, o leite, o ovo e o sal. A farinha de trigo deve ser acrescentada aos poucos, conforme for batendo a massa. Com a massa pronta, divida-a em 3 porções.

Para deixar a panqueca laranja, acrescente uma cenoura descascada, limpa e cortada em cubos e bata.

Para uma panqueca verde, coloque uma folha de couve ou uma porção de espinafre. Bata bem e peneire.

Se quiser uma panqueca cor de rosa ou avermelhada, a dica é acrescentar meia beterraba grande cozida ou uma inteira pequena e bater bem.

Unte uma frigideira e leve-a em fogo médio. Use uma concha como medida de massa para cada panqueca e mantenha-a por 2 a 3 minutos de cada lado até dourarem.

pan-138888_640

Simples, não?! Você também pode usar ervilha, salsinha e rúcula para as panquecas verdes e usar a criatividade para dar cor e sabor ao seus preparos, que também podem ser doces, com sabores como laranja, uva, morango, café, chocolate… Escolher um hábito de vida saudável pode ser muito mais colorido do que se imagina, basta apenas colocar a mão na massa.

carrots-557868_640

Fontes: Kilorias Inventando com a Mamãe

Macarrão com pesto de espinafre e brócolis

spaghetti-186338_640

Final de semana chegou e o que é que tem pra fazer?! Descansar? Sim! Faxina? Nããão! Comer? Siiiiim! E para não quebrar a tradição, nada como uma massa bem deliciosa e prática para alegrar nossos estômagos e corações. É bom sair do trivial, para variar o paladar, ainda mais quando a receita é nutritiva.

O preparo do macarrão é o básico mesmo, normal. Você pode optar pelo tipo e formato de massa que preferir. O diferencial aqui é o molho pesto, que também foge do preparo original e marcante com o manjericão e parte para o espinafre e o brócolis como base. O rendimento é superbom e você também pode usar para degustar em torradinhas, pães e no que você quiser.

basil-829776_640

Se você ainda tem alguma dúvida:

Pesto é um molho italiano, originário de Gênova, na Ligúria, norte da Itália. É composto tradicionalmente de folhas de manjericão moídas com pinhões, alho e sal, queijo parmesão ou pecorino ralados e no fim misturados com azeite extra virgem e temperado com pimenta preta.

Macarrão com pesto de espinafre e brócolis

Receita original de Na Minha Panela

spaghetti-186337_640

Para o molho você vai precisar de:

  • 200 gramas de espinafre picado
  • 150 gramas de brócolis japonês cozido (aquele que tem forma de arvorezinha)
  • 1 colher de sopa de castanha de caju (opcional)
  • 50 gramas de queijo parmesão
  • 1 xícara de chá de azeite

No liquidificador ou com um mixer, bata todos os ingredientes. Se a mistura ficar muito grossa, você pode ir adicionando mais azeite até o ponto que achar ideal. Para finalizar, você ainda pode refogar, bem rapidinho em um pouquinho de azeite e alho, uns tomates para quebrar a monotonia do verde!

pasta-663096_640

A massa segue o modo de preparo da embalagem. Sem segredo. Uma superdica é deixar um pouquinho da água do cozimento na hora de escorrer, assim, quando você adicionar o pesto, vai aderir bem na massa.

Se quiser usar o pesto para além da massa, basta guardar bem tampadinho, que ele dura uns 5 dias na geladeira!

Sopinhas para esquentar e saciar

pumpkin-soup-508772_640

Nada como um banho quente e uma comidinha gostosa para relaxar e espantar o friozinho, não é? Por isso, selecionamos três receitas fáceis e com ingredientes simples para aquecer seu final de semana!

São sopas rápidas, a base de legumes e vegetais, sem carnes. Mas, você pode aproveitar a ideia e incrementar do jeito que preferir. Elas podem ser servidas no esquenta da balada, num jantar informal ou na ceia. Aprenda:

Sopa de Legumes

  • 1 colher de sopa de óleo
  • 2 cebolas picadas
  • 2 cenouras cortadas em cubo
  • 1 pimentão verde sem sementes picado
  • 1 pimentão vermelho sem sementes picado (se não achar, não tem problema, faça sem)
  • 1 abobrinha cortada em cubos
  • 1 batata média picada em cubinhos
  • 1 xícara de chá de tomates sem sementes picados
  • 2 tabletes de caldo de legumes
  • 2 litros de água
  • Ramos de salsa

Numa panela, esquente o óleo me fogo alto. Junte a cebola, a cenoura, o pimentão, a abobrinha, a batata e o tomate. Cozinhe por 8 minutos, mexendo sempre. Então, coloque os tabletes de caldo de legumes e a água. Deixe ferver até que os legumes estejam bem macios. Sirva decorada com os ramos de salsa.

Creme de Cenoura

  • 4 xícaras de chá de cenouras em cubinhos
  • 1 cebola picada
  • 1 dente de alho picado
  • 2 talos de salsão em cubinhos
  • 2 colheres de sopa de azeite de oliva
  • 2 colheres de chá de casca de laranja ralada
  • 3 xícaras de chá de água quente
  • 1 xicara de chá de leite desnatado
  • Sal a gosto

Em uma panela, aqueça o azeite e refogue a cebola, o alho, o salsão e a cenoura. Junte a água fervente e cozinhe por 10 minutos. Acerte o sal. Espere esfriar um pouco, adicione o leite, metade de casca de laranja e bata no liquidificador até virar um creme homogêneo. Volte esse creme para a panela e cozinhe por mais 5 minutos. Sirva salpicada com o restante da casca de laranja.

Sopa de Agrião

  • 4 xícaras de chá de agrião picado com os talos
  • 3 batatas médias raladas e escorridas
  • 4 colheres de chá de requeijão cremoso light
  • 1 e 1/2 tablete de caldo de galinha
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Dissolva o caldo de galinha em 2,5 litros de água fervente. Adicione o agrião e a batata e deixe ferver por 12 minutos. Bata essa mistura no liquidificador. Coe com uma peneira grossa. Sirva e despeje o requeijão com uma colher, sem misturar. Decore com raminhos de agrião.