Notas

Receita: Panqueca de Cenoura com Coco

Uma receita da Pati, do Fru-Fruta, prática, fácil, nutritiva e funcional, do jeito que a gente gosta, para adoçar o café da manhã, lanche da tarde…

Yoga em casa em 10 minutos

Yoga em casa em 10 minutos

Receita: Mix de Farinha sem Glúten

Dica de quinta: como empanar sem ovo

Dica de quinta: como empanar sem ovo

A dica é de quinta-feira, mas não é de quinta não! É muito valiosa! Principalmente para os veganos e alérgicos a ovos. Trata-se de uma misturinha deliciosa para empanar proteínas ou outros produtos que podem ser fritos ou assados.

Assisti recentemente a este método de empanar, no programa Receitas da Ina: De Volta ao Básico, e considerei que valia muito a pena compartilhar.

Para ter um alimento empanado crocante, você vai precisar de:

  • 4 dentes de alho
  • 1 colher de sopa de folhas de tomilho fresco, picadas em pedaços bem pequenos
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 2 xícaras de farinha panko (farinha de rosca japonesa)
  • 1 colher de sopa de raspas de limão siciliano ou tahiti
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de manteiga sem sal, derretida (ou substitui dobrando a quantidade de azeite)
  • 1/2 xícara de mostarda
  • 1/2 xícara de vinho branco seco

  1. Coloque o alho e o tomilho, na tigela de um processador de alimentos, e bata até que o alho fique bem picado, quase como uma pasta. Adicione a farinha panko, as raspas de limão, o azeite e a manteiga e bata algumas vezes para umedecer os flocos. Despeje a mistura em um prato grande.

  2. Em uma tigela rasa, misture a mostarda e o vinho.

  3. Pronto!
  4. Para empanar: mergulhe cada pedaço da preparação que deseja empanar na mistura de mostarda, passe em todos os lados e, em seguida, coloque na mistura com a farinha panko, pressionando suavemente todos os lados para as migalhas aderirem.

  5. Asse ou frite sua preparação.

App inteligente: Mensagens de “bom dia” excluídas automaticamente

Sabe aquelas mensagens de “bom dia” que são enviadas diversas vezes pelos amigos e grupos do seu Whatsapp?! Que ao invés de transformar o seu dia positivamente, servem mais para encher a memória do seu celular?! Pois é!

Ao que tudo indica, o Google criou um aplicativo inteligente capaz de resolver essa questão. Segundo os desenvolvedores, o Files Go é programado para identificar esse tipo de conteúdo, armazená-lo e excluí-lo automaticamente do seu aparelho.

Será mesmo?! Você já testou ou utiliza algum app nesses moldes?!

Fonte: Cosmopolitan

A percepção do volume de alimentos

O grande número de calorias em uma prato cheio de comida gordurosa pode não ser a única razão pela qual você sai da mesa sentindo-se cheio. Um estudo apresentado em uma reunião da Sociedade de Psicologia Britânica, em 2017, sugere que sensações de fome e saciedade podem estar ligadas à forma como percebemos uma refeição e não apenas em quantas calorias consumimos.

Em duas ocasiões, pesquisadores britânicos serviram aos participantes do estudo uma omelete de três ovos para o café da manhã, mas disseram aos voluntários que a primeira refeição tinha dois ovos e a segunda tinha quatro. As pessoas que achavam ter comido um desjejum menor relataram sentir fome mais cedo e também comeram mais durante o dia; ao contrário dos que pensaram ter consumido um café da manhã maior. O estudo não detectou alterações nos hormônios da fome, sugerindo que nossas percepções mentais de uma refeição podem influenciar significativamente a ingestão de alimentos mais tarde.

Assim, para ficar satisfeito, com menos calorias, tente adicionar volume de baixa caloria às refeições; por exemplo, preencha um prato de macarrão integral ou ovos mexidos com legumes. Colocar mais alimentos em um prato ou em uma tigela pode enganar o cérebro para pensar que você está consumindo muitas calorias e, por sua vez, você precisará de menos comida em refeições e lanches ao decorrer do dia.

Fonte: Idea