Publicado em Equilibrando

O carpinteiro

“Um velho carpinteiro estava para se aposentar. Contou a seu chefe os planos de largar o serviço de carpintaria e de construção de casas para viver uma vida mais calma com sua família. Claro que sentiria falta do pagamento mensal, mas necessitava da aposentadoria.

O dono da empresa sentiu em saber que perderia um dos seus melhores empregados e pediu a ele que construísse uma casa como um favor especial.

O carpinteiro consentiu, mas com o tempo, era fácil ver que seus pensamentos e coração não estavam no trabalho. Ele não se empenhou no serviço e utilizou mão de obra e matéria prima de qualidade inferior.
Foi uma maneira lamentável de encerrar sua carreira.

Quando o carpinteiro terminou o trabalho, o construtor veio inspecionar a casa e entregou a chave da porta ao carpinteiro e disse:
– Esta é a sua casa, é meu presente para você!

Que choque! Que vergonha! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, teria feito completamente diferente, não teria sido tão relaxado.
Agora iria morar numa casa feita de qualquer maneira.

Assim acontece conosco. Construímos nossas vidas de maneira distraída, reagindo mais que agindo, desejando colocar menos do que o melhor.

Nos assuntos importantes não empenhamos nosso melhor esforço. Então, em choque, olhamos para a situação que criamos e vemos que estamos morando na casa que construímos. Se soubéssemos disso, teríamos feito diferente.

Pense em você como um carpinteiro. Pense sobre sua casa. Cada dia você martela um prego novo, coloca uma armação ou levanta uma parede. Construa sabiamente!

Mesmo que tenha somente mais um dia de vida, esse dia merece ser vivido graciosamente e com dignidade. Sua vida de hoje é o resultado de suas atitudes e escolhas feitas no passado. Sua vida de amanhã será o resultado das atitudes e escolhas que você fizer hoje.”

Publicado em Equilibrando

Desafio dos 30 dias de Gratidão

Recentemente a rede de presentes criativos Uatt? lançou uma campanha de inspiração super bacana que consideramos valer a pena ser compartilhada: é o desafio dos 30 dias de gratidão.

Segundo a própria definição da marca,

GRATIDÃO é um sentimento, na verdade uma atitude simples de reconhecimento. É um ato super positivo, que foca a sua atenção nas coisas boas que a vida te dá todos os dias. Ela não exige muito, só concentração e que VOCÊ pratique. Sim, sozinho.

A verdade é que todos somos gratos a alguma coisa, mesmo que seja mínima, ao longo do dia, não é?! Ter saúde e um corpo que funciona perfeitamente em suas funções é extraordinário! Imagine uma vida sem poder realizar aquilo que você mais gosta.

Muitos acreditam que a gratidão é uma espécie de canal, uma frequência, que quando em sintonia multiplica-se ainda mais no bem e na positividade. Já parou para pensar nisso?! Em agradecer o que lhe acontece durante a rotina ou mesmo àquelas pessoas que tornam a sua vida melhor?!

Se você tem vontade de inserir essa atitude na sua vida, não sabe bem por onde ou como começar, ou não é muito bom em se expressar, a planilha da gratidão pode ajudar (e muito!). Basta dedicar um minutinho do seu dia para preencher um quadradinho com o motivo pelo qual você é grato(a). Após dos 30 dias, além de poder visualizar quantas coisas agradáveis lhe aconteceram, você poderá seguir sozinho (a), agradecendo a sua maneira e mantendo-se um pouco mais em harmonia, sem reclamar tanto (às vezes até do que nem tem tanta importância assim).

Vamos embarcar nessa ideia?! Para baixar a planilha, clique AQUI. #GratidãoMudaTudo

*Não se trata de campanha paga, nem publipost, apenas a disseminação de uma ideia que o blog acredita.